SSP e Sintra definem ações para coibir assaltos a ônibus

0
Objetivo de reunião foi definir novas estratégias para inibir ações criminosas em ônibus da capital (Foto: Carluz Lima)

Representantes da Polícia Militar, Polícia Civil e do Sindicato dos Sindicato dos Trabalhadores em Transporte Rodoviário do Município de Aracaju (Sintra) estiveram reunidos na tarde desta segunda, 7, na sede da SSP de Sergipe para tratar das novas estratégias no sentido de coibir ações criminosas no transporte público de Aracaju.

Recentemente, um levantamento divulgado pelo Sintra concluiu que houve uma queda no número de assaltos a ônibus nos primeiros meses de 2017 se comparado ao mesmo período de 2016. "A redução tem sido expressiva. Foram quase 50% do ano passado pra cá", avaliou Viviane Pessoa, coordenadora da Coordenadoria da Polícia Civil na Capital (Copcal).

Apesar disso, há a preocupação de que os casos fiquem ainda menores. "A ideia é que isso continue para que o trabalhador e para que o usuário tenham a tranquilidade de que a polícia está diligente nesta ação", explicou a delegada.

O Presidente do Sintra, Miguel Belarmino, recordou o atentado violento a um cobrador de ônibus no último dia 2. "Essa reunião foi uma cobrança devido às agressões que têm acontecido nos últimos dias". Para Belarmino, o apelo feito é para que haja mais rondas e abordagens policiais para se evitar novos incidentes.

Para o Coronel Vivaldy Cabral, os números baixaram, mas ainda preocupam e pedem a redução. Vivaldy disse ainda que a polícia vem trabalhando também para inibir os arrastões dentro dos ônibus. "Ontem, a Força Nacional de Segurança, atuando aqui na Zona Norte de Aracaju, fez a prisão de seis pessoas que estavam com essa modalidade criminosa", recordou.

Como resultado da reunião, ficou decidido que haverá um novo trabalho a fim de identificar as áreas e linhas com maiores incidências de assaltos para que se possa implementar novas ações preventivas.

Por Carluz Lima e Verlane Estácio

Comentários