ALESE: é preciso ética e independência

0

  “O jornalismo é o exercício diário da inteligência e a prática cotidiana do caráter.” Cláudio Abramo.

A eleição para a Mesa Diretora da ALESE no próximo dia 01 de fevereiro tem a possibilidade de colocar de novo o Poder Legislativo nos trilhos da história de Sergipe com manchetes positivas.

Os últimos quatro anos com a administração de Angélica Guimarães foram desastrosos. Iniciou-se com a radicalização para aprovar o Proinveste – que só foi aprovado por conta da rejeição da sociedade ao ato da maioria da ALESE – culminando com o episódio das subvenções. Angélica foi a principal responsável, porque se não tivesse liberado no ano eleitoral, nada teria acontecido. Em outro país, dificilmente Angélica assumiria um cargo no órgão fiscalizador após o desastre administrativo.

Fala-se agora que Luciano Bispo (PMDB) já tem a maioria garantida. Se for verdade será a continuidade da ALESE nas manchetes negativas. Como administrador, Luciano Bispo não é exemplo para ninguém. Basta consultar os diversos processos contra ele. Inclusive correndo o risco de perder o mandato.

Ontem, 19, ao conversar com três deputados da oposição uma unanimidade: o melhor nome para o momento que a ALESE passa é o de Garibalde Mendonça. Com quatro mandatos, eleito para o quinto, Garibalde tem a experiência necessária para recolocar a Assembleia nos trilhos positivos.

Garibalde é tão ético que lançou-se candidato, mas não fez campanha exacerbada como Luciano e Gustinho. Parece que acreditar que os atributos dele são suficientes para entenderam que é o melhor para o atual momento.

Talvez alguns não queiram porque ele é fiel, mas jamais deixaria o Legislativo ser subserviente ao governo. A ALESE voltaria a um relacionamento respeitoso e ético com o Executivo. Sem barganhas.

Garibalde espera, mas se fosse outro, já teria selado o cavalo com o apoio da oposição e alguns da situação.

Vestiram a carapuça com a estória da lenda
A lenda do Galeguinho e do Jeguinho publicada ontem deixou muita gente arrepiada. Teve gente que começou a atacar o blog no intuito de agradar o chefe de plantão. Ou seja, vestiu a carapuça em nome do chefe. Imagine se fosse uma história real. Rivotril neles!

Latícinios Buril: vergonhoso tratamento aos pequenos produtores
Como o blog denunciou ontem o latícinios Buril deu um calote em pequenos produtores da região de Poço Verde.Simplesmente não pagaram algumas quinzenas. Sem falar no preço baixíssimo. Hoje deve estar por volta de 50 a 60 centavos o litro pago a esses trabalhadores. Já o preço para  os consumidores beira os R$ 3,00 reais.

Areia Branca: professores revoltados com vereador
O ex-presidente da Câmara de Areia Branca, Gibran Ramos Boaventura, fez diversas manobras regimentais ontem para que o projeto da Prefeitura referendando o pagamento do piso salarial do magistério não fosse aprovado. Os professores estão revoltados e dizem que o problema é que Gibran não assimilou ainda que deixou a presidência. Um professor disse que a retaliação é porque o MPE abriu procedimento para investigar o concurso que ele realizou antes de sair do cargo. Dizem que tem parente entre os aprovados.

Convocação dos PM`s da reserva
O deputado estadual Zezinho Guimarães (PMDB) defendeu que o novo secretário de segurança pública, deputado federal – não reeleito – Mendonça Prado (DEM) adote medidas no sentido de convocar militares que já estão na reserva, mas que apresentam as devidas condições clínicas e físicas para voltar a ativa.

Legalidade
“Essa possibilidade existe e é legal. Esses homens que já deram a sua contribuição à Corporação e à sociedade de modo geral, seriam lotados nos órgãos públicos, como Assembleia Legislativa, Tribunal de Contas, Poder Judiciário, e demais instituições que hoje mantêm em sua estrutura policiais militares jovens que poderiam estar nas ruas oferecendo segurança ostensiva à população”, explicou Zezinho, ressaltando que pela atividade, os que fossem convocados receberiam uma gratificação a ser estipulada e paga pelos órgãos aos quais estariam servindo.

Emsurb retoma o programa Cata Bagulho
Sucesso consolidado em 2014, o programa Cata Bagulho desenvolvido pela Empresa Municipal de Serviços Urbanos (Emsurb) volta a executar suas atividades a partir do próximo sábado, 24 de janeiro, atendendo o bairro São José. Com o intuito de recolher resíduos como pedaços de madeira, móveis velhos e eletrodomésticos grandes que não podem ser levados pelos veículos convencionais da coleta, o programa tem uma grande importância no combate à prática do descarte irregular de lixo.

Limpeza
"Nossa intenção é de não apenas manter a cidade cada vez mais limpa, mas também de promover bem-estar aos cidadãos, que muitas vezes não têm como descartar os entulhos que ocupam espaço desnecessário em suas casas. A ação complementa os serviços de limpeza e paisagismo executados pelo órgão em todos os bairros de Aracaju", enfatizou Edson Leal, presidente da Emsurb.

Inglês pra rodar o mundo sem ter que atravessar a cidade. Skill Atalaia
A Skill, a escola de inglês da Atalaia, está com as matrículas abertas para este ano.A marca tem mais de 40 anos de experiência no ensino de idiomas aqui no Brasil. Lá você pode aprender a falar, escrever, ler e compreender o inglês de forma prática, moderna e completa.

Metodologia exclusiva. Agende sua aula experimental de graça
Com o idioma na ponta da língua você aproveita melhor as oportunidades, afinal, está comprovado que quem domina o idioma inglês tem salários mais altos e mais chances no mercado de trabalho. A Skill possui metodologia exclusiva que contempla todos os níveis de aprendizado: básico, intermediário e avançado. A escola oferece cursos em todos os níveis e para todas as idades.Ligue 3243-4000 e agende sua aula experimental de graça.

Palestra espírita, de hoje até quinta-feira
Na sua maratona de palestras deste mês de janeiro, o Teólogo Carlos Rocha prossegue visitando  instituições espíritas de Sergipe. Nesta terça-feira, 20, Carlos Rocha estará às 20 Horas na Casa de Caridade Francisco de Assis, no Conjunto Inácio Barbosa, quando falará sobre "As Três Revelações". Nesta quarta-feira, 21, , também às 20 horas, Carlos Rocha marca presença No Instituto Beneficente Francisco Cândido Xavier, em Lagarto, enfocando o mesmo tema. E, na quinta-feira, 22, Carlos Rocha falará no Instituto Paulo de Tarso, em Aracaju, às 19h30, mostrando de forma racional e técnica "As três revelações" enfocadas pelo Evangelho, e à luz da Teologia.

   
PELO TWITTER

www.twitter.com/RealKajuru  Eu ainda não cheguei à uma conclusão. Que mal ou bem faz jornalista? O que ele prejudica.

www.twitter.com/Georg_Magalhaes  Sobre a ALESE: Tudo só foi possível mediante a liberação da verba por Angélica Guimarães, qual punição terá a presidente?

www.twitter.com/clovis_silveira  Rede social, usada por pessoas sem preparo e que acham que sabem tudo, é uma arma perigosa é mesmo que um revolver na mão de uma criança!

www.twitter.com/ORodrigoMachado  Quando vejo membros do Ministério Público defendendo pena de morte sinto que Estado também é privatizado em concursos públicos.

www.twitter.com/revinhogama No meu trabalho há um lema: não seja arrogante com os humildes nem humilde com os arrogantes…

www.twitter.com/rod_rocha  Misoginia, homofobia, machismo e racismo. Eu não vou viver pra ver essas pautas superadas.

DO LEITOR

Fim das Fundações e de 7 mil empregos
De Waldir do Sintrase: “Ou eu estou ficando mais doido do que o normal do dia a dia ou ficando cego e surdo por não está entendo o que afirmam alguns sindicalistas que defendem  em letras garrafais o que propala o representante do Ministério Público Federal  de Sergipe em relação as Fundações, que, em escala menor foram consideradas  como funestas  irrecuperáveis,  paraíso da desordem administrativa, confesso que até ai o assunto é palatável e eu concordo que muita coisa deve ser considerada e investigada principalmente a estupidez da divida de quase 150 milhões de reais, se esse dinheiro da divida um dia existiu, em que berço esplêndido ele está dormindo? Mas ai entra a parte que eu não entendo, porque dirigentes sindicais das categorias atingidas concordam com o fim das Fundações visto que esse ato tresloucado vai demitir quase 7 mil servidores de uma canetada só! Porque não se enganem o procurador foi claro que  não aceita que os servidores Celetistas oriundos  das Fundações sejam aproveitados   no sistema estatutários. Companheiros só se derruba uma casa para fazer outra melhor com garantias liquidas e certas e isso vocês não tem para oferecer aos  sete mil servidores que hora estão na eminencia de ficar desempregados. Pensem bem emprego está difícil, fazer concurso leva tempo, aprendizado  idem,  ainda há tempo de mudar ou de convencer a quem vai perde emprego que isso tudo é realmente necessário.”

O TCE de volta ao “faz de contas”

De um servidor estadual bem atento ao TCE: “Que o Tribunal de Contas do Estado de Sergipe é um órgão eminentemente político, todos os sergipanos já sabem. Que o órgão possui uma imagem de completo descrédito diante da sociedade, isso também não é nenhuma novidade! Mas parece que agora aquele Colegiado voltou, de vez, a “fazer de conta” que zela pelo patrimônio público.

Durante minha experiência profissional, tive a oportunidade de acompanhar de perto tudo o que acontecia dentro daquele Tribunal. De lá, vi seu atual Presidente, Conselheiro Carlos Pinna, renunciar à Presidência depois de ser denunciado pelo então deputado estadual Wanderlê Correia de usar a máquina do TCE em apadrinhamentos políticos para poder eleger o seu filho a Prefeito (Carlos Pinna Júnior era vereador de São Cristóvão e hoje é Procurador Geral de Aracaju – competente, segundo dizem).
Naquela época, ainda pairava no TCE o fantasma da prisão de Flávio Conceição, detido pela Polícia Federal na “Operação Navalha”. Mais preocupado, entretanto, estava o então Presidente Pinna, que se viu como alvo de investigação do próprio TCE depois do ex deputado estadual Nelson Araújo ter representado ao Tribunal com base nos fatos denunciados por Wanderlê.

Quem conhece a personalidade do Conselheiro de perto, sabe que ele não lida muito bem com pressões quando a situação não lhe é favorável, tanto que nos corredores do Tribunal de Contas (ao menos naquele tempo) ficou conhecido carinhosamente como “Pinna Manteiga”, pelo jeito como conseguia escorregar de todas as perguntas embaraçosas feitas pelos jornalistas, até mesmo das mais objetivas.

Depois da renúncia de Pinna, ainda na gestão de Dr. Heráclito, a vida me levou a outros caminhos, mas sempre que posso falo com os amigos que permaneceram e a sensação é uma só. Todos são unânimes em dizer que os Presidentes que o sucederam tentaram dar novo fôlego ao TCE, principalmente para restaurar (ou melhorar, pois nunca foi boa) a imagem daquela Casa depois dos escândalos sofridos.

Cinco anos se passaram e eis que Dr. Pinna está de volta à Presidência. Teria ele aprendido a árdua lição? Pelo que se ouve, lê e vê, infelizmente não! Mas desta vez a sociedade tem dois aliados importantes que são o Portal da Transparência (apesar de o TCE não seguir a recomendação do CNJ – ao contrário do que acontece com os Desembargadores, não se sabe quanto cada Conselheiro ou servidor recebeu em determinado mês) e o Diário Eletrônico do próprio TCE (em que pese muitos amigos dizerem que ele não publica tudo, mas só o que convém).

Segundo me foi passado, e qualquer um pode conferir no site do Tribunal, há algumas coisas “estranhas” acontecendo, por exemplo, em licitações do TCE e ficarei em apenas 4 exemplos:

1) em um dos certames todos já sabiam que, ao abrir os envelopes, a empresa vencedora seria pertencente a um parente muito próximo de um diretor do Tribunal. A notícia foi publicada neste blog e então o TCE decidiu suspender o Pregão (Diário de 14/11/2014).

2) esta mesma empresa que seria a vencedora (a que pertence ao filho de um diretor e da qual o próprio diretor teve que sair antes de ir para o TCE), coincidentemente, já possui contrato com aquela Corte desde 2009 e seu último aditivo venceu no final do ano passado, mais ou menos na mesma época em que sairia o resultado da nova licitação (Portal da Transparência, Contrato 25/2009).

3) o TC queria comprar um carro híbrido hatch, mas com todo respeito à ecologia e à saúde do planeta, alguém já viu algum desses rodando em Sergipe?! E um detalhe: só há no nosso Estado uma concessionária que vende esse tipo de carro (que custa R$ 120 mil, aproximadamente), por isso muitas pessoas no Tribunal disseram que o ganhador já estava certo! O certo é que depois que isso foi descoberto por jornais e blogs desistiram da compra (dá pra ver que a abertura da licitação foi no Diário de 05/06/2014 e a revogação em 03/10/2014).

4) e parece que Dr. Pinna gosta mesmo é de carro! O TCE acabou de comprar uma caminhonete fechada por R$ 175 mil para o seu uso e gozo (Diário de 14/11/2014), mas há alguns detalhes. O primeiro é que o carro adquirido, uma Trailblazer da Chevrolet, era o único que poderia atender às especificações “bem específicas” do edital; segundo que o carro na concessionária não sai por mais de R$ 173 mil; terceiro que o chefe daquele órgão já tem à sua disposição, ao menos, dois carros de luxo comprados em 2013. E o pior é que muitos do Tribunal dizem que o carro não é utilizado, ao menos não para levar e trazer o Presidente.

Após ter conhecimento dos exemplos acima listados, não foi com surpresa que li a notícia de que a deputada Angélica Guimarães esteve no Tribunal para tratar de sua posse como Conselheira. Aliás – me permitam o adendo – matéria esta publicada e difundida pela operosa (ou seria onerosa?!) Assessoria de Comunicação do TCE, apelidada por muitos jornalistas de “The New York Times do Serigy” ou “Folha de São Paulo de Sergipe”, tamanha é a quantidade de profissionais e colunistas que a integram, a exemplo de Thais Bezerra,  Carlos França, e outros tantos que, segundo muitos, não sabem nem em qual cadeira sentar.

Mas voltando à deputada Angélica… Neste fim de semana vi uma nota no Jornal do Dia segundo a qual a Chefe do Legislativo está sendo investigada pelo Tribunal em mais de 50 processos sobre as subvenções. Curioso, pesquisei no site do Tribunal, no campo do Diário, e encontrei um despacho do Conselheiro Clóvis Barbosa que diz ter sido aprovada por unanimidade a proposta do Presidente de autuar como Representação diversos protocolos contra a deputada Angélica Guimarães, todos eles visando investigar o repasse de verbas de subvenção (Diário de 15/01/2015).

E então me veio uma dúvida simples: Os conselheiros do Tribunal de Contas do Estado de Sergipe vão dar posse a uma pessoa que, por decisão unânime deles, será investigada pelo próprio TCE? E mais especificamente: Será que o Conselheiro Pinna teria pulso o suficiente para fazer como diversos outros Presidentes de Cortes de Contas que, recentemente, vêm negando posse àqueles que não possuem “idoneidade moral” e “reputação ilibada”? Será Dr. Pinna acredita que os mais de R$ 500 mil repassados por Angélica à associação que tem seu nome (e é comandada por sua mãe) foram realmente utilizados para o bem do povo? Se sim, por que o próprio Presidente propôs investigar a deputada?

É chegada a hora de o TCE decidir se vai colocar “água no chopp” de Angélica ou passar “manteiga” no seu pão.”

ARTIGO

A cocaína transportada em helicóptero é a mesma da Asa Delta por  Edgard Menezes*

A polêmica gerada por conta da execução de um brasileiro na Indonésia, não tem fundamento.

Primeiro porque tem que ser respeitadas a soberania e a legislação dos países, além disso, não executaram nenhum inocente.

O problema é que no Brasil, encontrar quinhentos quilos de cocaína num helicóptero, quase sempre não resulta nem em prisões, na Indonésia treze quilos numa Asa Delta é motivo de fuzilamento.

Um país como o Brasil, onde morrem sessenta mil pessoas por ano de morte violenta, onde gestores públicos desviam bilhões de estatais, da saúde, da merenda escolar, entre outras corrupções, e a pena geralmente é prisão domiciliar, realmente não aceita a pena de morte para um traficante.

Já pararam para pensar o estrago que treze quilos de cocaína causam nas vidas de jovens, nas vidas dos familiares desses jovens, sem falar da reincidência do traficante.

No Brasil quase todo crime é tratado como alguma patologia clinica, então deveríamos tratar o pedófilo e o estuprador com o remédio da castração química, apenas prender e não medicar não resolve, se não curar a doença eles voltarão a cometer os crimes.

Em nosso país, traficantes e outros criminosos perigosos viram celebridades, por isso é tão estranho para nós que outros países tratem criminosos com o rigor da lei.

Em 2014, só em São Paulo, mataram mais de oitenta policiais, e eu não vi tanta indignação por parte das nossas autoridades, quanto com a morte de um traficante.

*cidadão brasileiro

Frase  do Dia
…Nunca coloque como meta o sucesso e sim faça bem feito. Não cometa as loucuras que eu prazerosamente cometi."Jorge Kajuru, jornalista e apresentador de televisão brasileiro, comemora hoje, 20, 54 anos.

O texto acima se trata da opinião do autor e não representa o pensamento do Portal Infonet.
Comentários