O Que é Notícia Em Sergipe

SOBRAMES SERGIPE em Portugal

0

    Depois de seis meses de preparação, aproxima-se a data do primeiro Sarau SOBRAMES internacional, que vai ocorrer em Lisboa no dia 10 de

Entregando a Maria José Leal a primeira Antologia da SOBRAMES Sergipe

maio de 2018, com uma delegação de quase 80 pessoas, a maioria formada por médicos sergipanos de diversas especialidades, que praticam o binômio Medicina & Arte, nesse caso específico, Medicina & Música.
   O evento acontecerá no Espaço Espelho D'Água, às margens do Tejo no bairro Belém, ao lado, bem ao lado, do grandioso monumento Padrão dos Descobrimentos.
    Caberá à artista Tássia Camargo, atriz brasileira de teatro e televisão, diretora, cineasta, produtora, cantora e atualmente residindo em Lisboa, onde ministra curso livre de Artes Cênicas, a apresentação do evento, que contará ainda com as presenças da vice-presidente da Sociedade Portuguesa de Escritores e Artistas Médicos, a Dra. Maria José Leal e da Presidente da União dos Médicos e Escritores Lusófonos – UMEAL e Presidente da SOBRAMES nacional, a médica Josyanne Rita De Arruda Franco, que inclusive mostrará o seu talento interpretando duas belíssimas canções brasileiras, acompanhada pela Banda SOBRAMES de Sergipe, reforçada com músicos da Banda de Dom José Do Ban, também de Aracaju.
     Além de Josyanne, mais 13 cantores sergipanos, entre médicos – Zairson De Almeida Franco Franco, Miron Santana, Stela Santana, Cristina Maria Garcia Dias, Arlinda Fontes, Lucio Antonio Garcia Dias, Lucio Prado Dias – a grande maioria, enfermeiras Inez Moura e Luciana Cardoso, farmacêutico Alexandre e nutricionista Silvina Aquino, além dos talentosos Giló Santana Santana e Lenora Melo, todos participarão do Sarau Espelho D'Agua, nome dado em homenagem aos portugueses que desfrutam desse belíssimo recanto, às margens do Tejo.
     Com inicio previsto para as 19 horas, quando os sobramistas serão recepcionados com um coquetel de boas-vindas, haverá um show exclusivo do músico e compositor João Ventura, para os seus patrícios sergipanos, ele que na semana passado participou, como convidado especial, do show de 50 anos de carreira do grande músico e compositor brasileiro Toquinho, em plagas lusitanas, com sucesso estrondoso nas três apresentações.
Figura chave para a concretização desse inusitado empreendimento, destaco o trabalho dedicado do querido amigo-irmão João Alberto Silveira, que desde o primeiro momento abraçou a ideia e conquistou com todo o mérito e brilhantismo a coautoria do Sarau. Um trabalho primoroso! Agradeço demais!
    Para todos vocês, deixo pra encerrar a mensagem que recebi da Dra. Maria José Leal, ao meu lado numa das fotos, presidente da SOPEAM – Sociedade Portuguesa de Escritores e Artistas Médicos
……………………………………………………………………………..
"Bem-vindos a Lisboa

Bem-vindos a este estuário do Tejo que as águas do Atlântico temperam com sal, a que os afoitos comerciantes e mareantes fenícios vindos do extremo Mediterrâneo chamaram Enseada Amena. Daquela faixa de território, de promissora civilização, que atualmente mergulha nos horrores da guerra e do extermínio. Com eles vieram cartagineses, gregos, e o poderio romano que trouxe submissão e dura lex. Lex difícil de implantar, junto do povo que nem se governa nem se deixa governar.
Por terra também vieram alanos, visigodos, e outros mais que a caminho do Ocidente, deixaram os seus territórios de origem, fugiram de pestes, opressões e quem sabe que mais, na procura na terra dos pomos dourados,
as Hespérides, de Ophiussa o lugar das serpentes. Todos chegaram à Ibéria o território do limite conhecido.
Bem-vindos à Lisboa mozárabe, à Lisboa judaica, à Lisboa dos povos do Norte, os Cruzados que por aqui, a menos de meio caminho e num trajeto menos penoso, substituíram os propósitos da reconquista cristã de Jerusalém. À Lisboa das míticas sete colinas, capital do país mais antigo com fronteiras definidas na Europa.
Bem-vindos à Lisboa que com grande júbilo de braços abertos vos recebe, sobramistas e seus acompanhantes, confrades da outra margem do Atlântico, que conosco têm vivido tantas narrativas de glórias ou desventuras com mais de cinco séculos do percurso. Para vós o nosso abraço, nesta mescla de genéticas e de culturas que por tão diferentes e tão bem acolhidas nos torna elo a fortalecer. Nas Letras e nas Artes, na companhia das Musas, estaremos sempre juntos com o empenho das nossas vontades
Bem-vindos a Lisboa!
Bem-hajam!"

Maria José Leal
da UMEAL – Vice-presidente da União de Médicos Escritores e Artistas Lusófonos
da SOPEAM – Vice-presidente da Sociedade Portuguesa de Escritores e Artistas Médicos

Comentários