EXTERMÍNIO (28 Days Later)

0

Esta é uma autêntica produção britânica que estaria fadada ao ineditismo em boa parte do mundo se não tivesse feito um enorme sucesso na Inglaterra. O filme foi lançado em Londres em outubro do ano passado, passou na Mostra de Cinema de São Paulo em novembro e desde fevereiro é anunciado o seu lançamento pela Fox. Chega agora, depois de ter estreado nos Estados Unidos há poucas semanas, arrecadando 33 milhões de dólares, um número excelente para uma produção pequena e feita na Europa. Na verdade, o filme custou apenas 10 milhões de dólares e foi inteiramente rodado com câmara digital justamente para baixar seu custo. Enquanto o filme está estreando no Brasil, lá nos Estados Unidos há um fato curioso: chega às telas uma nova versão com dois finais. Ao fim da projeção normal e depois da apresentação dos letreiros, um aviso interrompe a saída do público, perguntando tão simplesmente: “Mas e se…”. E aí vem quatro a cinco minutos de um novo final. O diretor Danny Boyle, até cometer o pecado de dirigir o intragável “A Praia”, era dos nomes mais quentes na Inglaterra, por causa de produções criativas como “Trainspotting” e “Cova Rasa”. Segundo a crítica, aqui ele evoca as suas primeiras loucuras, contando a história de um sujeito que é internado numa clínica, sob suspeitar de estar infectado por um vírus. Entrada em coma e quando acorda, 28 dias depois, está sozinho no Hospital. Pior: encontra Londres literalmente abandonada. Vem a descobrir que a cidade foi vítima de um vírus, transmitido pelos macacos depois de experiências cientificas, que em poucos minutos torna o ser humano um zumbi violentíssimo. Com Cilian Murphy, Naomie Harris e Christopher Eccleston;. Fique de Olho – Esta é uma das primeiras experiências de um filme feito com câmara digital a aportar em nossas telas. Boyle não se preocupou muito com a granulação, mas conseguiu extrair cenas esteticamente muito bonitas e difíceis. Site Oficial

Comentários