Médico é preso após cometer assaltos em Aracaju

0
Guilherme Elitti Gomes de Oliveira, 31 anos (Foto: divulgação/Polícia Civil)

Um médico foi preso no final da tarde desta segunda-feira, 14, sob acusação de assaltar estudantes nas redondezas do campus Farolândia da Universidade Tiradentes. De acordo com informações da delegada Mayra Moinhos, da 4ª Delegacia Metropolitana, Guilherme Elitti Gomes de Oliveira, 31 anos, confessou os crimes e afirmou ser viciado em drogas.

A delegada explica que duas estudantes foram assaltadas por volta das 7h e prestaram queixa na 4ª DM. Com base nessas informações, os policiais fizeram diligências, mas não encontraram o suspeito. Às 15h, segundo a delegada, outra estudante também foi assaltada em condições parecidas: um homem em um celta prata com placa de São Paulo.

“Os policiais fizeram diligências e o encontraram. Eles deram a voz de parada, mas o suspeito não obedeceu e houve uma perseguição do conjunto Augusto Franco até as imediações do restaurante 'O Miguel'. Os policiais deram dois tiros de advertência, mas ela não obedeceu e só parou quando colidiu gravemente com outro veículo”, detalha a delegada.

Material apreendido no carro do médico

Ainda de acordo com a delegada, Guilherme confessou ter realizados os assaltos. “Ao ser abordado, ele se identificou como médico, disse que fazia tratamento para o vício em crack e que nesta manhã, teve uma crise de abstinência e resolveu fazer assaltos no intuito de conseguir dinheiro para comprar drogas”, revela.

Os pertences das vítimas foram encontrados dentro do carro de Guilherme, que sofreu apenas um ferimento na mão. O médico, que é carioca e atua no Hospital de Urgências de Sergipe (Huse), está detido na 4ª DM e ficará lá até o fim das investigações. Guilherme poderá responder por roubo continuado e direção perigosa.

Por Verlane Estácio

Comentários