Quem é quem no 2º turno?VF tem apoio Alessandro e Belivaldo de André

0

 

 

“O jornalismo é o exercício diário da inteligência e a prática cotidiana do caráter.” Cláudio Abramo.

Costuma-se dizer que quando uma disputa eleitoral vai para o segundo turno é zerada. Tudo recomeça e a lógica do primeiro turno pode ser invertida. No caso de Sergipe, além da evidente polarização presente no resto do Brasil, os fatos que chamaram a atenção na disputa para o governo foi a derrota do senador Eduardo Amorim já no primeiro turno, a expressiva votação de Belivaldo Chagas e, não deixou de ser um fato novo, a chegada de Valadares Filho para a próxima fase, mesmo sem o apoio de muitos prefeitos e líderes municipais.

Com toda sinceridade, não se pode desconsiderar os 400 mil votos de Belivaldo, que ele mesmo não acreditava ter, mas a maioria dos sergipanos ainda não escolheu quem quer ver governando Sergipe a partir de 2019. Os que votaram em branco, nulo ou se abstiveram somaram exatos 589.067 eleitores, demonstrando descontentamento ao atual governo e reprovando o modus operandi do grupo governista. Acrescente aí os outros 584.032 que optaram por Valadares Filho, Eduardo Amorim,  Dr. Emerson, Milton Andrade, Eduardo Cassini, Márcio Souza. Mendonça Prado e Gilvani Santos. Isto significa que a maioria do eleitorado (1.576.352 é o eleitorado de Sergipe) 1.173.099 não quer a continuidade do grupo de Jackson Barreto e Belivaldo Chagas na chefia do Executivo estadual.

Neste segundo turno, o governador e candidato a reeleição, Belivaldo Chagas, passou por cima de todas as convicções ideológicas e fechou por debaixo dos panos uma aliança com André Moura,  candidato derrotado ao Senado, através de toda a turma do deputado. Em movimento contrário, o candidato Valadares Filho recebeu o apoio de Delegado Alessandro, eleito senador com mais de 450 mil votos.

Desde o início do segundo turno, Belivaldo tem se reunido frequentemente com inimigos históricos e que se diziam “oposição” ao governo para fazer alianças.

Já declararam, publicamente, apoio a Belivaldo, Reinaldo Moura, pai do deputado, o coordenador político no interior e prefeito de Ilha das Flores, Cristiano Beltrão (PSC), o prefeito de Poço Verde, Iggor Oliveira (PSC), de Simão Dias, Marival Santana (PSC), e os deputados aliados a André na Assembleia, Dr. Vanderbal (PSC), Capitão Samuel (PSC) e Venâncio Fonseca (PSC). A esposa de André, a prefeita de Japaratuba, Lara Moura (PSC), e o cunhado e prefeito de Pirambu, Élio Martins (PSC), apoiarão  Belivaldo por debaixo dos panos. Várias outras lideranças de outros municípios ligadas a André Moura também já anunciaram nas redes sociais apoio a Belivaldo.

Com essa atitude, Belivaldo rasga de vez sua história e seu discurso, uma vez que ele não poderá mais falar de “golpistas”, já que ele agora caminha ao lado do líder do governo Temer.

O poder pelo poder o fez procurar e se aliar a outros candidatos que foram derrotados nas urnas, alguns deles processados, em troca de espaços em um possível futuro governo. Essa é a prática da velha política, onde não existe ideologia e o único objetivo é ter o poder.

Belivaldo está fazendo de Sergipe um encosto para grupos políticos derrotados na última eleição.

Assim é mais doce e confortável para os políticos tradicionais se abraçarem ao grupo que mais lhe oportunize alguma contrapartida pelo apoio, republicano ou não. É mais atrativo estar no conforto dos palácios e se beneficiar com as benesses de uma máquina, ainda que pesada e saturada, mas que oferece um mundo bem mais confortável do que o vivido pelos simples mortais trabalhadores sergipanos.

Reforçando: agora é a hora de comprovar a verdade no discurso de mudança durante a campanha e quem usava este termo no pântano enganoso das palavras para iludir o eleitorado.

 

Neutralidade em Sergipe Em nota, o presidente estadual do DEM, Mendonça Prado, informou ontem que o partido decidiu pela neutralidade da sigla no segundo turno da eleição para o governo do estado. “Em relação à eleição presidencial, o partido manterá o apoio ao candidato Bolsonaro”, registrou a nota.

Intimidado por ameaças, Eduardo Cassini deixa Sergipe Depois de prestar Boletim de Ocorrência na Polícia Civil, alegando ameaças, Eduardo Cassini, que concorreu ao cargo de governador pelo PSL, deixou o Estado de Sergipe no último fim de semana. Ele conta que, por declarar apoio a Belivaldo Chagas (PSD) e a Fernando Haddad (PT), foi intimidado e sua família sofreu ameaças de morte. A decisão foi tomada em comum acordo com familiares. Cassini afirmou que as ameaças já cessaram, mas ainda não sabe dizer se a saída de Sergipe é temporária ou se será definitiva. Toda matéria da infonet.

Reconhecimento dos sergipanos O blog recebeu um vídeo, enviado por várias pessoas, mostrando uma cena ocorrida, ontem, numa lanchonete em Aracaju. A delegada Danielle Garcia foi aclamada e aplaudida de pé por todas as pessoas presentes no local. Não se fala outra coisa em todos os recantos do Estado do vídeo que a delegada, que realizou um trabalho único e exemplar em Sergipe no combate à corrupção, gravou em apoio ao candidato Valadares Filho ao governo do estado.

Reconhecimento dos sergipanos II Por ter tido a coragem de enfrentar pessoas poderosíssimas, a delegada sofreu uma dura e implacável perseguição da parte do Governo Jackson Barreto e Belivaldo como também teve a sua cabeça pedida numa bandeja por outras autoridades. Ela foi transferida por diversas vezes e todas as suas gratificações foram retiradas. A perseguição injusta a quem combatia o crime do colarinho branco mostrou que em Sergipe há pessoas de coragem. A delegada deu uma grande lição aos homens de Sergipe.

Tribunal promove Audiência Pública sobre Segurança da Urna Eletrônica Na próxima quinta-feira, dia 18 de outubro de 2018, às 9h, o Tribunal Regional Eleitoral de Sergipe – TRE-SE promoverá Audiência Pública que versará sobre os procedimentos de segurança do sistema eletrônico de votação. O presidente do Tribunal, Des. Ricardo Múcio Santana de Abreu Lima, acompanhará a sessão pública, a qual será conduzida pelo secretário de tecnologia da informação do TRE-SE, José Carvalho Peixoto.

Sistema Durante a explanação serão abordados aspectos importantes do sistema eletrônico de votação. “Apresentaremos um panorama geral referente ao desenvolvimento dos sistemas, assinatura digital (técnica criptográfica usada para garantir a verificação da integridade dos arquivos), transmissão dos votos em rede dedicada, segurança em cascata da urna, entre outros pontos”, explicou Peixoto.

Instituições Entre as instituições convidadas a participar da Audiência Pública estão: Partidos Políticos, Polícia Federal, Ministério Público Eleitoral, Ordem dos Advogados do Brasil, Defensoria Pública, Polícia Militar, Departamento de Tecnologia da Informação da Universidade Federal de Sergipe, Polícia Civil entre outros.

Sociedade civil A audiência será aberta à sociedade civil como um todo, de modo que analistas de sistemas, programadores, professores universitários e demais interessados também poderão participar da solenidade. O plenário do TRE-SE acomoda 240 pessoas. Visando a amplificar a publicidade e a transparência do trabalho desenvolvido pela Justiça Eleitoral, toda a imprensa sergipana também está convidada.

Atenção para os professores No dia do professor, a deputada estadual Maria Mendonça (PSDB) – que é professora por formação – homenageou a categoria e cobrou do governo uma política mais eficiente para atender as demandas reivindicadas pela classe.

Formação “Essa é uma profissão mãe de todas as profissões. O professor é o responsável pela formação de todos os cidadãos, independente de classe social, credo ou raça, e precisa ser tratado com respeito e ter os seus direitos assegurados”, defendeu a deputada, em discurso na tribuna da Assembleia Legislativa, na tarde da segunda-feira (15).

Prioridade Maria destacou que esses profissionais devem ser sempre priorizados pelos Governos, pois são os responsáveis pelo desenvolvimento acadêmico de adultos e crianças. “É uma categoria desenvolvimentista, formadora de profissionais dos mais diversos ramos e que, infelizmente, ainda é negligenciada, sobretudo, pelos gestores públicos”, afirmou deputada, ao apresentar um poema do cordelista Bráulio Bessa, que traduz a importância e força dessa categoria.

MaxClínica Desde o último dia 24 de setembro a MaxClínica, localizada no Conjunto AugustoFranco, está em pleno funcionamento. Com especialidades como cardiologia, clínica médica, dermatologia, fonoaudiologia, infectologia, ginecologia, psicologia, nutricionista, oftalmologia, otorrinolaringologia e geriatria, atende de segunda a sexta-feira, das 7h às 19h, e aos sábados das 8h às 12h. Com preços populares, a MaxClínica ainda realiza vários tipos de exames. A clínica conta com profissionais como o psicólogo Max Prejuízo, a dermatologista, Dra. Larissa Valadares Rabelo, e a oftalmologista Dra. Luma Paiva Frizzera. Funciona na Rua C2, n° 4, atrás da Avenida 4, telefone: 3025-0204.

 

PELO ZAP DO BLOG CLÁUDIO NUNES – (79) 99890 2018

PEDIDO DE DOAÇÃO DE SANGUE

Amigos,

Norma já foi internada em caráter de urgência, a cirurgia será na quarta-feira, 17/10. A doação precisa ser até amanhã (16) às 11 hs.

O nome dela é Norma de Castro Lessa, pode ser doado qualquer tipo de sangue , mas o dela específico é O+ . O local da doação é na rua Guilhermino Rezende, 187, bairro São José. Em tempo, Norma é esposa do primo da APC Shirley.                                               

Gente Sergipana por Antônio Samarone: “Valter Farias (Mestre Valtinho). Filho de Seu Manezinho Funileiro e Dona Rosinha do Ralo; família de funileiros, com oito irmãos. Há cinquenta anos produzindo ralos, bicas, candeeiros, coifas, etc. Artesão do flandre, zinco e alumínio. Itabaiana possuía dezenas de funileiros bons: Seu Neca, Pedro Funileiro, Cosme, Fobica, Parrachinho, Zé do Brito, entre outros.” Toda matéria.

Histórias de notáveis Médicos Sergipanos”. Por Roosevelt Ferreira de Oliveira: “ Este ano, ao completar 70 anos neste mês de outubro, mês em que comemoramos o dia do médico e, em dezembro, eu completo 42 anos de formatura em Medicina, relembro histórias contadas por colegas médicos e antigos professores da Faculdade de Medicina de Sergipe e por alguns amigos que exerceram cargos relevantes no Estado. Entre essas figuras, destaco a prosa sempre agradável do Dr. Lauro de Brito Porto, primeiro Professor de Otorrinolaringologia e Oftalmologia da Faculdade de Medicina que, aos sábados, em um Bar no Povoado Mosqueiro, entre a degustação de um caranguejo e um gole de cerveja e outro, com fala pausada e mansa, contava histórias pitorescas de personalidades e colegas seus médicos da época. Eu, jovem médico recém formado, era convidado de Dr. Lauro Maia, o bom Lauro. Os fregueses habitués desse Bar eram Dr. Lauro Porto, Dr. Lauro Mais, acho que o filho de Dr. Lauro Porto, o atual Desembargador Dr. Roberto Porto e eu, o menos assíduo. Uma dessas histórias tinha como ator principal, o meu professor de Psicologia Médica, o Psiquiatra Dr. João Pérez Garcia Moreno. Dizia o Dr. Lauro Porto que o Dr. Garcia Moreno perdia uma amizade, mas não perdia a oportunidade de fazer uma piada. Contava o Dr. Lauro que certa vez, no famoso Ponto Chic, esquina da Rua João Pessoa com a Rua Laranjeiras, nos finais de tarde, costumava se reunir um grupo de comerciantes e profissionais liberais para jogar Sinuca e conversa fora. Em uma dessas ocasiões, um dos frequentadores dirige-se ao Dr. Garcia Moreno e lhe pergunta o que ele achava de um famoso Cirurgião à época. De pronto, o Dr. Garcia Moreno responde: ”Ele joga bem sinuca”. Foi o suficiente para esse Cirurgião morrer sem mais dirigir a palavra ao Dr. Garcia Moreno. Outro testemunho interessante da vida do Dr. Garcia Moreno, eu mesmo ouvi do ex-Governador Arnaldo Rolemberg Garcez. No início dos anos 50, Arnaldo Garcez Governador do Estado de Sergipe recebeu uma comitiva de Acadêmicos da Academia Sergipana de Letras, da qual constavam os Drs. Augusto Leite e Garcia Moreno. Foram ao Palácio Olímpio Campos reivindicar do Governo a doação de um terreno para a construção da sede própria da Academia. Como de hábito, os Governos costumam colocar dificuldades para atender determinadas reivindicações. A comitiva sugeriu alguns terrenos que o Estado poderia doar para construção da nova Academia e, Arnaldo sempre colocando dificuldade. Foi quando alguém teve a ideia de sugerir um terreno, onde hoje funciona a Escola Normal que era o estábulo da Cavalaria da Polícia Militar. Arnaldo mais uma vez colocou obstáculos, dizendo que não tinha para onde mandar os cavalos. De pronto, como lhe era peculiar a sua irreverência, o Dr. Garcia Moreno responde: ”Não tem problema Governador, o Senhor manda para a Academia Sergipana de Letras. O Governador Arnaldo Garcez, embora não tivesse formação superior, tinha uma perspicácia e presença de espírito elogiáveis, retrucou: ”Mas Dr. Garcia Moreno, o Senhor esquece que o Senhor e Dr. Augusto Leite são membros dessa Academia”. E, Dr. Garcia Moreno, com presença de espírito e inteligência raras, responde: ”Governador, Eu e Dr. Augusto Leite, na Academia nós somos veterinários”. Boas recordações.”

PELO E-MAIL E FACEBOOK

ADEPOL INFORMA Nº 36/2018

Prezados associados,

A Diretoria da Adepol/Sindepol foi procurada por alguns colegas que disseram ter sido constrangidos por pessoas da Administração a assinar uma Nota de Repúdio ao posicionamento político da colega Delegada Danielle Garcia.

A Diretoria vem por este meio rogar aos colegas que se mantenham altivos e livres de consciência. Uma eventual Nota de Repúdio alicerçada em suposta ofensa de Danielle ao DEOTAP e a atual equipe que lá trabalha parte de uma falsa premissa e induz ao erro.

Danielle, no exercício da sagrada liberdade de expressão, criticou o governo que exonerou a si e outros colegas que reconhecidamente combatiam a corrupção no Estado de Sergipe. Em momento algum de sua manifestação, Danielle fez qualquer comentário que desabonasse a conduta dos colegas que hoje laboram naquele departamento.

Colegas, nossa entidade está à disposição para garantir a independência funcional e adotará todas as medidas no sentido de proteger os filiados e coibir atos de coação e assédio moral eventualmente praticados.

De antemão, já parabenizamos aqueles que resistiram ao constrangimento, demonstrando o nobre sentimento de CARREIRA.

Atenciosamente,

A Diretoria

Nota Pública

A Democracia, recente conquista do povo brasileiro, se constrói na pluralidade de opiniões, ideologias, pensamentos, visões de mundo, vozes e saberes. A Constituição Federal, que no dia 05 de outubro deste ano completou trinta anos de promulgação, buscou assegurar, após um período de silenciamentos, essa nova diretriz democrática que assegurava que todas as cidadãs e todos os cidadãos brasileiros pudessem exercer com liberdade seu direito de expressão, sobretudo o direito de se expressar politicamente.

Na multiplicidade da sociedade brasileira se constrói uma experiência democrática a partir desse marco histórico, que por muitas vezes enfrenta desafios e dificuldades mas se constitui na mais bem sucedida experiência política do povo brasileiro.

No entanto, durante o processo eleitoral em que estamos envolvidos, diversos têm sido os relatos de violência e desrespeito à escolha política individual, o que vai de encontro aos princípios basilares democráticos em que estamos vinculados. Diariamente, têm-se noticiados atos de ameaças não só à opinião como também à integridade física dos cidadãos em decorrência de sua vontade política, o que fere a democracia.

Negar ao outro o direito de expressar sua opinião política é prática violenta, autoritária e antidemocrática, prática esta que a Ordem dos Advogados do Brasil, Seccional Sergipe, repudia veementemente e, em razão disso, pede ao povo sergipano que cessem os episódios de violência, abracem o processo eleitoral como a mais bela conquista política da história do Brasil, e que se respeite o direito de todos escolherem seus candidatos. Em nossa democracia nenhum voto vale mais do que o outro, nenhuma opinião deve se sobrepor à outra, nenhuma certeza deve calar a outra. Acima da defesa de qualquer candidato, devemos defender o ideal democrático.

Inácio José Krauss de Menezes

Presidente da OAB/SE

PELO TWITTER

www.twitter.com/lf_ponde Escrevo para não me sentir só. Sei disso há muito tempo. Hoje não é muito fácil uma vez que muita gente é ressentida e ofendida. Muitos escrevem com medo do leitor ou do seguidor. A praga de querer agradar acomete grande parte de nós.

www.twitter.com/ISMARVIANA “É indispensável saber em que lei vivemos: o estado de dúvidas, tanto em política propriamente dita, como em economia e questões financeiras, é o pior de todos os estados.” Joaquim Manuel de Macedo.

www.twitter.com/josafaneto Política partidária não é arte do diabo. É da conveniência. Os políticos, às vezes, só esquecem de combinar isso com o eleitor. O silêncio das ruas se confunde com o barulho do resultado das urnas.

www.twitter.com/Ricamconsult “Corrija um tolo e ele o odiará. Corrija um sábio e ele agradecerá” Anônimo. Grandes líderes valorizam, apreciam e premiam críticas.

www.twitter.com/clovis_silveira Quantas pessoas não tem quase nada e lutam pela vida por ter um propósito apenas, e quantas pessoas tem “tudo” e não vivem nada!

www.twitter.com/braynerr As eleições presidenciais à disputa é entre o ‘mal’ e o ‘mau’. Não fica bem votar em um e não é bom votar no outro.

Siga Blog Cláudio Nunes:

Instragram

 Facebook

 Twitter

Frase do Dia
Segue o teu destino,
Rega as tuas plantas,
Ama as tuas rosas.
O resto é a sombra
De árvores alheias. Fernando Pessoa.