A faca da traição

0

O governador Marcelo Déda (PT) ainda tem um ano e meio para colocar ordem na base aliada. Se quiser coordenar uma campanha eleitoral bem sucedida em 2010, vai precisar conversar muito mais do que já está fazendo, para não ver o seu partido rechaçado por aliados de última hora, que insistem em fazer jogo duplo. Conhecedor das artimanhas políticas, Déda não descuida dos bastidores. Engana-se quem estiver pensando que ele permitirá que pisem no pescoço do seu PT, como vem sendo articulado por algumas lideranças. Os mais afoitos até já amolaram a faca da traição. Não duvidem que se for preciso Déda jogará duro com aqueles que, embora mamando nas tetas do Poder, só pensam em esfolar o PT nas próximas eleições.

 

Cheque quente

 

O consumidor sergipano é o segundo do país quando o assunto é honrar cheques (98,24%), só perdendo para Goiás (98,62%). Segundo a TeleCheque, a quantidade de “borrachudos” sofreu uma queda em junho passado. A empresa de análise de crédito informa que 97,68% dos cheques emitidos foram honrados, uma alta de 0,49 pontos percentuais sobre maio e de 0,71 pontos percentuais sobre junho do ano passado. O resultado também ajuda a melhorar a confiança do varejista em relação ao consumidor, fazendo com que amplie ainda mais as opções de financiamento.

 

Fim do mistério

 

Finalmente hoje o ex-secretário estadual da Fazenda, Nilson Lima, anunciará em qual partido se filiará. Será às 18 horas, durante uma entrevista coletiva que concederá na galeria Flora Fértil, nas proximidades da avenida Edézio Vieira de Melo. Lima deixou o PT logo após ter se desentendido com o governador Marcelo Déda (PT) e entregue o cargo de secretário. Seu sonho agora é disputar o governo de Sergipe em 2010, provavelmente filiado ao PPS.

 

Refrigerante banido

 

Está proibido o uso de recursos do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE) para a compra de refrigerantes, refrescos artificiais e outras bebidas com baixo teor nutricional para a merenda escolar. Já para enlatados, doces e alimentos com quantidade elevada de sódio, a aquisição fica restrita a 30% dos valores repassados. Estados e municípios terão até janeiro do ano de 2010 para adaptar seus processos licitatórios a essas exigências.

 

Fuja do cartão

 

As compras parceladas engoliram o orçamento do consumidor, sendo responsáveis por quase 70% das contas em atraso. O cartão de crédito é o principal vilão do índice. Nos últimos anos, o dinheiro de plástico ganhou espaço, competindo com o cheque e o crediário. Nos últimos cinco anos, o peso dessa forma de pagamento quase dobrou no comprometimento do orçamento doméstico, saltando de um percentual de 20% para 37%. Entre as dívidas do consumidor, o cartão ultrapassa com folga até mesmo os atrasos com as contas de energia elétrica.

 

Ópera bufa

 

Mais um capítulo da enfadonha novela entre o conselheiro Flávio Conceição versus o Tribunal de Conta de Sergipe: a Procuradoria-Geral do Estado (PGE) ajuizou no Supremo Tribunal Federal um recurso pedindo a suspensão da liminar que “desaposentou” Flávio. Na ação, a PGE informa que a vaga pertencente a Conceição foi preenchida há dois meses pelo conselheiro Clóvis Barbosa. Todo o processo de substituição, segundo a Procuradoria, ocorreu de forma correta, como estabelece a Constituição. Enquanto essa comédia pastelão não chegar ao fim, o TCE continuará pagando caro a oito conselheiros, em vez de sete como estabelece a Lei.

 

Novo remédio

 

Olha que boa notícia: a Anvisa aprovou o primeiro antipsicótico atípico injetável de ação prolongada para o tratamento de transtorno bipolar, doença psiquiátrica crônica que causa mudanças bruscas de humor. Testes feitos com a risperidona injetável de ação prolongada demonstraram que o medicamento é eficaz para reduzir os efeitos do transtorno, diminuindo as oscilações cíclicas de humor. O remédio é aplicado por meio de injeções e são necessárias apenas duas doses ao mês. O transtorno bipolar é uma doença psiquiátrica crônica, antigamente denominada psicose maníaco-depressiva.

 

Vacilou, dançou

 

Cerca de mil brasileiros têm o pênis amputado a cada ano por causa do câncer. Mas, apesar de grave, a doença é fácil de ser evitada, bastando cuidados de higiene local. Se for diagnosticada no início, a lesão cancerosa pode ser removida sem sequelas. Em casos avançados, a doença pode levar, inclusive, à amputação das pernas. Os primeiros sintomas são pequenas feridas que demoram muito para cicatrizar. Um complicador do problema é a fimose, que torna difícil a limpeza, o que só é resolvido com cirurgia.

 

Motos novas

 

As unidades regionais da Deso no interior de Sergipe receberam 23 motocicletas. Elas serão usadas para facilitar o serviço de leitura dos hidrômetros, a fiscalização e o apoio à manutenção e operação da Companhia de Saneamento. A entrega foi feita ontem pelo presidente da estatal, Max Montalvão. As motocicletas custaram cerca de R$ 200 mil e foram adquiridas com recursos próprios da Deso. Com 150 cilindradas e injeção eletrônica, as motos foram desenvolvidas para rodar dentro e fora das estradas. Legal!

 

Paga para cuspir

 

A depender da Defensoria Pública de Sergipe, o cidadão vai deixar de pagar para usar os sanitários das rodoviárias estaduais Luiz Garcia e José Rollemberg Leite, ambas em Aracaju. Em ação impetrada na Justiça, a Procuradoria pede o fim da cobrança sob a alegação que os passageiros já pagam taxas de embarque e estacionamento, não sendo justo desembolsar mais dinheiro para usar o sanitário público até mesmo se for apenas para cuspir. Pode?

 

Ande rápido

 

Aproveite para fazer logo hoje a sua fezinha na Mega-Sena porque amanhã as casas lotéricas vão estar por aqui de gente. Tudo porque o prêmio acumulado para a aposta que acertar as seis dezenas nesta quarta-feira será de R$ 45 milhões. Os jogos podem ser feitos até as 19 horas de amanhã, sendo que a aposta mínima, de seis números, custa R$ 1,75. Desde a criação da Mega-Sena, o maior prêmio saiu em 1999, quando um apostador de Salvador ganhou R$ 64,9 milhões.

 

O texto acima se trata da opinião do autor e não representa o pensamento do Portal Infonet.
Comentários