A “Guerra Santa” pelo voto dos evangélicos

0

Na corrida por essa encorpada fatia do eleitorado, Dilma Rousseff (PT) e José Serra (PSDB) estão na frente. Eles brigam ferozmente pelo apoio das gigantes Assembleia de Deus e Igreja Universal. Ironicamente, a candidata do PV, Marina Silva, única evangélica da disputa, é quem tem mais dificuldades para costurar apoios com uma das frentes religiosas.

O maior imbróglio está na Assembleia de Deus. A igreja é dividida em duas partes – a Convenção Nacional das Assembleias de Deus no Brasil (Ministério de Madureira) e a Convenção Geral das Assembleias de Deus no Brasil (CGADB). No total, a instituição conta com 16 milhões de seguidores, sendo que a corrente majoritária, a CGABD, liderada pelo pastor José Wellington Bezerra da Costa, conta com 10 milhões. Neste campo, é o tucano José Serra quem tem vantagem, já que é amigo do pastor e contou com seu apoio no segundo turno das eleições de 2002.

De acordo com o presidente do Conselho de Comunicação da CGADB, pastor Mesquita, a Assembleia de Deus “não apoia nenhum candidato oficialmente”. Ele afirma que a ala majoritária “demonstra apoio a José Serra e proximidade com ele”. “Há uma resistência da CGADB a Dilma Rousseff, que é muito progressista e liberal em assuntos como aborto e casamento gay. Não negamos direitos a niguém. Eles [os homossexuais] têm direito de fazer o que quiserem, mas não absorvemos essas ideias e somos totalmente contrários a elas”.

A outra ala da Assembleia de Deus, conhecida como Ministério Madureira, conta com 6 milhões de seguidores e está com Dilma. Neste sábado, o deputado federal Pastor Manoel Ferreira (PR-RJ), líder da convenção nacional, organizou um evento em Brasília com fieis de diversas igrejas evangélicas para apoiar a petista, como Assembleia de Deus, Sara Nossa Terra e Igreja Universal do Reino de Deus. Segundo o deputado-pastor, o apoio à ex-ministra foi negociado e eles teriam recebido a promessa de Dilma de que um eventual governo petista deixaria questões polêmicas como a legalização do aborto e a união civil entre homossexuais para serem discutidas apenas pelo Congresso.

A escolha de Marina – Enquanto isso, a candidata do PV à Presidência, Marina Silva, não encontra apoio oficial nem mesmo na igreja à qual pertence. A verde é da Assembleia de Deus desde 1997 e, segundo a CGADB, “a igreja deveria ter amadurecimento para anunciar um apoio oficial a Marina”. Segundo representantes da convenção, a igreja poderia exigir dela um governo norteado pelos “ensinamentos cristãos”. Mas não foi isso que aconteceu.

A assessoria de Marina Silva, por sua vez, afirma que a candidata defende um estado laico e não discrimina a fé. “Marina reconhece que os evangélicos são um público a quem ela deve atenção por fazer parte dele, mas não faz um direcionamento específico para nenhum grupo religioso”.

Universal e a confusão de Dilma – A ex-ministra ganhou – mais uma vez – uma herança do governo Lula: o apoio da Igreja Universal. Com 13 milhões de fieis, a instituição apoiou Lula em 2002 e 2006. Um dos elos de Dilma com a igreja é o senador Marcelo Crivella (PRB-RJ) que, de acordo com sua assessoria, tem uma amizade “antiga e pública” com o presidente Lula. Além disso, quando defende a ideia de que o aborto deve ser tratado como questão de saúde pública, e não rejeitado por princípio, a candidata petista não se choca frontalmente com os preceitos do líder da Universal, o bispo Edir Macedo, que se diz favorável à prática em diversas situações.

Essa não é, obviamente, a posição da Igreja Católica. Nesta semana, o bispo de Guarulhos (SP), dom Luiz Gonzaga Bergonzini, defendeu o boicote à candidatura de Dilma por considerar que o PT é a favor da interrupção da gravidez. Para tentar resolver esse impasse, Lula inteveio: nomeou seu chefe de gabinete, Gilberto Carvalho, um ex-seminarista, para aproximar a petista da Igreja Católica.

Fonte: Veja

#NOTAS#

Crivella lidera briga por vaga no Senado no Rio

A liderança de Crivella, candidato da Igreja Universal do Reino de Deus, já incomoda setores da Igreja Católica. Evangélico tem 42% das intenções de votos.

Candidato à reeleição pelo Rio de Janeiro, o senador Marcelo Crivella (PRB) se mantém na liderança da corrida por uma das vagas em disputa no Senado. Segundo pesquisa Datafolha divulgada ontem, Crivella tem 42% das intenções de voto, 11 pontos à frente do ex-prefeito do Rio, Cesar Maia (DEM), com 31%.

A liderança de Crivella, candidato da Igreja Universal do Reino de Deus, já incomoda setores da Igreja Católica no Estado, preocupados em motivar os fiéis a votar em candidatos afinados com a doutrina. Mas o senador, que ontem fez corpo a corpo no calçadão de Campo Grande, Zona Oeste, garante que sua religião não influencia o eleitorado.

“Eleição não é processo religioso. Os eleitores votam em quem confiam. Enganam-se aqueles que pensam que as pessoas votam pela religião. Essa é uma ilusão de quem não conhece nada de eleição”, alertou o senador, ressaltando estar na disputa para atender a um pedido do presidente Lula.

“Eu preferia concorrer ao Governo do Estado, mas Lula me pediu que ficasse no Senado. Segundo o presidente, um senador vale mais que três governadores”, disse Crivella.

Para Cesar Maia, a pesquisa mostra que o quadro pouco mudou nos últimos três meses. “O Datafolha deu, nos dois votos, 72% de brancos, nulos, não sabe ou não respondeu. Agora, começa a campanha”, afirmou Cesar, por e-mail, fugindo da polêmica com Crivella: “Numa campanha de duas vagas não se polemiza nem se polariza. Cada candidato deve fazer a sua campanha para não perder o segundo voto do eleitor de outro”.

O ex-prefeito de Nova Iguaçu, Lindberg Farias (PT), que aparece em terceiro, com 20%, aposta na campanha de ruas e no tempo na TV e rádio, a partir de agosto, para ultrapassar Cesar e Crivella. “Sou desconhecido por até 80% dos eleitores do interior e já tenho esse patamar”, disse Lindberg.

O quarto colocado na disputa, Jorge Picciani (PMDB), que tem 12%, achou bom o resultado, por ser o menos conhecido dos quatro principais concorrentes. “Eleição é maratona e estou com fôlego para correr os 42 quilômetros”, afirmou.

Enquanto Crivella tenta evitar a mistura de religião e política, o ex-deputado estadual Carlos Dias (PT do B), que aparece com 3% das intenções de voto, aposta justamente na divisão entre fiéis. Dias, que se diz o único candidato identificado com os católicos, afirma que esse eleitor não pode dar seu voto a alguém que defenda o aborto, por exemplo. “Represento 75% do eleitorado do estado, que é católico. Só falta as pessoas saberem disso, e elas saberão”, decretou. 

Evento evangélico rende multa de R$ 5 mil a José Serra

O ministro Joelson Dias, do TSE, condenou o presidenciável tucano José Serra a pagar multa de R$ 5 mil por fazer campanha ilegal num evento religioso.

Junto com Serra, foram aplicadas, neste sábado (24), multas de mesmo valor aos pastores Cesino Bernardino, Reuel Bernardino e José Lima Damasceno.

A transgreessão aconteceu em 1º de maio, num encontro evangélico realizado em Camboriu (SC): o 28º Congresso Internacional de Missões dos Gideões Missionários.

Em representação ao TSE, o Ministério Público acusou Serra e os pastores de realizar campanha eleitoral antes de 6 de julho, prazo fixado em lei.

Num discurso proferido no encontro, Serra jactou-se de suas realizações no Ministério da Saúde de FHC e no governo de São Paulo.

Até aí, nada a opor. Mas o ministro Joelson entendeu que Serra levou ao microfone expressões que evocam o seu lema de campanha: “O Brasil pode mais”.

O candidato disse coisas como “nós vamos fazer mais” e “podemos fazer mais e melhor”. Na voz dos pastores, a campanha ganhou timbre ainda mais desabrido.

Associaram o nome de Serra à Presidência, o cargo em disputa. Declararam apoio ao tucano. Puxaram uma oração pelo êxito de Serra.

O ministro anotou que um deles, Reuel Bernardino, chegou mesmo a convocar os presentes a orar “pelo candidato que, espero, seja eleito”.

É a terceira multa que o TSE impõe a Serra. A rival Dilma Rousseff já amargou seis. Lula também foi multado meia dúzia de vezes.

Curiosamente, o encontro que resultou em nova multa para Serra fora organizado pela Assembléia de Deus. A mesma igreja que, neste sábado, entregou um pedaço de seu apoio a Dilma Rousseff.

Igualados no desrespeito à lei eleitoral que seus partidos ajudaram a aprovar no Congresso, Serra e Dilma já podem fundar uma dupla caipira: Suja e Mal lavado.

Adventistas querem mudar dia do concurso do Ministério Público

Cinco membros da Igreja Adventista do Sétimo Dia fizeram o pedido de adiamento da prova ao Supremo Tribunal Federal, pois, para eles, o sábado é considerado dia sagrado.

Marcadas para o dia 11 de setembro, as provas do concurso do Ministério Público da União (MPU) correm o risco de serem remarcadas. Isso poderá acontecer, caso o Supremo Tribunal Federal (STF) acate o pedido feito por cinco candidatos. Eles são membros da Igreja Adventista do Sétimo Dia e, para eles, o sábado é considerado dia sagrado de adoração. O grupo impetrou um mandado de segurança pedindo a mudança do dia do exame ou autorização para que lhes seja permitido fazer a prova apenas após o sol se pôr.

As inscrições são aceitas até esta sexta-feira, dia 30, no site www.cespe.unb.br/concursos/mpu2010. Taxas de R$ 50 e R$ 65. São oferecidas 594 vagas para cargos que exigem os níveis médio (salário de R$ 3.993,09) e superior (R$ 6.551,52).

O Cespe/UnB manifestou-se sobre o caso por meio de uma nota:

“Em relação ao pedido de Atendimento Especial por motivos religiosos referente ao Concurso Público para provimento de cargos e formação de cadastro de reserva para as carreiras de Analista e Técnico do Ministério Público da União (MPU), o Cespe/UnB entende que a solicitação de alteração de horário das provas por motivos religiosos só poderia ser aceita se não ferisse a Constituição e sempre diante de uma obrigação. No caso em questão, o ato de inscrever-se no concurso não é obrigatório, a inscrição e participação no concurso é uma faculdade do candidato. Assim, a inscrição é uma faculdade que se vincula a uma “norma” obrigatória, que é o edital.

Este Centro entende, ainda, que a exigência de sigilo da prova obriga a sua realização simultânea, sem que se mostre possível qualquer alteração de horário. A fixação de um novo horário, para que somente alguns candidatos realizem as provas em dia de sábado, implicaria tratamento diferenciado que fere, acentuadamente, os princípios constitucionais da isonomia e da eficiência.

A alteração de horário pretendida pelos candidatos não encontra amparo legal e viola o princípio da isonomia e o interesse público na manutenção das regras vigentes para o certame.

Além disso, não há lei no âmbito federal que determine a aplicação de provas nos moldes pretendidos pelos candidatos, isto é, em horário noturno. Some-se a isso o fato de que tal aplicação geraria uma necessidade da adequação da logística para a aplicação das provas o que acarretaria a necessidade de despesas extras.

É importante observar que este Centro aplica provas em horário diferenciado a candidatos que alegam convicção religiosa na realização de concursos destinados a provimento de cargos públicos e de exames vestibulares no âmbito do Distrito Federal, em virtude da Lei n.º 1.787, de 24 de novembro de 1997.”

Diante do Trono 13 supera expectativas

Por Júnior Fontes

No último dia 17 de julho, no Parque do Peão que fica localizado na cidade de Barretos-SP o maior ministério de louvor da América latina realizou mais uma gravação memorável. Um álbum repleto da presença de Deus, inovação e muita alegria está por vir, o nome desse novo trabalho do Diante do Trono é “Aleluia”. Um álbum com algumas regravações do próprio grupo, cânticos espontâneos com clássicos da música gospel, uma versão da canção “Revelation Song” da Kari Jobe, além das músicas inéditas.

A multidão lotou aquele lugar, que ficou pequeno pra tanta gente, segundo a PM eram mais de 100 mil pessoas dentro e fora da arena. Ana Paula Valadão participou da coreografia da música “Este é o Dia”, André Valadão cantou “Digno de Adoração” e fez um dueto com Ana Paula Valadão em “Manancial”, Israel Salazar cantou “Por Ti eu existo” e Ana Paula Nóbrega ficou com “Glória”. Destaque para música “Me Refaz”,enquanto a música é cantada são relatados testemunhos lindos que nos lembram o amor de Deus.

As atividades do dia na arena deram início às 9h, bandas de igrejas locais se apresentaram num palco paralelo,a campanha para doação de sangue e compatibilidade de medula óssea do Hospital de Câncer, bem como a entrega de donativos financeiros aconteceram conforme divulgado e anunciado intensamente. Pois é, quem foi ao evento teve a oportunidade de doar sangue e fazer um cadastro para doação de medula óssea, um belo exemplo que povo de Deus deu. A solidariedade também foi uma marca dessa gravação.

A gravação contou ainda com uma participação especial da Ludmilla Ferber, apresentação teatral, além de coreografias que é marca do grupo.

Supernanny diz que livro de Provérbios é base para educação

A educadora Cris Poli, conhecida por orientar famílias no programa de televisão Supernanny, foi a uma das palestrantes da Semana Batista 2010, no 2º Encontro de Educadores realizado na semana passada em Barueri, cidade da Grande São Paulo.

Segundo a protagonista do reality show do SBT, que já recebeu mais de 30 mil pedidos de ajuda, “as famílias cristãs estão tão perdidas quanto as que não são cristãs”. Na opinião de Cris, os princípios bíblicos – que deveriam balizar a educação – não têm sido colocados em prática mesmo em núcleos familiares cristãos. “A família precisa viver a Palavra de Deus”, destacou.

A educação, de acordo com ela, tem passado por uma fase de equilíbrio entre a rigidez e a permissividade. “Precisamos de regras e rotinas, mas sem esquecer o amor e a flexibilidade”, explicou a orientadora. “Eu me pergunto onde está a Palavra de Deus nessas famílias cristãs em coisas simples, como agradecer por uma comida e orar antes de dormir. É o beabá da educação”, relatou a instrutora que possui mais de 40 companheiras de profissão à frente de programas Supernanny ao redor do mundo.

“Se você quer saber sobre educação de filhos, pode ler o livro de Provérbios que está tudo lá. Cada pensamento de Deus está lá”, expressou. Ter voz de comando, organização, qualidade de tempo com os filhos e cumplicidade entre os pais, foram algumas dicas da superbabá que o pastor Creusi Santos, da 1ª Igreja Batista de Barueri, irá procurar passar para a sua família, que ganhará um novo integrante em breve.

“Eu não concordo muito com a perspectiva da psicologia sobre a educação das crianças. Ela tem uma visão muito legal, porque a Bíblia tem uma visão muito mais equilibrada em termos de educação”, observou.

Prestes a completar cinco anos visitando casas pelo reality, com o contrato renovado por mais um ano com a emissora de Silvio Santos, Cris Poli dedicou a Deus o que considerou como sendo uma reviravolta na sua vida.

“Estou aqui pela graça e misericórdia do Senhor. Até 2005 eu era uma educadora que trabalhava numa escola de educação cristã bilíngue. Deus ‘moveu os pauzinhos’ e me convidaram para trabalhar no SBT”, disse Cris que, em virtude do sucesso do Supernanny, passou a escrever livros e a dar palestras.

#EVENTOS#

Calinhos Félix e Álvaro Jr em Aracaju

A Igreja do Evangelho Quadrangular-IEQ realizará o Congresso Estadual da COMMEQ. O evento acontecerá nos dias 06 e 07 de agosto com a participação dos cantores Calinhos Félix e Álvaro Jr. O investimento é de R$15,00. Ligue já para: (79)8833-7033(Fábio) ou (79)3042-6073 (Deborah). Venha louvar ao Senhor! Igreja do Evangelho Quadrangular – Jardins – Av. Pedro Valadares, 999.

Confira a agenda do Final de Semana

Hibernia convida

A banda sergipana Hibernia gravará o programa “Hibernia Convida”, que é um programa de TV gravado para um canal no youtube. O programa é apresentado por Daniel Aragão. Os convidados para essa edição são: o jornalista Kleber Santos, Nana da banda Alapada, Lierte Franco ex-Hibernia e Lídia Mangueira. Dia 31 às 19h na Comunidade Presbiteriana de Aracaju-CPA (CPA – Av. Mário Jorge, 1536. Coroa do Meio).

Lucas Abreu lança CD

Lucas Abreu, cantor e compositor sergipano terá o lançamento do seu CD “Não Existe Segredo” no dia 31 às 19h30 na Igreja do Evangelho Quadrangular-Jardins.
Lucas tem 23 anos é ministro de louvor do ministério de louvor da IEQ-Jardins. Quando ainda era adolescente participou da banda Contato Direto e tocou na Banda JC 33. O seu CD tem 11 faixas que falam de adoração. o Ingresso será 1kg de alimento não perecível. Não perca!

Envie o evento de sua igreja para gleicequeiroz@infonet.com.br

Siga-nos www.twitter.com/10123GLEICE

O texto acima se trata da opinião do autor e não representa o pensamento do Portal Infonet.
Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais