Um lugar para recomeçar

0

(An Unfinished Life). EUA/Alemanha, 2005. Direção de Lasse Hallstrom. Roteiro de Mark Spragg e Virginia Korus Spragg. Produção de Leslie Holleran, Alan Ladd Jr e Kelliann Ladd. Música de Deborah Lurie. Direção de Fotografia: Oliver Stapleton. Desenho de Produção: David Gropman. Edição: Andrew Mondshein. Cia Produtora: Miramax Films, The Ladd Company, Persistent Entertainment, Kalis Productions GmbH & Co. Zweitke KG, Initial Entertainment, Revolution Studios. Distr. no Brasil: Imagem Filmes. 107min, 12 anos. Elenco: Robert Redford, Morgan Freeman, Jennifer Lopez, Josh Lucas, Damian Lewis, Camryn Manhein, Becca Gardner, Lynda Boyd, R. Nelson Brown e Rob Hayter.

 

Gênero: Drama

 

Sinopse – Einer Gilkyson e Mitch Bradley são amigos há mais de 40 anos. Einer ajuda Mitch dando-lhe injeções diárias para a dor remanescente do ataque de um urso, que sofreu tempos atrás, enquanto que Mitch ajuda o amigo a superar a dor da perda do filho. O cotidiano dos dois é alterado quando chega à fazenda Jean Gilkyson, ex-nora de Einer, que está fugindo de um namorado que a espanca. Jean sabe que Einer a culpa pela morte do filho, mas precisa de sua ajuda. Ela aproveita para apresentar a ele sua neta de 11 anos, Giff, da qual Einer jamais soube existir.

 

Apreciação – O sueco Lasse Hallstrom surgiu para o cinema com um belo filme: “Minha Vida de Cachorro”. Não repetiu, nos filmes seguintes, aquele sucesso, mas de qualquer maneira é autor de pelo menos dois ótimos trabalhos: “Chocolate” e “Gilbert Grape, Aprendiz de Feiticeiro”. Andava meio desaparecido, mas ressurge neste drama e já se anuncia dirigindo um novo filme, “The Hoax”, com Richard Gere e Julie Delpy, a ser lançado até o final do ano.

O filme que agora está em cartaz é um drama pesadão, tanto que alguns críticos recomendam que se levem lenços de papel de sobra para enxugar as lágrimas. O trio central é daqueles de responder bem na bilheteria, mas o filme passou meio em brancas nuvens nos Estados Unidos.

 

Fique de Olho – Em Jennifer Lopez. Não que ela seja uma ótima atriz, mas ela é uma mulher muito bonita e até que se esforça para se sair bem, junto com dois cobras como Morgan Freeman e Robert Redford.

Comentários