Cinema

Filmes

Os principais filmes em cartaz em Aracaju, toda programação dos cinemas de Sergipe você encontra aqui

Carnages

FESTIVAL DO CINEMA FRANCÊSTodos os filmes do festival passam em sessão única às 17 hrs, com ingressos a R$ 4,00O filme a seguir fica no ar apenas na 4ª feira Carnages (Idem). França, 2002. Direção de Delphine Gleize. 130min, 16 anos. Com

Pot-pourri de bons filmes

Uma programação variada, que vai do suspense de “A Marca” a um drama italiano, pouco conhecido e estrelado por Stefania Sandrelli. Mas tem também “A Grande Ilusão”, sempre presente nas listas dos melhores filmes já produzidos pelo cinema.

Mais uma vez, amor

Comédia brasileira que explorou bilheteria por causa da estréia no cinema de Juliana Paes, conhecida por sua participação em novela e por ser um autêntico “violão”. Dirigida por Rosane Svartman, que se baseou numa peça sua roteirizada por

Penetras bons de bico

(Wedding Crashers). EUA, 2005. direção de David Dobkin. Roteiro de Steve Faber e Bob Fisher. Produção de Peter Abrams, Robert L. Levy e Andrew Panay. Música de Rolfe Kent. Direção de Fotografia: Julio Macat. Desenho de Produção: Barry

Vôo Noturno

(Red Eye). EUA, 2005. Direção de Wes Craven. Roteiro de Carl Ellsworth, baseado em história de Dan Foos e Carl Ellsworth. Produção de Chris Bender e Mariane Maddalena. Música de Marco Beltrami e Tom Mesmer. Diretor de Fotografia: Robert D.

Água negra

(Dark Water). EUA, 2005. Direção de Walter Salles. Roteiro de Rafael Yglesias, baseado em livro de koji Suzuki e em roteiro de Hideo Nakata e Takashige Ichise. Produção de Doug Davison, Roy Lee e Bill Mechanic. Música de Ângelo

COISA DE MULHER

Brasil, 2005. Direção de Eliana Fonseca. Roteiro de Eliana Fonseca, Claudia Ventura, Lucilia Assis, Suzane Abranches e Carmen Frenzel. Produção de Diler Trindade. Música de Amy Sperling. Direção de Fotografia: José Guerra. Desenho de

DEU ZEBRA!

(Racing Stripes). EUA, 2005. Direção de Frederik du Chan. Roteiro de David Schmidt, baseado em história de Schmidt, Steven P. Wegner, Kirk de Micco e Du Chan. Música de Mark Isham. Direção de Fotografia: David Eggby. Desenho de Produção:

AMEAÇA INVISIVEL

(Stealth). EUA, 2005. Direção de Rob Cohen. Roteiro de W. D. Richter. Produção de Mike Medavoy, Arnold Messer e Laura Ziskin. Música de Randy Edelman. Direção de Fotografia: Dean Semler. Produção de Laura Ziskin. Desenho de Produção:

TV a Cabo

Um dos primeiros AlmodovarPode não ser o melhor filme de Pedro Almodovar, mas foi aquele que revelou o talento do cineasta rebelde espanhol para o mundo. “Pepi, Luci, Bom y Otras Chicas Del Monton” estréia na HBO neste final de semana.

DVD/VHS

Santa Fé – Nada como um bom western antigo, dos tempos em que o cinema americano cultivava o gênero “americano por excelência” e fazia vibrar as platéias. Este “Santa Fé” é dirigido por Michael Curtiz, um dos mais talentosos diretores dos

A GRANDE TESTEMUNHA

(Au Hasard, Balthazar). França, 1966. Direção, roteiro, adaptação e diálogos de Robert Bresson. Produção de Mag Bodard. Direção de Fotografia: Ghislain Cloquet. Música de Franz Schubert e Jean Wiener. Direção de arte: Pierre Charbonnier.

AMOR EM JOGO

(Fever Pitch). EUA, 2005. Direção de Peter e Bobby Farrelly. Roteiro de Lowell Ganz e Babaloo Mandel, baseado em livro de Nick Hornby. Produção de Drew Barrymore, Alan Greenspan, Nancy Juvonen, Gil Netter, Amanda Posey e Bradley Thomas.

Estréia de Cage na direção

“Sonny, o Amante”, filme de estréia na direção do ator Nicolas Cage, passa agora no Telecine Premium. Mas, a recomendação vai mesmo para a exibição hoje, às 11h, “Lacombe, Lucien”, de Louis Malle, na HBO2. Sonny, o Amante – Nicolas Cage é

DVD/VHS

Mar Adentro – Poucos filmes do século 21 têm direito de receber o adjetivo clássico, uma obra-prima do cinema. Este filme de Alejandro Amenabar é um deles. Conta a história da luta real do espanhol Ramon Sampedro pela eutanásia.

PICKPOCKET

(Pickpocket). França, 1959. Direção e Roteiro de Robert Bresson. Direção de Fotografia: L. H. Burel. Montagem de Raymond Lamy. Música de Jean Baptiste Lulli. Produção de Agnes Delahaie. Direção de arte: Pierre Charbonnier. Cia. Produtora: