Moradores denunciam abandono da Praça da Juventude

0
Banheiro está danificado (Fotos: Portal Infonet)

Três anos após o Portal Infonet ter noticiado a situação de abandono da Praça da Juventude, localizada no conjunto Augusto Franco, as condições permanecem as mesmas e até parecem ter piorado.

De acordo moradores das redondezas, a praça quando inaugurada apresentava um cenário totalmente diferente do que aparece nos dias atuais. Inaugurada em 2010 para servir como modelo de um espaço multiuso, com uma estrutura completa para o lazer e a prática de várias modalidades esportivas, o que se nota no local, é o descaso.

Hoje a realidade é totalmente diferente: pichações, grades e equipamentos de ginástica estão deteriorados, lâmpadas das quadras, bancos e vidros foram quebrados.

Morador do local há 25 anos, Gedson Martins, diz que há tempos a praça necessita de manutenção. “Aqui só presta o serviço de limpeza, porque o resto está ruim. Os banheiros estão danificados e a situação piorou há um ano. Quando venta é pior porque é capaz das estruturas se soltarem podendo causar risco a quem passa”, afirma.

Riscos

Banco de concreto está deteriorado 

Ao passar pela praça, chamam atenção dois espaços que serviriam para a construção de academias, mas hoje funcionam apenas como abrigos para "marginais".

Existem ainda sérios riscos a quem passa pelo local, isso porque duas telhas de alumínio, que cobrem o local, estão soltas.

Insegurança

Apesar de todo o abandono, os moradores são unânimes em dizer que a falta de segurança é o principal problema que atinge a comunidade.

Aldecir da Silva Santos diz que já foi vítima de assalto no local. “Aqui você não pode trazer nada, porque é assaltada. Eu mesma já fui assaltada, levaram meu celular. Quando inauguraram a praça, tinha carro e policiamento demais, mas agora você não tem nada", diz.

Aldecir da Silva diz que já foi vítima de assalto na praça

Telha de alumínio soltas, podendo causar danos a quem passa pelo local 

Para o morador Valfrido Santos, o local necessita de policiamento. “Policiamento a gente nunca vê aqui. Às vezes venho para cá com os amigos, mas é perigoso ficar aqui depois das 22h”, garante.

Município

A Emurb, através do seu assessor de comunicação, Ademar Queiroz, esclareceu que a praça sofreu atos de vandalismo praticados por seus próprios usuários e que é inadmissível que bancos de concreto sejam partidos ao meio em virtude desse tipo de ato. Ainda de acordo com o assessor, a Emurb não tem em sua programação nenhum projeto de reforma da praça, mas dispõe de um processo de licitação em andamento, que envolve a reforma do prédio administrativo existente no local. O prédio abrigará uma unidade da Guarda Municipal de Aracaju e servirá também de sede para a Secretaria Municipal de Esportes.

GMA

A equipe do Portal Infonet também entrou em contato com o diretor geral da Guarda, o coronel Enilson Aragão, que informou que a guarda realiza apenas a ronda itinerante já que o efetivo permanece na UPA Fernando Franco.

Por Aisla Vasconcelos

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais