29 anos depois: Jackson e João aliados?

0

  “O jornalismo é o exercício diário da inteligência e a prática cotidiana do caráter.” Cláudio Abramo.

Ontem, 28, ao publicar a chapa dos sonhos do senador Eduardo Amorim o blog questionou qual seria a chapa do sonhos do governador Jackson Barreto. Não demorou muito para que por telefone e e-mails chegasse a resposta. E a maioria apontou: Jackson governador, vice, Mendonça Prado e o Senado para o PT (Eliane/Rogério).

O que se comenta nos bastidores é que Jackson pediu ao ex-presidente Lula que ajude a convencer a direção nacional do PT da aliança com o DEM na chapa majoritária em Sergipe. Dizem que é o maior problema neste momento. O outro seria do lado de João, por conta do PSDB, que é aliado. Teria que montar um palanque separado para Aécio em Sergipe.

Verdade ou mentira, o certo é que pelo twitter o senador Valadares deixou claro que o PSB foi excluído da chapa majoritária da “aliança que ajudou a construir desde 1994.” E escreveu: “Este é o único espaço que queremos manter”.

Para os mais jovens – Em 1985 foi realizada a primeira eleição direta para prefeito após o fim da ditadura militar, para um mandato tampão, de apenas 3 anos. Um ano antes, João, então governador rompe com o grupo Franco. E em 1985, João, Jackson e Valadares estavam juntos. Jackson foi eleito prefeito com a votação proporcional maior do Brasil para um prefeito de capital.

A aliança foi mantida para o ano posterior,  em 86, quando João e Jackson apoiaram Valadares para o governo, contra José Carlos Teixeira apoiado pelos Francos. E depois a aliança foi desfeita com a intervenção na prefeitura de Jackson. Mas João e Valadares continuaram juntos e em 1990, João voltou ao governo.

Agora, 29 anos depois, Jackson e João podem reeditar a aliança. Tendo como vice, o deputado federal Mendonça Prado.

É certo que na política Jackson e João caminham em vias diferentes, mas neste momento os dois parecem ter um interesse comum: derrotar o grupo dos irmãos Amorim.

A história é recheada de políticos adversários que uniram forças para derrotar um inimigo comum.

Jackson adia inaugurações
O governador Jackson Barreto adiou inaugurações que faria no fim de semana em Simão Dias e Lagarto porque o senador Valadares estaria viajando. As obras serão inauguradas assim que o senador estiver em Sergipe.

ILBJ celebra mais uma formatura do “Projeto Conectando com a Vida”
Homenageando o governador Marcelo Déda, o Instituto Luciano Barreto Júnior (ILBJ), formou ontem, 28, no espaço Emes, mais uma turma. Cerca de mil jovens foram formados em mais um ano de sucesso do projeto que é custeado totalmente pela construtora Celi.

Homenagem
Na solenidade o curador do ILBJ, Luciano Barreto destacou a homenagem ao governador Marcelo Déda que não só sempre esteve presente as solenidades de formaturas, mas foi um dos maios incentivadores do projeto.

Filiação de Eliane e caso João Fontes
O ex-deputado João Fontes, em conversa por telefone com o titular do blog, disse que o caso da filiação de Eliane Aquino, que não vem sendo encontrado o registro eleitoral é semelhante ao que ocorreu com ele em 2002. Ele tinha transferido seu título para Socorro no ano 2000 e quando foi ser candidato a deputado federal em 2002 sua filiação não foi encontrada.

Filiação de Eliane e caso João Fontes II
João Fontes disse que teve que ir para a Justiça Eleitoral garantir sua candidatura e o juiz deixou claro que um erro do partido não pode se sobrepor a vontade do filiado. O juiz deferiu a sentença favorável a João Fontes com base em provas que ele era filiado.

Projeto Carnalita

Em reunião ontem, 28, com representantes de todos os segmentos empresariais de Sergipe o governador Jackson Barreto anunciou que em conversa com o  diretor Industrial de Potássio da Vale, Francisco Cisne, foi informado que a empresa pretende desmobilizar o projeto de Carnalita em Sergipe por conta do impasse com o prefeito de Capela, Ezequiel.

