A democrática calça jeans

0
Campanha Go Forth 2012 da Levi’s (foto: reprodução)

Poucas coisas são tão difíceis quanto comprar uma calça jeans ideal. Mas quando finalmente achamos aquela que, além de vestir bem, tem uma lavagem interessante, tudo faz sentido, tudo parece fácil. Pois é. Cercada de paradoxos, a calça jeans sobrevive temporada após temporada, ano após ano. E mesmo naqueles dias em que odiamos tal peça, é um conforto tê-la ali no armário, pronta para ser o plano B se tudo o mais der errado.

Você já deve ter ouvido a história de que as primeiras calças jeans foram inventadas nos Estados Unidos, ainda no século XIX, pelos imigrantes Levi Strauss e Jacob Davis, a partir de lonas que eram usadas para a cobertura de barracas. Como toda questão de caráter histórico, existem pequenas variações, mas essa é uma das mais propagadas.

A calça, adotada primeiramente pelos mineradores do Oeste norte-americano, logo ganhou rebites de cobre para reforçar a resistência dos bolsos e foi patenteada por Levi Strauss que, sob a marca Levi’s, deu-lhe a clássica coloração azul. Nos anos 50, a dita juventude rebelde dos Estados Unidos adotou a peça como parte do seu estilo. Nos anos 70, Calvin Klein levou o jeans para as passarelas. Hoje, é considerada uma das peças mais democráticas da moda, já que veste praticamente todo mundo.

Levi’s continua sendo referência em jeans (foto: reprodução)

O bacana é que o jeans não ficou só na calça e continua aparecendo nas passarelas de tempos em tempos. A Miu Miu, braço mais excêntrico e acessível da Prada, desfilou saias, blusas e casacos que mais pareciam capas na coleção Verão 2013. E como quase tudo que Miuccia Prada coloca na passarela é reproduzido e revisitado em escala global, é provável que a modelagem clean ganhe as ruas também.

Vale dizer que a essência da calça jeans permanece. Ela continua sendo um item prático, geralmente sem muita afetação, e que pode durar toda uma vida. Assim como com as borrachas, eu nunca “acabei” com uma calça jeans. Obviamente, a peça fica desbotada, desgastada, apertada às vezes, mas nunca se desfaz por completo. E nem precisa dizer que jeans detonado é o maior charme, né? Não é à toa que lavagens desbotadas e rasgos ao longo da peça são tão recorrentes nos blogs de Street Style.

O texto acima se trata da opinião do autor e não representa o pensamento do Portal Infonet.
Comentários