Blogs

Odilon Machado

Professor emérito da Universidade Federal de Sergipe, onde foi chefe do Departamento de Física e Diretor do Centro de Ciências Exatas e Tecnologia. Vem colaborando como articulista com o Jornal de Sergipe, Gazeta de Sergipe, Jornal da Cidade e o Correio de Sergipe. É autor do livro de crônicas “Despercebido, …mas não indiferente”, e outros trabalhos de interesse acadêmico.

Esperanças inúteis?

Novo ano. Vida renovada. 2019; nunca almejei chegar aqui, em tantas décadas acumuladas de bênçãos de Deus, é verdade! Tudo é dom de Deus, mesmo para quem crê pouco como eu. Digo pouco, porque sou preso às amarras da racionalidade.…

Revolução sem sangue!?

Há um comentário atribuído a Carlos Lacerda que se contava com chiste de graça e inteligência, datado dos idos de 1964, quando o movimento militar daquele ano houvera derrubado o Presidente João Goulart, implantando um regime que vingou por…

Sem ciscar fora da caixinha

Eu gosto de me visitar, rever meus textos, reler minhas pretensiosas opiniões de quem discorreu para o deserto. Falar ao deserto é bom. Arremeda um discursar ao vácuo, onde o som não se propaga, nem se extingue, restando estático,…

Opinião que vale tirar o chapéu

No dia 22 de outubro passado, aconteceu a eleição para Procurador Geral do Ministério Publico de Sergipe. Concorreram o Procurador, Dr. Eduardo d’Ávila Fontes e o Promotor Dr. Manoel Cabral Machado Neto, meu filho, um dos meus atletas.…

Saindo do lugar comum

Estou em viagem pelo Mar Egeu. Já visitei a Turquia, achei notável a civilização otomana, suas mesquitas silenciosas, onde os homens se curvam para orar a seu Deus, orientando-se para Meca. Eu tinha um grande desejo de visitar o…

O Fenômeno Bolsonaro

A grande imprensa nacional está batendo a cabeça, seguida pelos jornais menores que a acompanham acriticamente, em todo azimute, latitude e longitude, pelo país adentro. O “Estado de São Paulo”, por exemplo, manifesta sua…

Esse povo não cansa!

Incrível como esse povo não cansa de ruminar a longínqua ditadura militar! Diz-se ruminação, aquela regurgitação quase infinita em que os bovinos mastigam, remastigam, engolem o regurgito, deglutem o que melhor golfam, por acidez, má…