Vale faz proposta de dois Centros de Distribuição para comercialização
Como o prefeito Ezequiel diz que o principal impasse é a proporcionalidade do ICMS recebido a Vale apresentou a proposta de montar dois centros de distribuição para comercialização do minério: um em Capela e outro em Japaratuba. Como as lavras estão mapeadas cada centro receberá o minério recolhido do seu solo.  Capela será altamente beneficiada porque detém a maioria das lavras.

Exposição para os empresários
Durante a reunião o secretário da Fazenda, Jeferson Passos e o subsecretário e Desenvolvimento Energético de Sergipe, Oliveira Junior fizeram uma exposição sobre os critérios técnicos adotados pela Vale como também dos tributos significativos que Capela receberá.

Escolha em 2009
Já o governador Jackson Barreto lamentou que queiram politizar o projeto Carnalita e mostrou que o EIA-RIMA com a escolha do local é de agosto de 2009 e ele não era governador. “Sempre acreditei que Ezequiel fosse uma pessoa alfabetizada”, disse, afirmando que ainda acredita no bom senso.

Reunião para hoje com Ezequiel
Vários dirigentes de classe defenderam a importância do projeto e uma solução para o impasse. O presidente da FIES, Eduardo Prado, foi o intermediário e, por telefone, conseguiu agendar uma reunião com Ezequiel para hoje, às 9h, na sede da federação. Deseja mostrar a nova proposta da Vale com a criação do Centro e a estimativa dos recursos que serão gerados para Capela.

Não tem mais desculpas!
Com a proposta da Vale de criação dos centros em Capela e Japaratuba acaba o problema do ICMS adicionado. Agora o que foi produzido nas lavras de cada município será contabilizado para cada um. O blog acredita que Ezequiel, ao ouvir a nova proposta não terá duvida para assinar a concessão do uso do solo. Não tem mais desculpas!

MPF/MPE querem pente-fino nas contas da Saúde em SE
“É preciso que se faça um pente fino nas contas da Saúde do Estado de Sergipe para saber se o problema é realmente a falta de dinheiro público, ou se é a má gestão dele e a desorganização que o leva a caminhos desconhecidos. Esse pente fino deve ser feito pelo Departamento Nacional de Auditoria do Sistema Único de Saúde (Denasus), pela Controladoria Geral da União e até mesmo pela Polícia Federal. Nada está descartado". A afirmação foi feita pelo procurador da República, Ramiro Rockenbach durante coletiva de imprensa ontem, 28. Leia em: https://.infonet.com.br/saude/ler.asp?id=154034&pagina=1

Novo software da Deso não funciona

A Deso ainda não resolveu os problemas existente na implantação do software, portanto os empreiteiros, fornecedores e prestadores de serviços não receberam os valores referentes as suas faturas devidas.

Novo software da Deso não funciona II
Não seria melhor retornar ao antigo enquanto não resolve o gargalo existente no novo? E mais: o governador Jackson Barreto tem conhecimento do problema?

Empresas corruptas podem ser fechadas.Lei Anticorrupção começa a valer
A Gazeta: Multa de até 20% em cima do faturamento bruto anual ou até fechamento das portas. É essa a punição que empresas que participam de atos de corrupção em órgãos públicos, como oferecer propina e fraudar licitações, vão encontrar a partir de hoje, 29, quando a nova lei anticorrupção entra em vigor no Brasil.

Processo
O processo que pode resultar em multas será conduzido pela própria administração pública – como União, Estados e municípios – sem precisar passar pelo crivo do Judiciário. Já a dissolução da pessoa jurídica, prevista nos casos de reincidência ou de empresas de fachada criadas apenas para cometer irregularidades, ocorre somente a partir de processo judicial.

Procurador José Alcides Vasconcelos Filhos é reconduzido ao cargo de Juiz itular do TRE/SE
O Procurador do Estado José Alcides Vasconcelos Filho, foi reconduzido pela Presidente da República Dilma Rousseff, ao cargo de Juiz Titular do Tribunal Regional Eleitoral (TRE-SE). O Decreto foi publicado no Diário Oficial da União que circulou na última quarta-feira, 27 de janeiro de 2014.

Juristas
Ele foi nomeado para uma das duas vagas destinadas à classe dos juristas, para um mandato de 02 (dois) anos. Formado em Direito pela Universidade Federal de Sergipe, José Alcides Vasconcelos Filho ingressou na advocacia pública do Estado de Sergipe em 1981.

Satisfação
Para o Procurador José Alcides Vasconcelos Filho, a sua nomeação para o cargo de Juiz Titular do TRE-SE é motivo de grande satisfação, pois, na qualidade de advogado militante da advocacia pública representará a classe na mais alta corte da Justiça Eleitoral em nosso Estado.

Horário Parque da Sementeira
Até pouco tempo o Parque da Sementeira fechava a noite às 22h. O local é frequentado por muita gente para atividades físicas. Agora o parque está fechando ás 20h e prejudicando muita gente. A Prefeitura deveria rever a decisão até porque no local tem a sede da Guarda Municipal.

Obras Sedurb
O novo secretário de Estado do Desenvolvimento Urbano- Sedurb, engenheiro Carlos Melo, participou da tradicional reunião-almoço da ASEOPP (Associação Sergipana de Empresários de Obras Públicas e Privadas) onde  anunciou que na sua área serão licitados cerca de R$ 580 milhões este ano. Serão R$ 500 milhões através da Deso, subordinada a Sedurb e 80 milhões pela própria secretaria.

Obras
Entre as obras que serão licitadas o secretário destacou a rede de  esgotamento sanitário na zona oeste de Aracaju, esgotamento no Parque dos Faróis (Socorro), abastecimento integrado em Lagarto e região, sistema de abastecimento em Itabaiana e muitas outras obras de menor porte.

Transparência
Após agradecer o convite e responder questionamentos dos associados, Carlos Melo disse que entende a necessidade de uma parceria transparente entre o poder público e o privado e defende também o lema que a associação prega que é preço justo, obra concluída e com qualidade para beneficiar a população.

Competência
O presidente da ASEOPP, Luciano Barreto enalteceu o trabalho realizado por Carlos Melo como diretor da Deso e disse que a associação não tem dúvidas que na Sedurb ele terá também sucesso, por conta da competência como desempenha suas funções.

Cartilha
Luciano pediu para que a Sedurb adote a cartilha para licitações fruto de um estudo do grupo de trabalho com diversos órgãos e aprovada pelo Tribunal de Contas e pela Procuradoria Geral do Estado, como já vem sendo feito pela Seinfra.

Volume de obras
O associado, engenheiro Carlos Luduvice, da Heca Construtora, também desejou sucesso a Carlos Melo à frente da Sedurb e disse que um colega engenheiro do Sul do país, em visita a Sergipe ficou impressionado com o volume de obras em andamento. “Não lembro o tempo que o Estado teve um volume tão grande de obras”,disse Luduvice.

Gerência de habitação
Também participou da reunião-almoço, Gildo Xavier, que está à frente da gerência de habitação da Caixa em Sergipe, criada recentemente. Gildo Xavier destacou a parceria com o empresariado em Sergipe, lembrando dos programas PAC-1 e PAC-2. Ele explicou que a gerência tem o intuito de dar uma maior celeridade nos projetos habitacionais.

Feira de Sergipe 2014: quase 160 mil visitantes
A décima quinta edição da Feira de Sergipe foi um sucesso, com 159.633 visitações entre o período de 11 a 26 de janeiro. O evento, realizado na Praça de Eventos da Orla de Aracaju, tem como objetivos divulgar a cultura sergipana, com destaque para o artesanato, folclore, quadrilhas juninas e artistas da terra, e criar um ambiente favorável para os pequenos negócios, que encontram na feira o local ideal para realizar parcerias comerciais.

Mais espaço
Para o diretor técnico do Sebrae, Emanoel Sobral, que já participou de todas as edições do evento, a feira de 2014 foi a melhor, com um layout mais moderno e arrojado, que facilitou o acesso e a circulação das pessoas no evento, proporcionando mais espaço também para quem queria apreciar as atrações que se apresentavam no palco.

Número exato
“Esse ano colocamos uma equipe na entrada da feira, isso permitiu registrar um numero exato de visitações. Além dos sergipanos, que sempre prestigiam, passaram pela Praça de Eventos da Orla de Atalaia turistas de diversos estados como Minas Gerais, Distrito Federal, Bahia, São Paulo, Santa Catarina, Alagoas, Paraíba, Pernambuco, Rio de Janeiro, Maranhão, Ceará, Espírito Santo, Acre, entre outros”, destaca Emanoel Sobral.

Pesquisa
Uma das melhores formas de saber se a empresa está no caminho certo é ouvir seus clientes. Com base nessa proposta a equipe de Sebrae realiza todos os anos duas pesquisas durante a Feira de Sergipe, uma com expositores e outra com visitantes.

Objetivos
Segundo o superintendente Lauro Vasconcelos, a pesquisa com os expositores é realizada em dois momentos. “No início da feira entrevistamos os empreendedores sobre quais são suas expectativas para os 16 dias do evento. Nos últimos dias da feira tornamos a entrevistar os expositores para saber se os objetivos foram alcançados”, explica.

Turistas
Já com os visitantes os principais pontos da pesquisa são averiguar como souberam do evento, se estão gostando da estrutura da feira, época que é realizada e tempo de duração, limpeza e segurança, programação cultural e diversidade do artesanato. “Entrevistamos sergipanos e turistas, mas a maioria dos entrevistados é de pessoas de outros estados”, destaca Lauro Vasconcelos.

Clube do Banese comemora 45 anos de fundação
A Associação Atlética Banese (AAB), conhecida como Clube do Banese, completa nesta quarta-feira, 29, seus 45 anos de fundação. Segundo o presidente da associação, José Américo Santos de Deus, a data será comemorada na noite da próxima sexta-feira, 31, com uma grande festa na sede do Clube que terá como atrações musicais as bandas Fogo na Saia e Los Guaranys.

Clube do Banese comemora 45 anos de fundação II
No sábado, 1º de fevereiro, e no domingo, dia 2, as comemorações na sede do Clube terão prosseguimento, com programações esportivas e shows musicais. Na parte musical, será realizado o Sábado do Chorinho, com Júnior do Cavaco e Cia do Choro, e no domingo haverá apresentação da Banda Estação da Luz.

Marca Banese fortalecida
O titular deste espaço passou alguns dias no litoral de Alagoas e viu a presença do Banese Card em diversos

 estabelecimentos, principalmente nas praias de Barra de São Miguel e Francês. Sombreiros do Banese também estavam expostos em vários bares. Aliás, na rodovia Sarney, ao longo dos bares, os sombreiros do Banese se destacam. É o banco dos sergipanos em parceria com o que os sergipanos mais gostam: praia, sol e caranguejo.

Walmart tem vagas para pessoas com deficiência em Sergipe
O Walmart está recrutando pessoas com deficiência para suas lojas em Sergipe. São 20 vagas para funções diversas nas lojas da rede, como Bompreço, Hiper Bompreço e TodoDia. As vagas são para funções administrativas e de atendimento ao cliente, com carga horária variada.

Interessados devem enviar o currículo até o final de janeiro
Para participar do processo, é necessário ser maior de 18 anos e ter ensino fundamental completo. Não é exigida experiência na função. A remuneração é compatível com o mercado e os contratados terão direito a benefícios como assistência médica (extensiva aos dependentes legais), refeitório no local ou ticket alimentação, vale-transporte, cartão de desconto nas lojas da rede e bônus mediante o cumprimento de metas. Os interessados devem enviar currículo para o e-mail http://diversidade@wal-mart.com até o final de janeiro.

Schin levou atração exclusiva para o Pré-Caju 2014
Além de ser a cerveja oficial do Pré-Caju, 2014, a Schin, marca de cerveja da Brasil Kirin, uma das mais importantes

Banda da Schin foi atração à parte no corredor da folia

 empresas de bebidas do Brasil, levou para avenida Beira Mar, em Aracaju , uma atração especial.  Uma banda especial que animou o público do circuito e da pipoca enquanto promoters distribuiram adereços de carnaval durante o Pré-Caju.

Alegria
“A Schin buscou proporcionar momentos de alegria, comemoração e curtição por meio de seus patrocínios. Esta atração tem o objetivo de animar a festa e interagir com todos, além de ser mais uma maneira de estarmos ao lado de nossos consumidores nesses instantes”, conta Paula Passarelli, gerente de Marketing de Schin.

Sobre a Brasil Kirin
A Brasil Kirin, subsidiária do grupo global Kirin Holdings Company, é uma das principais empresas de bebidas do País, com 13 fábricas em 11 Estados e mais de 10 mil funcionários. Suas marcas são distribuídas por 18 centros próprios e mais de 190 revendas para cerca de 600 mil pontos de venda em todo o Brasil.

Portfólio
Seu vasto portfólio de bebidas inclui cervejas, refrigerantes, sucos, energéticos e águas, com as marcas Nova Schin, Schin no Grau, Devassa, Baden Baden, Eisenbahn, Cintra, Glacial, Água Schin, Fibz, ECCO, Schin Refrigerantes, Schin Tônica, Itubaína, Mini Schin, Fruthos e Skinka. Seguindo padrões mundiais de excelência em manufatura, a companhia desenvolve ações que privilegiam o cuidado e a continuidade dos recursos naturais. A Brasil Kirin é a empresa de bebidas mais premiada no País na metodologia de gestão TPM (Total Productive Maintenance). A Kirin Holdings Company é um grupo global com mais de 46 mil funcionários no mundo, presente em mais de 15 países.

Walmart tem vagas para pessoas com deficiência em Sergipe
O Walmart está recrutando pessoas com deficiência para suas lojas em Sergipe. São 20 vagas para funções diversas nas lojas da rede, como Bompreço, Hiper Bompreço e TodoDia. As vagas são para funções administrativas e de atendimento ao cliente, com carga horária variada.

Interessados devem enviar o currículo até o final de janeiro
Para participar do processo, é necessário ser maior de 18 anos e ter ensino fundamental completo. Não é exigida experiência na função. A remuneração é compatível com o mercado e os contratados terão direito a benefícios como assistência médica (extensiva aos dependentes legais), refeitório no local ou ticket alimentação, vale-transporte, cartão de desconto nas lojas da rede e bônus mediante o cumprimento de metas. Os interessados devem enviar currículo para o e-mail http://diversidade@wal-mart.com até o final de janeiro.

Agenda
29 de janeiro, quarta-feira. Dia Nacional de combate à hanseníase.

Na última segunda-feira, 27.01, completou 70 anos de existência a CASSI – Caixa de Assistência dos Funcionários do Banco do Brasil. Terá lugar, hoje, na sede da FIES – Federação das Indústrias do Estado de Sergipe – reunião que visa a encontrar uma solução para o impasse criado com relação à exploração da carnalita. A ideia dessa reunião partiu do presidente daquela entidade, Eduardo Prado. Na Argentina, o governo resolve manter tributo mais alto para gastos no exterior. Crime de roubo de veículos bate recorde no Estado de São Paulo. Em Salvador, começa o Festival de Verão, reunindo, a partir de hoje, diversas atrações musicais. Confirmado o rompimento entre o PMDB e o PT, no Rio de Janeiro. Presidente Dilma confirma que há várias empresas brasileiras interessadas na execução da segunda etapa do porto de Mariel, em Cuba. O PT pretende disputar o governo estadual em onze unidades da Federação.
“As boas ideias não têm idade, apenas têm futuro.” – Robert Mallet.

Curtas
REUNIÃO EM SÃO PAULO PARA DISCUTIR OS ROLEZINHOS: MP, SHOPPINGS E OS LÍDERES DO MOVIMENTO. /// PAI DE NEYMAR CONFIRMOU QUE RECEBEU ANTECIPADAMENTE PARTE DO DINHEIRO RELATIVO À TRANSAÇÃO DO CRAQUE. /// JUSTIÇA ACATA DENÚNCIA CONTRA ACUSADOS NO CASO PERRELLA. /// CBF PEDE MUDANÇA DE DATA, E AUDIÊNCIA COM O MINISTÉRIO PÚBLICO É ADIADA PARA SEGUNDA-FEIRA. /// MOTORISTA DIZ QUE NÃO VIU CAÇAMBA LEVANTAR: ACIDENTE MATA QUATRO PESSOAS NO RIO DE JANEIRO. /// EM CUBA, DILMA REBATE CRÍTICAS DE QUE TENHA FEITO UMA PARADA DESNECESSÁRIA EM PORTUGAL.

PELO TWITTER

www.twitter.com/zehdeabreu  Ninguém chuta cachorro morto.

www.twitter.com/Marcelo_Efron  E quando o Rei vier me buscar, direi. Senhor valeu a pena!

www.twitter.com/revinhogama Quando uma pessoa está triste, ela não precisa de abraço, precisa que alguém chegue e diga: "Tome mil reais"…

www.twitter.com/Abrahao_Filho  Quem fica em cima do muro leva pedradas dos dois lados.

www.twitter.com/riltonmorais  Neurocirurgias da tarde: 1ª- recém-nascido de 2 dias e 3,6 Kg; 2ª- recém-nascido de 27 dias e 1,4 Kg. E vc aí reclamando da vida.

DO LEITOR

Gestores pensam pequeno
Do leitor Roberto: “ É inegável a grandiosa obra da duplicação do viaduto nas proximidades do Detran, executada pelo DER. A duplicação fora feita, mas o recapeamento asfáltico e a pintura horizontal da Avenida Tancredo Neves? A referida avenida possui três vias, mas, ao chegar na ponte, o fluxo de veículos diminui por uma razão muito simples: a pequenez dos nossos gestores, senão vejamos: Por que, ao construir a duplicação do viaduto do Detran, não o fizeram com três vias? Mas não, pensam pequeno demais, sem visão, o trânsito naquele local está uma loucura. Gastou-se tanto, em dinheiro e em tempo, mas a obra poderia ter sido melhor executada. Existe um estabelecimento comercial que invadiu parte da Avenida Tancredo Neves e o DER não tomou nenhuma providência, ou será que aquela artéria não pertence ao Estado? Com a palavra os senhores executores.”

