SAHARA

0

(Sahara). EUA, 2005. Direção de Breck Eisner. Roteiro de Thomas Dean Donnelly, Joshua Oppenheimer, James V. Hart e John C. Richards. Produção de Stephane Austin, Howard Baldwin, Karen Elise Baldwin e Mace Neufeld. Música de Clint Mansell. Direção de Fotografia: Seamus McGarvey. Desenho de Produção: Alan Cameron. Direção de Arte: Giles Masters, Tony Reading. Edição de Andrew McRitchie. 124 min. Cia. Produtora: Paramount Pictures, Britol Bay Productions, Kanzaman S. A., Baldwin Entertainment Group, Babelsberg Film. Distribuição no Brasil: Paris Filmes. Elenco: Matthew McConaughey, Penelope Cruz, Steve Zahn, Lambert Wilson, Delroy Lindo,  William H. Macy, Clint Dyer, Paulin Fodouuop, Lennie James, Maurice Lee, Patrick Malaide, Jude Akuwidike, Glynn Turman, Rainn Wilson e Robert Cavanah

Gênero: Aventura

Sinopse – Após encontrar uma moeda mitológica, o explorador Dirk Pitt parte em uma caça ao tesouro em uma das regiões mais perigosas do oeste africano. Dirk está em busca do que os nativos chamam de “navio da morte”, um navio de batalha da época da guerra civil, que está perdido há séculos e que pode ter carregado consigo uma carga secreta. Dirk recebe a ajuda de Giordino, seu parceiro de expedições. A dupla conhece a bela doutora Eva Rojas, uma pesquisadora que acredita que o navio possa estar ligado a um problema bem maior. Juntos, eles tentam desvendar o mistério e encontrar o navio perdido.

Apreciação – Uma aventura que, segundo a crítica americana, ficaria excelente se tivesse sido feita nos anos 60 ou 70. Um outro crítico disse que era uma mistura de James Bond e Indiana Jones mas, na verdade, o personagem principal chama-se Dirk Pitt, criação do escritor Clive Cussier. Pitt já esteve no cinema uma vez, em “O Resgate do Titanic”, um filme de 1980, que não chegou a passar no Brasil, mas saiu em vídeo. Embora se passando no Sahara, entre a Nigéria e o Mali, o filme foi rodado mesmo no Marrocos, na Espanha e em Londres, consumindo, em quase seis meses de filmagem, nada menos que 130 milhões de dólares. Vários atores estiveram cotados para viver Dirk Pitt, entre eles Hugh Jackman e Tom Cruise, mas o papel terminou mesmo com o insosso Matthew McConaughey. A espanhola Penélope Cruz, ex-mulher do próprio Cruise, é a mocinha desta aventura que pode certamente fazer um bom programa de diversão.

Fique de Olho – No francês Lambert Wilson. É ele que faz o papel do vilão. Como é um ator notável, pode estar aí a chave do filme para gostar dele mais ainda.

Comentários