AL e o trenó de R$ 300 mil

0

“Terá um custo extra, mas o que não podemos aceitar é uma convocação sem razão de ser. Quando a matéria é relevante, e você tem urgência de produzir os resultados, é uma opção que o governante tem que examinar. O que não pode acontecer é convocar artificialmente”. As palavras acima são do governador Marcelo Déda (PT) publicadas ontem, 19, no Jornal da Cidade, ao tentar justificar a convocação extraordinária dos deputados estaduais que custará aos cofres públicos cerca de R$ 300 mil.

 

A incoerência do governador começa nas próprias palavras dele: “matéria relevante e você tem urgência”. Ele se refere, principalmente a projetos na área da saúde que chegaram, pasmem caro leitor, na véspera do recesso parlamentar na Assembléia Legislativa. Uma boa desculpa para uma Assembléia que fechou o ano cega, muda e surda, com um dos desempenhos mais fracos da história do parlamento sergipano. Os 24 deputados estaduais “esqueceram” de assuntos importantes como o escândalo do Tribunal de Contas e a CPI da Deso. Uma eleição estadual neste momento certamente faria uma lavagem sem precedentes na história daquele parlamento.

 

Estes projetos, que são importantes, não chegaram a tempo na Assembléia por culpa exclusiva do governador e de sua equipe que neste caso trabalhou a passos de tartaruga. Quem pagará agora por esta demora é a sociedade sergipana. E o pior o discurso do governador de economicidade cai por terra com este presente de Papai Noel aos 24 deputados. O trenó com o presente de Déda para os deputados não saiu do bolso dele, mas dos impostos de todos os sergipanos. Sem esquecer que o governador sempre foi contra convocação extraordinária. Só falta agora ele fazer como o presidente Lula, que no último dia 5 de dezembro, defendendo a aprovação da CPMF disse ser uma “metamorfose ambulante” e não ter medo de mudar de opinião. O perigo é que essa metamorfose ambulante do governador esqueça de uma vez por todas as mudanças prometidas na campanha eleitoral.

 

Apadrinhado de coronel quer intimidar motorista

No último dia 14, este espaço publicou um artigo denunciando o uso ilegal de um veículo Astra prata locado pela PM, quando o filho do coronel Antônio dos Santos dirigia sem ser policial militar, sem carteira e com chapa fria (a PM não tem nem mesmo placa de segurança). Para completar bateu o veículo no fundo de outro e ficou por isso mesmo. Pois bem! O secretário Kércio Pinto comunicou que foi aberta sindicância para apurar a irregularidade, já que na locadora, o coronel é conhecido como “bate-bate”, porque toda semana o veículo é batido. Ontem, 19, o apadrinhado do coronel, vulgo “Baiano”, ligou para o motorista do veículo que recebeu a colisão para tomar explicações.

 

Comando da PM é ausente e conivente

O tal de “Baiano”, chamou o motorista de canalha e disse que “o negócio é mais embaixo”. Quer dizer: o coronel passa um veículo do Estado para o filho dirigir sem carteira de motorista, com placa falsa e ainda manda um apadrinhado dele tomar satisfações com o motorista cujo veículo recebeu a colisão. O motorista quer apenas seus direitos e que o carro seja consertado. Um absurdo, certamente o secretário Kércio Pinto tomará as devidas providências, já que o comando da PM é ausente e conivente. E mais: não pensem que essa sindicância vai cair no esquecimento, não. Este espaço vai cobrar toda semana. É preciso punir também os grandes, ou apenas os soldados e cabos são punidos na PM de Sergipe?

 

José Franco ajudou petista em Socorro

A candidata do PT derrotada em Socorro, Teofila, não é professora como escreveu este jornalista e sim auxiliar de escritório. Ela é ex-esposa de Barbosa, que foi expulso do PT. Segundo informações, foi a segunda vez que o prefeito de Socorro, José Franco, tentou derrotar o professor Washington, mas perdeu novamente.

