Falta de vergonha na janela

0

Caso o Congresso mantenha a proibição das coligações proporcionais, a próxima troca de partidos entre os deputados será movimentada. A janela partidária, permitindo a mudança de legenda sem o risco de perder o mandato, acontecerá em março de 2022. É preciso dizer que esse dispositivo da lei eleitoral virou um descarado trampolim para os políticos pularem a cerca visando unicamente benefícios pessoais. Ao ser criada, o principal objetivo da janela partidária era permitir que o parlamentar em litígio com seu partido mudasse de endereço sem ser punido. Esperava-se, inclusive, que o suplicante batesse na porta de uma sigla com coloração ideológica parecida com a que estava deixando. Ledo engano! Foi-se o tempo em que o sujeito nascia e morria UDN ou PSD. Atualmente, a grande maioria dos deputados dispostos a pular a cerca partidária busca garantir a reeleição. Portanto, a janela partidária serve principalmente para expor a falta de vergonha da classe política. Crendeuspai!

Volta ao batente

Muita gente não sabe, mas o pastor evangélico Virgínio Carvalho (DEM) não é mais senador. O reverendo substituiu Maria do Carmo Alves (DEM) em julho último, e deveria permanecer no parlamento por quatro meses, porém a demista resolveu voltar ao batente antes do prazo combinado. Aliás, a senadora não participou da votação da Medida Provisória da chamada “minirreforma trabalhista, ocorrida anteontem. Segundo a assessoria de dona Maria, ela tinha outro compromisso justo no horário da sessão. Ah, bom!

Reunião em Brasília

E quem deu com os costados em Brasília foi a delegada Danielle Garcia, presidente do Podemos em Sergipe. A fidalga se reuniu com o senador Álvaro Dias (Pode) para tratar “sobre diversos projetos importantes para o Brasil”. Danielle retornou confiante de que a anunciada quarentena para policiais e magistrados não será incluída no projeto de reforma do Código Eleitoral. Marminino!

Me dá um dinheiro aí

E quem bateu à porta do gabinete de Ciro Nogueira (PP), ministro-chefe da Casa Civil, foi o prefeito de Aracaju, Edvaldo Nogueira (PDT). Como presidente da Frente Nacional de Prefeitos, o pedetista foi pedir um dinheirinho ao governo Bolsonaro. Entre as reivindicações feitas por Edvaldo está a liberação imediata de R$ 5 bilhões para que os municípios possam subsidiar as gratuidades nos ônibus para os idosos com mais de 65 anos. O ministro escutou o pleito e prometeu analisa-lo com carinho. Então, tá!

Assédio na caserna

Exatos 39,2% das policiais declaram ter sido vítimas de algum tipo de assédio (moral ou sexual) dentro da corporação. É o que revela a pesquisa “As Mulheres nas Instituições Policiais”, do Fórum Brasileiro de Segurança Pública. Entre os homens, dos 20,1% que declararam que foram assediados, 95,6% sofreram assédio moral. Home vôte!

Petição de miséria

Cerca de um milhão de trabalhadores vivem na maior pobreza em Sergipe. Essa informação é do economista Luís Moura, coordenador do Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Sócioeconômicos (Dieese). Segundo o distinto, cerca de 203 mil residentes no estado estão procurando emprego, enquanto os servidores públicos padecem com uma perda salarial de 52%. Para se ter uma ideia, o último reajuste salarial concedido ao funcionalismo estadual foi no distante 2014. Misericórdia!

Governo de factóides

Fica cada dia mais claro que o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) e sua equipe não possuem qualquer plano de governo para o Brasil. Sem um norte a perseguir, os governistas recorrem aos factoides midiáticos visando gerar lucros instantâneos. Isso ocorre porque Bolsonaro é um político despreparado. Não esqueçam que o presidente era um deputado medíocre, do baixíssimo clero, que não tinha o menor interesse pela produção de políticas públicas. Sinceramente, o Brasil está no mato sem cachorro. Danôsse!

Proposta esquecida

Quando era deputado estadual, o prefeito de Estância, Gilson Andrade (PTC), defendeu a implantação de um campus federal de engenharia naquele município. Lamentavelmente, a bandeira de Gilson não foi erguida por nenhum outro político com mandato, embora Estância responda por mais de 70% das exportações de Sergipe. Portanto, o campus defendido pelo prefeito seria fundamental na formação da mão de obra especializada para o polo industrial estanciano. Vixe!

Paulo Freire vive

A conferência ‘a atualidade do pensamento de Paulo Freire no século XXI’ abriu, ontem, na Assembleia Legislativa as comemorações pelo centenário do patrono da educação brasileira. O conferencista, professor doutor Cristian Góes, falou sobre a história de vida de Paulo Freire e de como ele lutou para combater o analfabetismo, principalmente de jovens e adultos. Autor da proposta para as comemorações pelo centenário do ilustre educador pernambucano, o deputado estadual Iran Barbosa (PT) ressaltou que Freire é referência internacional e que precisa ser sempre reverenciado pelos brasileiros. Certíssimo!

Terra treme

A terra tremeu, ontem, no município sergipano de Canhoba. Segundo o Laboratório Sismológico da Universidade Federal do Rio Grande do Norte, o tremor teve magnitude 1.5. Esta não foi a primeira vez que a terra tremeu naquela região. Em 2020, foram registrados cerca 130 abalos sísmicos em Canhoba. Ante do abalo de ontem, o último tremor de terra naquele município aconteceu no dia 2 de dezembro do ano passado, alcançando a magnitude 1.5 na escala Richter. Aff Maria!

De olho no governo

E o DEM sergipano pensa mesmo em colocar nas ruas uma chapa majoritária. Reunião de dirigentes do partido discutiu a necessidade de resgatar o legado deixado pelo ex-governador João Alves Filho. Disposto a disputar uma cadeira na Câmara Federal, o presidente do DEM no estado, José Carlos Machado, prometeu empenho e trabalho para que a legenda faça bonito em 2022. Aguardemos, portanto!

Recorte de jornal

Publicado no aracajuano Diário da Tarde, em 1º de dezembro de 1933

 

O texto acima se trata da opinião do autor e não representa o pensamento do Portal Infonet.
Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais