Aeróbico contínuo ou com intervalos?

0

A concepção de que os exercícios aeróbicos, para propiciar o máximo de benefícios à saúde, devem ser executados de forma contínua, ou seja, sem interrupções e com 30 minutos de duração, parece estar enraizada no senso comum da maioria dos praticantes de atividades físicas. Caso realizemos a mesma duração de exercício com intervalos, como por exemplo, 3 sessões de 10 minutos em diferentes horas do dia, o benefício não seria o mesmo de realizar 30 minutos contínuos? Analisando essa questão, um estudo realizado no International Journal of Obesity demonstrou que os benefícios são de mesma amplitude para a quantidade de gorduras no sangue e para a utilização de gorduras como fonte de energia. O mais importante é o volume total da atividade, independente da forma que esta é praticada, contínua ou intervalada, pois por meio dessa quantidade total é que teremos o gasto energético decorrente dessa solicitação. Não importa se a atividade é contínua ou com intervalos, importa sim, a duração do exercício, sobretudo a adoção de um estilo de vida mais ativo. Você sabia…? 1. …que os músculos são responsáveis por aproximadamente 46% do peso total dos homens e 36% do peso total das mulheres, sendo que o corpo humano possui mais de 650 músculos o que torna o tecido corporal mais numeroso. A água contribui com aproximadamente 75% do peso muscular, 20% são compostos por proteínas e os restantes 5% por sais inorgânicos e outras substâncias. 2. …aos 65 anos, indivíduos sedentários podem apresentar uma queda de até 80% de sua força muscular máxima, da mesma forma que indivíduos sedentários aos 80 anos terão perdido 50% de sua massa muscular. Do total de energia utilizada para a contração muscular, cerca de 35 a 50% é efetivamente utilizada, e os restantes 65 a 50% são dissipados em sua maior parte na forma de calor. 3. … dentro das diversas aplicações da musculação à manutenção e promoção da saúde, a utilização dessa atividade como coadjuvante ao tratamento de pacientes com câncer tem tido sua eficácia atestada por diversos estudos. As sessões de musculação utilizadas têm a duração de 25 a 45 minutos, sendo associados 5 a 15 minutos de exercícios aeróbicos como aquecimento e 10 a 15 minutos de alongamento no final da sessão. Os pacientes submetidos a esse treinamento apresentaram um tempo de sobrevivência 100% superior àqueles que não efetuaram o programa. * Araujinho Qualificação: Instrutor Técnico registrado pelo Confef – Conselho Federal de Educação Física – nº 000072/T-SE, CREF – Conselho Regional de Educação Física – e pela FSCMF – Federação Sergipana de Culturismo Musculação e Fitness – reconhecida pelo COB – Conselho Olímpico Brasileiro e filiada a IFBB – International Federetaion Of Body Building -; árbitro de Culturismo e Fitness da FSCMF; vice-campeão sergipano de Musculação, Técnico em musculação pela NABA, Federação Paulista de Musculação. Dúvidas e Sugestões: araujinhopersonal@infonet.com.br (0xx79) 9978-6799

Comentários