Cinema

Filmes

Os principais filmes em cartaz em Aracaju, toda programação dos cinemas de Sergipe você encontra aqui

Vinicius

Brasil, 2005. Direção de Miguel Faria Jr. Roteiro de Faria Jr e Susana Moraes. Música de Luis Cláudio Ramos. Fotografia de Lauro Escorel. Direção de Arte: Marcos Flaksman. Montagem de Diana Vasconcelos. Livre. Cia. Produtora: 1001 Filmes

Ama-me ou Esquece-me

Uma das vozes mais extraordinárias da música americana, Doris Day – uma lourinha bonita cujo tipo apimentado foi muito bem explorado em “Ardida Como Pimenta” – ainda nos anos 50 construiu uma sólida carreira de atriz dramática. Foi até, em

Êxito Fugaz

É anterior ao filme acima, é de 1950, mas Doris Day como sempre dá um show como a esposa que não sabe o que fazer com o marido, Kirk Douglas, que só tem olhos, alma e vida para o seu sax. Depois ele se afunda na bebida. É dirigido por

Hellboy

Baseado em famosa história em quadrinhos, é a história de um superherói criado pelos nazistas já próximo do fim da segunda guerra. As tropas alemãs já experimentavam magia negra para reverter o caos da guerra. Os cientistas criam porém

Elefante

Não chegou aos cinemas daqui, mas circulou bem pelas locadoras, este drama de Gus Van Sant, sobre uma tragédia que se abateu na escola de Columbine (tema, aliás, do documentário de Michael Moore). Dois estudantes, não mais que de repente,

Coisa mais linda

Brasil, 2005. Direção e Roteiro de Paulo Thiago. Produção de Gláucia Camargos. Direção de Fotografia: Guy Gonçalves. Desenho de Produção: Guto Vaz. Montagem de Marcelo Moraes. 126min, livre. Cia. Produtora: Vitória Produções

O Exorcismo de Emily Rose

(The Exorcism of Emily Rose). EUA, 2005. Direção de Scott Derrickson. Roteiro de Paul Harris Boardman e Derrickson. Produção de Boardman, Beau Flynn, Gary Lucchesi, Tom Rosenberg e Tripp Vinson. Música de Christopher Young. Direção de

Sr. e Sra. Smith

A reunião de Brad Pitt e Angelina Jolie, liderando o elenco de um filme, naturalmente, causou frisson na platéia. Mas, em verdade o filme de Robert Luketic que conseguiu esta proeza, decepcionou. Os dois fazem um casal que desconhece as

A Ilha

O tema é até interessante: numa ilha deserta, seres humanos são levados à experiência inédita. Eles desconhecem o que se passa até que um casal viola uma regra inexpugnável: eles se amam e gostariam de viver juntos, o que não é possível

Doutores da Alegria

Brasil, 2005. Roteiro (com a colaboração de Fernando Bolognesi) e Direção de Mara Mourão. Produção de Fernando Dias. Música de Arrigo Barnabé. Direção de Fotografia: Hélcio Alemão Nagamine. Desenho de Produção: Maurício Dias. Direção de

TAINÁ 2

Brasil, 2004. Direção de Mauro Lima. Roteiro de Claudia Levay. Produção de Pedro Carlos Rovai. Música de Luiz Avellar. Direção de Fotografia: Ulli Burtin. Desenho de Produção: Virginia Limberger e Érica Iootty. Direção de Arte: Oscar Ramos.

Carga Explosiva 2

(The Transporter 2). EUA/França, 2005. Direção de Louis Leterrier. Roteiro de Luc Besson e Robert Mark Kamen. Produção de Besson e Steve Chasman. Música do grupo Repliciant. Direção de Fotografia: Mitchell Amundsen. Desenho de Produção: J.

Tróia, Super-produção

O alemão Wolfgang Petersen, de “O Barco”, agora faz filme nos EUA. É dele a superprodução “Tróia”, com Brad Pitt, que fez razoável sucesso nos cinemas e agora estréia na televisão por assinatura. Tróia Refilmagem de “Helena de

A Sogra

Não fez muito sucesso nos cinemas, mas também não se pode dizer que esta comédia do pouco conhecido Robert Luketic tenha sido um fracasso. Ela assinalou o retorno às telas da famosa Jane Fonda, há 15 anos afastada dos setes de filmagem.

Os Raptores

Nos anos 50 e 60, o cinema brasileiro foi abastecido largamente pelo produtor Herbert Richers, que já trabalhara na Atlântida e criou nome e capital com um cine-jornal de exibição obrigatória. Ele fez, principalmente, muitas chanchadas,