Aju: Desejo de Zeca X Desespero de Almeida

0

As lideranças do grupo comandado pelos irmãos Amorim devem ter muito cuidado com a aliança com a eleição em Aracaju. Um passo em falso poderá ser fatal para as pretensões do grupo para as eleições estaduais de 2014, cujo candidato ao governo será o senador Eduardo Amorim.

Neste momento de definições até o próximo mês conversar com todos os partidos é importante, mas alguns pré-candidatos já foram testados por várias vezes e o grupo Amorim sabe que não irá a lugar algum. Para ser mais claro: um possível apoio do grupo Amorim ao pré-candidato Almeida Lima, do PPS, seria assinar um atestado de óbito para 2014.

E se alguns poucos do grupo ainda defendem esta possibilidade, parte significativa, por conhecer bem o passado de Almeida Lima não querer nem cogitar esta hipótese.  Além da forte rejeição ao nome dele por parte significativa do eleitorado aracajuano, Almeida foi derrotado por duas vezes (2000 e 2008). Nesta última com uma campanha financeiramente estruturada ficou em terceiro lugar, perdendo no 1º turno para Edvaldo e Mendonça Prado.

Porém o problema maior de Almeida Lima é um só: confiança. Nenhuma liderança diz publicamente, mas nos bastidores todos sabem que se Almeida Lima chegar a Prefeitura não assumirá compromisso algum. Só para lembrar: Almeida foi prefeito de Aracaju graças a Jackson Barreto que penou para colocá-lo como vice em sua chapa e depois renunciou para ser candidato em 1994. Antes de deixar a Prefeitura, Almeida já era desafeto de JB. Depois foi eleito Senador, em 2002, graças a liderança de João Alves Filho que foi eleito no mesmo ano governador. Sem João, Almeida nunca chegaria ao Senado. Rompeu com ele logo após. Em 2010, sabendo de sua pequenez política, aproveitou-se da aliança com PMDB com o governo para ser eleito deputado federal. Mesmo assim, fez campanha contra Déda. Só queria a legenda para ser eleito.

Agora, sabendo novamente que é pequeno politicamente, tenta desesperadamente o apoio do grupo Amorim. 10% nas pesquisas é o tamanho eleitoral dele.

O grupo Amorim tem apenas dois caminhos saudáveis para Aracaju este ano: o apoio a João Alves (mas parece que ele – João – não quer fazer nenhum acordo para 2014) ou então lançar candidato próprio. Ainda sobre João Alves: algumas lideranças do grupo Amorim são contra o acordo. Recentemente, o deputado capitão Samuel, pelo twitter escreveu: João Alves,Jackson, Valadares são retrocessos. Déda mesmice. Aracaju continuara renovando seus Gestores. E renovação é uma palavra que não combina com Almeida Lima.

O desejo do deputado Zeca da Silva em ser candidato em Aracaju é legitimo e o apoio do grupo Amorim seria não apenas uma opção política, mas um gestão de reconhecimento a fidelidade ao parlamentar que atua fortemente em defesa do grupo. A imagem de Zeca se confunde com a dos irmãos Amorim, ou seja, confiança é um atributo que não precisa ser cobrado do deputado.

Alimentar o desespero de Almeida Lima como fez nos últimos dias o presidente do PSC, André Moura, não faz bem para digestão de todo o grupo Amorim. A mesa deve ser posta agora com um cardápio de fácil digestão para o eleitorado. E o nome de Zeca é a melhor receita para este momento.

Como bem escreveu Nietzsche: “Deveríamos  nos livrar, de uma vez por todas, da sedução das palavras!” Caí bem para o momento, onde Almeida Lima tenta semanalmente através do seu site e em entrevistas na imprensa seduzir os irmãos Amorim.

Só que as palavras de Almeida Lima são levadas ao vento assim que conquista um mandato.

Elogios de Almeida
Como sabe que não pode dirigir-se ao titular deste espaço com acusações inverídicas, o deputado federal Almeida Lima, com certeza, usará novamente os adjetivos “cético empedernido e insensível” para definir a análise de hoje. Antecipadamente o blog agradece os elogios.

Estância e Itabaiana: Jackson e João Alves juntos. Prenúncio para 2014? I
A política a cada eleição é o verdadeiro Samba do Crioulo Doido, música de Sergio Porto (o grande Stanislaw Ponte Preta) que foi sucesso através conjunto Demônios da Garoa. Enquanto em Aracaju, nos bastidores comenta-se que a vitória de João Alves sem aliança com o grupo Amorim é vista com bons olhos por alguns governistas, em dois importantes municípios a aliança já vai valer nas eleições deste ano.

Estância e Itabaiana: Jackson e João Alves juntos. Prenúncio para 2014? II
Em Estância o candidato do DEM, o ex-deputado Carlos Magno deve ter como vice, Filadelfio Alexandre, do PMDB e que até pouco tempo era o adjunto da Secretaria de Estado da Justiça, por indicação de Jackson Barreto. Já em Itabaiana o prefeito Luciano Bispo que voltou para os braços de Déda graças a articulação peemedebista já disse que o acordo é administrativo e que continua votando em João Alves Filho. Para um bom entendedor não precisa de mais nada…

Policiais Militares começam a retornar ao policiamento ostensivo
Ao conceder entrevista ontem, 24, no programa de Gilmar Carvalho, o comandante da PM/SE, coronel Yunes informou que 66 policiais que estavam em atividade em delegacias já retornaram a PM. Ele disse que até a próxima semana cerca de 150 policiais militares que estavam em outras funções serão recolocados em atividades operacionais. Quando questionado sobre a punição para PMS que faltam ao serviço o coronel Yunes defendeu que não haja prisão, mas que seja criada a alternativa de prestação de serviços.

PT Lança projeto de governo no Iate Clube
Com um público estimado pela organização do evento em três mil pessoas o PT lançou ontem no Iate Clube o programa de governo do partido para Aracaju e a rede social www.governando.com O presidente estadual do PT, o vice prefeito Silvio Santos avaliou o plano de governo “ Programa de Governo não é  acessório ou perfumaria.É o programa de governo que nos norteia”, avaliou.

Proposta
Em seguida, o presidente do PT Aracaju, Usiel Rios, explicou como foi elaborado o plano de governo “ Nós reunimos os setoriais e pedimos 13 propostas e cada um assim o fez e hoje estamos aqui”, comentou. O pré-candidato a prefeitura de Aracaju, Rogério Carvalho, comentou “ Hoje estamos trazendo uma proposta diferentes que é o governar ponto com ponto BR. As pessoas interagem, sugerem, criticam e tomam as decisões, com certeza, é uma revolução”. Explicou.

Mais de 30 mil cestas distribuídas
O município de Porto da Folha recebeu mais 1.310 cestas de alimentos nesta quinta-feira, 24, do Governo de sergipe, através da Secretaria de Estado da Inclusão, Assistência e do Desenvolvimento Social (Seides). Até esta data foram entregues 30.140 cestas nos municípios que decretaram situação de emergência por conta da seca. A distribuição das cestas aos beneficiários fica sob a responsabilidade do município. O investimento nas cestas já entregues chega a R$ 1.521.647,40.

17 mil família beneficiadas
No momento, 18 municípios sergipanos foram afetados pela Seca e estão em Situação de Emergência, decretados pelo Governo do Estado (Dec. nº 28.476 de 17/04/12) e reconhecidos pelo Governo Federal (Port. nº 163 de 19/04/12). Nesses locais 142.820 pessoas da zona rural foram afetadas. O Governo aumentará a oferta de cestas de alimentos, que passarão a beneficiar cerca de 17 mil famílias, 3,5 mil a mais do que o número atual.

Anistia aos desmatadores será vetada hoje por Dilma
FSP, de hoje, 26: A presidente Dilma Rousseff excluirá a anistia a desmatadores do Código Florestal. A lista dos vetos da presidente ao texto da Câmara será apresentada hoje, juntamente com uma proposta que o Planalto enviará ao Congresso restaurando o texto do código do Senado. A ideia é que nenhum proprietário rural seja desobrigado de recompor as chamadas áreas de preservação permanente (APPs) em margem de rio, principal polêmica gerada pelo texto da Câmara.

Regras
Haverá regras mais flexíveis para pequenos proprietários, na linha do previsto no artigo 62 do texto do Senado, rejeitado em parte pelos deputados na Câmara. Outros pontos polêmicos excluídos pela Câmara do texto do Senado serão restituídos. O principal deles é a previsão de corte de crédito para os proprietários rurais que não aderirem aos programas de regularização ambiental em cinco anos.

Proteção das margens
A proteção às margens de rios urbanos e o artigo 1º da lei, que estabelecia princípios ambientais para o Código Florestal (como a conservação das florestas e o combate às emissões de gases-estufa) também voltarão ao texto. Embora longe do que queriam os ambientalistas -o veto total ao texto da Câmara-, a proposta do governo deve tranquilizar a opinião pública no Brasil e no exterior, num momento em que a Europa vê no futuro da lei florestal um indicador de sucesso ou fracasso da conferência ambiental Rio +20, em junho.

Legado de Miguel Arraes vive em PE com administração de Eduardo Campos I
O titular deste espaço teve a oportunidade de militar no movimento estudantil na redemocratização do país no início da década de 80 e teve a oportunidade de “absolver” experiências dos velhos militantes do partido comunista, socialista ( leia-se o grande advogado José Rosa de Oliveira) e conheceu algumas lendas vivas como Miguel Arraes, governador cassado de Pernambuco que depois voltou ao cargo por duas vezes através das eleições diretas.

Legado de Miguel Arraes vive em PE com administração de Eduardo Campos II
Foi no movimento estudantil que li muito sobre Miguel Arraes e teve a oportunidade de conhecê-lo em Recife. Já idoso, mas com um brilho nos olhos que lembrava a rebeldia dos jovens. Sempre foi um rebelde, quando do golpe militar, foi convidado para continuar no cargo de governador e aceitar o novo regime preferiu não trair a vontade dos que o elegeram. Foi preso – ao lado de Seixas Doria – e depois foi exilado. Miguel Arraes que ao lado de Francisco Julião fizeram uma revolução através das Ligas Camponesas.

Legado de Miguel Arraes vive em PE com administração de Eduardo Campos III
O neto de Arraes, o governador Eduardo Campos é uma das gratas surpresas da política brasileira dos últimos anos. Espera-se que não se transforme num Collor ou mesmo num Aécio Neves. Não se perca no caminho árduo e espinhoso da política brasileira. O titular deste espaço não teve a oportunidade de conversar com Eduardo Campos, mas chegou a apertar a mão dele e elogiá-lo por honrar o legado deixado pelo avô. Quem quiser saber mais sobre a administração de Eduardo Campos é só assistir as inserções estaduais do PSB produzidas pela Link Propaganda que estão no ar em Pernambuco até a próxima segunda-feira, 28: http://www.linkpropaganda.com.br/blog/o-jeito-do-psb-governar-em-pe/

Obras públicas em passo de tartatuga em Frei Paulo I
O blog recebeu informação de que várias obras estão em andamento no município de Frei Paulo, mas com atraso na entrega.  A urbanização da Avenida

José da Cunha era pra ser iniciada em 26/09/2011 e ser concluída em 26/02/2012 mas começou no inicio de dezembro e até agora nada de conclusão (foto ao lado). A reforma da praça João Teles da Costa prazo de 120 dias,a obra começou em maio do ano passado e até agora nada (fez aniversário de um ano).

Obras públicas em passo de tartaruga em Frei Paulo II
No ano passado foi fincada na praça Jackson de Figueiredo (praça da feira)uma placa identificando a construção  naquele local e  e até agora não saiu do papel! A reforma do mercado de cereais tinha o prazo de 90 dias para ser concluída,mas levou quase 03 anos para o término(foi entregue no mês de abril)

MP e CGU devem questionar o prefeito o motivo das paralisações
É preciso que o Ministério Público chame o prefeito para saber os motivos dos atrasos. Na verdade o que da a entender é que está deixando para serem concluídas e entregues dentro do período eleitoral. E mais: Onde está a CGU que não está sendo rígida na fiscalização sobre a execução conclusão das obras em Frei Paulo?

Urgência? I
No Nordeste, a lentidão burocrática do poder público, principalmente federal, atrasa o auxilio aos flagelados da maior estiagem dos últimos 30 anos. Parece que não consta no dicionário das autoridades o verbete "urgência". Já se vão 10 meses de estiagem e a ajuda efetiva e definitiva não chega. A presidente Dilma até engrossou a reza, mas não enviou auxílio expressivo e eficaz de combate a estiagem.

Urgência? II
Os desastres naturais em outras regiões do Brasil são realmente impactantes e recebem imediata ajuda do poder central. Aqui no Nordeste, onde a seca mina, durante meses, a economia da região e a alta estima do sertanejo, as ações de enfrentamento só são anunciadas em véspera de chuva. Esse é o desabafo do sertanejo Kaká Andrade, atual secretário de gestão e meio ambiente de Canindé de São Francisco.

Juiz sergipano assume como secretário-geral do CNJ
Assumiu recentemente o cargo de Secretário-Geral do Conselho Nacional de Justiça – CNJ  o ex-presidente da Associação dos Magistrados de Sergipe – AMASE, o juiz Francisco Alves Júnior.O cargo de Secretário-Geral do CNJ, previsto em lei federal, é privativo de juiz auxiliar da Presidência daquele Conselho. Uma de suas atribuições é secretariar as sessões plenárias do órgão. Além disso, coordena toda a área-fim do CNJ, sempre na perspectiva da formulação de políticas-públicas para todo o Poder Judiciário (salvo o STF). Francisco Alves Júnior é neto do saudoso professor Acrísio Cruz.

Taxistas x SMTT na legalidade X Demagogia de alguns
A legislação federal obriga agora que todos os taxistas tenham curso de capacitação de relações humanas, direção defensiva, primeiros socorros, mecânica e elétrica básica de veículos, promovido por entidade reconhecida pelo respectivo órgão autorizatário. Em Aracaju foram dos locais que realizaram os cursos.

Alguns taxistas preferiram o “jeitinho” e sabiam que os certificados  eram falsos
Em um deles um funcionário esperto ofereceu diplomas para alguns taxistas sem a necessidade de realizarem o curso. E aí foram descobertos pela SMTT, com os certificados falsos. A culpa é da SMTT? Todos os taxistas que compraram os certificados sabem que eles não eram legais. Foi o famoso “jeitinho” brasileiro. Agora o vereador Jailton Santana culpa a SMTT. Não seria melhor chamar a polícia para prender o funcionário que vendeu os certificados falsos e os taxistas que fizeram a transação. Documento falso é crime. E os taxistas devem ser indiciados também. Ou não? A culpa é de quem se eles perderem os alvarás? Quem apresentou documento falso? Foi a SMTT

Aceitar atestado falso não é improbidade administrativa?
Se a SMTT aceitasse os atestados falsos, os políticos que hoje criticam a decisão correta de punir os infratores, estariam na imprensa denunciando que o superintendente está cometendo improbidade administrativa por receber atestados falsos. Aliás, como fica perante o eleitorado um vereador que defende atestados falsos? Não é caso de polícia? Ou é melhor fazer politicagem no ano eleitoral?

SMTT garante que informações de vereador não procedem
A Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito (SMTT) presta esclarecimento sobre informações divulgadas pelo vereador Jailton Santana na tarde de ontem, 23, em sessão da Câmara Municipal de Aracaju. A equipe da Coordenadoria de Táxis (Cotax) da SMTT assegura que não há possibilidade de funcionários da Casa vender pontos como ele diz.

Há 30 anos não muda o número de permissionários
Há mais de 30 anos que o número de permissionários a realizar o serviço de táxi em Aracaju não muda. "São 2.080 pontos há muitos anos. O que é permitido é transferência que se dá através de termo de comparecimento e confirmação de autorização de tal serviço, assegurado pelo Regulamento dos Táxis do Município de Aracaju", informa a diretora de Transportes Públicos, Shirley Barbosa. Ela completa que, ainda assim, só é permitida tal transferência em caso de morte ou invalidez permanente ou a pedido do permissionário – que assina o requerimento e termo restritivo. "Inclusive, depois que ele pede transferência, fica impedido de possuir outro ponto por dois anos", finaliza.

Taxistas confessaram ter comprado certificados adulterados
Quanto ao suposto envolvimento de também funcionário da SMTT em falsificação de certificados de capacitação para o serviço de taxista previsto na Lei Federal nº 12.468, de 28 de agosto de 2011, que regulamenta a profissão de taxista, é também informação infundada do vereador Jailton Santana.O que assegura o posicionamento coerente da SMTT são os depoimentos dos próprios taxistas envolvidos nas falsificações que confessaram ter comprado os certificados adulterados. "Todos afirmaram ter burlado a lei e, nisso, há três nomes que foram citados por eles como sendo o 'fornecedor' das falsificações, que estão todos sob investigação policial", afirma Shirley Barbosa.

Audiência com o Governador
Na manhã desta sexta-feira, o governador Marcelo Déda receberá em audiência especial o presidente da ACESE, Alexandre Porto, que estará acompanhado de 11 dos 14 ex-presidentes vivos da ACESE. Ao todo, a mais antiga entidade empresarial sergipana teve 45 presidentes, contando com o atual e mais jovem líder a assumir a entidade.

140 Anos da ACESE
A reunião extraordinária se dá pela passagem dos 140 anos da ACESE, registrado neste sábado, 26 de maio, tendo em vista o importante papel desempenhado pela Associação no desenvolvimento do estado nestas 14 décadas de existência. Na oportunidade, Porto convidará Déda a participar do Almoço com Negócios desta sexta e de todas as atividades alusivas aos 140 anos.

Antônio Saracura lança mais um livro hoje,25
O escritor Antônio Saracura convida a todos as pessoas que gostam de ler,  para irem à Livraria Escariz do Shopping Jardins hoje, 25,  no horário das 16h às 19h. Ele estará lançando seu novo livro “Minha Querida Aracaju Aflita”, que foi agraciado recentemente com  o Prêmio Mário Cabral de Crônicas,  pelo governo do Estado de Sergipe.

Outras obras
As outras duas obras  do  autor, “Os Tabaréus do Sítio Saracura”  e “Meninos que não Queriam ser Padres”, já consagradas pelos leitores, estarão  também  sendo disponibilizadas e autografadas. Quem já adquiriu os livros anteriormente, pode levá-los para Saracura autografar. Vá bater um papo com  o escritor sergipano que  já faz sucesso no Brasil.

Campanha de vacinação foi prorrogada até 1º de junho
Seguindo as orientações do Ministério da Saúde, a Prefeitura de Aracaju prorrogou a 14ª Campanha Nacional de Vacinação Contra a Gripe. A campanha que seria encerrada nessa sexta-feira, dia 25, agora vai até o dia 1º de junho. Em Aracaju, quem ainda não tomou a vacina pode ir a qualquer uma das 43 Unidades de Saúde da Família (USFs) ou a Sala de Vacina do Ipes, que fica na rua Campos, no Centro de Aracaju.

PELO TWITTER

www.twitter.com/coelhoelton  Começo o "jejum" dos professores p/abocanhar os 22% do piso. Os estudantes pedem a volta das aulas. Quem vai saciar a fome da educação?

www.twitter.com/Edson_Bomfim  O povo não aceita político mentiroso pregando o caos, o terror para faturar politicamente. O povo defende e quer sempre a verdade.

www.twitter.com/JoaoClaudioMF  Quem quiser vencer na vida deve fazer como os seus sábios: mesmo com a alma partida, ter um sorriso nos lábios. Bom dia, meus amigos!!

www.twitter.com/Gilbertotv Mesmo com toda modernidade do mundo, ainda somos os mesmos e vivemos como nossos pais. Como foi feliz o Belchior com essa frase.

www.twitter.com/marciorocha1 Definitivamente, essa legislatura da CMA é a mais vergonhosa de todos os tempos.

www.twitter.com/AnaBertozzo Se vc é daqueles que pensam mil vezes antes de agir, então é dos meus…essa coisaa de pressa nos remete a grandes surpresas..desagradáveis!

www.twitter.com/chicoandradef Quem acende uma vela é o primeiro que recebe a luz.Bom dia.

www.twitter.com/marcusfam A gente liga o rádio pra ouvir as notícias de Sergipe e é só política. Não acontece mais nada por aqui?

ARTIGO

Show Business e não forró  –  Messias Gonçalves

Sergipe é reconhecidamente um celeiro de bons sanfoneiros e de grupos conhecidos como Pé de Serra. Disso ninguém duvida. Porém nenhum deles se projetou nacional ou internacional, como Alcymar Monteiro, Mestre Zinho, Jorge de Altinho, Adelmário Coelho entre tantos.

Vejam que os citados acima são de diferentes estados. E os daqui? Nenhum. E porque não despontou nenhum sergipano? Quais são os culpados? Os artistas, a mídia, o governo estadual, os municipais, os produtores, quem ou quais?

Ninguém brilha por acaso. Não foi à toa que Bell Marques (Chiclete com Banana), Durval Lelis  (Asa),  Fagner, Zé Ramalho, Elba e outros tantos, cada um nos seus gêneros musicais. Antônio Carlos Du Aracaju, Amorosa, Carvalhinho, Lula Ribeiro, Antônio Rogério e Chico Queiroga, Pantera e mais algumas dúzias de artistas sergipanos, mesmos tentando, cada um na sua proporção, não atingiram.

Na linha do forró, vamos citar Zé Américo de Campo do Brito, Erivaldo de Carira, Jailson do Acordeom, … Enfim são tantos que não vou me arriscar a tentar lembrar. Sintam-se todos citados.

Vamos por etapa. Por que quando o então prefeito Jackson Barreto criou o FORROCAJU, naquele ARRAIÁ, defronte a assembleia legislativa era o maior sucesso de público, mesmo com os artistas prata da casa? Talvez porque ele não se deixou contaminar pelos apelos dos empresários e produtores dos artistas de fora.

Aproveito para relembrar também na nossa querida São Cristóvão, quando armavam também o ARRAIÁ na Praça São Francisco. Com sanfoneiros Pé de Serra também.

Ou porque aquele modelo de festa junina era o que Jackson havia sonhado e planejado realizar?  Com certeza não havia pretensões para o que é hoje o FORROCAJU. Mas as pessoas precisam entender que a maioria das coisas de uma sociedade, haverá as transformações, que devem ser vistas naturalmente.

Antes o FORROCAJU era realizado num ARRAIÁ. Hoje está montado numa mega estrutura no mercado municipal. Prefeitos que vieram após Jackson optaram pela mudança e pelo crescimento do evento.

Mesmo com a contratação dos artistas de renomes nacional, são constantes as presenças de artistas sergipanos. Assim o poder público tenta mesclar para amenizar os custos como as críticas. Lá existem três palcos. Somente em um deles, se apresentam as estrelas. Nos outros dois, são exclusivos para os nativos.

Muitas pessoas esquecem quando criticam que os investimentos são na maioria adquiridos de patrocinadores. Vem recursos de Brasília, das cervejarias, e de empresas que veem nesses eventos, potencialidades para retornos das suas marcas, para futuros consumidores que participam.

Não se pode comparar um evento como o FORROCAJU de hoje ao que Jackson Barreto realizava.  Por isso eu pergunto. Imaginemos que numa dessas edições do FORROCAJU, só tivéssemos os artistas de Sergipe, com a estrutura que é colocada hoje. Se hoje temos noite com mais de cem mil frequentadores, somente com eles não passariam de cinco mil.

Além de Aracaju, temos que levar em consideração Estância, Muribeca, Nossa Senhora do Socorro e Capela. Tirando os filhos dessas cidades, com os seus familiares e alguns amigos, quem sairia de suas cidades para curtir as festas hoje consagradas dessas cidades? Praticamente “alguns”.

Paralelamente a todas as colocações expostas, outro fator que ajudou a mudar os tamanhos das festas. Os comícios e as campanhas eleitorais. Com os shows vieram as doações por debaixo do pano. Ninguém acredite que o que é pago é para pagar apenas as despesas dos partícipes dos shows. Todos saem ganhando. TODOS.

Quando uma cervejaria aceita doar, como patrocínio cerca de 50, 100 mil, é porque ela espera vender determinada quantidade de latinhas. E com certeza nenhum artista nosso local, dará esses retornos financeiros.

Tudo isso exposto é SHOW BUSINESS. O resto é forró autêntico. Muitos continuarão a levar as justas e merecidas homenagens ao velho e querido Luiz Gonzaga. Talvez o primeiro LULA.

Blog no twitter: www.twitter.com/BlogClaudioNun

  
Frases do Dia

“A grandeza é uma necessidade para tempos difíceis”.Jacob Burckhardt, filósofo e historiador suíço, nasceu em 25 de Maio de 1818 e morreu em 1897.

O texto acima se trata da opinião do autor e não representa o pensamento do Portal Infonet.
Comentários