A fila da fome

0

As emissoras de televisão têm exibido com frequência as enormes filas de miseráveis querendo se cadastrar para ter direito a ninharia do Auxílio Brasil, programa criado pelo governo Bolsonaro para substituir o Bolsa Família. Mesmo comprovando que estão morrendo de fome, cerca de 10 milhões de famílias permanecerão à margem do benefício, pois o novo programa só deve alcançar, no momento, os que já eram beneficiados pelo programa extinto. A fila da fome expõe o crescimento da miséria no Brasil, revela que o governo Bolsonaro não tem política social consistente e deixa claro que o país está regredindo economicamente. Misericórdia!

Magrela sem prestígio

E a vereadora Emília Corrêa (Patriota) anda preocupada com a falta de conservação das ciclovias de Aracaju. Ela lamentou os constantes acidentes envolvendo ciclistas, muitos deles fatais. A parlamentar confessa que gosta de pedalar ao ar livre, mas em virtude da precariedade das ciclovias, evite usar a “magrela”. Emília apelo à Prefeitura para recuperar e conservar as ciclovias da cidade visando beneficiar quem adotou a bicicleta por amor ou por não ter outra opção de transporte. Marminino!

De mal a pior

O ex-prefeito de Simão Dias, Marival Santana (PSC), tem lamentado o abandono do município pelo atual gestor Cristiano Viana (PSB). Em nota, o ex-prefeito critica a remoção de equipamentos de uma praça porque a Prefeitura não cumpriu o contrato firmado na gestão passada. Outro dia, Zé Valadares (PSB), ex-prefeito e aliado do atual gestor de Simão Dias também fez duras críticas à forma de Cristino governar. Crendeuspai!

Festa política

O prefeito Edvaldo Nogueira (PDT) pretende promover uma grande festa política em Aracaju durante a reunião da Frente Nacional de Prefeitos, prevista para ocorrer nos dias 25 e 26 próximos. Além de já ter distribuído convites com todos os gestores municipais sergipanos, Nogueira foi à Brasília convidar ministros e parlamentares federais. Segundo as línguas ferinas, Edvaldo está aproveitando a realização do evento em Aracaju para promover a sua pré-candidatura ao governo de Sergipe. Home vôte!

Carta branca

O deputado federal Bosco Costa representou Sergipe na reunião realizada, ontem, pelo PL para decidir sobre a filiação do presidente Jair Bolsonaro. Como vice do diretório estadual, Bosco representou o presidente do PL sergipano Edvan Amorim. Os dirigentes da legenda deram carta branca para o presidente nacional Valdemar Costa Neto discutir alianças políticas relacionadas à sucessão presidencial. Então, tá!

Assédio no quartel

Exatos 39,2% das policiais declaram ter sido vítimas de algum tipo de assédio (moral ou sexual) dentro da corporação. É o que revela a pesquisa “As Mulheres nas Instituições Policiais”, do Fórum Brasileiro de Segurança Pública. Entre os homens, dos 20,1% que declararam que foram assediados, 95,6% sofreram assédio moral. Que horror!

Ideias velhas

Na campanha eleitoral de 2022 o eleitor se reencontrará com as promessas de candidatos acostumados aos palanques de Sergipe. Tirando um ou outro pré-candidato a cargos majoritários, boa parte dos prováveis postulantes às cadeiras de governador e senador é velha conhecida. Portanto, com raras exceções, todos vão ao próximo baile com as fantasias das festas anteriores. Em sua maioria, são figuras recauchutadas tentando emplacar um discurso de novo. Ao eleitor compete analisar cada proposta e rejeitar as falsas promessas, feitas e refeitas ao longo do tempo. Só Jesus na causa!

Tá na briga

O pré-candidato a governador, o deputado federal Fábio Mitidieri (PSD) avalia como boa essa fase de pré-campanha. Ele se diz satisfeito com o nível de divulgação do seu nome e as conversas que tem tido com segmentos variados. “Estamos ativos, visitando e recebendo visitas das lideranças políticas”, frisa. Segundo o distinto, é normal que nesta fase as especulações em torno das eleições aumentem. Esta informação é do blog Primeira Mão.

Visita ilustre

E quem visitou a vice-prefeita de Aracaju, Katarina Feitoza (PSD), foi Mãe Marizete, do Terreiro Abassá São Jorge de Mãe Nanã, Xangô e Iansã. A pessedista fez questão de ressaltar que “essa mulher é grande referência do candomblé sergipano, inspirando a todos com sua força e resistência”. Segundo Katarina, Mãe Marizete tem feito muito além de difundir a religião de matriz africana em Aracaju. É vero!

País do forró

Tramita na Câmara de Aracaju um Projeto de Lei declarando a música “Sergipe é o país do forró” como patrimônio cultural imaterial da capital. De autoria do vereador Professor Bittencourt (PCdoB), a propositura já foi aprovada em 1ª discussão e recebeu elogios de vários vereadores. Segundo a petista Ângela Melo, o reconhecimento da obra do saudoso cantor Rogério só faz engrandecer a nossa música, arte e sergipanidade. Supimpa!

Recorte de jornal

Publicado no jornal aracajuano A Cruzada, em 25 de maio de 1924

 

O texto acima se trata da opinião do autor e não representa o pensamento do Portal Infonet.
Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais