Paulinho da Viola e Dudu Nobre comandam noite de samba no segundo dia do Projeto Verão

0

Na sexta-feira 15, Paulinho da Viola e Dudu Nobre, comandam noite de samba na Orla de Atalaia. Também participam da festa o grupo sergipano Só Lamento e Lelo Almeida.

 

PAULINHO DA VIOLA

Paulinho da Viola é um dos grandes nomes da música popular brasileira de todos os tempos. Destaca-se como compositor de samba, mas também compõe choros e é tido como um dos mais talentosos representantes da Música Popular Brasileira. Além de compositor é um excelente instrumentista e poeta. Já no início de carreira, foi parceiro de nomes ilustres do samba carioca como Cartola, Eltom Medeiros e Candeia, entre outros. Seus sambas e choros trazem inovações melódicas e harmônicas, sempre desenvolvendo e modernizando estes gêneros musicais.

 

Em dezembro passado estreou turnê de lançamento do vigésimo sétimo CD e primeiro DVD Acústico MTV, no Canecão, Rio de Janeiro. No repertório, entre os maiores sucessos da sua carreira, estão “Timoneiro”, “Coração Leviano”, “Sinal Fechado”, “Pecado Capital”, “Tudo Se Transformou”, “Dança da Solidão”, “Onde A Dor Não Ter Razão” e “Foi Um Rio Que Passou Em Minha Vida”. Entre inéditas do novo trabalho, estão “Ainda Mais”, parceria com Eduardo Gudin e “Talismã, com Marisa Monte e Arnaldo Antunes.


DUDU NOBRE

Aos 5 anos, em Vila Isabel, bairro de Noel Rosa, Dudu Nobre ganhou um cavaquinho e não vacilou em abraçar o samba. Desde garoto conviveu com um time de primeira linha do samba carioca, como Beth Carvalho, Zeca Pagodinho, Grupo Fundo de Quintal, Almir Guineto, Jorge Aragão, Jovelina Pérola Negra, Nei Lopes e Nelson Cavaquinho, entre outros. Com Zeca Pagodinho, seu padrinho musical, trabalhou durante seis anos, apresentando-se no Brasil e exterior. Hoje, Dudu faz parte do que se convencionou chamar “nova geração” do pagode fundo-de-quintal.

 

Entre os maiores sucessos de sua carreira, destacam-se “Vou Botar Teu Nome na Macumba”, seu primeiro registro fonográfico gravado por Zeca Pagodinho no disco Samba pras Moças (1995), “Água da Minha Sede”, que dá título a um dos CDs do Zeca, “Pro Amor Render” gravado por Martinho da Vila, “Chegue Mais”, título de seu terceiro CD e “No Tempo de Don Don” (Nei Lopes), que fez parte da trilha sonora da novela global Celebridade.

 

No ano passado Dudu gravou seu sexto CD Os Mais Belos Sambas-Enredo de Todos os Tempos, projeto do programa Faustão,  da TV Globo, com alguns dos melhores sambas de escolas carnavalescas escolhido pelo público. Entre eles, “É Hoje”, da União da Ilha, e “Aquarela Brasileira”, do Império Serrano.  Depois da participação no DVD Cidade do Samba, da Zecapagodiscos, o sambista grava em 2008 um CD/DVD pela Universal Music.

 

SÓ LAMENTO

O Só Lamento é um grupo sergipano que começou carreira em 2004 tocando músicas de diversos estilos musicais com arranjos no ritmo do samba. Em novembro de 2007 foi convido para dividir o palco do Teatro Tobias Barreto com o cantor e compositor Luiz Melodia no show Estação Melodia, homônimo do último disco do artista, com sambas das décadas de 30, 40 e 50. Atualmente o grupo é composto pelos músicos Manoel (contra-baixo), Igor Lelys (violão), Thiago Oliveira (teclado), Danilo (bateria), Júnior, Neto e Bicó (percussão), Paula Macedo e Vanessa Macedo (back vocals), Matheus (cavaco e vocal), Tácito Macedo (vocal) e Hélio Neto (rebolo).

Comentários