A MARCA

0

Por onde andamos deixamos pegadas. Quer seja numa vereda de barro ou na dureza do asfalto, elas sempre ficam como sinais marcantes de nossa caminhada.

É, no vai e vai da vida, (vai e vai mesmo, pois não há o tão propalado vai e vem, é sempre vai e vai). A seta do tempo só aponta para frente e, é nessa direção, que todos seguimos o tempo para viver igualmente, esse, como se sabe, segue sempre rumo ao infinito.

A vida sucessivamente vai, e as pegadas, ininterruptamente, ficam. Elas são as marcas que nos acompanham e que nos superam identificando sempre a nossa passagem, ultrapassando a nossa existência, pontuando o nosso nome e as nossas atitudes além do tempo.

Elas, sim, poderão ser permanentes, nós não. Todos nós passaremos, elas remanescerão no repositório do passado a guiar ou atrapalhar o presente e abalizar o futuro, sobretudo, dos que nos sucedem.

Dar passos em boa direção, deixar boas pegadas, marcar com amor a passagem por essa vida é, sem dúvida, o ideal de felicidade e realização do ser humano.

Na sua casa, com os seus, nas suas atividades com os colegas e clientes, no dia a dia, nas mais variadas intervenções, solitárias ou coletivas, a busca deverá ser sempre em deixar boas pegadas, semear boas sementes, solidificar boas marcas, fazer o melhor…, sempre haverá condição.

Haverá naturalmente, graças a Deus é a maioria, aqueles que em sua passagem, deixarão marcas representadas em atitudes saudáveis, condutas saudáveis e, às vezes, heróicas que povoarão a eternidade, servindo de exemplo a ser seguido. A estes, convencionou-se denominar de bons. E, serão sempre lembrados, repetidos e copiados, com deferências e carinho.

Mas, fatalmente, também existirão aqueles que, teimam em pontear a sua trajetória com rastros enviesados, marcas ruins, lições a serem evitadas. Caminham no contra fluxo do bem e do bom. Pessoas que se sentem felizes em ser ante-exemplos, as suas marcas também ficam, lamentavelmente, mas nunca deveriam ser seguidas.

Tivemos recentemente, no nosso futebol, amostragem clássicas de exemplos e ante exemplos: um grande jogador, que, graças ao seu talento passou pelos maiores clubes europeu, foi por duas vezes, o melhor jogador do mundo e, de volta ao Brasil fazia parte da elite dos times deste país, no entanto, deu em pisar em falso, não foi criterioso com o seu caminhar,em pouco tempo desconstruiu a sua marca… O resultado foi pegar, de última hora, carona no primeiro time que apareceu para salvaguardar a sua subsistência como atleta, num clube bem mais modesto, descendo, assim, a ladeira imprevista do sucesso construído.

Outro, porém, de origem estrangeira, já com uma idade bem acima da média, por ter construído uma boa marca, foi contratado por um grande clube brasileiro e, até mesmo antes de jogar já é um ídolo, não somente por seu talento, mas, também por coisas simples como: sorrir sempre, não é insubordinado, não é afeito bebedeiras e baladas inconseqüentes, é disciplinado e respeitoso com os colegas, adversários, dirigentes, torcedores, árbitros… Nunca foi expulso é o que podemos afirmar com facilidade um jogador que todo clube gostaria ter no seu plantel.

Se você tivesse o poder de contratar um atleta quem você escolheria? Aquele turrão que vive de favor, sendo amparado por este ou aquele time, mas que sempre está envolvido em bebedeira e por isso falta aos treinos, é desobediente com a dieta esportiva, com a disciplina, é falastrão, diz o que vem a cabeça sem usar o filtro do bom senso e da educação, se acha, enfim, o melhor do mundo e, acredita que esta fase nunca passa?

Ou aquele que, também de idade já um pouco além do normal é um ponto de equilíbrio dentro do time, que não ingere refrigerante e nem come certos alimentos para não interferir no seu peso e, no seu desempenho, é modesto e sereno em suas declarações, valoriza e não se sente diminuído em elogiar seus companheiros, treinador e a equipe? A escolha é sua. E, não tenho dúvidas, a escolha será sempre por aquele que agregue paz, amor, humildade e, comprometimento. São estes os caminhantes que todos queremos. Que seja no futebol ou no casamento, no trabalho ou no governo…

Seja qual for a sua função/profissão ou profissão/função sempre procuramos por aqueles que deixaram boas pegadas, construíram boas marcas, semearam boa semente.

PENSE ASSIM, DÊ PASSOS FIRMES, DEIXE BOAS MARCAS

O texto acima se trata da opinião do autor e não representa o pensamento do Portal Infonet.
Comentários