ACADEMIA REVERENCIA OS 200 ANOS DA FACULDADE DE MEDICINA DA BAHIA

0

A Academia Sergipana de Medicina promove nesta segunda-feira, 16 de outubro, no auditório da SOMESE, solenidade especial em comemoração ao  Dia do Médico.

    

 

Dr.Thomaz Cruz

Na oportunidade, o Prof.Dr.Thomaz Cruz, sergipano radicado na Bahia, endocrinologista ilustre e proprietário do Laboratório Leme, na vizinha cidade de Salvador, vai proferir conferência magna destacando os 200 anos de fundação da Faculdade de Medicina da Bahia e sua contribuição para a medicina sergipana.

   

Como se sabe, até meados do século XX os sergipanos que desejavam ser médicos tinham que se deslocar para Salvador, cidade mais próxima, para estudar na Faculdade da Medicina da Bahia. A Faculdade de Medicina de Sergipe somente veio a ser fundada em 1961.

Nomes como Benjamin Carvalho, Osvaldo Souza, Alvaro Santana, Ítala Silva, Antonio Garcia, Silvio César Leite, Gileno Lima, e muitos e muitos outros, graduaram-se médicos pela vetusta faculdade do Terreiro de Jesus.

 

Nesta  mesma solenidade, os médicos Eraldo Lemos, José Augusto Bezerra, Jacy Meirelles Carvalho e Adelmar Reis serão homenageados pela entidade, pela contribuição prestada para o desenvolvimento da prática médica em terras de Felisbello Freire.

Eraldo foi clínico e destacado líder de classe, dele se sabe que comandou a primeira greve dos médicos de Sergipe e que criou o primeiro esboço de um plano de saúde, na década de 50, ao lado de Antonio Garcia. Ambos inconformados com a dificuldade que as pessoas tinham para obter assistencia médica, propuseram que a partir de uma pequena contribuição mensal, elas poderiam ter acesso a um atendimento mas eficiente e ágil. Áquela época, a medicina era bem menos sofisticada e internamento em hospital era exceção. José Augusto e Adelmar foram brilhantes cirurgiões e formaram uma geração de exímios profissionais. Jacy exerceu a pediatria ao lado do esposo e médico Paulo Carvalho e teve uma importancia fundamental na disseminação dos conhecimentos de puericultura, formando equipes multidisciplinares para a assistencia integral à saúde da criança. Com o marido, montaram a primeira clínica pedátrica privada do Estado, que funcionava no Parque Olímpio Campos.

Com essa iniciativa, a Academia Sergipana de Medicina, sob o comando da Dra.Deborah Pimentel, faz uma justa homenagem à Faculdade de Medicina da Bahia, que em 2008 comemora seu bi-centenário de fundação. É mais uma extraordinária ação da entidade sergipana que mais promove, reverencia, homenageia e resgata a história da nossa medicina, cumprindo assim a sua nobre tarefa. 

 

Por Lúcio Antonio Prado Dias, da Academia Sergipana de Medicina, da Associação Sergipana de Imprensa e do Instituto Histórico e Geográfico de Sergipe.

Comentários