Acesso não-motorizado ao Shopping Jardins

0

O blog abre um debate interessante sobre o acesso ao Shopping Jardins por pessoas não-motorizadas. É algo que passa despercebido para quem vai de carro, mas afeta em muito centenas de pessoas. O texto foi enviado pelo arquiteto César Matos e Silva. Confira: Quando queremos fazer críticas ao nosso modelo de sociedade urbana baseado apenas no automóvel individual, temos à disposição uma grande variedade de exemplos, muito embora uma boa parte dos cidadãos, de modo geral, não vê problemas no automóvel inutilizar espaços urbanos, tirando-os dos pedestres, além de causar engarrafamentos e poluir o ambiente.

 

No Shopping Jardins podemos ver como o planejamento do espaço privilegia o acesso dos visitantes, potenciais clientes, com automóvel. Quem vai de bicicleta precisa dar uma volta inteira no shopping para estacionar seu veiculo em um bicicletário localizado no lado oposto aos principais acessos viários, as avenidas Pedro Valadares e Silvio Teixeira. Existe a proibição de estacionar bicicletas em qualquer outro espaço do estacionamento. Está correto o centro comercial ao oferecer um bicicletário com segurança, mas sua localização não precisa ser tão distante e incômoda para quem se utiliza de um veículo a propulsão humana, como a bicicleta. Se atentarmos para o fato de que aproximadamente dez ou mais bicicletas cabem em uma única vaga de automóvel, a explicação para “esconder” a bicicleta, banindo-a para os fundos do shopping, não pode ser a falta de espaço.

 

Outro problema vivem aqueles que vão a pé ou de transporte público. Ao lado do principal acesso do shopping está localizado o ponto de ônibus, mas tiveram a brilhante idéia de instalar um portão com apenas um metro e meio de largura, aproximadamente, que deve ser vencido subindo dois degraus, além de ter duas barras de ferro para impedir a saída de carrinhos de supermercado. Quando uma grande quantidade de pessoas desembarca do ônibus, o fluxo é tão grande que ocorre certo “engarrafamento” naquele portão, onde há espaço para apenas duas pessoas por vez. Quando outras pessoas querem ao mesmo tempo, no contra-fluxo, sair para a calçada para embarcar no ônibus, então temos uma confusão total. Para cadeirantes ou pessoas idosas, nem pensar.

 

Desde sua inauguração, o shopping já sofreu diversas reformas, mas em nenhum momento se pensou em corrigir isto. Ou, ao que me parece, os administradores do centro comercial inacreditavelmente não conhecem este problema, embora seja visível a todos. Acredito ser necessário aqui ressaltar que, embora seja um espaço privado, o shopping é de acesso público, mesmo que restrito e controlado por uma instância privada, cujos interesses estão meramente ligados ao consumo. Esta nossa preocupação com a acessibilidade pública deve existir tanto nos espaços privados como públicos. Já basta termos um bairro Jardim de Concreto, onde não há espaço para pedestre.

 

Enviei ao Shopping Jardins em abril deste ano, ou seja, há quatro meses, um comentário sobre estas duas questões (o bicicletário mal localizado e o portão principal subdimensionado), tanto através de seu site, como por escrito, na recepção – mas não obtive nenhuma resposta. Apenas por minha insistência e iniciativa eu recebi uma resposta há duas semanas, finalmente. Mas foi uma resposta vaga, sem objetividade, o que me levou a concluir haver desinteresse do Shopping Jardins por aqueles visitantes não-motorizados. Posso estar equivocado e por isso coloco a questão publicamente. (César Matos e Silva, arquiteto).

 

Culpa não é de Almeida e sim do MPF

O Ministério Público Federal em Sergipe (MPF/SE) instaurou ontem, 4, um procedimento administrativo por perturbação pública causada pelo candidato a prefeito de Aracaju Almeida Lima, conduta vedada pelo artigo 243 do Código Eleitoral. O despacho de instauração do procedimento é assinado pelos procuradores da República Bruno Calabrich e Eduardo Pelella, este último na qualidade de procurador-chefe em exercício. Tudo por conta da caminhada realizada na quinta-feira, 03, cujo barulho interrompeu o expediente da Procuradoria.

 

Pimenta nos olhos dos outros é refresco…

Há muito tempo esse espaço vem pedindo providencias para o barulho ensurdecedor dos trios elétricos e carros de som, que não deixam várias pessoas trabalharem. No centro da cidade é impossível trabalhar direito. Já nos finais de semana, quem mora próximo a orla não tem um momento de descanso. Agora o MPF abre procedimento administrativo porque atingiu porque o barulho “atingiu” literalmente, seu “telhado”. O que os procuradores e servidores do MPF sentiram na quinta, diversos aracajuanos sentem diariamente e não têm a quem recorrer. Ou seja, é aquele ditado, pimenta nos olhos dos outros é refresco…

 

Sobre pesquisas eleitorais

Este espaço tem uma posição definida sobre pesquisas eleitorais por isso está evitando divulgar as mesmas. São vários questionamentos. Porém, por dever de justiça informa que a pesquisa do Ibope (contratada pela TV Sergipe) não foi realizada por telefone, como tenta passar parte da mídia desinformada, e sim pessoalmente com 602 entrevistados. Sobre o resultado é muito cedo para qualquer análise mais definida sobre o quadro em Aracaju. O Ibope informou que as pesquisas por telefone foram feitas através de contrato de outros clientes para monitoramento interno de suas campanhas.

 

Veículos da Defensoria Pública

Um assessor do governador vai sugerir que Marcelo Déda dê uma passada em frente a praça da Bandeira e dê uma olhada no estacionamento da Defensoria Pública. Vai ver que todos os veículos têm adesivos de candidatos a vereador, mas de Edvaldo Nogueira nada…Apenas um solitário, que depois o blog conta de quem é… Governador acorde, depois o blog vai relembrar um episódio da eleição de 2006…

 

Candidato do PV pode deixar campanha de Almeida

Cresce a insatisfação dos candidatos proporcionais da coligação do candidato Almeida Lima. Há fortes indícios de que a falta de atenção do majoritário com os candidatos proporcionais provoque mais baixas na base de apoio. O próximo a se afastar da campanha do majoritário será o candidato do PV Abelardo Neto. Abelardo Neto é o candidato do PV com mais fortes chances de se eleger.

 

200 anos do Ministério da Fazenda

Na próxima semana será comemorado  o Bicentenário do Ministério da Fazenda. No dia 10, quarta-feira, o professor Ricardo Lacerda, da Universidade Federal de Sergipe, fará palestra sobre a participação de Sergipe na Economia brasileira. Na oportunidade, também será lançado o selo comemorativo aos 200 do MF. A solenidade está marcada para o auditório do Banco do Brasil, na praça general Valadão. Um dica para os interessados: na terça-feira, dia 9, às 3 horas da tarde, será apresentado um vídeo sobre a chegada da família real ao Brasil e o surgimento do Ministério da Fazenda. O convite foi feito por Ana L”amour, da assessoria de Comunicação Social do MP. Os interessados podem ligar: 2104-6406.

 

Greve Branca no HUGJAF I

A Secretaria de Estado da Saúde abriu sindicância para apurar denúncias de irregularidades praticadas por servidores do Hospital de Urgência governador João Alves Filho, apresentadas em relatórios setoriais e manifestações na Ouvidoria do hospital. Os servidores de nível médio estariam em ‘greve branca’, comprometendo o funcionamento da unidade hospitalar e p atendimento aos cidadãos. Segundo o coordenador da Rede Hospitalar do Estado, Josias Dantas Passos, o comportamento está relacionado a uma minoria dos quase 2,8 mil servidores do HUGJAF, mas preocupa porque coloca a vida de pacientes em risco. Dentre as situações mais graves, há casos de pacientes esperando por transfusões de sangue durante 6 horas, quando o procedimento normal entre a solicitação do médico e a realização da transfusão não deveria demorar mais do que 40 minutos.

 

Greve Branca no HUGJAF II

A ‘greve branca’ de parte dos servidores do HUGJAF tem gerado queixas dos próprios colegas de trabalho que não aderiram a essa forma disfarçada de paralisar o trabalho. Médicos também reclamam porque estão enfrentando dificuldade para trabalhar, já que alguns técnicos e auxiliares se recusam até a esterilizar instrumentos. A situação é preocupante e o interesse público não pode ficar abaixo dos interesses individuais de líderes grevistas. O Sintasa se queixa de que suas reivindicações não estão sendo atendidas pelo Secretaria da Saúde, mas esquece que há uma mesa inédita de negociação do SUS em que todos os pontos estão sendo debatidos. O Governo pediu um prazo de 90 dias, que vence em 17 de outubro, para apresentar suas propostas. Considerando que as questões trabalhistas da Saúde se arrastam há mais de 20 anos em Sergipe, parece justo dar este crédito à gestão. O que não dá é para colocar em risco a vida do povo, tratando com negligência os pacientes que só querem uma chance para viver.

 

Almeida Lima apresenta plano de governo

O candidato a prefeito de Aracaju Almeida Lima apresentou o seu programa de governo num café da manhã de ontem, 5, no Hotel Aquários. Participaram do evento, empresários, representantes de entidades filantrópicas e sindicalistas. O senador falou que seu projeto para administrar a cidade será baseado em três eixos: desenvolvimento social, desenvolvimento econômico e desenvolvimento urbanístico. Ele também falou sobre a proposta de implementar um modelo de gestão baseado em subprefeituras. Segundo ele, a intenção é descentralizar a administração para dar agilidade às respostas das demandas. “Quem tomará conhecimento das mazelas com antecipação seremos nós. Não a imprensa”, prometeu o candidato.Segundo Almeida Lima, enquanto esteve à frente da Prefeitura de Aracaju, há mais de dez anos, as medidas já eram tomadas com a consulta da população. “O modelo do Orçamento Participativo nós já utilizávamos antes, só não tínhamos o nome”, ressaltou. (Infonet)

 

Governo apóia realização de conferência internacional

Pela primeira vez na história, Sergipe vai sediar um evento internacional na área de Computação. A EATIS 2008 (Euro American Conference on Telematics and Information Systems) acontece em Aracaju no período de 10 a 12 de setembro, no Delmar Hotel, sob a coordenação local do Departamento de Computação da Universidade Federal de Sergipe (DCOMP/UFS), com apoio do Sergipe Parque Tecnológico e do governo do Estado, através da Secretaria de Desenvolvimento Econômico e da Ciência e Tecnologia (Sedetec). Voltada para profissionais e estudantes de computação, a conferência está com inscrições abertas no site http://eatis.org/eatis2008. Tendo como tema “Cidadania Digital”, a conferência será realizada em parceria com a Universidade de Valencia, na Espanha; a Universidade do Algarve, em Portugal; a Universidade Autônoma de Bucaramanga (UNAB), na Colômbia; e a Universidade de Talca, no Chile. De acordo com a professora Leila Maciel Silva, coordenadora geral da EATIS 2008, o objetivo principal do evento é a produção de trabalhos científicos sobre Cidadania Digital. “Serão apresentados trabalhos que visem a melhoria de qualidade dos diversos serviços eletrônicos e baseados em tecnologia móvel, como celulares, PDAs, prestados ao cidadão comum”, observou.

 

Idoso é obrigado a se separar de 82 mulheres na Nigéria

Para descontrair no final de semana: Homem de 84 anos, casado com 86 mulheres, aceita de divorciar de 82 esposas para escapar de punições. Parece enunciado de problema de matemática para alunos do ensino fundamental. Mohammed Bello Abubakar, nigeriano, está sendo obrigado por um decreto islâmico a se separar de quase todas as 86 esposas que possui. Lideres religiosos do país toleram que um homem mantenha até 4 esposas, desde que se mostre capaz de sustentá-las de forma digna e em igualdade de condições. Por causa disso, um grupo religioso havia condenado o idoso à morte. A sentença foi revogada, mas o antigo professor e pregador continuava ameaçado de ser despejado de casa. Há 2 semanas, Bello Abubakar, que tem 170 filhos, recebeu um ultimato para deixar a 82 de suas mulheres no prazo de 3 dias. A princípio, o idoso teria aceitado se separar, mas pediu um prazo maior para escolher com quais esposas continuaria casado. Entretanto, o jornal “Nigerian Tribune” publicou nesta segunda-feira, 1º, que Abubakar não pretende mais se divorciar e planejar se casar com outras mulheres, segundo declarações de um representante do homem. “Ele não violou nenhuma lei e suas mulheres não cometeram nada que servisse como base para um divórcio”, disse Mohammed Tahir, porta-voz de Abubakar. (BBC News)

 

Nota deste jornalista sobre o idoso e suas mulheres

Rapaz! Esse idoso deveria ganhar um prêmio Nobel, com todo respeito. Imagine todas essas  82 mulheres com TPM. Imagine depois de 170 filhos ter que se separar de 82 mulheres. É pura maldade. Será que lá não tem Estatuto do Idoso? Respeitem os mais velhos…

 

Propaganda eleitoral:”A gente pode”

Mais uma para descontrair no final de semana:

O velhinho, alquebrado,

quase surdo e nada vê,

exclamou horrorizado:

“Virgem Santa! A gente o quê???

 Trovador I.S.U.I. Quem

 

 Livro analisa o crime de estupro em Aracaju

A prática do crime de estupro na cidade de Aracaju é objeto de estudo do livro Entre o fato e a lei: representação, justiça e gênero no crime de estupro, de autoria da socióloga Patrícia Rosalba Salvador Moura Costa e publicado pela Editora Ex-Libris. Patrícia é mestre em Sociologia pela Universidade Federal de Sergipe e atualmente é assessora da Secretaria da Educação do Município de Aracaju. A sessão de autógrafos do livro acontecerá no hall da Biblioteca Pública Epifânio Dória, a partir das 18 horas do dia 11 de setembro.Patrícia Rosalba tem se dedicado, desde 2001, quando ainda era estudante de graduação, a estudar os crimes sexuais e outras práticas de violência contra a mulher. Entre 2008 e aquele momento, no qual iniciou sua carreira como pesquisadora, Patrícia publicou um livro, três artigos em periódicos científicos e apresentou 14 trabalhos sobre o assunto em congressos científicos.

 

Maus-tratos e desprezo à infância

No próximo dia 26, o professor e escritor dramático, Geri di Dante, lança o seu mais novo livro Negócio de menino com menina, em movimentada noite de autógrafos que acontece na livraria Escariz do Shopping Jardins, às 19h. A obra fala sobre maus-tratos e desprezo à infância, temas atuais e corriqueiros na sociedade mundial.  Aborda também o egoísmo e a intolerância que estão presentes em muitos adultos. A linguagem é simples e direta, mas profundamente tocante. Agende-se e prestigie este grande encontro cultural.

 

Capacitações de Servidores I

A SEED, por meio do Departamento de Recursos Humanos, está oferecendo diversos cursos seguindo as diretrizes do PDE/SE (Plano de Desenvolvimento da Educação de Sergipe) para valorizar e qualificar os servidores. Alguns deles: De 01/09 a 31/09 – Profuncionário – Seleção dos Tutores ( em andamento) – Seleção dos cursistas. Público-alvo: Trabalhadores em Educação Não-docentes Vagas: 1.000 (Rede Estadual) e 1.000 (Rede Municipal) ; Dias 8 a 12/09 e 22 a 24/09 – Curso de Informática Básica – Público-alvo: 1ª turma – Servidores do Departamento Administrativo. O Curso será oferecido a todos os Departamentos e Regionais da SEED; De 10/09 a 30/09- II Ciclo de Capacitação Integrada para Gestores – Público-alvo – Diretores, Coordenadores e Secretários das Unidades Escolares – Módulo I: Gestão Integrada e o PDE. Local: Diretorias Regionais; Dias 18 e 19/09- I Workshop QualiVida “Trabalhar para Viver e não Viver para Trabalhar. Um Desafio do Servidor Prestes a se Aposentar”. Público-alvo – Servidores prestes a se aposentar, aposentados e interessados no assunto. Local. Complexo do Sesi – das 7 às 17h. Programação anexa. Dia 19/09 – I Curso de Liderança DRE”3 – Público-alvo: Diretores, coordenadores, equipe diretiva da DRE”3. Facilitadora: Terapeuta Sonia Azevedo. Local: Auditório DRE”3, às 8:30;

 

Capacitações de Servidores II

Dia 20/09 – I Curso de Direção Defensiva e Primeiros Socorros para Motoristas da Rede Estadual de Ensino. Público-alvo: motoristas das redes estadual e municipal de Ensino. Facilitadores: Corpo de Bombeiros, SMTT. Local: Centro Municipal de Aperfeiçoamento de Recursos Humanos, das 7às 17h; Dias 20 e 27 – I Encontro Presencial do Progestão – Tema: Como Articular a Função Social da Escola com as Demandas e Especificidades da Comunidade? – Público-alvo: Diretores, coordenadores e professores (1.000 cursistas). Local: Pólos nas Diretorias Regionais; De 22/09 a 14/11 – I Ciclo de Capacitação Integrada para Pessoal Administrativo – Público-alvo: Vigilantes, Executores de Serviços Básicos e Oficiais Administrativos. Módulos: Estrutura e Funcionamento das Escolas; Legislação Escolar; Relações Interpessoais; Noções de Informática; Higiene e Limpeza do Ambiente Escolar; Patrimônio Escolar. Local: Diretorias Regionais; Dia 22/09 – Cerimônia de Entrega do Prêmio Nacional de Referência em Gestão Escolar e Seminário sobre Referência em Gestão. Local: Teatro Tobias Barreto.Público-alvo: Comunidade Escolar.

 

Mulheres não atingem 30% das vagas I

Deu na FSP do sábado, O6:Em nenhum Estado do país as mulheres que tentam chegar às prefeituras representam os 30% das candidaturas estipuladas por lei. Também em nenhum Estado atingem o índice na luta por vagas nas Câmaras. É o que mostra levantamento feito pela Secretaria Especial de Políticas para as Mulheres, da Presidência da República, com base em dados do TSE (Tribunal Superior Eleitoral). Apesar de a lei 9.504, de 1997, determinar que partidos ou coligações reservem 30% das candidaturas a um dos sexos, a norma quase nunca é cumprida. O Amapá tem o maior percentual de mulheres concorrendo às prefeituras: 17%. Para vagas nas Câmaras, Mato Grosso do Sul lidera: 25%. Para Sônia Malheiros, subsecretária de Articulação Institucional da secretaria, fatores culturais explicam o fato: “As mulheres sempre tiveram uma educação que sinalizava que política era feita por homens. A sobrecarga de responsabilidade familiar sobre as mulheres também as amarra”.

 

Mulheres não atingem 30% das vagas II

Não houve muitas mudanças ao longo das eleições. Hoje, as mulheres são 10% dos candidatos às prefeituras. Em 2004, eram 9,5%. Para o Legislativo, o índice (22%) se manteve. Para tentar reverter o quadro, a secretaria fez a campanha “Mais mulheres no poder, eu assumo esse compromisso!”. Um estudo feito pela cientista política Marlise Matos, da UFMG, revela que as mulheres são só 12% no STJ, 12% nas Câmaras Municipais, 8% nas prefeituras e 9% na Câmara dos Deputados. Matos cita números da ONG Inter-Parliamentary Union para mostrar que o Brasil aparece na 142ª posição entre 188 países com participação feminina na política -atrás de Cazaquistão e, na América do Sul, só à frente da Colômbia. Nas capitais, poucos partidos conseguiram cumprir os 30%. O PC do B foi o que mais chegou perto ao atingir a marca em 12 cidades (menos da metade). Para Malheiros, o problema é não haver sanção para os partidos. Segundo Matos, as legendas usam uma manobra para driblar a meta. Se têm direito a lançar 30 candidatos e colocam só 29 na disputa, ficam desobrigados a cumprir a cota porque não conseguiram nem preencher o mínimo de vagas.

 

DO LEITOR

 

O apocalipse está por vir? I

Do leitor Diego Costa:  “Esta semana, seguramente, foi uma das mais difíceis para os Defensores Públicos do Estado. É que o Ministério Público Federal (acolhendo representação anônima e covarde), ao entender que dispositivo da Constituição Estadual, que dava estabilidade funcional a membros dessa categoria, era inconstitucional, acabou por produzir um precedente perigoso para milhares de servidores públicos do Estado, e de vários municípios sergipanos, inclusive Aracaju, que ingressaram, sem concurso público, entre os idos de 1983 e 1988. Tais servidores não têm, a rigor da Magna Carta, estabilidade, podendo ser demitidos a qualquer tempo, ainda que lei estadual ou municipal tenham lhe dado tal garantia, basta, como se percebe, uma simples representação anônima, e o apocalipse surge para tais servidores com uma força destruidora”.

 

O apocalipse está por vir? II

Continua Diego:Tomara que a questão dos Defensores Públicos não acabe provocando uma tsunami nos quadros do funcionalismo estadual e municipal, pois não é justo que quem trabalhou durante vários anos, prestando relevantes serviços a estes entes, sejam, de uma ora para outra, demitidos, desalojados, relegados à própria sorte. A sociedade, a classe política e, sobretudo, jurídica do nosso Estado ainda não compreenderam a gravidade da situação. Isto pode ser o começo do fim para, repito, milhares de servidores, é preciso atenção e somação de esforços para a resolução desse incomparável problema. Afinal, seria (tomara que não seja) um duro golpe em várias famílias, com conseqüências imensuráveis e irreversíveis. Oxalá que o bom senso prevaleça, e que o STF consagre a teoria do fato consumado.

 

Frase do Dia

“O oposto do amor não é o ódio, mas a indiferença.” Érico Veríssimo, escritor.

O texto acima se trata da opinião do autor e não representa o pensamento do Portal Infonet.
Comentários