Piabeta: mulher e filhos matam pai para ficar com a casa

0

Bombeiros trabalhando na retirada do corpo de Marcos Antônio da cisterna de dentro da casa (Fotos: DHPP)

A operação de retirada do corpo durou mais de 12 horas

Bastão utilizado para desferir golpes contra a cabeça da vítima

A delegada Juliana Alcoforado, do DHPP, está na investigação (Foto: Portal Infonet)

Adriana  e os filhos 

O caso que chamou a atenção de Sergipe nas últimas horas ganhou segmentos ainda mais chocantes. Foi confirmado pelo Departamento de Homicídio e Proteção à Pessoa (DHPP) que Marcos Antônio dos Santos foi morto em decorrência de uma discórdia na divisão de patrimônio. A mulher dele, Adriana dos Santos, arquitetou o crime juntamente com os três filhos do casal, a fim de ficar com a casa da família no caso de uma separação conjugal, decidida por parte de Marcos Antônio.

Em coletiva à imprensa na tarde desta segunda-feira, 26, a delegada responsável pelo caso Juliana Alcoforado, da 4ª Divisão do DHPP, informou o que levou a família assassinar Marcos Antônio. “Nós apuramos que a mãe e o pai estavam se separando e a Adriana queria permanecer na casa, que já pertencia ao pai desde antes do casamento”, disse a delegada Juliana.

A delegada informou ainda que o crime foi premeditado. “O corpo foi localizado, nós não temos a menor dúvida do que estamos afirmando. Afinal de contas, as lesões eram muito violentas, houve facadas e também muitos golpes de bastão de ferro na cabeça da vítima, a ponto de esfacelar a cabeça”, contou com detalhes a delegada", disse. “Por conta dessa discórdia, ela resolveu executá-lo, para ficar sozinha com a casa”, completou Juliana.

Foram presos a esposa da vítima, Adriana dos Santos, e seus filhos, Michael Antônio dos Santos (filho legítimo da vítima), 23, Wellington Robert dos Santos Alves, 18, e uma adolescente de 13 anos, estes dois últimos enteados e criados pela vítima há muitos anos.

O crime bárbaro chamou a atenção da população e também da polícia, já que não foi demonstrado nenhum sinal de arrependimento por parte de nenhum dos acusados. “Até nos assustou a maneira fria como eles trataram do assunto. Inclusive, expondo que não existe nenhuma espécie de sentimento filial com aquele pai que havia morrido”, contou a delegada.

Confira a seguir o vídeo produzido pela equipe do DHPP no momento em que o corpo de Marcos Antônio é encontrado. O vídeo possui cenas fortes.

Por Helena Sader e Verlane Estácio

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais