ADESÕES E ACOMODAÇÕES

0

À primeira vista, segundo demonstram as pesquisas, essa eleição que se disputa em Sergipe será de primeiro turno. E pelo jeito será muito difícil. Um ex-deputado estadual, com muita experiência nessa área, disse que só arriscará um palpite no dia 25 de setembro. Daqui a 30 dias. Acha que os dois candidatos estão muito próximos e não há espaço para o “já ganhou”. Os dois nomes que polarizam – Marcelo Déda (PT) e João Alves Filho (PFL) – não arriscam entrar nesse jogo e partem em busca de voto. Um único voto é muito importante e pode fazer a diferença. O momento é propício para as adesões e elas podem ocorrer dentro de um quadro acomodativo, que define claramente as posições adotadas por lideranças do interior.

Quem perde um prefeito, ganha um líder de oposição no município…

O prefeito de Nossa Senhora da Glória, José Israel, o Zico (PFL), já aderiu à candidatura do ex-prefeito Marcelo Déda (PT) ao governo do estado. A festa acontecerá na próxima sexta-feira, com uma grande carreata pela ruas da cidade, povoados e municípios próximos. Segunda-feira passada, em Umbaúba, Déda recebeu o apoio do prefeito Zé de Francisquinho (PDT). Fez uma festa pelas ruas, desfilando em carro aberto. Francisquinho também estará em Nossa Senhora da Glória, com uma comitiva para acompanhar o anuncio oficial de Zico. Evidente que a coligação liderada pelo Partido dos Trabalhadores explora bem essa soma de lideranças que engrossa o bloco que disputa o governo do estado. Claro que toda essa movimentação serve para exploração política e exibição em programa de televisão.

Ontem, entretanto, o ex-prefeito de Nossa Senhora da Glória, Sérgio Oliveira (PTdoB), o Serginho, disse que se sentiu aliviado com a decisão do prefeito José Israel: “ninguém estava trabalhando para a reeleição de João Alves Filho (PFL), em razão dessa indefinição. A partir de agora as coisas estão em seus lugares”. Serginho ontem mesmo já tomou pé das coisas e vai coordenar a campanha no sertão: “muitas lideranças cruzaram os braços porque queriam uma conversa com o governador João Alves Filho. Agora vão ter”, disse. Serginho vai começar a visitar pelos municípios de Brejo Grande, Monte Alegre, Poço Redondo, Canindé do São Francisco e sua própria cidade. Um articulador político disse que só agora é que Nossa Senhora da Glória vai despertar para a candidatura e lembrou que Sérgio Oliveira tem condições de conseguir manter os votos de João naquele município.

O governador João Alves Filho (PFL) fez uma reunião com os seus auxiliares e passou ordens para que resolvam os problemas do governo sem importuná-lo. A não ser por um caso que eles não tenham condições para solução. João vai fazer uma política intensa no interior, principalmente no alto sertão. Os seus correligionários da região têm avisado que a sua ausência estava sendo notada pelos eleitores. Até reclamavam que ele vinha dando maior atenção a Aracaju. João Alves terá uma conversa com uma importante liderança do alto sertão, que está insatisfeita eleitoralmente e até tirou os adesivos do candidato que apoiava do seu veículo. Se fechar um acordo político e os dois partirem para trabalhar firme na região, terá um bom percentual de votos.

João Alves Filho terá encontros com várias outras lideranças políticas que, até então, não haviam arregaçado as mangas para cair em campo. A definição de Nossa Senhora da Glória animou os dois lados, assim como a de Umbaúba, que também coloca em seus lugares as duas tendências políticas que disputam o governo do estado.É em razão disso que o experiente ex-deputado acha que as eleições estão começando agora, porque os candidatos fecharam todos os seus territórios e vão para uma disputa difícil. João Alves Filho, por exemplo, retorna à capital em setembro, onde tem várias atividades. Uma delas é fazer caminhada sobre a ponte que liga Aracaju a Barra dos Coqueiros.

Marcelo Déda, que tem viajado ao interior com muita freqüência, também terminará a campanha em Aracaju, onde tem o seu melhor percentual de votos.

 

 

SANGUESSUGAS

Apenas dois deputados federais envolvidos no escândalo da compra superfaturadas de ambulâncias pediram para se afastar do cargo na noite de anteontem.

Duas coisas devem ter provocado isso: condições de provar que são inocentes ou certeza do corporativismo e impunidade.

 

REUNIÃO

O governador João Alves Filho (PFL), candidato à reeleição, teve uma reunião longa com os seus auxiliares de primeiro e segundo escalão.

João Alves avisou que, neste período, utilizem dele o menos possível, porque agora vai se mandar para o interior. Todos terão que resolver problemas dentro dos seus limites.

 

MACHADO

O deputado federal José Carlos Machado (PFL) recebeu, ontem, duas adesões importantes em Aracaju na manhã de ontem.

O vereador Sandro de Miro e Edson da Celt vão apoiá-lo. Os entendimentos foram fechados ontem, mas as conversas já aconteciam há alguns dias.

 

JACKSON

O deputado federal Jackson Barreto (PTB) esclarece que não teve nenhum atrito com integrante do grupo Onda Verde, domingo na Atalaia.

Confirmou que foi à praia e ficou sentado em um dos bares tomando uisque, para depois viajar ao interior. A informação partiu de um aliado do parlamentar.

 

HELENO

O deputado federal Heleno Silva (PL) está preparando sua defesa através de advogados e deve apresentá-la ao Conselho de Ética.

Já avisou que vai até a última instância: “quando entro numa guerra só saio quando ele define quem é o vencedor”, disse.

 

SERTÃO

Heleno Silva está visitando todos os municípios do sertão para apresentar o candidato a deputado federal do PL, pastor Jony Marcos.

Ele diz que só vai a Brasília no dia 4 de setembro, quando está marcado o último esforço concentrado antes das eleições.

 

GLÓRIA

O ex-prefeito de Nossa Senhora da Glória, Sérgio Oliveira (Serginho), do PTdoB, já está esquentando as baterias para colocar o bloco nas ruas.

Ele vai coordenar a campanha de João Alves Filho na sua cidade, em Monte Alegre, Poço Redondo e Canindé do São Francisco.

 

LIDERANÇAS

Serginho disse que vai dar o chute inicial para colocar o time em campo e conversar com lideranças do interior, para iniciar o trabalho.

Ele revelou que tem muita gente de braços cruzados e que a partir de agora haverá maior movimentação em torno de João Alves Filho (PFL).

 

PREFEITO

O prefeito de Nossa Senhora da Gloria, Israel Andrade, o Zico, (PFL) vinha se entendendo com o candidato do PT, ex-prefeito Marcelo Déda.

Seu apoio já foi declarado e sexta-feira ele vai mostrar isso à população, através de uma carreata. A questão em Glória também é de divergências regionais.

 

CARREATA

O deputado federal João Fontes, candidato a governador pelo PDT, esteve ontem nos bairros da zona Norte fazendo carreata e foi até os conjuntos residências de Socorro.

Animado, admitiu que “agora chegou a Onda João Fontes”. O candidato faz a capital durante a semana e nos sábados e domingos vai ao interior.

 

COOPER

Aliados do governador João Alves Filho (PFL) não tem conseguido acompanhá-lo: “o homem não pára um só minuto”, disse um parlamentar.

Certo dia, por volta das 23 horas, o ajudante de ordem chegou com um par de tênis, bermuda e camiseta: foi fazer cooper na orla de Atalaia.

 

COMEÇO

Uma liderança política do interior acha que a campanha para governador está começando agora e até 20 de setembro pode se chegar a um prognóstico.

Considerou que esse jogo de adesões que está acontecendo ajusta as tendências interioranas que estavam numa mesma composição, mas não se entendiam.

 

JONY

O deputado federal Heleno Silva (PL) enfim apareceu no horário político gratuito da televisão. Não pediu votos para ele, mas para o vereador Jony Marcos.

Sem falar nas razões que o levaram à desistência, Heleno Silva disse que Jony era o candidato do partido a uma vaga na Câmara Federal.

 

 

Notas

 

FÁBIO

O leitor Fábio Nunes envia e-mail sobre o comentário “Voz do estômago II”, lembra que “quem recebo o Bolsa Família são as mulheres de preferência e que em vários casos, quando o homem é o único responsável em casa (ou seja, quando a mãe morre, tem problemas mentais ou não estão em condições de receber)”.

Fábio considera uma boa coisa não ter mão de obra: “os bóias-frias, que trabalham em regime de semi-escravidão, recebem salário inferior ao mínimo e só assim os donos dos canaviais pagam mais pelos serviços”.

 

DEMOCRACIA

O deputado José Eduardo Cardoso (PT-SP) disse, ontem, no plenário da Câmara, que se a atual legislatura aprovar o fim do voto secreto terá feito pelo menos um benefício ao povo brasileiro e à democracia. Na avaliação do deputado, esta talvez seja a pior legislatura de toda a história brasileira.

José Eduardo Cardoso explicou que o voto secreto, em regimes ditatoriais, pode ser válido para resguardar o parlamentar de represálias por parte do governo, mas não é admissível em condições normais.

DEPURAR

O deputado Sarney Filho (PV-MA) disse, ontem, que a instituição do voto aberto nos processos de cassação de deputados é a única forma de depurar a Câmara dos parlamentares envolvidos em casos de corrupção, como os investigados pela Comissão Parlamentar Mista de Inquérito (CPMI) das Sanguessugas.
Afirmou que era contra ao voto aberto nas decisões que envolviam perda de mandato, mas mudou de idéia diante das denúncias de envolvimento de parlamentares da atual Legislatura em esquemas como mensalão e sanguessugas.

 

 

É fogo

 

A campanha através dos programas gratuitos de televisão começou a esquentar. Já se ouve as primeiras farpas entre candidatos.

 

Os advogados de Antônio Francisco pretendem pedir prisão domiciliar para ele, que está acima dos 70 anos e doente.

 

O candidato a governador pelo PSTU, Toeta, Vai continua à frente da candidatura e tendo espaço nos programas de televisão.

 

A coordenação da campanha do petista Marcelo Déda (PT) cancelou a caminhada de Cristinápolis, segunda-feira, e o mandou para Umbaúba.

 

Lideranças de Capela já estão fazendo indicações de candidato a prefeito, para substituir Sukita. A informação é de que o segundo colocado assume o mandato.

 

Está funcionando em Aracaju o movimento “Porque João”, que visita casas mostrando o que o governador já fez por Sergipe enquanto governador.

 

A deputada Susana Azevedo (PSC), que tenta a reeleição, está conseguindo novos eleitores em pequenas cidades do interior.

 

O Setransp está realizando um concurso para a escolha da logomarca e do nome do mascote da entidade.

 

Zezinho Guimarães, que está na coordenação política do governador João Alves Filho, deve pedir licença do cargo de superintendente do Sebrae.

 

O governo federal está negociando com os estado o projeto para alterar a lei de licitações (8.666/93), que pretende encaminhar ao Congresso depois das eleições.

 

Os fabricantes de brinquedos estão otimistas para o Dia das Crianças deste ano. As vendas podem cresce de 12% a 15% em comparação com o ano passado.

 

brayner@infonet.com.br

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

O texto acima se trata da opinião do autor e não representa o pensamento do Portal Infonet.
Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais