Aborto, pantomima e politicagem

0

 

 

A polêmica sobre o aborto, que virou pantomima na campanha do segundo turno para presidente da República, ganhou espaços na mídia sergipana. Na quarta-feira da semana passada  o líder do governo na AL, Francisco Gualberto, fez veemente pronunciamento condenando ações da Igreja Católica. “Não podemos criar, no Brasil, o universo dos tocáveis e dos intocáveis” – discursou o deputado estadual. E acrescentou que, no passado, a Igreja Católica praticou a Inquisição e a venda de indulgências, atos que não são mais aceitos.

 

Em sua edição do final de semana o Jornal da Cidade publicou matéria assinada por Janaína Cruz, na qual lideranças religiosas analisam a questão do aborto. O pastor Ricardo Carvalho, da Comunidade Presbiteriana de Aracaju expôs a posição daquela Igreja. Júlio César Góis, presidente da Federação Espírita de Sergipe, pronunciou-se pelos kardecistas. Mas quem falou, o tempo inteiro, sobre o assunto, defendendo a posição da Igreja Católica, foi o bispo auxiliar, Dom Henrique Soares. O natural, o lógico, seria que falasse pelos católicos o Arcebispo de Aracaju, Dom José Palmeira Lessa. Não foi isso que ocorreu. Só para lembrar, na sexta-feira (08.10), o governador Marcelo Déda fez uma visita aos prelados de Aracaju, Estância e Propriá. Na matéria citada acima, do JC, o bispo auxiliar de Aracaju classifica o pronunciamento de Francisco Gualberto como “desastrado e sem articulação alguma.”

 

E com o apoio de pessoas, como Dom Henrique os tucanos aproveitaram para transformar o segundo turno numa espécie de “Guerra Santa”.  Mas, o que está por trás mesmo é a chamada “Elite Religiosa”, que esta tomando partido e querendo impedir a vontade da grande maioria da nossa população de escolher o próximo presidente. Como se vê, três bispos da Igreja Católica do Estado de São Paulo e que fazem parte da diretoria de uma regional da CNBB, encomendaram 20 milhões de panfletos ao valor de R$ 3.000,00 a cada 100 mil panfletos produzidos. Vale ressaltar, que esse valor multiplicado pela quantidade de exemplares encomendados totaliza o valor de R$ 600.000,00. Fica a pergunta: Quem será que esta financiando os panfletos? Será que tem algum candidato por trás disso ou será que esta saindo das doações que os pobres fieis depositam nos templos espalhados pelo Brasil e que, na grande maioria, tira do seu sustento para contribuir para a manutenção e bom funcionamento das Igrejas?

 

É preciso que a sociedade consciente, independente de religião, fique indignada com essa pouca vergonha. Com certeza os católicos conscientes, não aprovam o que vem ocorrendo e esperam  que a justiça eleitoral tome providências punindo os que querem implantar em nosso país uma política de favorecimento das classes mais ricas e que pretendem entregar o patrimônio ao capital estrangeiro, como é conhecimento de todos.

 

Como se vê, a separação Estado/Igreja, presente já na primeira constituição republicana, só existe mesmo no papel. O resto é, mesmo, pantomima e politicagem barata.

 

Gráfica de tucana fez panfletos anti-PT

A Polícia Federal apreendeu ontem, por determinação da Justiça Eleitoral, cerca de 1 milhão de panfletos que pregam voto contra o PT devido à posição favorável à descriminalização do aborto.A gráfica que imprimia os jornais pertence à irmã do coordenador de infraestrutura da campanha de José Serra (PSDB), Sérgio Kobayashi.Arlety Satiko Kobayashi é dona de 50% da Editora Gráfica Pana Ltda, localizada no Cambuci, na capital paulista.A empresária é filiada ao PSDB desde março de 1991, segundo registro do TSE (Tribunal Superior Eleitoral).O ministro do TSE Henrique Neves concedeu liminar para a apreensão dos panfletos atendendo a representação do PT para apuração de crime de difamação. O partido também pede investigação sobre quem pagou a impressão do material. (FSP).

 

Hipocrisia

O mais engraçado é que alguns que fazem parte da chamada “elite religiosa” não debatem temas importantes como a pedofilia. Se escondem porque em muitos casos, alguns deles moram com seus “sobrinhos”, numa total hipocrisia. Aliás, este espaço já recebeu a relação dos “religiosos” que moram com “sobrinhos”. Mas vai deixar para depois da eleição para aprofundar o debate.

 

Investigações eleitorais

Informações dos bastidores da PF em Sergipe, dão conta que para o órgão ainda não acabou a campanha estadual. As investigações continuam e em breve, pelo menos um processo, será encaminhado a Procuradoria Regional Eleitoral comprovando o abuso do poder econômico. Parece que os técnicos da PF conseguiram recuperar dados importantes com algumas listas que comprovam o abuso do poder econômico, através da boca de urna.

 

Governo e os meios de comunicação I

O blog sempre defendeu um relacionamento correto e sem barganhas do governo estadual com os meios de comunicação. E este governo fez justiça acabando com contratos históricos que envolviam, não a publicidade governamental, mas a barganha e os interesses empresariais.

 

Governo e os meios de comunicação II

Os contratos devem existir com preços justos e de acordo com o potencial de cada veículo de comunicação. Sem privilégios, principalmente porque os veículos, em sua grande maioria estão em mãos da classe política.  Concessão pública não devia estar nas mãos dos políticos. O blog defende uma relação correta, justa e sem exploração do governo com os veículos de comunicação.

 

Aliado queria apostar em João Alves

E o governador já tem conhecimento que um aliado dele, que foi eleito deputado federal, no dia da eleição, ligou para um renomado advogado sergipano e queria apostar de qualquer jeito na vitória de João Alves. O advogado não aceitou a aposta. O aliado foi esperto em um dos municípios com forte base eleitoral chegou a “vestir” a camisa de Déda, mas no resto do estado, foi só “madeira” em Déda através de suas lideranças.

 

Técnico na saúde

Parece que tem gente fazendo “ouvido de mercador” no recado dado pelo governador reeleito, Déda, que anunciou que o secretário da saúde será um técnico sem pretensões políticas alguma. Ou seja, descartou qualquer deputado ou liderança política. Mas parece que tem gente que não escutou e já está fazendo lobby através da imprensa.

 

Militares

Quem ouviu as entrevistas do capitão Samuel, deputado eleito e do advogado, Márlio Damasceno, no programa de George Magalhães na FM Liberdade na última sexta-feira notou o equilíbrio dos dois antes do julgamento dos militares (eles ganharam) criticando, mas sem direcionamento pessoal. Lamentavelmente o sargento Vieira, voltou a criticar apenas o governador reeleito e acabou parecendo que a questão com Déda e pessoal. Vieira é um excelente militar e precisa agora lembrar que é preciso avançar. Seguir em frente na luta da categoria sem questões pessoais.

 

Determinação judicial

a Prisão do Sargento J. Ailton em Ribeira do Pombal está causando fortes dores de cabeça em algumas autoridades policiais em Sergipe. Enquanto Floro Calheiros e os pistoleiros que tentaram matar Luiz Mendonça e o PM que fazia sua segurança estão soltos, uma autoridade se desloca na calada da noite para Bahia para conduzir um PM acusado de venda de armas, sem determinação judicial.

 

Bastidores da SSP

Informações da SSP dão conta que o coronel Iunes saiu de férias e não volta mais para o cargo.  Segundo informações de bastidores  a crise se instalou quando, no período das eleições, a cúpula da SSP retirou policiais militares das escalas de policiamento para ficarem a disposição de políticos para fazerem campanha e a segurança dos mesmos, tudo isso oficiosamente. Iunes colocou seu cargo a disposição, assim como o coronel Jackson, comandante do 1º batalhão. E falam também que o ex-comandante Hélio Silva quer emplacar o futuro comandante da PM. É mole?

 

Sergipe e os esportes I

Deu na coluna de Luiz Eduardo Costa, no Jornal do Dia: Nos últimos anos Aracaju tem sido palco de competições esportivas das mais diversas modalidades. Um trabalho eficiente realizado pela equipe do secretário Mauricio Pimentel, tem conseguido atrair competições nacionais e até internacionais para Aracaju.

 

Sergipe e os esportes II

Agora, realiza-se o campeonato Norte-Nordeste de natação. No parque aquático do Batistão, as competições estão sendo assistidas por uma multidão de jovens. Pena que para essas competições a mídia não reserve, pelo menos,  uma fatia de largo espaço que sempre destina ao nosso capenga futebol.

 

Neutralidade I

O Partido Verde resolveu, em convenção extra levada a efeito ontem em São Paulo, manter posição de neutralidade no segundo turno da eleição para presidente da República. Marina Silva, que obteve 20 por cento dos votos na primeira rodada, afirmou que essa é a posição que mais favorece o país e que uma dualidade destrutiva tomou conta do processo eleitoral.

 

Neutralidade II

Outro exemplo de neutralidade é a capa da revista VEJA desta semana. Sem comentários.

 

Grande candidata

“Não tenho informação porque não foi eu quem fez meu plano de governo. Já estava pronto.” Weslian Roriz, candidata ao governo do Distrito Federal pelo PSC.

 

Zélia Gattai

No http://clovisbarbosa.blogspot.com/,  em grandes personagens, a escritora Zélia Gattai.

 

Esgotamento sanitário em Umbaúba I

Na próxima segunda, 25, o prefeito de Umbaúba, professor Anderson Fontes Farias (PT), estará recebendo das mãos do presidente da DESO, Max Montalvão, o projeto para as obras de esgotamento sanitário do município. A solenidade vai acontecer às 9h, em frente à sede da prefeitura. “Fizemos questão de marcar um ato público para essa entrega porque se trata de uma das mais importantes ações já realizadas em Umbaúba, pois ataca a maior demanda municipal que é o esgoto”, ressaltou.

 

Esgotamento sanitário em Umbaúba II

Segundo Professor Anderson, a Deso fez o projeto para o município, que representou uma despesa de pouco mais de R$ 150 mil. “Jamais teríamos este recurso. Sem essa parceria não haveria possibilidade de captar o dinheiro para a obra. Esse ato também serve para agradecer ao presidente Max Montalvão, que atendeu um pleito antigo do município”, frisa o prefeito. Professor Anderson disse que na mesma solenidade fará a entrega do projeto para a Fundação Nacional de Saúde (Funasa), que irá analisá-lo e, posteriormente, autorizar a liberação dos recursos. De acordo com o prefeito, mais de R$ 2 milhões já estão assegurados para início da obra.

 

Agradecimento

Na seção de quarta feira dia 13 de outubro o Vereador Albertino Franco, agradeçeu os votos que a população riachoense deu ao atual Governador Marcelo Deda cerca de 67.5% dos votos validos. “O Povo reconheceu que Riachão, como Sergipe ganhou muito com Deda, são várias obras que vai tornar o nosso Estado mais moderno, e para o Brasil continuar crescendo vamos visitar cada casa e falar com cada eleitor dizendo da necessidade de eleger um Presidente amigo do governador, para ajudar ainda mais o nosso Riachão e o estado de Sergipe”.      

 

2º Concurso Fotográfico do sistema CNA/SENAR

Estão abertas as inscrições, até o dia 29/10/10, para o 2º Concurso Fotográfico do Sistema CNA/SENAR. Os participantes deverão utilizar a linguagem fotográfica para retratar o seguinte tema: “PESSOAS QUE DÃO VIDA AO CAMPO”.Serão escolhidas 24 fotos, divididas em dois tipos de premiações diferentes. As 12 melhores fotos receberão premiação em dinheiro, no valor de R$ 2.000 (dois mil reais). As outras 12 fotos escolhidas receberão Menção Honrosa pela participação. Em caso de dúvidas, consulte o regulamento.As regras e prazos podem ser consultados atravÉs do site: www.canaldoprodutor.com.br.

 

CTB tem lado – Com os trabalhadores para o Brasil Avançar nas Mudanças

 O Sindicato dos Gráficos de Sergipe (SINDGRÁFICO) participou na ultima quinta feira (14/10/2010) da reunião de mobilização do Comitê dos Trabalhadores – Pró DILMA 13 Presidente, organizado pela Central dos Trabalhadores e Trabalhadoras do Brasil – Seção Sergipe (CTB/SE). A reunião teve como objetivo tirar uma agenda de mobilização e atividades que pretende dar maior volume a campanha de Dilma, para ampliar a vitória em Sergipe e reverter à derrota sofrida por Dilma em Aracaju no 1° turno.

 

Comitê foi organizado no 1º turno

O Comitê dos Trabalhadores foi organizado no 1º turno das eleições, no momento a CTB/Se e os seus sindicatos filiados tiraram o apoio ao então candidato a reeleição o governador Marcelo Déda, a Dilma Presidente e os candidatos ao senado Valadares e Amorim e da candidatura a Dep. Federal de Adval (PCdoB). No ato de lançamento do comitê dos trabalhadores esteve presente o governador Déda e o senador Amorim.

 

Eleições no Sergipe

O interventor/dirigente máximo do Sergipe, na atualidade, professor Ari Resende, declarou, ontem, que ainda não está fixada uma data para a realização do pleito no clube rubro, que acaba de completar 101 anos de existência. Ari Resende afirmou que considera o Dr. Carlos Alberto Mendonça, ex-presidente da UNIMED, um ótimo nome para presidir o Mais Querido.

 

José Eugênio

O “decano” da imprensa sergipana, José Eugênio de Jesus, completa, hoje, 92 anos. Ainda em plena atividade, exerce, atualmente, a presidência da Associação Sergipana de Imprensa.

 

PELO BRASIL

 

Salário mínimo

O relator do projeto que vai reajustar o salário mínimo a partir de primeiro de janeiro de 2011 aguarda, tão somente, o parecer da Receita Federal para definir o  percentual de reajuste para os trabalhadores do país.

 

Parcerias

A Câmara dos Deputados tem desenvolvido uma interessante política de parceria com entidades da sociedade civil, visando a fortalecer a participação popular no processo legislativo. Conferências temáticas nacionais têm sido levadas a efeito justamente com o sentido de propiciar uma maior participação do povo nas decisões do Congresso Nacional.

 

PT E DEM unidos

Os dois partidos estão somando esforços no sentido de promover uma reestruturação nos correios.

 

Crédito para a educação

Medida provisória em tramitação na Câmara Federal dispõe sobre abertura de crédito especial no valor de 968 milhões de reais para a EDUCAÇÃO.

 

Armando Nogueira e Carlos Castelo Branco

Dois dos maiores jornalistas do Brasil estão sendo homenageados no Rio de Janeiro. Duas ruas localizadas no Recreio dos Bandeirantes foram batizadas com os nomes de Armando Nogueira, jornalista e cronista esportivo, e de Carlos Castelo Branco, jornalista e analista político. Os respectivos decretos já foram publicados no Diário Oficial do Município do Rio de Janeiro.

 

Exploração sexual

A exploração sexual de crianças e adolescentes não diminui, em nosso país. Levantamento realizado pela Polícia Rodoviária Federal em parceria com outras entidades aponta os estados campeões nesse vergonhoso ranking: 5) Goiás; 4) Minas Gerais; 3) Bahia; 2) Rio Grande do Sul e finalmente 1) Paraná, o líder absoluto. Fonte – Polícia Rodoviária Federal, Presidência da República, OIT e Childhood Brasil.

 

Jornalismo é bem público

A Federação Internacional de Jornalistas, no decurso da conferência “Ação Agora”, realizada em Genebra, na Suiça, defendeu a tese de que o jornalismo é um bem público.

 

Concessões de rádio e TV

61 políticos eleitos são proprietários de emissoras de rádio e televisão, ou seja, são concessionários desse serviço público. Dois deputados que são proprietários de emissoras integram a Comissão de Comunicação da Câmara Federal, que aprova as renovações de concessão de rádio e TV. São eles Antonio Bulhões (PRB-SP) e Arolde Oliveira (DEM-RJ).

 

Feriadão

 O segundo turno para presidente será realizado no dia 31 de outubro, um domingo, dentro de mais um feriadão, vez que o dia 2, terça-feira, dia de finados, é feriado. Segundo pesquisa do DATAFOLHA, 52 por cento dos eleitores ouvidos afirmaram que têm o costume de viajar em feriados prolongados, mas 97 por cento declararam que vão votar no segundo turno, no dia 31.

 

Cruzeiro continua líder

Mesmo tendo perdido por 2 X 1 para o Grêmio de Porto Alegre, o Cruzeiro de Belo Horizonte continua na liderança do Brasileirão, tendo em vista os resultados (empates) do Fluminense e do Corinthians, em seus jogos. O Cruzeiro tem 54 pontos, o Fluminense, 53 e o Corinthians, 50.

 

Inconstitucionalidade

A OAB nacional planeja arguir a inconstitucionalidade, junto ao Supremo Tribunal Federal, da Medida Provisória 507, que versa sobre o sigilo fiscal.

 

TST define lista

O Tribunal Superior do Trabalho acaba de definir a lista tríplice que será encaminhada ao presidente da República, para a escolha de um nome que deverá suprir a vaga do sergipano Simpliciano Fontes de Farias Fernandes. Os integrantes da lista são Luís Carlos Moro (São Paulo), Delaíde Alves Miranda Arantes (Goiás) e Adriano Costa Avelino (Alagoas).

 

Carta da OAB

O principal tema a ser tratado na Carta aos Brasileiros que será enviada ao sucessor do presidente Lula é a reforma político-eleitoral.

 

Regime e sistema I

A ciência política nos ensina a distinção entre regime e sistema. Como exemplos de regimes, podemos citar a Monarquia e a República. De outra parte, Parlamentarismo e Presidencialismo são sistemas. O Reino Unido, formado por quatro países – Inglaterra, Escócia, País de Gales e Irlanda do Norte, é uma monarquia parlamentarista.

 

Regime e sistema II

Vários países, dentre os quais os Estados Unidos e o Brasil, são repúblicas presidencialistas. No parlamentarismo, sistema de governo representativo, os poderes executivo e legislativo são independentes. O governo é formado por membros do parlamento eleito e formalmente responsável perante este. No parlamentarismo, há a figura do chefe de estado e a do chefe de governo. Já no presidencialismo, o presidente é, também, chefe de governo, isto é, responde pelo poder executivo. Para completar, vale frisar que nos regimes não-democráticos, o presidente é na realidade um autocrata, em geral apoiado pelas forças armadas e sustentado por uma combinação de força, corrupção e fraudes eleitorais.

 

Nobel da Literatura

 Importante intelectual e militante político, o escritor e jornalista peruano conquistou o prêmio Nobel de Literatura mesmo sem se enquadrar no perfil de esquerda que tem sido o favorito nas escolhas da Academia Sueca. Sempre disponível para falar à imprensa, Mario Vargas Llosa, 74 anos, tem na jovialidade e na cortesia suas principais características. O autor peruano é o quarto sul-americano a vencer o mais cobiçado prêmio literário do mundo. Em ordem cronológica, os quatro ganhadores da América do Sul foram: 1940 – a poeta Gabriela Mistral, chilena; 1971 – o poeta chileno Pablo Neruda; 1982 – O colombiano Gabriel Garcia Márquez e 2010 – Mario Vargas Llosa, peruano. Como se observa, o Brasil ainda não teve um escritor laureado. A conquista de um prêmio NOBEL ainda não passa de sonho para os brasileiros. Observação interessante: a maioria da população pronuncia NÓBEL. Mas o correto é NOBEL.

 

 

ESPECIAL

 

Surpresa na magistratura – Eliana Calmon propõe criar um código de ética

 

Editorial do jornal O Estado de S.Paulo do último domingo (17/10) fala sobre a proposta de criação de um código de ética para a magistratura da nova corregedora nacional de Justiça, Eliana Calmon. Segundo o texto, a ideia vem despertando surpresa no meio forense, já que muitos ministros consideram como suficiente a Lei Orgânica da Magistratura.

 

“Muitos juízes das instâncias inferiores têm o mesmo entendimento. Para a corporação, o código de ética seria desnecessário, pois a Lei Orgânica da Magistratura já conteria as medidas necessárias para assegurar a moralidade na Justiça”, diz o texto.

 

A iniciativa de Eliana Calmon vem na esteira do julgamento de Joaquim Roriz, ex-candidato ao governo do Distrito Federal. Ele tentou impedir o Supremo Tribunal Federal de condená-lo tendo como base a Lei da Ficha Limpa.

 

Leia a íntegra do editorial do Estadão:

 

“Numa iniciativa inédita, a nova corregedora nacional de Justiça, Eliana Calmon, que está no cargo há apenas um mês, propôs a criação de um código de ética para a magistratura. O que a levou a apresentar a proposta foi a estratégia montada pelo ex-candidato ao governo do Distrito Federal Joaquim Roriz para tentar impedir o Supremo Tribunal Federal (STF) de condená-lo com base na Lei da Ficha Limpa. Aprovada há seis meses, a lei proíbe políticos condenados por tribunais de segunda instância de disputar cargos eletivos.

 

Como teve sua candidatura impugnada pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE), por já ter sofrido condenação por órgãos colegiados da Justiça, Roriz recorreu ao Supremo, alegando que as sanções previstas pela Lei da Ficha Limpa só poderiam começar a ser aplicadas a partir de 2012. Segundo ele, o Legislativo não poderia aprovar leis eleitorais em anos eleitorais. Desde o início do julgamento de seu recurso, já se sabia que a mais alta Corte do País estava dividida nessa matéria. Para levar o STF a decidir a seu favor, Roriz tentou contratar o advogado Adriano Borges, genro do ministro Ayres Britto, que sabidamente defendia a tese de que a Lei da Ficha Limpa teria aplicação imediata, o que obrigaria o ministro a se declarar impedido de votar. Com isso, Roriz teria seu recurso aprovado por 5 votos contra 4.

 

O julgamento terminou empatado em 5 votos a 5 e a estratégia de Roriz não deu certo porque ele e o genro de Britto não teriam chegado a um acordo sobre o valor dos honorários. A conversa foi gravada pelo ex-candidato e a fita, que foi entregue à Procuradoria-Geral da República, mostra que Borges negociava com Roriz o impedimento de seu sogro na votação, em troca de um “pró-labore” de R$ 4,5 milhões. Informado do fato, Ayres Britto imediatamente pediu ao presidente do STF, Cezar Peluso, que abrisse rigorosa investigação. E, dois dias depois, seu genro, que vinha atuando em 68 causas no TSE e 11 no STF, anunciou que não irá mais advogar nessas cortes.

 

O caso teve ampla repercussão nos meios jurídicos. A seccional da OAB em Brasília abriu um processo disciplinar contra Borges. E, tanto na entidade e no Ministério Público como na imprensa, voltou-se a discutir o conhecido problema de conflito de interesses criado pelos advogados que atuam nos tribunais onde parentes próximos são ministros. Pelos cálculos da OAB/DF, há mais de 20 parentes de ministros que advogam no Tribunal Superior do Trabalho (TST), no Superior Tribunal de Justiça (STJ), no TSE e no STF. Pelo menos três dos escritórios mais movimentados de Brasília pertencem a filhos de ex-presidentes do Supremo. Esses escritórios, que cresceram quando os pais-ministros ainda estavam na ativa, são procurados especialmente por empresas que discutem grandes valores nos tribunais superiores.

 

Evidentemente, muitos ministros do TST, do STJ, do TSE e do STF se opõem à criação de um código de ética para a magistratura e à imposição de medidas legais mais severas para restringir a atuação dos chamados “advogados-parentes”. Para esses ministros, já basta o dispositivo do Código de Processo Civil que proíbe advogados de entrar no meio de processos em tramitação, para impedir um magistrado de julgá-los. Muitos juízes das instâncias inferiores têm o mesmo entendimento. Para a corporação, o código de ética seria desnecessário, pois a Lei Orgânica da Magistratura já conteria as medidas necessárias para assegurar a moralidade na Justiça.

 

Por isso, a proposta de criação de um código de conduta para a magistratura formulada pela ministra Eliana Calmon causou surpresa nos meios forenses. Ela quer que o CNJ aprove o quanto antes uma resolução sobre a matéria. Desde que assumiu a Corregedoria Nacional de Justiça, no dia 8 de setembro, Eliana Calmon concedeu várias entrevistas criticando a desenvoltura dos advogados-parentes nos tribunais superiores e afirmando que a Lei Orgânica da Magistratura não basta para contê-los. Sua iniciativa, até agora, só foi endossada pelo ministro Ayres Britto.”

 

Blog no twitter: www.twitter.com/BlogClaudioNun

 

Frase do Dia

“O diabo pode citar as Escrituras quando isso lhe convém”. William Shakespeare.

O texto acima se trata da opinião do autor e não representa o pensamento do Portal Infonet.
Comentários