Resposta texto publicado ontem neste espaço.Enviado por representantes do movimento “Capela, A Carnalita é Nossa!”.
Blog  – Ezequiel não deve ter lido o EIA-RIMA de 273 páginas
CAPELA – Os capelenses recomendam ao nobre jornalista que finalize a leitura dos relatórios, pois o EIA é um relatório e o Rima é outro. Juntos, os dois possuem mais de 800 páginas. Capela sabe!
Blog – Menor impacto ambiental – A área escolhida tecnicamente pela Vale, além da melhor logística para a estrutura do projeto, tem um ponto que muita gente não sabe e a própria Vale e o Governo do Estado deveriam expor claramente para a população sergipana e capelense: o local terá o menor impacto ambiental para a região. Ou seja, a Mata do Junco (onde encontra-se o macaco Guigó, ameaçado de extinção), uma reserva da mata atlântica e os rios como o Japaratuba, o Siriri  e o Rio Lagartixo (localizado dentro da Mata do Junco). Todos eles terão projetos para recuperação e proteção ambiental.
Blog – Custos serão maiores p/ preservar o meio ambiente – O que ninguém diz, e o prefeito Ezequiel não deve ter lido o EIA-RIMA, é que a Vale procurou uma alternativa locacional e tecnológica de menor impacto ambiental, chegando até mesmo a aumentar o custo da implantação e operação para não prejudicar o meio ambiente e contribuindo para o desenvolvimento sustentável.
CAPELA – (resposta para os dois itens acima) –  A implantação da planta industrial em qualquer um dos dois municípios causará os mesmos efeitos ambientais para Capela devido a distância mínima da divisa entre as localidades. Ou seja, Capela sofrerá o mesmo impacto ambiental sediando ou não a instalação da usina. O mesmo não aconteceria com Japaratuba.  O que está sendo colocado pelo texto, unicamente como impacto ambiental, é a instalação da planta industrial e não a extração do minério. É a extração que causará os maiores impactos ambientais, seja ela no solo ou no subsolo.
Blog – Desmatamento zero da Mata Atlântica – A área escolhida ficará a 24 Km da linha costeira, dentro da  faixa de Mata Atlântica original, que na segunda metade do século 20, já tinha o solo coberto por cana-de-açúcar e pastagem, restando poucos fragmentos de floresta. Atualmente, a região é rural e tem grande parte das terras destinadas à cultura de cana e poucos criadores de rebanhos. A meta do projeto é um desmatamento zero da  remanescente  Mata Atlântica e suas respectivas áreas de borda.
CAPELA – Com a instalação da usina no município de Capela, não será derrubada uma árvore, pois a  área é de plantação de cana e pastagem, sem fragmentos e florestas. Ainda para ressaltar, se instalada na área de Capela, a usina ficará a uma distância quilometrica da Mata do Junco
Blog – Aspectos econômicos da área – Os aspectos econômicos basearam-se em informações de logísticas, facilidade de escoamento da produção, assim como em função da presença de áreas favoráveis a ocorrência de Carnalita, as quais foram identificadas com base em informações geológicas e geofísicas, que serão complementadas e/ou confirmadas com estudos que estão em fase de execução. Para que o projeto seja economicamente viável faz-se necessário que a usina esteja próxima ao centro de lavra, assim como, próxima aos poços que serão primeiramente perfurados.  Outro aspecto econômico refere-se às informações técnicas sobre a área para instalação da usina, como por exemplo, informações topografias e geotécnicas. Quanto mais plana for a área e quanto melhor as características do solo para movimentação, menor e melhor será a movimentação de terra (corte e aterro), respectivamente. Com isso, minimiza-se o tempo e os gastos na etapa de implantação.
CAPELA – O texto do jornalista diz que:As afirmações constantes do relatório em sua íntegra, por si só falam pela viabilidade do projeto pra Capela. “Para que o projeto seja economicamente viável faz-se necessário que a usina esteja próxima ao centro de lavra” – Capela está! “Outro aspecto econômico refere-se às informações técnicas sobre a área para instalação da usina, como por exemplo, informações topografias e geotécnicas” – Capela possui!“Quanto mais plana for a área e quanto melhor as características do solo para movimentação, menor e melhor será a movimentação de terra (corte e aterro), respectivamente. Com isso, minimiza-se o tempo e os gastos na etapa de implantação”. Capela tem esse solo!
Benefícios – Com o blog já deixou claro na semana passados os benefícios serão grandes para os municípios envolvidos, inclusive Capela.  Aumento da arrecadação de taxas e de impostos e encargos. Mesmo o município ficando com toda CFEM (Compensação Financeira pela Exploração de Recursos Minerais), com 73% do ISS da instalação e quadruplicando sua participação no bolo do ICMS. O prefeito de Japaratuba, chegou a propor a divisão dos royalties da carnalita; Aumento a geração de outros empreendimentos, pequenos ou médios, inclusive para prestação de serviços; Melhoria da Qualidade de vida da População da região, sem que o Meio Ambiente seja afetado de forma negativa; Aumento da contribuição do Estado de Sergipe no PIB nacional; Aumento do IDH do Estado de Sergipe.
CAPELA – De acordo com consultoria em Direito Tributário, esses benefícios não têm sustentação jurídica, torna-se um kit de inconstuticionalidade oferecido a Capela. Quanto aos royalties que o texto coloca, devemos lembrar que o termo royaltes é só para petróleo e nós não temos. Aqui temos CFEM. Quanto a questão ambiental já falamos acima, é só observar o que foi colocado.
Com a instalação da planta industrial em Capela, aumenta também a contribuição do Estado de Sergipe no PIB Nacional; e aumento do IDH do Estado de Sergipe, afinal CAPELA É TÃO SERGIPANA QUANTO JAPARATUBA.
Um alerta! Preço do potássio vem caindo – Se por acaso a Vale resolvesse instalar o projeto em Capela, teria que começar do zero. Ou seja, mais três anos no mínimo. O que começaria a ser produzido em 2017 passaria para 2020. E valerá à pena? Em 2012 a tonelada do potássio era US$ 500 dólares a previsão é que chegasse em 2014 em US$ 600 dólares, mas foi o contrário. Hoje encontra-se em US$ 400 dólares. Ou seja, o mercado do potássio vai contra o interesse de Sergipe. Se o preço continuar caindo será melhor o Brasil continuar importando. Sairá mais barato do que implantar o projeto Carnalita em Sergipe.
CAPELA – Quanto a esse aspecto, Capela tem melhores condições de receber o empreendimento. Em Capela, o projeto será executado com maior rapidez. Leia, no próprio texto do jornalista, o item “Aspecto Econômico da área”.

Blog no twitter: www.twitter.com/BlogClaudioNun  

Frases do Dia
“A verdade é procurar sempre a verdade.”

“O verdadeiro herói é aquele que faz o que pode. Os outros não o fazem.”

Romain Rolland, escritor francês, nasceu em 29 de Janeiro de 1866 e morreu em 1944.

O texto acima se trata da opinião do autor e não representa o pensamento do Portal Infonet.
Comentários