Corpo Elétrico

0

Brasil, 2017. Direção de Marcelo Caetano. Roteiro de Gabriel Domingues, Hilton Lacerda e Caetano. Produção de Caetano e Roberto Tibiriçá.  Direção de Fotografia: Andrea Capella. Montagem de Frederico Benevides. Música de Caetano e Ricardo Vincenzo. 94m, 14 anos. Cia. Produtora: Desbun Filmes e Plateau Produções. Dist. nos cinemas: Vitrine Filmes. Com Kelner Macedo, Daniel Torres, Dani Nefussi, Ana Flávia Cavalcanti, Emerson Ferreira, Georgina Castro, Henrique Zanoni, Julio Silvério, Marcia Pantera. Teka Romualdo e Welket Bungué.

Gênero – Drama

Sinopse – Elias é um jovem gay de 24 anos, paraibano, que mora em São Paulo e tenta equilibrar seu dia a dia, entre o trabalho numa fábrica de vestuário e encontros casuais com outros homens enquanto desvenda mais sobre sua personalidade e sexualidade.

Apreciação – O jornal Folha de São Paulo em sua edição da última segunda-feira classificou “Corpo Elétrico” como um dos melhores filmes LGBT jamais feitos no Brasil. Diz que o filme é realista e sua narrativa toma a forma semi-documental para mostrar os recantos gays da capital paulista. Aracaju é das poucas capitais do País a estar recebendo este drama quando do seu lançamento.

Fique de Olho – Em Kelner Macedo que faz o papel de Elias e que teria uma ótima performance num filme corajoso como este.

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais