Cinema Novo

0

Brasil, 2015. Direção e Roteiro de Eryk Rocha. Produção de Flávia Vianna, Joelma Oliveira Gonzaga. Montagem de Renato Valone. 90m, 12  anos. Cia. Produtora: Aruac Filmes, Coqueirão Pictures. Distr. nos Cinemsa: Vitrine Filmes. Com Carlos Diegues, Glauber Rocha (em imagens de arquivo), Nelson Pereira dos Santos, Ruy Guerra.

Gênero – Documentário

Sinopse – O filme de Eryk Rocha explora o universo do movimento Cinema Novo. Ele prega o lado autoral, influenciado pelo movimento francês Nouvelle Vague. O movimento Cinema Novo foi o mais importante na história  do cinema brasileiro.

Apreciação – O diretor Eryk Rocha é filho do cineasta Glauber Rocha (e da atriz e diretora Helena Ignez), a quem este filme presta excepcional tributo. “Rocha cria uma narrativa de homenagem e resgate ao grande momento do cinema nacional”, sublinha o crítico Michel Simões do site Críticos. Em seu depoimento, o cineasta Carlos Diegues fala do “paradoxo daqueles filmes que pretendiam ser populares (no sentido de retratar o povo, o Brasil, suas circunstâncias históricas e o que foi aquela época), ms não eram populares (no sentido de que o mesmo povo ali retratado não tinha interesse nestes filmes”.

Comentários