Samba do Arnesto realiza live neste domingo, 27

0
O show celebra o Dia Nacional do Samba e o aniversário de oito anos da banda (Foto: Juliana Santin)

Para fechar o ano com energias renovadas, a banda Samba do Arnesto se reunirá excepcionalmente no último domingo do ano, 27 de dezembro, para sua tradicional comemoração ao Dia Nacional do Samba. Neste ano, em preservação a saúde de todes, os meninos vão realizar uma live a partir das 16h, na beira do rio, que será transmitida no canal da banda no Youtube. O encontro, que seguirá todas as orientações de segurança, marca também o recente lançamento do single “O meu samba em oração”, que está disponível em todas as plataformas digitais, além do aniversário de oito anos da banda.

“Estamos muito ansiosos por essa live especial do Dia Nacional do Samba, que também comemorará os 8 anos de projeto. Desde o início da banda, a gente faz questão de comemorar o dia nacional do samba, no mês de dezembro, com shows e várias  participações, mas dessa vez, por conta da pandemia, não vamos poder fazer de forma presencial, como de costume, mas garantimos que a energia vai ser a mesma e esperamos com essa live trazer um pouco de alegria pra todos sergipanos nesse final de ano”, fala Roque Souza.

O projeto fomenta a cadeia cultural e artística de Sergipe e será realizado através de recursos oriundos da Lei Aldir Blanc.

Sobre a banda

A Samba do Arnesto é um projeto fundado em 2012 pelos músicos Roque Sousa, Rafael Oliva e João Alberto, com o objetivo de pesquisar e divulgar as raízes do samba brasileiro em Sergipe. Atualmente a banda é formada por Rafael Oliva (voz e violão), Roque Sousa (percussão e voz), João Alberto (percussão e voz), Lucas Matos (cavaquinho) e Nonato Matos (bateria).

A banda além de apresentar em seu repertório seus sambas autorais, também experimenta como as antigas composições do gênero seriam tocadas nos dias atuais. Fazem isso dando destaque ao improviso em show, valorizando o inesperado, as dinâmicas com o público, quebrando o protocolo. Tudo isso vem atraindo um público fiel e numeroso, que vai dos mais jovens aos mais velhos. Mostrando o caráter atemporal do samba, promovendo esse encontro de gerações na plateia.

Fonte: Assessoria de Imprensa

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais