Albano brinca com a oposição

0

 

  Em tempo de Copa do Mundo de futebol e decisões políticas para as eleições estaduais deste ano, vem nas lembranças um  jogador de futebol, que fez muito sucesso na carreira, mas foi traído pelo desejo de querer conquistar todos os espaços e não ter o bom senso para deixar de jogar na hora certa.

   O jogador começou atuando no meio de campo, com a camisa 10, sendo principal mentor do time. Em outro campeonato foi ser o centroavante, mas depois resolveu recuar. Sem ouvir os conselhos que estava na hora de pendurar a chuteira e sair da história como o nome reverenciado, o jogador acabou indo para a lateral sem muito destaque. Quando percebeu a mancada que tinha feito, não podia mais voltar atrás e, por conta das indecisões e indefinições apesar da sua história, o jogador acabou amargando uma eterna reserva, terminando a carreira no ostracismo.

   Levando para o lado político, o leitor que acompanha a política de Sergipe, notou que nas últimas semanas o ex-governador Albano Franco, jogou em todas as posições, mas não fez gol.

   No início manifestou o desejo de fazer uma coligação “branca” com o PT, saindo ao Senado, porém não teve coragem de peitar a Executiva Nacional do PSDB, a qual lhe deve vários favores. Depois resolveu dialogar com o PFL, do governador João Alves, e quando estava quase 99% selado, voltou atrás. Chegou até a dialogar com o PDT de João Fontes, isso mesmo, aquele que colocou em suspeição a aplicação dos recursos da venda da Energipe. Mais recentemente procurou diversas siglas pequenas, a maioria delas apêndices do governo João Alves e não conseguiu nada de concreto.

  Agora, sem mais nem menos aos 45 minutos do segundo tempo resolve voltar ao primeiro ponto e acena para o pré-candidato Marcelo Deda, com uma possível candidatura ao Senado. Isso quando o ex-senador José Eduardo Dutra já estava colocando o bloco na rua. Mais uma vez a oposição se curva esperando Albano Franco, já que ninguém duvida da importância dele para alcançar o governo estadual. Porém, uma pulga existe atrás da orelha de vários oposicionistas. Será que é pra valer? Ou Albano novamente está jogando? De tanto ficar no muro das indefinições Albano Franco conseguiu se transformar de um político desejado por todos, para um político suspeitado por todos. E para mudar esse quadro ele tem que anunciar sua definição não no final do mês, mas esta semana que se inicia. Senão voltará a ser piada nas rodas políticas.

 

 

PSDB I                                                                                                                    

Deda e Albano: final feliz? (Foto: César de Oliveira).

Os tucanos retornaram hoje de madrugada de Belo Horizonte (MG) onde participaram da convenção nacional do PSDB. A comitiva de Sergipe foi formada pelo ex-governador Albano Franco, o deputado federal Bosco Costa, o deputado estadual Jorge Araújo, o prefeito de Estância, Ivan Leite e o ex-deputado Acival Gomes.

 

PSDB II

A convenção oficializou a candidatura de Geraldo Alckmin à Presidência da República. Ontem, o deputado Jorge Araújo, disse que não é só em Sergipe que existem problemas para a aliança entre o PFL e o PSDB, e citou como exemplo os estados da Bahia, Maranhão e Rio Grande do Sul.

 

PSDB III

Jorge Araújo não soube informar sobre a conversa de Albano com os membros da direção sobre a candidatura a senador, mas reconheceu que os dirigentes do partido querem Albano Franco disputando o Senado Federal. “O povo está pedindo para ele ser candidato a senador”, disse Jorge Araújo. Albano confirmando a candidatura  terá o apoio informal dos partidos de oposição, que não lançarão candidato ao Senado na chapa majoritária.

 

 

Produtores

O senador Valadares (PSB), destacou a importância da aprovação da MP 285, de repactuação das dividas dos produtores rurais. Existia uma divergência entre as bancadas de oposição e situação que foi sanada com uma emenda de Valadares, para que a MP beneficie os produtores que tomaram empréstimos de até R$ 100 mil. Com isso mais de 90% dos produtores foram beneficiados.

 

PDT I

Através de release enviado ontem a imprensa, o deputado federal João Fontes (PDT), prometeu que vai denunciar esta semana na Câmara dos Deputados a decisão do governador João Alves (PFL), em enviar para a reserva os três oficiais que estavam à disposição da Prefeitura de Aracaju.

 

PDT II

Fontes considerou a medida do governador como um ato coronelista. “Não se respeitou um dos mais importantes princípios da democracia que é o direito à ampla defesa. Fiquei estarrecido com essa decisão”, admitiu.

 

PDT III

Fontes, que é pré-candidato ao governo estadual, precisa mostrar urgentemente que como ex-petista não vai entrar na disputa apenas para criticar Marcelo Deda, mas também o pefelista João Alves. Só assim acaba de vez com as conversas de bastidores que entrou na disputa para forçar o segundo turno. Por isso, alguns aconselham a ele a não colocar como candidato a vice, o advogado particular de João Alves, o renomado jurista Carlos Alberto Menezes.

 

PDT IV

Por falar em Carlos Alberto Menezes, no último sábado no inicio da noite, no calçadão do bairro 13 de Julho ele batia um papo demorado com o conselheiro de Deda, Rosalvo Alexandre, o famoso “Bocão”. Com certeza, Bocão deve ter dado bons conselhos políticos a Menezes.

 

 

SUS

O Tribunal Regional Federal da 5ª Região (Recife/PE) deu parecer favorável ao município de Aracaju e manteve, por 8 votos a favor contra 3, a Suspensão do Mandato de Segurança, requerido pelo Governo do Estado, no que diz respeito ao comando da Central de Regulação e Marcação de procedimentos de média e alta complexidade no Sistema Único de Saúde (SUS) para o Estado de Sergipe.

 

 

 

Seminário

Em um seminário de marketing político realizado este final de semana, foi realizada uma enquête com os participantes sobre em quem irão votar. Para governador e senador deu o que as pesquisas vêm divulgando, para a Câmara dos Deputados e Assembléia Legislativa os nomes mais citados foram os de Zezinho Guimarães e Célia Franco, respectivamente.

 

 

Educação I

Hoje, às 9hs, acontecerá a solenidade de adesão e assinatura do termo de Ajustamento ao Projeto do Centro Educacional Vitória de Santa Maria pela Construtora Celi, na pessoa do empresário Luciano Barreto.

 

Educação II

A solenidade vai contar com as presenças do procurador geral de Justiça Luiz Valter Ribeiro, do diretor do Núcleo dos Direitos à Educação, promotor de Justiça Orlando Rochadel e demais autoridades do Ministério Público de Sergipe, além de secretários da Educação e todos os empresários que já firmaram adesão ao Projeto.

 

 

Frase do Dia

“Não concordo com o que dizes, mas defendo até a morte o direito de o dizeres”  Voltaire.

 

Comentários