Agora parece que vai

0

Desde que calçou as sandálias da humildade, há cerca de um mês, o governador Marcelo Déda (PT) viu se alargar o caminho rumo à aprovação pela Assembleia do empréstimo que o Executivo pretende fazer junto à União. Diferente da forte tensão que marcou os debates e a rejeição do Proinveste, no final do ano passado, agora o clima entre governo e oposição é tranquilo. “As condições estão dadas, o diálogo está inaugurado, não há radicalismo de parte a parte, nem vontade de criar obstáculo para ninguém”, disse Déda ontem, durante a abertura dos trabalhos legislativos. O discurso do petista soou como música aos ouvidos dos deputados oposicionistas e deixou claro que, se Deus ajudar e o diabo não atrapalhar, agora o empréstimo será finalmente aprovado. Que bom!

Debandada

A Associação das Empresas Brasileiras de Tecnologia de Informação, Software e Internet de Sergipe está determinada a sugerir às empresas de TI que migrem de Aracaju para São Cristóvão, Socorro e Barra dos Coqueiros. A orientação visa evitar prejuízos par as associadas, pois enquanto a capital cobra 5% de ISS, nos outros três municípios o percentual do tributo é 2%. Caso a proposta seja acatada pelas 100 empresas instaladas em Aracaju, a Prefeitura deixará de recolher cerca de R$ 1,5 milhão por ano.

Punição

A Prefeitura de Aracaju não acenou até o momento com a hipótese de punir a empresa de ônibus VCA pelos transtornos causados por ela aos usuários do sistema coletivo. Por não ter honrado compromissos bancários, a concessionária teve 40 ônibus apreendidos nas ruas da capital, deixando milhares de passageiros a ver navios. Deve existir alguma cláusula no contrato de concessão firmado pela SMTT para punir a empresa que presta um mau serviço, ou simplesmente deixa de prestá-lo.

Agonia

Centenas – ou seriam milhares? – de comissionados estão sem dormir por conta da prometida reforma do secretariado estadual. Anunciadas desde o ano passado pelo governador Marcelo Déda (PT), as substituições de secretários e dirigentes de órgãos só devem acontecer depois da aprovação do Proinveste pela Assembleia. Portanto, até março, ou abril, muita gente vai continuar tomando Lexotan para conseguir dormir. Que sofrimento!

Crueldade

É voz corrente que o fazendeiro Celso Freitas, de 67 anos, deve ser punido por ter torturado um jegue no município de Graccho Cardoso. O energúmeno amarrou o animalzinho no fundo de um carro e o puxou por cerca de 6 quilômetros. O jumento foi transportado para a Faculdade Pio Décimo, em Aracaju, mas diante da gravidade dos ferimentos terminou sendo sacrificado. A Polícia deve ouvir o responsável pela brutalidade ainda esta semana.

Orador

Caberá ao governador Marcelo Déda discursar em nome dos colegas governadores. Será hoje, em Brasília, durante o anúncio de novas medidas do Plano Brasil Sem Miséria. A escolha do orador foi feita pela própria presidente Dilma Rousseff (PT). Ela telefonou ao petista pedindo para preparar o ‘improviso’. Segundo Déda, ao escolhê-lo para falar, Dilma levou em conta a alta inclusão social realizada em Sergipe, que retirou da extrema pobreza cerca de 40% dos sergipanos.

Gravidez

A gravidez ocorrida no período de aviso prévio, ainda que indenizado, garante à trabalhadora a estabilidade provisória no emprego. A decisão unânime da Terceira Turma do Tribunal Superior do Trabalho (TST) dá à gestante o direito ao pagamento dos salários e da indenização. De acordo com a Constituição Federal, o período de garantia provisória de emprego assegurada às mulheres grávidas é cinco meses após o parto.

Mídia

Veja o que publica hoje a coluna Periscópio, do Jornal da Cidade: “O governo do estado vai precisar de um santo milagreiro ao seu lado para melhorar sua imagem pública, que anda pra lá de desgastada e tende a piorar por conta da falta de verba para publicidade. O Orçamento de 2013 prevê gastos de apenas R$ 3,7 milhões para todo o ano. É por essas e outras que o secretário de Comunicação, Carlos Cauê, embora com muita boa vontade, não consegue colocar em prática os muitos projetos que tem em mente,”. Que misere, sô!

Matemática

Conversa ontem numa bodega do bairro América: “Carlos Batalha, secretário de João, disse que a vontade de tirar o Pré-Caju da avenida Beira Mar não passa de uma bobagem de meia dúzia de inconformados”. Resposta do parceiro de pinga: “É, parece que Batalha ou desaprendeu a fazer contas, ou precisa trocar os óculos, pois só na 13 de Julho, João Alves teve pra mais de 10 caminhões de votos”.

Sebo nas canelas

As inscrições para a 30ª Corrida Cidade de Aracaju seguem abertas até o dia 1º de março. Os interessados podem se inscrever através do site da Prefeitura, ou no ponto itinerante montado no Mirante da 13 de Julho. Parte das comemorações do aniversário de mudança da capital, a corrida terá largada em São Cristóvão e chegada na Praça do Mini-Golf, em Aracaju. Haja fôlego!

Essa é do baú

A coluna publica hoje um trecho do livro “Aracaju Pitoresco”, a ser lançado em abril pelo memorialista Murilo Mellins, e que foi antecipado, esta semana, pelo jornalista Luiz Eduardo Costa. “Jornalista inteligente, funcionário da Assembleia e depois da Câmara Federal, Armando Barreto, também conhecido por ‘Armando Bocorô’, editou por muito tempo o Cadastro de Sergipe. Era um informativo sobre as atividades comerciais do estado. Quando alguma coisa lhe contrariava, Armando dizia: ‘São as coisinhas de Aracaju’. Certa feita, uma empresa anunciou no Cadastro de Sergipe uma famosa marca de colchões de mola, tendo solicitado que a chapa composta para o Cadastro também fosse impressa em panfletos para serem jogadas em cima dos balcões do Cine Teatro Rio Branco. Tudo foi feito como pediu o anunciante, porém aconteceu uma ‘coisinha de Aracaju’. A impressão saiu com um pastel onde se lia: ‘Os melhores culhões de mola’, etc. Foi um deus nos acuda”.

Resumo dos jornais

O texto acima se trata da opinião do autor e não representa o pensamento do Portal Infonet.
Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais