Servidores da SRT cruzam os braços em todo Estado de Sergipe

0

População não está sendo atendida
Quem procurou os serviços da Superintendência Regional do Trabalho (SRT) nesta terça-feira, 6, em todo o Estado de Sergipe se deparou com as portas fechadas por conta da greve dos servidores administrativos do Ministério do Trabalho e Emprego (MTE). A categoria fez uma paralisação mês passado reivindicando o Plano de Cargos e Carreira, além de melhores condições de trabalho. Como não recebeu qualquer aceno por parte do Governo Federal, decidiu cruzar os braços por tempo indeterminado.

De acordo com o representante da diretoria do Sindiprev, Jorge de Jesus Silva, em Sergipe são cerca de 110 servidores com as atividades paralisadas. “A greve é nacional diante da inércia do Governo Federal em não ter cumprido o que foi acordado, mesmo a categoria propondo um

Jorge de Jesus: “Greve diante da inércia do Governo Federal”

 

 

calendário extenso até mesmo com prorrogação e no final não foi o que nós esperávamos quanto ao nosso Plano de Cargos Específicos, melhores condições de trabalho e contratação de mais servidores”, enfatiza Jorge de Jesus.

Ele disse ainda que o movimento vai fazer uma avaliação nesta quarta-feira, 7. “Acreditamos que a partir de amanhã a adesão à greve por tempo indeterminado será maior, após a realização de assembléias em várias partes do país”, ressalta lembrando que a reivindicação do Plano de Carreira vem sendo feita pelos trabalhadores há quase 20 anos.

Por Aldaci de Souza

Comentários