Acusações graves

0

O governador e candidato à reeleição Jackson Barreto (PMDB) fez uma grave denúncia contra o empresário Edvan Amorim (PR) que, segundo o peemedebista, teria contraído um empréstimo de R$ 3,5 milhões para usar na reta final da campanha do irmão Eduardo Amorim (PSC). Irritado porque estão tentando ligá-lo ao ex-diretor da Petrobras, Paulo Roberto Costa, preso sob a acusação de lavagem de dinheiro, Jackson partiu pra cima dos adversários: “Quem deve ter receio de investigação é quem anda com malas de dinheiro e toma empréstimos milionários em bancos. Eu não tenho patrimônio, fazendas cheias de bois e nem relação com doleiros”, fustigou. Barreto ainda afirmou que “meu adversário mora no condomínio mais caro de Aracaju, porém a casa, avaliada em mais de R$ 4 milhões, não está na declaração de bens dele”. São acusações muito graves e que precisam ser apuradas para não afirmarem depois que a campanha eleitoral em Sergipe foi movida pela força do dinheiro sujo.

Cadê o dinheiro?

As irmãs Rosângela e Maria Angélica foram ontem à Polícia denunciar a coligação do candidato a governador Eduardo Amorim (PSC). As duas reclamam que não receberam parte do dinheiro prometido para que elas e outras 40 pessoas segurassem bandeiras da coligação ‘Agora Sim’ nas esquinas de Aracaju. Será por isso que caiu drasticamente nos últimos dias o número de pessoas segurando as bandeiras azuis de Eduardo Amorim?

Braços cruzados

A administração do prefeito João Alves Filho (DEM) enfrenta mais uma greve. Agora são os profissionais de saúde que estão de braços cruzados. Eles protestam contra a demora da Prefeitura de Aracaju em atender suas reivindicações salariais. Segundo o sindicato da categoria, a paralisação vai continuar até que a Secretaria Municipal da Saúde formalize em documento quando vai pagar o reajuste salarial dos servidores. A coisa tá feia!

Aliado?

Com o título acima, a coluna Periscópio do Jornal da Cidade publica hoje a seguinte nota: “Informações chegadas à coluna dão conta que num grande município de Sergipe um aliado e eleitor do senador Eduardo Amorim (PSC) rasgou os cartazes e material de campanha da senadora e candidata à reeleição Maria do Carmo Alves (DEM). O líder político estaria chateado com o prefeito de Aracaju, João Alves Filho (DEM)”. Vixe Maria!

Missão cumprida

Convocada para suprir a ausência de ministros e reforçar os julgamentos no Superior Tribunal de Justiça (STJ), Marilza Maynard, desembargadora do Tribunal de Justiça de Sergipe, se despediu do STJ com a certeza do dever cumprido. Durante nove meses, a magistrada sergipana atuou na Terceira Seção – especializada em direito penal – e contribuiu efetivamente para a celeridade da prestação jurisdicional. Proferiu mais de 13.800 decisões monocráticas, colegiadas, liminares e despachos.

Idade dos votos

A maior parte dos eleitores brasileiros que irão às urnas em outubro está na faixa etária de 45 a 59 anos, ou seja, 23,7% do total de votantes. Esse índice é ligeiramente maior que o de eleitores que têm de 25 a 34 anos, que representam 23,3%. A terceira faixa etária mais numerosa é a de eleitores de 35 a 44 anos, que totalizam 19,9% do eleitorado nacional. Os jovens com 16 e 17 anos representam pouco mais de 1% do total de eleitores. Já os idosos acima dos 70 anos são cerca de 7,6% do eleitorado.

Pique total

E quem não descansa um só minuto nesta campanha é o deputado estadual Francisco Gualberto (PT). Diariamente, ele faz corpo a corpo nas ruas da capital e interior, mantém contatos com lideranças políticas e ainda encontra um tempinho para comparecer a Assembleia Legislativa, onde é líder do governo. Segundo ele, descansar mesmo, só quando for contado o último voto na noite do próximo dia 5. Haja fôlego!

Outra pesquisa

Mais uma pesquisa de intenção de votos para o Governo de Sergipe e o Senado será divulgada amanhã. Encomendada pelo Jornal do Dia, a consulta foi feita pelo Instituto Brasil Data e está registrada no Tribunal Regional Eleitoral.

Atraso salarial

Os professores de Boquim, Neópolis e Pacatuba ainda não receberam o adicional de férias a quem têm direito. Já em Ilha das Flores, a Prefeitura parcelou irregularmente as férias dos educadores para os meses de setembro, outubro e novembro. Na tentativa de encontrar uma solução para o problema, a deputada estadual Ana Lúcia (PT) vai acionar o Ministério Público Estadual e o Tribunal de Contas. Tá certa!

Sem Maria e Bila

Três candidatos a senador participaram anteontem de um debate no Campus da Universidade Federal de Sergipe em São Cristóvão. Apenas a senadora Maria do Carmo Alves (DEM) e o postulante Bila (PLL) não compareceram ao confronto de ideias. Rogério Carvalho (PT), professor Marques (PCB) e Leandro (PSTU) aproveitaram o debate para expor suas propostas políticas.

Esperam o resto

Twiteiros têm revelado que lideranças políticas do interior estão aguardando a última parcela do acerto financeiro para votar em determinado candidato majoritário. Também informam que se o dinheiro prometido não chegar no dia combinado, quem pagou a 1ª parcela não apenas perde a ‘grana’ como verá o safado do líder político migrar para o lado adversário. Como se vê, embora seja uma prática proibida, a compra de consciência corre solta no interior de Sergipe.

Recorte de jornal

Publicado no jornal Estado de Sergipe em 7 de setembro de 1902

Resumo dos jornais

O texto acima se trata da opinião do autor e não representa o pensamento do Portal Infonet.
Comentários