Adeus ano velho

0

Adeus ano velho

Daqui a algumas horas 2009 será passado. Bom para muitos, regular ou ruim para tantos outros, este ano que se finda pode ser considerado um dos melhores da história do Brasil. Nos últimos 12 meses vimos o país enfrentar com sucesso a grave crise financeira internacional e conquistar o respeito do resto do mundo. Evidente que muito ainda precisa ser feito para reduzir as desigualdades sociais, porém 2009 se despede deixando menos problemas para 2010 do que os herdados de 2008. Dos brasileiros espera-se que eles aproveitem as eleições de outubro para fazer boas escolhas, pois só assim o Brasil continuará no rumo da superação das injustiças. Que venha, portanto, o novo ano.

Novo piso

O governo estipulou em R$ 1.024,67 o novo piso nacional dos professores de ensino básico. O valor, que vigorará a partir de amanhã, é 7,86% maior do que os atuais R$ 950. A inflação acumulada desde a sanção da lei que criou o piso, em julho de 2008, é de 6,19%. O novo piso é contestado pelos professores, que pedem valor maior, e por Estados e municípios, que defende aumento menor.

Prêmio milionário

A Mega-Sena da Virada, que será sorteada nesta quinta-feira, último dia do ano, pode pagar R$ 140 milhões para a aposta que acertar as seis dezenas. As apostas podem ser feitas até as 14 horas (horário de Brasília). O valor das apostas permanece o mesmo: R$ 2 para a aposta mínima, de seis números. Boa sorte!

Contra Jobim

O presidente nacional da OAB, Cezar Britto, criticou o ministro da Defesa, Nelson Jobim, por reagir contra o Plano Nacional de Direitos Humanos, que cria a “Comissão da Verdade” para apurar torturas e desaparecimentos durante o regime militar. “O Brasil não pode se acovardar e querer esconder a verdade. É preciso conhecer a história para corrigir erros e ressaltar acertos. O povo que não conhece seu passado, a sua história, certamente pode voltar a viver tempos tenebrosos e de triste memória como tempos idos e não muito distantes”, afirmou Britto.

“Leão” na muda

A tabela de cálculos do Imposto de Renda da Pessoa Física será corrigida em 4,5% à zero hora de amanhã, no exato momento em que os contribuintes estarão saudando a chegada do Ano-Novo, na tradicional festa de réveillon. A correção vai permitir um desconto menor no contracheque do trabalhador que ganha acima de R$ 1.499,15 por mês. Este será o novo teto para isenções de desconto na fonte do IRPF. O limite de isenção, até este mês, era para salários de até R$ 1.434,59.

Crédito mantido

A decisão do governo de prorrogar a redução do IPI de eletrodomésticos da linha branca – geladeira, fogão, máquina de lavar e tanquinho – levou o Banco do Brasil (BB) a estender por mais um mês a vigência das linhas de crédito para o financiamento desses produtos. O financiamento do BB pode chegar a 100% do valor do bem, com teto em R$ 50 mil. Os juros variam entre 1,99% ao mês e 2,89%, de acordo com o prazo, que pode ser de até 60 meses.

Correio mais caro

Começam a vigorar amanhã as novas tarifas dos serviços postais e telegráficos nacionais e internacionais da Empresa de Correios e Telégrafos (ECT).  O primeiro porte da carta não comercial (pessoa física), ou seja, com peso de até 20 gramas, teve seu valor corrigido de R$ 0,65 para R$ 0,70, com uma variação de 7,7%. Visando manter o acesso da população de menor poder aquisitivo aos serviços postais, permaneceu inalterada a tarifa da carta social, de R$ 0,01.

A vez do varejo

Os setores de serviços e indústria ditarão o ritmo de recuperação da economia doméstica em 2010 pela ótica da oferta, de acordo com o Credit Suisse. Com a retomada econômica, a tendência é de aceleração do mercado de trabalho, com a criação de novas vagas e maior formalização dos empregos. O volume de vendas deve ultrapassar a casa de 8% no ano que vem, enquanto o banco suíço antevê um crescimento de 11,2% para as vendas reais do varejo.

Seguro mais rápido

Previsto para entrar em vigor em março de 2010, o novo sistema de concessão do seguro-desemprego fará com que o período de espera para liberação do benefício seja reduzido no decorrer do próximo ano. Isso porque com a ferramenta, o trabalhador poderá requisitar o seguro-desemprego via internet. Dessa forma, o tempo que o trabalhador levará para receber o seguro sairá dos atuais 45 dias para apenas duas semanas.

Saldo ilegal

O financiamento de imóvel pode reservar uma surpresa nada agradável quando chega ao fim: o saldo residual, que nada mais é do que o resultado da amortização negativa do contrato, causado por fatores como o uso de índices diferentes de correção para a prestação e para o saldo devedor. Até hoje os bancos se negam a quitar o saldo residual, embora essa quitação seja garantida pela Lei 10.150/00. Coisas do Brasil.

Bom réveillon e um excelente 2010.

O texto acima se trata da opinião do autor e não representa o pensamento do Portal Infonet.
Comentários