Richard Widmark

0

Nascido a 26 de dezembro de 1914 no condado de Sunrise, no Estado de Minnesota, Richard Widmark estreou tardiamente no cinema, aos 33 anos, em 1947, num papel que lhe deu uma nominação ao Oscar de melhor ator coadjuvante, o prêmio Globo de Ouro de ator coadjuvante e o guindou ao estrelato. De fato, Tommy Udo, o vilão sádico de “O Beijo da Morte”, entrou para a história do cinema pela risada cínica que antecedia os atos de violência, como o de empurrar uma paralítica do alto de uma escada. Embora pessoalmente fosse um amor de pessoa, os seus primeiros papéis foram uma continuação deste “gangster” anormal. Não demorou a ter o principal papel de filmes como “Pânico nas Ruas”. Embora tenha demorado a aderir ao gênero “western” – a partir de 1954, com “Jardim do Pecado”, onde cotracenou com Gary Cooper — deu-se tão bem no gênero americano por excelência (“A Última Carroça”, de Delmer Daves, é um cult para muitas gerações) que foi requisitado pelo mestre John Ford, com quem fez dois filmes. Widmark criou-se em Princeton, em Dakota do Sul e em Illinois e formou-se no Lake Forest College daquela cidade, onde interessou-se por futebol e começou a atuar e, por dois anos, foi professor de dicção. Neste período empreendeu uma viagem a França, país que conheceu andando de bicicleta. Em 1938 acompanhou um amigo a Nova York e decidiu mudar-se para lá. Estreou um programa de rádio que teve grande audiência, “Aunt Jenny´s Real Life Story”. Outro porograma de repercussão foi “Gangbusters”, onde narrava crimes e, ao final, descrevia os criminosos procurados pela polícia. Trabalhou no rádio também com o grupo Mercury, de Orson Welles. Formou-se então em Ciências Políticas. Quando resolveu mudar-se para a Califórnia, para seguir carreira cinematográfica, já tinha estreado na Broadway, em 1943. Na Broadway, estreou com “Kiss and Tell” e entre as muitas em que trabalhou, está uma versão de “Jeanne D´Arc”, onde contracenou com a futura estrela do cinema Ingrid Bergman. Rejeitou a oferta de uma casa com piscina para renovar o contrato radiofônico: sabia que seu destino estava em Hollywood. Depois da extraordinária performance no filme de estréia, assinou um contrato de sete anos com a 20th Century Fox, mas rejeitou todos os projetos que o faziam retornar ao personagem de Udo. Não quis renovar o contrato com a Fox para se manter livre e escolher os papéis que mais lhe conviessem. Por esta época chegou a produzir filmes através a Heath Productions, inspirando-se nas atividades da mulher, Jean Hazelwood (com quem casou em maio de 1942 e com ela teve uma filha, Anne Heath, em 1945), mas não quis se arriscar na direção de filmes. Em 1979 retornou ao rádio, narrando o programa da CBS, “Sears Mystery Theatre”. Só accedeu a filmar para a televisão em 1971: em “Vanished”, uma super-produção de dois milhões de dólares, interpretou o Presidente dos Estados Unidos. A série de tv, “Madigan”, produzida especialmente para ele e inspirada no filme do mesmo nome, durou apenas duas temporadas. A partir daí diminuiu consideravelmente suas atividades cinematográficas. Filmografia: 1947 – O Beijo da Morte/Sacrifício de um Gangster (Kiss of Death). 1948 – Rua Sem Nome (The Street With no Name); A Taverna do Caminho (Road House); Céu Amarelo (Yellow Sky). 1949 – Capitães do Mar (Down to the Sea in Ships); Furacão da Vida (Slattery´s Hurricane). 1950 – Sombras do Mal (Night and the City); Pânico nas Ruas (Panic in the Streets); O Ódio é Cego (No Way Out); Até o Último Homem (Halls of Montezuma). 1951 – Os Homens-Rãs (The Frogmen). 1952 – Montanhas Ardentes (Red Skies of Montana); Almas Desesperadas (Don´t Bother to Knock); Páginas da Vida (O. Henry´s Full House); Companheiro Querido (My Pal Gus). 1953 – Prisioneiros da Mongólia (Destination Gobi); Anjo do Mal (Pickup on South Street); Dá-me Tua Mão (Take the High Ground). 1954 – Tormento Sob os Mares (Hell on High Water); Jardim do Pecado (Garden of Evil); A Lança Partida (The Broken Lance). 1955 – Paixões Sem Freio (The Cobweb); Ouro Maldito (A Prize of Gold).1956 – Punido Pelo Próprio Sangue (Backlash); Dois Destinos Se Encontram (Run For The Sun); A Última Carroça (The Last Wagon). 1957 – Santa Joana (Saint Joan); Para Que os Outros Possam Viver (Time Limit), também produtor.. 1958 – Duelo na Cidade Fantasma (The Law and Jake Wade); O Túnel do Amor (The tunnel of Love). 1959 – Minha Vontade é Lei (Warlock); Armadilha Sangrenta (The Trap). 1960 – O Álamo (The Alamo). 1961 – Caminhos Secretos (The Secret Ways), também produtor; Terra Bruta (Two Rode Together); Julgamento em Nuremberg (Judgment at Nuremberg). 1962 – A Conquista do Oeste (How The West Was Won). 1963 – Os Legendários Vikings (The Long Ships). 1964 – Sacrifício Sem Glória (Flight From Ashiya); Crepuscúlo de uma Raça (Cheyenne Autumn). 1965 – O Caso Bedford (The Bedford Incident). Ta,b[e,´rpditpr. 1966 – Alvarez Kelly (Alvarez Kelly). 1967 – Desbravando o Oeste (The Way West). 1968 – Os Impiedosos (Madigan). 1969 – Só Matando/A Morte de um Pistoleiro (Death of a Gunfighter); A Talent for Loving. 1979 – Guerra de Contrabandistas (The Moonshine War). 1971 – Vanished, feito para tv. 1972 – Quando as Lendas Morrem (When the Legends Die); Madigan (Madigan), série para tv. 1973 – Brock´s Last Case, feito para tv. 1974 – Assassinato no Orient Express (Murder on the Orient Express). 1975 – The Last Day, feito para tv. 1976 – Uma Filha Para o Diabo (To The Devil a Daughter); The Sell-Out. 1977 – O Último Brilho do Crepuscúlo (Twilight´s Last Gleaming); Terror na Montanha Russa (Rollercoaster); As Pedras do Dominó (The Domino Principle). 1978 – Coma (Coma); O Enxame (The Swarm). 1979 – Mr. Horn; A Ilha dos Ursos (Bear Island). 1980 =- All God´s Children, feito para tv. 1981 – A Whale For The Killing, feito para tv.; National Lampoon´s Movie Madness. 1982 – Dupla em Apuros (Hanky Panky). 1982 – A Invasão dos Cães de Guerra (Who Dares Wins). 1984 – Paixões Violentas (Against All Odds). 1987 – Blackout (Blackout), feito para tv.; A Gathering of Old Men/Murder on the Bayou, feito para tv. 1988 – De Volta ao Oeste (Once Upon a Texas Train). 1989 – Enigma da Vida (Cold Sassy Tree), feito para tv. 1991 – A Um Passo do Poder (True Colors).

Comentários