 

Dayse quer indenização de R$ 38 mil

Virou piada. Parece que esta coluna incomoda muita gente. Pois não é que a senhora Dayse Kustra, presidente da OMF, responsável pela construção da maternidade Nossa Senhora de Lourdes que provocou tanta polêmica está processando este jornalista e pedindo uma indenização de R$ 38 mil. Ainda bem que o atual governo fez um relatório completo da situação da maternidade e da aplicação dos recursos através da Controladoria-Geral, que tem à frente Adinelson Alves. O relatório apontou  que pelo menos cerca de R$ 4 milhões do valor que seria destinado à obra continuam sem qualquer comprovação de gastos. Para atestar a aplicação de recursos, a Organização chegou a apresentar um balancete financeiro com informações fictícias. Está decidido. Este jornalista nunca processou ninguém, mas a partir de agora todos os processos ganhos na Justiça, serão revertidos para seus acusadores. Chega de coração mole! Quem vai pedir indenização por constrangimento e perda de tempo será este jornalista.

 

Flávio Conceição é afastado

A juíza Simone de Oliveira Fraga deferiu ontem, 19, a liminar que pedia o afastamento do conselheiro Flávio Conceição de suas atividades no Tribunal de Contas do Estado (TCE). Em sua decisão, a juíza alega que, por estar sendo processado perante o Superior Tribunal Federal (STF), o conselheiro, no momento, não preenche os requisitos para ser membro do TCE. O advogado de Conceição, Gilberto Vieira, contesta a decisão da juíza. “Nutro uma admiração muito grande pela Drª Simone Fraga, mas esse processo é uma anomalia jurídica”, disse ao Portal Infonet. Segundo ele, o seu cliente sequer é citado no processo como parte e, portanto, não poderia ser condenado. O conselheiro Flávio Conceição está afastado do TCE desde o dia 31 de maio, quando pediu licença médica. No mesmo mês ele foi preso pela Polícia Federal durante a ‘Operação Navalha’, acusado de participar em fraudes de licitações públicas e de desvio em favor da construtora Gautama, de Zuleido Veras. (Infonet).

 

Nova unidade do Batalhão de Choque

Como esta coluna noticiou ontem com exclusividade, o governador Marcelo Déda inaugura hoje, 20, às 11h, novo Batalhão de Choque, no bairro Ponto Novo, no prédio da antiga Sucam. O trabalho do batalhão tem sido importante nos últimos meses. Um exemplo: no bairro Santa Maria, onde a população sofria com o grande número de homicídios, a presença constante das equipes do Choque diminuiu em 64,4% a quantidade de assassinatos, sobretudo pelo combate contínuo ao tráfico de drogas e ao porte ilegal de arma. 

 

Supremo libera transposição; bispo desmaia e é internado I

Matéria da FSP, de hoje 20: “Ontem o STF (Supremo Tribunal Federal) liberou as obras de transposição de parte das águas do rio São Francisco. Também ontem, o bispo de Barra (BA), d. Luiz Cappio, que faz greve de fome contra a transposição, passou mal e foi internado, segundo informações do médico que o atendeu, frei Klaus Finkam. Pela manhã, o plenário do STF negou recurso que, se aceito, paralisaria as obras. Em outro processo, o ministro do STF Carlos Menezes Direito cassou decisão do juiz do Tribunal Regional Federal da 1ª Região Antonio Souza Prudente que havia suspendido as obras”.

 

Supremo libera transposição; bispo desmaia e é internado II

“Tanto a rejeição do recurso quanto a derrubada da decisão do TRF-1 representam uma importante vitória judicial do presidente Luiz Inácio Lula da Silva, que elegeu a transposição, orçada em mais de R$ 5 bilhões, como uma das prioridades de seu governo.  Por 6 votos a 3, os ministros negaram um pedido de paralisação das obras, apresentado em julho pelo procurador-geral da República, Antonio Fernando Souza, para quem o governo não cumpriu as exigências mínimas para executar o projeto. Os ministros favoráveis à suspensão das obras foram Carlos Ayres Britto, Cezar Peluso e Marco Aurélio Mello. Para eles, seria uma medida de cautela contra eventuais riscos de danos a ambiente, erário público e populações atingidas”.

 

CREA contesta engenheiro

E-mail do arquiteto Wellington Costa, presidente do CREA-SE: “Caro jornalista, pela segunda vez é publicada nota semelhante em sua prestigiosa coluna sobre o CREA-SE. Como na primeira vez, vamos nos limitar única e exclusivamente ao total desconhecimento do autor do e-mail, o suposto engenheiro que não se identifica, sobre o real papel do Conselho Regional de Engenharia, Arquitetura e Agronomia junto à sociedade e aos profissionais. É uma luta histórica do CREA-SE a defesa do salário mínimo profissional em qualquer nível empregatício, seja público ou privado. Se o “profissional” fosse mais cuidadoso em conhecer a verdade dos fatos poderia ter acesso aos documentos do Conselho sobre o assunto, a exemplo da ação movida na Justiça Federal contra a Deagro, quando da abertura de concurso público em que o salário oferecido era inferior ao salário mínimo profissional e várias outras situações em que o CREA-SE tem se manifestado, de forma intransigente, a favor do cumprimento da Lei 4.950-A/1966. Quanto aos adjetivos agressivos atribuídos à direção do Conselho são improcedentes e levianos, não cabendo, de nossa parte, qualquer pronunciamento”.

 

Juíza Aparecida Gama é a nova Desembargadora

A Juíza Maria Aparecida Gama é a nova Desembargadora do Tribunal de Justiça do Estado de Sergipe. Ela foi escolhida hoje, 19, pelo Presidente, Artêmio Barreto, após o Tribunal Pleno ter composto a lista tríplice a partir da relação de 9 candidatos. A vaga que será ocupada pela Juíza pertencia a ex-presidente do Tribunal Regional Eleitoral, Desembargadora Madeleine Gouveia, que se aposentou no último dia 3. A lista tríplice ficou composta pela Juiza Aparecida Gama que recebeu a maior votação – 8 votos -, pelo Juiz Netonio Machado, votado sete vezes e pelo Juiz Gilson Felix, também com sete votos.

 

Aperipê TV valoriza a cultura e os artistas de Sergipe

Neste fim de ano a Aperipê TV preparou um presente especial para o público sergipano. A programação em comemoração ao Natal e ao Ano Novo prestigia o talento dos artistas de Sergipe e brinda os telespectadores com uma produção de excelente qualidade. No roteiro, o Auto de Natal, que apresenta espetáculo teatral gravado em Canindé do São Francisco; o registro da turnê do grupo Cataluzes em Portugal; um especial sobre o folclore de Lambe-Sujo e Caboclinhos; a exibição do longa Foliar Brasil, além das apresentações das Orquestras Sinfônica de Sergipe e Sanfônica de Aracaju e do show de virada de ano Som na Caixa, todo dedicado à música sergipana. A semana começa com o Auto de Natal, no dia 24, a partir das 21 horas. 

 

Solução para o trecho Santo Amaro/Maruim/Rosário

Do professor Gilvan, de Santo Amaro: “Lendo trecho da coluna de hoje “Equipamentos do DER”, sinto que o trecho BR-101/Porto de Sergipe, poderá vir a ser contemplado por ações efetivas e sanadoras com relação aos problemas que vivenciamos nesse “pedaço” de estrada. Não é que o DER nunca tenha aparecido por aquelas bandas, só que tapa um “buraco” hoje e um vizinho fica do mesmo jeito. Irritando os usuários de Santo Amaro/Maruim/Rosário e redondeza. O trecho entre os povoados Aldeia e Sapé é calamitoso, em pleno, asfalto a “poeira” corre solta. Como fui defensor da eleição do atual governo, tenho que ouvir comentários provocativos de muitos adversários pela não solução desse problema. Que venham os equipamentos, que venha o DER a solucionar de forma definitiva o atual “caos””.

 

MPF divulga lista de ações contra 315 parlamentares

Em entrevista concedida na tarde ontem, 19, o procurador Regional Eleitoral, Eduardo Pelella, divulgou relação de 315 parlamentares sergipanos que sofrerão ações por parte da Procuradoria Regional Eleitoral (PRE) porque trocaram de partido depois de 27 de março de 2007. Leia matéria completa e a lista de todos os parlamentares.

 

Governo das mudanças não chegou em Simão Dias

De um leitor: “Aqui em Simão Dias o tal “governo das mudanças” está mudando para pior aquilo que estava dando certo. O Banese lançou no governo passado o Banco do Povo, onde pessoas de baixa renda poderiam tirar empréstimos a juros quase zero. Na nossa cidade o projeto ia de vento em poupa, com uma equipe formada de quatro pessoas e um atendimento excelente. Aí veio o “governo das mudanças” e ,ao invés de ampliar o programa, dando uma nova roupagem e maior divulgação, encerrou o contrato dos funcionários e completamente acabou com o programa, pois quem atende hoje é uma pessoa do auto-atendimento, e o mesmo saindo de férias não se pode efetuar a transação. Votamos pensando que iria mudar para melhor, pois o discurso foi esse. Mas o que vemos hoje são os mesmos métodos sendo praticados e a mudança mesmo só se for de posições e cargos”.

 

Igor Mangueira – Show de Lançamento dos Cds I

Show de lançamento de três CDs, amanhã, 21, às 21hs, no Local: Cotinguiba Esporte Clube. Igor Mangueira por ele mesmo: Cantor (para não dizer louco) e Compositor (isto é, plagi-estéti-combinador original) do planeta-cajueiro dos “Papagaios das Asas Douradas”, eis um “extra-artista-terrestre, punk-pós-tropicalista, com tendências para o brega e com defeito de fabricação” – Aracaju, SE, Brasil. Retrato Falado: “Eu, Igor Mangueira, “extra-artista-terrestre” do planeta-cajueiro dos “Papagaios das Asas Douradas”, venho me apresentando, com minha voz e meu violão, na terra do Sol e da Lua, há aproximadamente dez mil anos. Só agora nesta encarnação (brasileira) é que resolvi registrar algo. Por isso que na minha estréia (ao que tudo indica, ainda no ano de 2007 AC/DC), estou lançando, de forma independente (ou morte), de uma só vez, três discos (voadores): “Quero voltar pra Aracaju”, “Foram só três meses e umas quinze vezes” e “Obrigado por você ter me deixado”.

 

Igor Mangueira – Show de Lançamento dos Cds II

Continua Igor: “Três é demais –  Pois é, numa época em que os especialistas da indústria fonográfica estão decretando o fim do “CD”, eu invento de lançar logo três… Mas eu explico para confundir mais um pouco. As razões por eu estar lançando três de vez são três: 1ª – Foi uma forma que eu encontrei de lançar minhas composições. Acredito que interpretando minhas músicas ao lado de outros sucessos, seria mais fácil de divulgá-las, assim como eu faço em meus “shows”; 2ª – Mostro o meu lado de intérprete e o “bom gosto” do meu público, modéstia à parte; 3ª – Evito assim aquelas famosas perguntas reticentes: “Quando é que você vai lançar o próximo?”, porque de uma vez só já tenho três”.

 

Igor Mangueira – Show de Lançamento dos Cds III

Manual de Instruções, por Igor Mangueira: “Minha arte não pretende ser mercadológica. Sua lógica não é a do mercado, mas da própria arte. O cd vem numa embalagem “pirata” porque o que importa é seu conteúdo. Mas a originalidade e o certificado de garantia está presente na medida em que todos os cds são assinados por mim. Eu mesmo escrevi em cada, com caneta própria para cd, o título do álbum e o meu nome. Muitos “cristãos” se preocuparam, por minha obra vir num formato tão modesto, com a sua possível ridicularização, esquecendo que o próprio Cristo não nasceu num berço de ouro, mas numa manjedoura. Não é à toa que o cd está sendo lançado no Natal. Nada está à toa em minha arte. Talvez eu esteja. Mas eu sou um ator que finjo tão completamente que chego a afirmar que é arte até a arte que eu duvido que seja. Quer um conselho? Ouça todas as faixas de um cd sem interrupção, porque elas estão ligadas por um tema central ou vários periféricos. Eu tenho a minha história e espero que cada um que me ouvir crie a sua. Não sou um artista SPAM. Não quero encher sua paciência. Estou em construção”. Veja aqui o blog do artista.

 

Frase do Dia

“Não passamos de minhocas. Mas acredito ser uma minhoca que brilha”. (Winston Churchill)

O texto acima se trata da opinião do autor e não representa o pensamento do Portal Infonet.
Comentários