AjuPlay incrementa catálogo de filmes com mais seis produções

0
(Foto: Sérgio Silva)

Com o intuito de entreter a população e fomentar o acesso à cultura durante a pandemia provocada pela covid-19, a Prefeitura de Aracaju, por intermédio da Fundação Cultural Cidade de Aracaju (Funcaju), disponibiliza mais seis obras audiovisuais na plataforma AjuPlay nesta sexta-feira, 21. As obras disponibilizadas são produzidas por artistas sergipanos e fazem parte das políticas culturais implementadas pela gestão municipal.

Os filmes serão disponibilizados na plataforma a partir das 19h, garantindo programação para todo o fim de semana. Além das novidades, o AjuPlay conta com um catálogo com mais de 100 produções, entre filmes, shows e espetáculos.

Novidades
“In Memoria, Meu Sustento”, dirigido por Tinho Torquato, aborda o momento que o mundo vive e maneira como o isolamento social está reorganizando muitas pessoas, ao mesmo tempo que apresenta de forma nítida a desigualdade de classe, agravada pela pandemia.

A Rolimã Filmes, em seu filme “Clandestino”, conta a história de Têca, uma garota comum, com uma imaginação nada comum. No caminho para encontrar sua mãe e entregar uma encomenda preciosa, sua imaginação corre livre pelas paisagens do interior, enquanto ela vai viver aventuras ao lado de sua avó.

O filme “Caminhos na Noite”, de Douglas Oliveira, conta a história de Arthur e Davi, dois jovens que, ao saírem de uma pista de skate, perdem o último ônibus da noite e precisam encarar o que a madrugada lhes reserva em meio a acontecimentos inesperados.

“Vulcão”, por Rafael Eugênio, é um documentário sobre o quarto disco da banda The Baggios, considerado pelo grupo como um divisor de águas, pois alçou o trio sergipano a turnês pelo Brasil e o levou pela primeira vez à Europa, além de dar a segunda indicação ao Grammy Latino para eles.

Clécia Borges conta a história de Ana e Luiza, musicistas que estão com dificuldade de criar por conta de ruídos dos ambientes em que vivem e acabam se encontrando em um sonho para compor músicas juntas, em “Consonância”.

Finalizando a programação das entregas do dia 21, “Supressão”, dirigido por Jonta Oliveira, sugere uma reflexão através do vazio existencial de cada um. A Prefeitura voltar a disponibilizar novas obras audiovisuais no dia 4 de junho, a partir das 19h, no AjuPlay.

Fonte: AAN

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais