Quadrilha é desarticulada durante operação em Capela

0
Material apreendido com a quadrilha (Fotos: Polícia Civil)

Na madrugada desta sexta-feira, 28, policiais civis lotados na delegacia da cidade de Capela, com o apoio de agentes da unidade da Polícia Civil do município de Maruim e da Coordenadoria de Polícia Civil do Interior (COPCI), cumpriram quatro mandados de busca e apreensão e quatro mandados de prisão preventiva na cidade de Capela referente ao combate ao tráfico de drogas.

Durante a operação foram presas quatro pessoas e dois menores foram apreendidos. Willyam Bruno Correia da Costa, 26 anos, o “Bruno da ponto frio”, Vagner dos Santos Silva, 29 anos, vulgo “Vaguinho”, Mirelly Moura dos Santos, 25 anos, e José Sérgio Melo Matos, 20 anos, conhecido como “Serginho”, foram surpreendidos pelos policiais.

Segundo o delegado Hugo Leonardo, a investigação foi iniciada no dia 16 de abril deste ano após o recebimento de denúncias anônimas. "A equipe investigativa realizou diligências no sentido de confirmar os informes e constatou a ocorrência do tráfico de drogas cometido pelo indivíduo conhecido como 'Bruno da ponto frio' e mais alguns criminosos associados. Foi constatado que o grupo era comandado por ele", destacou o delegado.

Mirelly era responsável pela distribuição das drogas

Os levantamentos apontam que Bruno recebia quantidades maiores de cocaína e maconha prensada de fornecedores de Aracaju e do estado de Alagoas. Posteriormente ele repassava a droga em quantidades pequenas a diversos traficante menores. O suspeito também vendia porções de entorpecentes no varejo para usuários comuns. Em sua casa foram apreendidas 12 cápsulas contendo cocaína e a quantia de R$ 300,00 em notas de diversos valores.

Foi apurado, também, que Mirelly e "Serginho" eram responsáveis pela distribuição das drogas aos traficantes menores da cidade. Eles utilizavam uma moto Honda Biz, cor azul, que foi apreendida. Já o “Vaguinho”, que é proprietário da pousada Coco Verde III, também vendia droga e com ele foi encontrado um revólver calibre 38 e cerca de cinquenta munições de calibres variados. Em seu estabelecimento foi apreendida uma pequena quantidade de cocaína.

"Com as diligências de campo foi possível colher filmagens contundentes de Bruno realizando a comercialização de maconha prensada e cocaína em sua casa. Farta prova testemunhal o incrimina mais ainda, bem como o liga aos outros investigados no cometimento do tráfico de drogas em associação. Os indivíduos Domingos dos Santos e o criminoso identificado apenas como “Fofão” ou “Tufão” foram apontados como os 'soldados' da quadrilha. Aos dois, cabia a cobrança de dívidas de drogas a usuários e traficantes menores bem como o enfrentamento a traficantes rivais. Os dois não foram presos e são considerados foragidos", explicou Hugo.

Serginho também distribuía drogas

Violência

Para o delegado Hugo Leonardo, a ação violenta do bando ocasionou quatro tiroteios contra criminosos concorrentes e pessoas que tentaram enfrentá-los. O primeiro aconteceu no dia 22 de setembro do ano passado, quando “Sinho” atirou contra Manoel Messias Santos Soares, o “Júnior”, um traficante rival que morava muito próximo da casa de Bruno. Ele foi atingido por três tiros, mas sobreviveu. No dia 16 de dezembro de 2012 Bruno atirou sete vezes contra Júnior que caiu da moto, mas não foi atingido.

Em janeiro deste ano “Sinho” e “Fofão” tentaram matar o indivíduo conhecido por “Robinho” porque ele reclamou do consumo de drogas por parte de usuários em plena rua. Ao perceber a ameaça “Robinho” entrou em luta corporal com os dois, quando “Fofão” efetuou um disparo que acertou o chão.Já no dia 24 de maio deste ano, “Sinho” apareceu de moto na porta da casa do usuário Andrez dos Santos, o “Dedei”, e efetuou vários tiros contra ele, sendo que quatro o acertaram. O “Dedei” foi socorrido e levado ao Hospital de Urgência de Sergipe (HUSE), onde foi atendido e sobreviveu. A vítima era um usuário de drogas e devia dinheiro a Bruno, fato que que motivou a retaliação violenta.

Ao todo, foram instaurados seis inquéritos policiais para investigar as ações do bando. Ainda foram apreendidos dois adolescentes investigados pelo cometimento de três furtos com arrombamento a estabelecimentos comerciais na cidade. Um infrator de 17 anos também é investigado por duas tentativas de homicídio. Já o de 16 anos já foi apreendido anteriormente por tentar estuprar uma criança de cinco anos.

Fonte: SSP/SE

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais