A força de Déda

0

Um deputado federal do bloco da oposição em Sergipe revelou, com reserva, que o prefeito de Aracaju, Marcelo Déda (PT), tem mais força no Planalto do que qualquer cidadão sergipano possa imaginar. É forte mesmo. Compadre do presidente da República, amigo pessoal da família, íntimo da alta cúpula do poder, o prefeito Marcelo Déda não terá nenhum problema de recurso para a sua administração. Para se ter uma idéia, segundo o deputado, Aracaju foi a única capital que conseguiu receber restos a pagar do Governo Fernando Henrique Cardoso. E isso é uma coisa praticamente impossível, porque existe determinação do presidente para que os municípios só recebam esses recursos depois de uma vasta burocracia, onde há necessidade de relatórios dos Tribunais de Contas e todo um protocolo que torna praticamente impossível se conseguir essa façanha. É só para quem tem muita intimidade com o poder e consegue chegar a Lula com os despachos já prontos. Para dar uma idéia, o deputado federal Jackson Barreto (PTB) tentou liberar recursos do Governo passado, devidos à cidade de Itabaiana. Conversou com o ministro Ciro Gomes, da Integração Nacional, e o processo andou como se realmente fosse ser pago. Tudo empenhado, prestes para ser depositado em conta, quando o parlamentar recebeu um telefonema de que “o empenho teria sido cancelado”. O dinheiro continua lá, como de todas as demais cidades que precisam concluir obras iniciadas o ano passado com recursos federais. Para Marcelo Déda isso não é problema, o que é muito bom para a capital sergipana, que põe para andar suas obras de infraestrutura nos bairros. No entender de um influente político sergipano, essa intimidade com o poder e a facilidade de conseguir recursos é sinal de que Lula não deixará Marcelo Déda desamparado na disputa pela reeleição, no próximo ano. Em razão da sua velha amizade com o presidente e com a certeza de que até o final do mandato terá recursos suficientes para trabalhar Aracaju do centro à periferia, ficará muito difícil alguém topar uma disputa com Marcelo Deda. Além disso, ainda não há uma preparação de nomes para enfrenta-lo. Até o senador Almeida Lima (PDT), que não despreza a possibilidade de tentar retornar ao comando da Prefeitura, pensará duas vezes antes de correr o risco. Mesmo que Almeida ainda tenha mais seis anos de mandato à frente, uma derrota não seria boa para seu currículo político. Embora perder uma eleição faz parte do jogo de quem a disputa, sempre deixa uma marca desagradável na trilha de qualquer liderança. Almeida apenas demonstra vontade de retornar à Administração da capital. Na realidade, Ele quer alçar vôos bem mais altos. Carente de uma assessoria que reduza o abismo entre ele e a popularidade, e que desmanche opiniões equivocadas em torno de sua postura, Almeida Lima certamente vai trabalhar para, nos próximos oito ou dez anos, caso não perca o prumo no sentido da consolidação de um grupo coeso, liderado pelo governador João Alves Filho, ser uma opção para a sucessão estadual. Numa análise realistica de um cidadão que integra o bloco governista, a reforma política que passa pela cabeça dos assessores do presidente Lula da Silva, principalmente do chefe da Casa Civil, José Dirceu, é favorável aos governadores. Um mandato de cinco anos, com direito a disputar reeleição, fascina qualquer cidadão que esteja à frente do Executivo. Ninguém tenha dúvida que Lula da Silva fará isso nas eleições gerais marcada para 2006. O mesmo analista acha que o próprio presidente deve conversar com o governador João Alves Filho em relação às eleições municipais, sugerindo que ele não enfrente, com rigor, a candidatura do seu compadre em 2004. Para isso pode liberar recursos para o Projeto Xingo e para tantas outras obras importantes faça crescer o Estado, fortaleça sua administração e o coloque em boa posição eleitoral para disputar a reeleição em 2007, caso se concretize os cinco anos de Governo. Trata-se de uma especulação que tende para uma realidade natural, porque o Partido dos Trabalhadores vai utilizar de todos os truques para se manter no Planalto Central, mesmo que para isso mantenha os governadores que o ajudem nessa primeira empreitada. Aliás, já está certo que o candidato do PT para suceder Lula é José Dirceu, que deseja o apoio total daqueles que têm o comando do Estado e, conseqüentemente, os seus votos… RECORRER O deputado federal João Fontes (PT) disse que vai recorrer da decisão da Executiva Nacional do seu partido, de expulsa-lo sem passar pela Comissão de Ética. “Ninguém pode ser condenado sem ampla defesa”, disse. Segundo João é impressionante o respeito que a opinião pública tem por ele. LAMENTA João Fontes continua lamentando que o prefeito Marcelo Deda influencie o partido nas expulsões, mas sempre fica escondido. Denuncia que ele agiu dessa forma em alguns episódios do tipo e deu como exemplo a expulsão do deputado estadual Gilmar Carvalho, hoje no PV. REFERÊNCIA O prefeito Marcelo Déda (PT) acha que o deputado João Fontes não tem referência na política e se excede no jeito que está falando. Segundo Deda, um dos mais calmos parlamentares, Jorge Bittar, considerou que João Fontes chegou no “limite do razoável”. TRISTE Marcelo Deda diz que fica triste com tudo isso: “João Fontes é o único deputado federal de Sergipe, filiado ao meu partido”. O prefeito disse que gostaria que João Fontes tivesse muito bem agora e continuasse polêmico, “mas dentro da legalidade partidária”. PRENÚNCIO Ao apartear o deputado federal João Fonte (PT), em seu discurso na Câmara Federal, o seu colega Paulo Bernardo (PT-PR) anunciou a sua expulsão do partido. Bernardo desejou felicidades a João Fontes em seu novo partido, alegando que a forma de João atuar não é compatível com o Partido dos Trabalhadores. JERÔNIMO O ex-prefeito de Lagarto, Jerônimo Reis (PTB), desmente que esteja pretendendo disputar eleições municipais em outros municípios da região centro sul. Confirmou que fora convidado por lideranças políticas de dois municípios da região para disputar a Prefeitura. Nem ele e nem seu filho, ex-deputado Sérgio Reis, aceitam. TRÍPLICE O juiz de direito Cláudio Deda pode ser o novo desembargador, ocupando a vaga deixada com a morte de Antônio Góes. Cláudio já esteve presente em duas listas tríplices e se seu nome aparecer na terceira, ele é obrigatoriamente nomeado desembargador. CANDIDATOS São onze juizes que disputam a vaga por merecimento. Destes apenas três são escolhidos pelo pleno do Tribunal de Justiça, cuja lista vai para o governador que nomeia um deles. Segundo uma fonte do judiciário, o pleno deve discutir os nomes na segunda ou terça feiras, porque a maioria dos membros se encontra em Brasília. TRABALHO Há um trabalho de bastidores entre os desembargadores, mas o nome que surge com mais evidência é o do juiz Ozório Araújo. Entretanto, qualquer um deles que integrar a lista tríplice só será nomeado pelo governador, se não aparecer o nome de Cláudio Déda. SUSPENSÃO A juíza federal da 3ª Vara, em Brasília, concedeu liminar suspendendo, temporariamente, a licitação da Cehop para construção do Canal de Xingo. Acatou mandado de segurança impetrado pelo Engecorts, empresa que trabalha para a Codevasf no estudo da viabilidade, planejamento e execução da obra. ALMOÇO Na próxima terça-feira, a bancada de deputados federais do Nordeste almoça com o presidente Lula da Silva, para discutir problemas da região. Sergipe é representado por Jackson Barreto e José Carlos Machado… Jackson já está preparando uma pauta para levar à discussão. Levanta o problema do transporte na região e a abertura da Sudene. MARIETA Há comentários que a deputada suplente Marieta Falcão já está na expectativa de assumir o lugar do titular João da Graça, que pode ser cassado. Embora se comente uma ligação de Marieta com Jackson Barreto, ela já se desvinculou do deputado desde as eleições passadas. ACESSÍVEL Embora alguns deputados considerem que João da Graça será mais vulnerável à orientação do Governo, a suplente Marieta Falcão seria mais confiável. De qualquer forma João da Graça subiu muito sua cotação junto ao Palácio dos Despachos, ao apresentar o projeto que autoriza o Pronese a liberar recursos para entidades não reconhecidas de utilidade pública. Notas E-MAIL Plenário recebeu, ontem o seguinte e-mail: “estou parabenizando sua coragem no artigo sobre ‘Indústria da Locação’. Sabemos muito bem quem está por trás disso, forçando os prefeitos. Agora o mesmo está forçando Prefeituras a adquirir uma certa marca de veículos que o referido está vendendo em Sergipe”. E continua, com uma acusação: “teve até uma Prefeitura que foi orientada a adquirir uma ambulância, ano 2000, que estava no pátio da revendedora sem conseguir a venda, com um preço absurdo”. O e-mail não trás assinatura. INFONET A Infonet está divulgando os festejos juninos em Sergipe, ao vivo, através da TV-Caju, para todo o Brasil e vários paises. Com uma equipe de repórteres distribuída por todo o Estado, a InfoNet tem colocado informações na internet, que tem sido bem acessada por internautas do exterior durante 24 horas. O serviço é importante porque divulga o São João e São Pedro, que se comemora em Sergipe, colaborando com a ampliação de conhecimentos sobre o Estado, principalmente em paises de todos os continente. O número de e-mails recebido é imenso. ARTICULA Apresentar candidatos majoritários, nas eleições municipais do próximo ano, é a meta do PTB, que está ampliando os seus quadros em todo o Estado. O partido defende que o candidato a prefeito de cada cidade, pela oposição, deve ser o nome que mais soma junto ao eleitorado, depois de avaliação por pesquisa. Em Aracaju e municípios próximos, a responsabilidade é do deputado federal Jackson Barreto, que vem promovendo visitas todos os finais de semana, apesar de permanecer em Brasília de segunda a quinta-feira. É fogo Mais de 120 vereadores de Sergipe viajam, na próxima semana, a Brasília para participar de reunião da União Brasileira de Vereadores. Três ônibus já foram contratados pelos vereadores, que devem passar dois dias na Capital Federal, onde, também, escolhem a nova diretoria da UBV. A Secretaria da Comunicação reúne, hoje, os seus funcionários, para um café da manhã junino. Será farto… As comemorações continuam à noite, no Palácio de Veraneio, com outros setores e convidados da Secretaria. Os adversários do deputado João da Graça, em Gracho Cardoso, acham que se ele for cassado, será necessária segurança policial para eles. A senadora Maria do Carmo Alves retoma sua cadeira no Congresso Legislativo em setembro e outubro. O objetivo é participar ativamente das discussões sobre emendas orçamentárias e ajudar o Governo no que for possível. Desde ontem, no conjunto João Alves Filho (Siri), os festejos de São Pedro enche a principal avenida de um dos bairros mais populosos de Nossa Senhora do Socorro. Em Aracaju os festejos juninos voltam a se intensificar a partir de hoje e só deve se encerrar dia 30. A cidade de Itaporanga D´Ajuda também promete muita movimentação neste final de semana, com uma vasta programa para o São Pedro. Mas é em Capela onde se faz a festa mais original deste período junino, com a escolha do mastro e a guerra dos buscapés. Além de shows artísticos. Continua muito comentado um certo esfriamento de setores do Governo com o senador José Almeida Lima (PDT). Embora a Receita Federal não comunique, já foi reaberto o Refis para pequenas, médias e grandes empresas. O deputado estadual Garibalde Mendonça, PDT, pode ser candidato a prefeito na Barra dos Coqueiros. Ainda está observando. brayner@infonet.com.br

O texto acima se trata da opinião do autor e não representa o pensamento do Portal Infonet.
Comentários