“Psicanálise e o Social – Competência”, por Yara Belchior

0

Tem gente que “aparenta” ter competência. Faz pose, bota “charme”, não atende telefones, oculta número de celular e uma série de outras coisas para se mostrar “importante”, quando, na verdade, está perdendo muito tempo diante de Deus. Deus gosta das pessoas simples, verdadeiras, dinâmicas, sinceras, que fazem desta vida um passo largo para chegar na outra mais feliz. Como se não bastassem os problemas existenciais, inerentes a todos os seres pensantes, submetidos à lei da falta e da aceitação do vazio, ainda há os que procuram problemas, quando deveriam apontar soluções. Assim, no lugar de encurtar distâncias no ambiente de trabalho, criam barreiras, fazem terrorismos, criam fofocas e fazem ameaças aos que não rezam em suas cartilhas do mal, esquecendo-se que no final, sempre e para sempre amém, quem vence é o bem. Então, é bom lembrarmos que a vida é eterna, que tudo o que fazemos aqui pagamos aqui ou lá, e o melhor é levarmos uma vida pacífica, contribuindo melhor para a existência de todos, no lugar de perturbar ou tentar perturbar a vida dos que só lutam por um mundo melhor. Aproveite o dia para melhor, sempre. * Yara Belchior é jornalista-Colunista; bacharela em Letras-Português/UFS, com Pós-Graduação em Psicanálise/UFS; Iridologia/AMI. yarabelchior@infonet.com.br Reprodução somente com autorização da autora

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais