5 dicas para vender serviços na web

0

Não importa onde. Seja no mundo real ou virtual, oferecer serviços ao mercado tem lá seus desafios. Especialmente, por uma característica básica e inerente a ele: não pode ser visto, nem tocado. Ou seja, é intangível.

Neste ponto, os produtos saem em vantagem. Afinal, se você deseja adquirir um carro, basta ir a uma concessionária, onde poderá não apenas visualizar o automóvel de sua preferência, mas sentir o toque daquele banco de couro que você tanto queria, escolher – e ver – a cor da pintura e até fazer um test-drive.

Mas e quem vende serviços? Como fazer? Pois saiba que, sim, é possível tangibilizá-los e deixar mais evidentes os benefícios que eles oferecem, ainda mais com a variedade de recursos que a internet disponibiliza. Abaixo, seguem cinco dicas práticas de como fazê-lo. Bons negócios virtuais!

1) Mostre que você existe. Não é por que o seu cliente potencial não pode ver – literalmente – os seus serviços, que ele também precisa ficar sem ver você. No site da sua empresa, apresente a sua estrutura física, por exemplo. Faça imagens interessantes, que evidenciem o quão sólido você é, bem como toda a qualidade do espaço e o zelo que você tem nos detalhes. Ou seja: tangibilize o que pode ser tangibilizado!

2) Apresente resultados conquistados. Aponte, de forma clara e objetiva, os resultados práticos trazidos para quem já contratou seus serviços. Assim, você mostra não apenas a experiência que tem na área, mas o quão proveitoso pode ser contar com o seu trabalho.

3) Utilize imagens ilustrativas. Seu serviço pode até ser intangível, mas uma situação que ele pode proporcionar é algo completamente ‘visualizável’. Seu cliente potencial deseja uma consultoria de desenvolvimento pessoal, como um bom coaching, para progressão na carreira? Mostre-lhe a imagem de um empresário bem sucedido. Alguém está pensando em contratar os serviços da sua empresa de lavagem de automóveis? O carro da sua foto tem que estar brilhando! E por aí vai. Outro bom exemplo, neste caso, são portfolios virtuais de agências publicitárias. Mesmo com toda a intangibilidade que as cerca, elas têm a oportunidade de tornar completamente ‘visível’ a qualidade gráfica e textual das peças que criam.

4) Diga quem são seus clientes. Muita gente ainda tem receio de listar as empresas atendidas por si, com a preocupação de a concorrência bater à porta. Acredite: se o concorrente realmente quiser, ele vai dar um jeito de descobrir quem você atende! Além disso, se o seu serviço for realmente bom e bem feito, deixe que batam! Contra resultados, não há argumentos. Muito mais vantajoso, então, mostrar ao mercado o grupo de marcas que, após rigoroso crivo, optaram pelos diferenciais da sua empresa. E, se elas o fizeram, pode ser que isto sirva para minimizar eventuais dúvidas de um outro provável cliente, estimulando a decisão de contratação.

5) Depoimentos são muito bem-vindos. Eles cumprem a importante missão de evidenciar que o seu serviço é confiável e tem qualidade. Se, além de texto, a opinião do cliente puder ser gravada em vídeo, melhor ainda, pois o autor do depoimento pode ser visto e ouvido – torna-se, portanto, tangível. Um exemplo é o site da agência digital CreativeBizz. Tanto na página inicial, quanto em algumas do seu portfolio (vide foto deste post), clientes estratégicos aparecem em mensagens gravadas. Para quem ainda não conhece os serviços da agência, então, o risco passa a ser menor, já que outras pessoas testaram e aprovaram seus serviços.

O texto acima se trata da opinião do autor e não representa o pensamento do Portal Infonet.
Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais