AJU: Sindicatos fiscalizam nomeações. Mil à vista

0

“O jornalismo é o exercício diário da inteligência e a prática cotidiana do caráter.” Cláudio Abramo.

Os sindicatos que não aceitaram o parcelamento ou o empréstimo proposto pelo prefeito Edvaldo Nogueira para o salário de dezembro, estão

concluindo levantamento sobre o número de cargos comissionados nomeados pelo atual prefeito. São muitos e já está prestes a completar mil cargos.

Enquanto isso a população carente está sendo penalizada com a justa greve dos servidores da saúde.

Uma simples olhada em alguns diários percebe as relações de várias nomeações por secretarias. O problema levantado pelos sindicalistas e a desculpa apresentada pelo prefeito de falta de recursos. Então qual o objetivo de tantas nomeações? Na próxima semana alguns vão levar o levantamento ao TCE/SE numa forma de mostrar aos conselheiros que a desculpa é esfarrapada.

Aracaju fede – O título do artigo de ontem do jornalista Adiberto de Souza, aqui na Infonet tem toda verdade. E além da greve dos profissionais da área de saúde, agora também do garis e margaridas.

Veja o que ele escreveu: ”...Enquanto as partes se digladiam, Aracaju está virando no paraíso dos ratos, baratas e, principalmente, do perigoso mosquito Aedes aegypti. Portanto, a persistir esta delicada e mal cheirosa situação, caminhamos para uma grave crise de saúde pública. Aliás, se tiver um pouquinho de responsabilidade, a Prefeitura alertará aos turistas para evitarem Aracaju durante o feriado de carnaval, pois quem se arriscar a nos visitar pode retornar à cidade de origem com dengue, chikungunya e zika vírus e outras cositas más. Misericórdia!”

Quem visitou Aracaju em dezembro e retorna agora, vai perceber que em um mês e meio nada mudou. E o prefeito parece que é o mesmo!

Salários PMs: Sergipe é o antepenúltimo dos estados. Só ganha PB e ES, segundo Associação Nacional dos Militares
Deu no Globo, Lauro Jardim: A Associação Nacional das Entidades Representativas dos Militares Brasileiros (Anermb) listou os salários iniciais

dos policiais militares no país. O Espírito Santo, que vivenciou o caos com a greve de policias, é o penúltimo na lista, com salário superior apenas ao da Paraíba. O melhor salário do Brasil é do policial militar de Brasília, onde o piso inicial é de R$ 7,1 mil. Pelo quadro ao lado, Sergipe é o antepenúltimo da lista, com R$ 2,702, 78 no início da carreira.

 Espera no Hospital São José 
“Trinta dias aguardando uma cirurgia no Hospital São José sem conseguir.  O IPESAUDE não paga e ficamos impossibilitados de atendimento, uma vez que o cirurgião só opera naquele hospital.  Uma vergonha. Guarde meu nome.”, O desabafo de um leitor.

Jackson confirma que votará novamente em Fábio Reis
Na tarde de ontem, 09, ao participar da solenidade do lançamento da pedra
para construção da HDA do Nordeste Indústria e Comércio de Componentes (indústria de produção de lâmpadas led), ao saudar as autoridades presentes disse ao deputado Fábio Reis: “Saúdo o amigo Fábio Reis qualificado competente, votei em você e votarei novamente.”

Com templo da Universal, Emurb deixará viaduto Dia mais caótico
O blog não quer acreditar que o dedo do Bispo, ou melhor, dos políticos da Universal do Reino de Deus em Sergipe conseguiram a aprovação pela Emurb para construir o tempo num terreno do lado do viaduto do DIA, onde o congestionamento é enorme com pouco estacionamento.

Templo terá capacidade para 2,5 mil pessoas. E o estacionamento?
Cadê o MPE e os outros órgãos para questionar a Emurb. Como aprova a construção de uma obra tão grande sem condições de trânsito no local. Um absurdo. Aqui é a terra onde tudo pode.

Desde 2005 aguardam templo. Dinheiro foi apreendido pela PF em Brasília
Em 2005, a PF apreendeu no aeroporto de Brasília com cerca de R$ 6 milhões com o então deputado João Batista (PFL-SP) e mais seis pessoas em seis malas. Disseram que tinha sido doação dos fiéis para Igreja Universal. O dinheiro ficou apreendido.

Fotos de confraternização do ano passado pode Reviver grave escândalo
E no ano passado durante uma confraternização de servidores, uma senhora foi ao banheiro. Tudo normal, mas como recebeu um pacote resolveu conferir no local e começou a contar. As mulheres que chegavam estranharam o local encontrado para contar o dinheiro. Uma delas, curiosa resolveu tirar umas fotos, já que a outra estava tão distraída contando o dinheiro que não prestava atenção a mais nada. Agora as fotos reveladas podem Reviver toda a história… Inclusive chegando a um órgão investigador em Brasília…

Bunker e tomógrafos
O governador Jackson Barreto esteve na manhã desta quinta-feira (09), no Quality Hotel, para cumprimentar o secretário Executivo do Ministério da Saúde, Antônio Carlos Nardi, e solicitar encaminhamento da base do acelerador linear e dois tomógrafos para o setor de Radiologia do Hospital de Urgências de Sergipe. A conversa foi acompanhada pelo secretário de Estado da Saúde Almeida Lima.

Fase de conclusão
“Solicitamos o encaminhamento da base do acelerador em virtude do bunker, que já está em fase conclusiva. E mais dois tomógrafos para melhor adequar a estrutura de radiologia do Huse e o secretário se comprometeu a viabilizar esse pleito”, disse Almeida Lima. 

BPRV  não está fiscalizando as rodovias estaduais. Várias irregularidades
A foto ao lado foi tirada ontem, 09, às 1h30, na rodovia que liga Salgado a Colonia Treze em Lagarto. Em cima Da carroceria fechada de um 

caminhão três pessoas. A pergunta: cadê o Batalhão de Polícia Rodoviária Estadual (BPRV)? O que faz? O ano passado o governador entregou 15 novas viaturas em dezembro. Onde estão? 

Esclarecimentos senador Valadares
Informo a todos que algumas bancadas estipulam validade do mandato de Coordenadores, outras não, como a de Sergipe. JB e seus aliados podem tentar mil vezes a minha destituição. Ñ conseguirão na marra, só no acordo. O entendimento é o melhor caminho, e o melhor conselheiro para a unidade da bancada.  Em outubro, quando estaremos reunidos de novo pra discutir as emendas estarei aberto, como sempre estive, pra conversar com os colegas sobre essa mudança. O site da CMO confirma quem é o Coordenador da Bancada: http://linkis.com/www2.camara.leg.br/a/DFPEM

Antisocial borbulhando
E o que era para ser uma ação social virou o antisocial. Tudo porque a fogueira da vaidade está deixando atrapalhar o trabalho. E as divergências já são temas de debate nos corredores. Um grupo defendendo uma e outro defendendo a outra.

Meio milhão a agiota
Alguém acredita que um parlamentar pode dever meio milhão a um agiota? É claro que não! Ainda bem que não é em Sergipe…

Psicologia de polícia e bandido
Do teólogo e psicólogo Sérgio Oliveira: “Na greve da PM no Espírito Santo cidadãos comuns foram vistos realizando saques em lojas e supermercados. A ausência da polícia revela uma realidade assustadora: o caos ético e moral que se encontra o nosso país. Quando a polícia se torna a regra de conduta das pessoas, o instrumento de controle que as impede de cometer crimes percebe-se a falta de consciência ética e moral. Retirada a polícia vem a tona o desejo latente de um povo corrupto. Idiotice pensar que só políticos são desonestos, tendo oportunidade, muitos se tornam criminosos. A conclusão é a seguinte: Se precisamos de polícia para sermos honestos, somos uma sociedade de bandidos soltos!”

Convite  Alckmim

O senador Eduardo Amorim esteve  ontem, 9, no estado de São Paulo em visita ao gabinete do governador Geraldo Alckmin. Ao lado do prefeito da cidade de Itabaiana Valmir de Francisquinho, de Talysson Costa (filho do prefeito), e do tesoureiro do PSDB/SE Walter Soares Filho, o parlamentar foi também recepcionado pelo secretário chefe da casa civil de São Paulo, o deputado federal Samuel Moreira. "Vim fazer o convite pessoalmente ao Alckmin para que ele nos dê a honra de participar da inauguração da nova sede em Sergipe do Partido da Social Democracia Brasileira (PSDB)", disse Eduardo relembrando ele ter sido um dos fundadores da conjunção da sigla partidária. 

Esclarecimentos Capela
Durante o seu primeiro encontro com estudantes universitários para discutir sobre transporte escolar, ocorrido na noite de quarta-feira, 8/02, a prefeita de Capela, Silvany Sukita, afirmou que os ônibus para transporte de universitários (da sede e povoados) estarão liberados a partir da próxima semana. "Os veículos (sete no total) estão passando por manutenção e regularização de documentos. Silvany relatou que recebeu a frota sucateada.

Esclarecimentos Capela II
Na ocasião, a prefeita apresentou notas fiscais atestadas pela antiga gestão, no decorrer de dezembro de 2016, referente a despesas com manutenção dos ônibus, no valor de R$ 400 mil, sem que os serviços tenham sido realizados. "O mais grave, essas despesas foram pagas com recursos do Fundo Municipal de Saúde". Silvany Sukita disse que sua gestão tem responsabilidade e sabe que um transporte com problemas mecânicos pode acabar com qualquer futuro. "Na administração passada, vocês foram surpreendidos por várias vezes na madrugada, com paradas na BR por conta de falhas mecânicas, falta de combustível e até apreensão por documentação irregular. Não admitimos isso!".

Esclarecimentos Capela III
Além do transporte gratuito, a prefeitura de Capela também beneficiará os estudantes com outras medidas. Dentre elas: Apoio técnico da equipe da prefeitura para a criação da Associação dos Estudantes Universitários; Encaminhamento para aprovação na Câmara de Vereadores, dentro da Lei Orçamentária do Município, de benefícios que lhes garantam o direito permanente ao transporte escolar; Fornecimento de declaração às instituições, justificando as faltas obtidas no período em que o serviço esteve suspenso.

Presídio de Areia Branca 
A deputada estadual Maria Mendonça (PP) destacou a iniciativa do Pleno do Tribunal de Contas do Estado (TCE) que, na sessão desta quinta-feira (9), expediu Medida Cautelar determinando à Secretaria de Estado da Justiça (Sejuc) que, no prazo máximo de 45 dias, dê início ao funcionamento da Cadeia Pública de Areia Branca. “É uma medida que muito nos anima e atende a expectativa de todos os sergipanos que há tempos vivem sob forte insegurança”, afirmou Maria.

Reabertura 
“há algum tempo temos cobrado a reabertura dessa cadeia por saber que isso vai ajudar a desafogar o sistema prisional”, afirmou Maria, parabenizando a conselheira Susana Azevedo, que de maneira sensível acompanhou sugestão da Diretoria de Controle Externo de Obras e Serviços. “No sentido de permitir a contratação emergencial de cogestão para instalar e dar funcionamento à unidade prisional”, destacou Maria.

Prestação de Contas Anual
Acontece nas próximas segunda (13) e terça-feira (14), a capacitação em Prestação de Contas Anual, que reúne titulares de diretorias Administrativas e Financeiras (DAFs), Assessorias de Planejamento (Asplans) e de Patrimônio/Almoxarifado dos órgãos da Administração Direta e Indireta do Governo de Sergipe.

Objetivo
O evento, que vai acontecer no auditório do Palácio Museu Olimpio Campos, é uma realização da Controladoria-Geral do Estado, e tem como objetivo a orientação sobre os procedimentos de prestação de contas de todos os atos e fatos da gestão estadual no exercício de 2016, com enfoque na desburocratização dos processos de prestação de contas anual e na transparência da administração pública, tendo por referência a Instrução Normativa nº 001/2014/CGE.

Carnaval 2017 é no Iate Clube de Aracaju!
A alegria e a folia estão de volta ao salão nobre do Iate Clube de Aracaju. A gestão do Comodoro Eugênio Sobral resgata os bons tempos de

 Momo e realiza o Carnaval Por Amor ao Iate. Com dois bailes infantis, que acontecerão no domingo, 26 e terça, 28, a partir das 16:30, ao som da banda Los Guaranis. Os adultos também vão curtir e se divertir com um baile no sábado, 25, a partir das 21:30, embalados pela banda Los Guaranis e outro na terça, também às 21:30, com a Orquestra pernambucana Super Oara, que aporta no salão nobre do clube com muito astral e alegria. Vista sua fantasia, reúna os amigos e aproveite o melhor carnaval de Sergipe. O primeiro lote encerra dia 12 de fevereiro com preços especiais para as mesas que já estão à venda na secretaria do Iate, e podem ser adquiridas no cartão de crédito Visa e Master e Banese débito. Garanta a sua, porque vai ser bom demais. Informações pelos fones 3211-9623 e 98877-0450.

PELO TWITTER

www.twitter.com/gdoweber   Eu queria saber o que passa na cabeça de uma pessoa que só escreve em caixa-alta…

www.twitter.com/KarinaDrummond   A vida é mesmo uma balança. O grande desafio é conseguir manter-se em equilíbrio. #harmonia

Pratique bem estar e ganhe saúde. De segunda a quinta das 7h às 8h (nas areias ao lado do estacionamento da Passarela do Caranguejo). Mais informações Gladston e Nick Maia: 99839-1718/98813-4407. 

www.twitter.com/fmncaldas   Não existe riqueza sem trabalho. Se alguém recebe sem trabalhar é porque alguém trabalha sem receber

www.twitter.com/joaocorrrea   Vou tentar me tornar um pouco mais egoísta e um alienado social pra ver se relaxo um pouco curtindo a minha zona de conforto.

www.twitter.com/anterogreco   Pra gente pensar, dois versos de um italiano genial chamado Roberto Vecchione: "Nenhum reino é maior/do que essa pequena coisa que é a vida"

www.twitter.com/emirsader   Temer diz que fez em 7 meses o que achou que ia levar 2 anos: caso de desarranjo intestinal.

Nota Cavo

"Em consideração a seus funcionários e à população de Aracaju, mais uma vez, a Cavo está fazendo enorme sacrifício para quitar os salários de seus colaboradores, o que possibilitou a retomada parcial da coleta de lixo nesta quinta-feira 9. A empresa pagou metade dos vencimentos nesta quinta-feira 9 e o restante será pago no próximo dia 15. A administração municipal de Aracaju se mantém intransigente e recusou novamente, nesta data, a receber a direção da Cavo para negociar os débitos que chegam a R$ 28,4 milhões. Cabe esclarecer que, ao contrário do que a administração municipal tem divulgado, o pagamento feito em janeiro pela Emsurb representa apenas dois terços do montante devido pelos serviços executados em dezembro e as operações da empresa em outras cidades nada têm a ver com a situação de Aracaju. Em fevereiro, a Cavo não tem qualquer previsão de recebimento pelos serviços prestados o que, fatalmente, terá impacto, cedo ou tarde, na limpeza urbana da cidade. A Cavo não se furtará a tomar as medidas judiciais cabíveis para receber o que tem direito."

ARTIGO

Reflexões e sugestões sobre a gestão integradas das águas urbanas de Aracaju e região metropolitana  por  Ailton Francisco da Rocha*

O saudoso jornalista Cleomar Brandi assim retratou Aracaju: “…Quem te espreita de longe, da quietude do morro que te vigia, percebe teu jeito sinuoso com as mansas águas dos rios que te banham, desenhando contornos na beleza da tua geografia. Navegando no regaço morno de velhas canoas, cheias de história de lua e de água, deslizo no teu dorso e percebo a riqueza dos teus manguezais, onde fervilha o equilíbrio orgânico da natureza, uma festa para os olhos…”.

A população e o meio ambiente têm sofrido impactos por práticas insustentáveis de desenvolvimento urbano que se inicia pelo uso do solo e segue na limitada capacidade de gestão estratégica das cidades para resolver os problemas relacionados com gestão das águas urbanas. A sociedade brasileira está no estágio que os países desenvolvidos se encontravam antes da década de 70, denominada de higienista, já que procura distribuir água segura, coletar o esgoto e transferir para jusante sem tratamento, desta forma evitando doenças na vizinhança de quem gera o esgoto, mas transferindo para outros e deixando para o meio ambiente o ônus do tratamento, alerta Carlo Tucci.

A ocupação urbana tradicional não procura compreender como solo, água e plantas estão integradas na natureza para buscar mitigar os efeitos adversos da introdução de superfícies impermeáveis. Na Natureza a precipitação que não se infiltra tende a formar ravinamentos naturais de acordo com intensidade e frequência da precipitação, cobertura e resistência do solo. Com a destruição da drenagem natural, o novo sistema é formado por ruas, bueiros, condutos e canais que aceleram o escoamento e aumentam as vazões máximas, em várias vezes, além de lavar as superfícies, transportando assim o poluente gerado. Para desenvolver a gestão integrada é necessário conhecer a interface entre os sistemas. O desenvolvimento urbano representado pela ocupação do uso do solo é a fonte dos problemas, como destacado anteriormente.

A seguir são apresentados os principais problemas e as consequências nas áreas urbanas em função de uma gestão deficiente e desintegrada e as metas a serem perseguidas:

Planejamento Urbano: Problemas (crescimento desordenado das cidades); Consequências (alagamentos, aterros irregulares, Impermeabilização excessiva, desmatamento, assoreamento de mananciais, desagregação das encostas e contaminação de mananciais superficiais e subterrâneos); Metas (minimização da ocupação irregular, RMA instituída oficialmente, plano municipal de saneamento implementado e fiscalização eficiente).
Abastecimento: Problemas (ineficiência no sistema de abastecimento); Consequências (perdas de água na rede; aumento da tarifa; contaminação da água por esgoto; falta de manutenção de estações de tratamento; falta de abastecimento em algumas áreas e alternativas caras de fornecimento); Metas (fornecer água em quantidade e qualidade adequada com tarifa mínima, mananciais protegidos e planejamento adequado).

Esgotamento Sanitário: Problemas (atendimento do sistema de esgotamento sanitário insuficiente e ineficiente); Consequências (contaminação dos mananciais superficiais e subterrâneos, aumento da incidência de doenças de veiculação hídrica, redução da balneabilidade das praias e surgimento de ambientes urbanos insalubres); Metas (cobertura total do espaço urbano com sistema de esgotamento adequado, planejamento definido e balneabilidade mantida).

Drenagem: Problemas (inundações em áreas urbanas); Consequências (redução da capacidade de infiltração do solo, assoreamento e obstrução do sistema por resíduos sólidos, prejuízos financeiros à população; danos à saúde e a vida); Metas (minimizar a frequência dos alagamentos; dispor de um planejamento por bacia e valorizar os canais naturais).

Resíduos Sólidos e Sedimentos: Problemas (disposição inadequada dos resíduos sólidos e erosão excessiva); Consequências (lixo em locais inadequados, presença de catadores nos lixões, disseminação de doenças, contaminação de mananciais e obstrução da drenagem e retirada de areia dos rios irregularmente); Metas (gestão adequada dos resíduos sólidos, geração de renda com reciclagem e redução da carga de sedimentos).
Institucional: Problemas (baixa capacidade de intervenção das instituições); Consequências (instituições ineficientes; gestão das águas urbanas inadequada, impactos transferidos para jusante, retrabalhos e dificuldade na aquisição de recursos para investimentos); Metas (gestão integrada das águas urbanas).

O desafio atual para os gestores municipais é sem dúvida o controle dos impactos das cidades sobre o sistema natural. No entanto, existem vários arranjos de gestão a serem aprimorados para buscar eficiência no investimento, garantindo o retorno final para a sociedade, o que atualmente não vem ocorrendo.

*Advogado, Engenheiro Agrônomo, Escritor e Superintendente de Recursos Hídricos da Semarh/SE.

Cláudio Nunes no Face e no twitter:

https://www.facebook.com/blogclaudionunes/

Frase do Dia
“Genialidade e maldade não combinam.” Alexandre Pushkin, escritor russo,morreu em 10 de Fevereiro de 1837 (n. 1799).

O texto acima se trata da opinião do autor e não representa o pensamento do Portal Infonet.
Comentários