“Aliados” ou amigos do poder

0

Existe uma movimentação entre algumas lideranças que fazem parte do bloco que elegeu o governador Marcelo Déda (PT) que tem fundamentação. Trata-se de um movimento de repúdio a vários prefeitos, ex-prefeitos e outras lideranças em vários municípios que estão “migrando” para partidos do bloco de sustentação do atual governador para manter as influências que tiveram (e continuarão tendo), no Governo do Estado.

 Poderia citar neste espaço vários casos que aconteceram nos últimos dias. O certo é que os partidos aliados como PMDB, PDT, PSB, PCdoB e o próprio PT precisam ter cuidado para não somente “incharem”, mas transformarem suas siglas em “casas de aluguel”. Um exemplo, que a coluna recebeu vários e-mails. Em Graccho Cardoso, o antigo diretório do PFL (hoje DEM) “migrou” todo para o PDT. A prefeita eleita recentemente, Maria Crizabete e todo seu grupo foi para o PDT. Apenas o esposo dela, Moises dos Santos, continuou no DEM. Sabe  as principais autoridades que estavam na posse de Crizabete, no mês passado: João Alves, Maria do Carmo e Mendonça Prado. Quer mais?  Agora o comando do PDT em Sergipe, leia-se, Ulices Andrade, vai querer impor para os petistas e demais aliados em Graccho a candidatura de Crizabete à reeleição. Em Campo do Brito, o líder político e prefeito, Manoel de Souza, o Maim, também alvista de carteirinha, foi para o PDT. E por aí vai. Sem falar no PSC e no PR cujas lideranças em sua grande maioria são agregadas.

   É certo que o governador Marcelo Déda não irá participar das campanhas em todos os municípios, nem colocará a máquina administrativa a serviço de qualquer candidatura, porém é preciso  lembrar que existem os “verdadeiros aliados”, e aqueles “novos aliados”, que são na verdade “amigos do poder’, e não importa quem seja o governante, precisam continuar com suas “boquinhas” em todos os níveis. É preciso priorizar os verdadeiros aliados, aqueles que passaram vários anos na oposição, sofrendo perseguições políticas e tudo mais. Os “amigos do poder” passam, mas os verdadeiros aliados continuarão, defendendo  seus ideais acima dos interesses particulares

 

Ainda sobre novos “aliados”, só para lembrar: corrupção

Quem quiser que vista a carapuça (só não leve para casa): Tem muitos novos “aliados” do governador acostumados com a pratica de corrupção na administração pública e do famoso “jeitinho” para os amigos.

Com certeza, por encontrarem várias dificuldades neste governo para continuarem com estas praticas, não pensarão duas vezes em 2010, em quem votar. Aliás, muitos deles, mesmo continuando em cargos comissionados perderam a liberdade para realizarem determinados esquemas. Tem gente que continuou no cargo comissionado, mas a renda caiu assustadoramente e não dá para viver mais como no passado recente onde almoçava e jantava nos melhores restaurantes. Ou seja, estas pessoas em 2010 vão querer voltar a ter a liberdade para montar seus esquemas. Eles vão votar em quem? Com a palavra o governador e seus “aliados”.

 

Candidatura consolidada de Edvaldo

Um dos municípios que o governador não terá dor de cabeça é Aracaju. Mesmo sendo o foco de toda política sergipana, em Aracaju está consolidada a candidatura de Edvaldo Nogueira com o apoio do bloco aliado. Nos últimos dias, o presidente do PT, Márcio Macedo, o deputado federal, Valadares Filho (PSB) e o ex-senador José Eduardo respaldaram a candidatura de Edvaldo. Para mostrar que está forte, na posse de Dutra na BR Distribuidora, Edvaldo foi o único prefeito convidado para a mesa das autoridades presentes.

 

Voz e Voto no Comitê de Negócios da Petrobras

Além da nomeação de José Eduardo Dutra para a presidência da principal subsidiária da Petrobras, a BR Distribuidora, Sergipe ganhou também voz e voto no Comitê de Negócios da Petrobras, que define os investimentos e os grandes projetos da empresa. O Comitê é composto pela diretoria executiva da Petrobras, pelos gerentes executivos e pelo presidente da BR Distribuidora. Ou seja, José Eduardo Dutra poderá ajudar muito Sergipe através da influencia que terá a partir de agora no Comitê Executivo da Petrobras.

 

Saúde: índice melhor do NE e alguns milhões

O governador de Sergipe, Marcelo Déda, e o ministro da Saúde, José Gomes Temporão, vão participar nesta quinta-feira, 27, da apresentação do projeto de Reforma Sanitária de Sergipe, que inclui as leis que vão regulamentar o Conselho Estadual de Saúde, o Fundo Estadual de Saúde e a criação das Fundações Estatais. O ministro vai falar também sobre os investimentos do Governo Federal para a Saúde na região Nordeste. O evento acontecerá às 9h30min, no anfiteatro do Hotel Parque dos Coqueiros. Será apresentado um índice positivo na área da saúde comparado a todo os Estados do Nordeste. Dos R$ 2 bilhões destinados para o Nordeste, Sergipe receberá alguns milhões.

 

PMDB: proposta de conciliação

Ontem à noite algumas lideranças do PMDB em Sergipe disse que através do presidente nacional do partido, Michel Temer, está quase certa uma proposta de conciliação entre Almeida Lima e o atual grupo que lidera o partido. Os diretórios estadual e municipal de Aracaju serão divididos. Enquanto Almeida Lima terá maioria em Aracaju o grupo atual terá maioria no Estadual.

 

Mau cheiro no Shopping: Cadê a vigilância sanitária?

A vigilância sanitária de Aracaju dorme o sono profundo. Não adianta as denúncias de um problema na rede de esgoto da etapa nova do Shopping Jardins que provoca um mau cheiro insuportável para os clientes e principalmente funcionários que trabalham naquele espaço entre a loja Stalker e o instituto de beleza Anne Marie. Alguns empresários e até funcionários já pensam em ingressar judicialmente contra o shopping para preservar, sobretudo, a saúde deles. Até quando?

 

PM: Querem desmoralizar o governador

A coluna cantou a pedra ontem, 26 e o comandante da PM, coronel Péricles teve que conceder uma entrevista coletiva para explicar porque não estava convocando os excedentes do concurso da PM. A justificativa foi que o governo anterior não prorrogou a validade do concurso no final do ano passado. É, mas alguns pontos que aconteceram neste governo: Só agora o novo governo descobriu isso, depois de quase nove meses? O atual comandante  foi também comandante no governo anterior e não sabia de nada? E mais: como o governador há cerca de um mês (29 de agosto) anunciou a convocação de 500 excedentes? Quem deu a garantia da validade do concurso para ele? Não haverá punição? E a expectativa dos excedentes? E aqueles que abandonaram seus empregos depois do anúncio? Só para lembrar: um novo concurso, entre contratação da empresa, das inscrições e tudo mais levará quase seis meses.

 

Comandante colocou o cargo à disposição

Ontem, 26, o comandante da PM, coronel Péricles, colocou o cargo à disposição do governador. O problema é que na PM de Sergipe são poucos os coronéis, muitos deles já testados. Uma solução de fora neste momento seria ruim para o governador e para a corporação. Péricles é um homem cordial e com bom trânsito na tropa, porém passa a impressão que não sabe “bater na mesa” na hora necessária. Esse episódio do concurso foi lamentável.

 

Governador determina medidas para novo concurso

O governador de Sergipe, Marcelo Déda, determinou ontem, 26, que fossem tomadas, de imediato, todas as providências para a realização de um novo concurso para a contratação de 500 policiais militares. O motivo foi o parecer da Procuradoria Geral do Estado (PGE) informando da inviabilidade da convocação dos 500 policiais aprovados no Curso de Formação de Soldado (CFSD). Os secretários de Segurança Pública, Kércio Pinto, e de Administração, Jorge Alberto, já iniciaram os entendimentos para a realização do novo certame. “Estes fatos não vão mudar a minha decisão. Eu determinei que fossem convocados os 500 policiais militares e fiz o anúncio. A não homologação pela gestão anterior da renovação da validade do concurso e o parecer da Procuradoria Geral do Estado não vão revogar a minha decisão de colocar mais 500 policiais nas ruas”, disse o governador. “Determinei que fossem imediatamente tomadas as medidas necessárias para a realização do novo concurso”, afirmou Déda.

 

Por falar na PM: suprimentos de fundos

Os comandantes de companhias ou batalhões recebem os chamados suprimentos de fundos para manutenção das unidades. A pergunta é: eles prestam contas a quem? A coluna jura que é só por curiosidade… E tem mais: se vão plotar os carros dos comandantes da PM é preciso também plotar os carros à disposição dos delegados. A história depois este espaço conta…


 

Praça Fausto Cardoso transformada em pasto

Enquanto a Emsurb gasta dinheiro pagando uma empresa para cuidar da jardinagem das praças da cidade, a PM vai na contramão.A foto de César de Oliveira,  tirada ontem, 26, mostra os policiais militares deixando os cavalos pastando nos jardins da praça Fausto Cardoso, um dos cartões postais do turismo em Aracaju. Uma linda foto. Bem que o presidente da Emsurb, Silvio Santos poderia cobrar da PM uma indenização. Ou então, rescindir o contrato com a empresa que cuida da jardinagem e repassar a praça para a PM transformar a mesma em área de pasto para seus cavalos.

 

 

Esclarecimentos sobre convênio Deagro

A coluna recebeu o seguinte e-mail do Controlador do Estado, Adinelson Alves da Silva:  “Em referência à matéria publicada em sua coluna sob o título “Cadê a Controladoria, o TC o MP e tudo mais”, em 20/09/2007, informamos a Vossa Senhoria que a Controladoria adotou providências junto ao Deagro e Dehidro e obteve os seguintes resultados: 1) A publicação do 4º Termo Aditivo ao Convênio de Cooperação Técnica e Financeira de n. 06/04, no Diário Oficial do Estado, de 13 de setembro de 2007, ocorreu por equívoco do Gestor do Convênio n. 06/04 – Sr. Delmo Naziazeno, pois desprovida de autorização do Diretor-Presidente do Deagro  – Sr. Jefferson Feitoza de Carvalho; 2) Quanto ao Dehidro, à parte do objeto do Convênio com essa Autarquia estadual já havia sido totalmente concluída, cuja prestação de contas ao Sebrae foi apresentada em 1º de agosto de 2005, conforme Ofício n. 276/2005, Ref. 183/2005 – DIPRE/ASPLAN”.

 

Roberto Alves não era o diretor como constou no Diário

Continua os esclarecimentos do Controlador: “3) Quanto à assinatura do Convênio pelo Sr. Roberto Alves, a pretexto de representar o Dehidro, não há qualquer cabimento, pois ele foi exonerado do encargo de Diretor-Presidente dessa Autarquia, desde o dia 14 de agosto de 2006, conforme Decreto publicado no DOE n. 25084 – pág 2, de 16 de agosto de 2006; 4) Em face do exposto e considerando a impossibilidade jurídica de prorrogação do prazo de vigência do Convênio n. 06/04, o Deagro está adotando as providências administrativas para rescindir esse Convênio, em conjunto com o Sebrae e Dehidro, com efeitos retroativos a 31/12/2006. Ademais, o DEAGRO fará publicação no Diário Oficial do Estado, para tornar sem efeito a publicação do dia 13/09/2007; 5) Ressalta-se que não há registros de que foram praticados quaisquer atos ou fatos de execução orçamentária e financeira à conta desse Convênio a partir de 1º de janeiro/2007, não obstante haver saldo de R$ 23.884,54, sendo: R$ 15.927,25 do SEBRAE e R$ 7.957,29 do DEAGRO depositado na conta bancária do supracitado Convênio.Em tempo, informamos a Vossa Senhoria que a documentação colhida pela Controladoria está à sua disposição, para eventuais confirmações do acima exposto”.

 

Adolescentes feridos e espancados

A crise do Cenam continua. Ontem por pouco não ocorreu uma tragédia. O saldo foi quinze adolescentes feridos, três à bala, outros espancados até mesmo depois de imobilizados. Sem falar nos agentes feridos.A verdade é que depois que o Desipe faz a segurança do local, os adolescentes não têm mais atividades sócio-educativas e até mesmo o banho de sol.

 

Infidelidade Partidária: Plenário analisar diversas variáveis

Relator de um dos Mandados de Segurança sobre infidelidade partidária que deverão ser analisados pelo Plenário do Supremo Tribunal Federal no próximo dia 3, o ministro Celso de Mello, em entrevista a jornalistas, afirmou hoje – ao ser questionado sobre uma eventual decisão favorável aos partidos políticos na análise do mérito da questão – que “existem uma série de variáveis que deverão ser analisadas pelo Tribunal para que se possa determinar o momento do início da vigência da eficácia desse julgamento”. Os Mandados de Segurança sobre infidelidade partidária previstos na pauta de julgamentos da próxima semana são os MS 26602, 26603 e 26604.Celso de Mello disse que, caso venha a ser concedido o mandado, caberá ao colegiado “verificar se deve ou não implementar a sua decisão já, desde logo, alcançando todos os parlamentares que se hajam transferidos para outros partidos, ou então, como propõe em caráter excepcional o procurador-geral da República, dando uma eficácia prospectiva ao nosso julgamento, determinando que o julgamento somente tenha validade a partir da próxima legislatura”. (Do STF).

 

Zezinho rebate acusação de recebimento de propina

O prefeito afastado do município de São Cristóvão, José Correia Santos Neto (PMDB), o Zezinho da Everest, considera que os chamados “recibos de propina” alegados pelos seus denunciantes junto ao Ministério Público são um completo absurdo. Para ele, tanto a suposta existência destes documentos, como a sua própria autenticidade, atentam contra a inteligência das pessoas, na medida em que se configurariam como uma confissão de crime. De acordo com a assessoria do peemedebista, causou estranheza, ainda, o fato de que embora ele ainda não tivesse sido notificado a respeito da liminar concedida pelo juiz da Comarca de São Cristóvão, os meios de comunicação já divulgavam detalhes do caso na tarde da última terça-feira, 26; enquanto o acesso do advogado do prefeito a uma cópia do processo era negado por parte da promotoria. Segundo declarações do Dr. Gilberto Vieira, advogado de Zezinho da Everest, as decisões judiciais devem ser cumpridas, embora o recurso seja uma ação natural e imediata a ser tomada, logo que o acesso aos autos seja viabilizado. Quanto à expressão “chefe de quadrilha”, dada ao prefeito, ele considera descabida, por não haver participação do prefeito em nenhuma irregularidade, sobretudo em relação à suposta emissão de recibos de recebimento propina, que também considera um verdadeiro contra-senso.Ainda segundo o advogado do prefeito, medidas judiciais estão sendo tomadas para que ele seja reconduzido ao cargo para o qual foi eleito pelo voto popular.

 

Bancários realizam manifestação

O Sindicato dos Bancários de Sergipe convida toda a imprensa para dar cobertura às manifestações que acontecem hoje, a partir das 10 horas, nas agências do Unibanco, Bradesco, ABN Real e Caixa Econômica – situadas à Travessa José de Fato, no centro de Aracaju. O evento é parte da agenda de manifestações que visam fortalecer a campanha salarial da categoria em todo o Brasil. A idéia é percorrer várias agências de Aracaju. Na oportunidade, os bancários serão convocados in loco para participar de uma assembléia que acontece logo mais à noite na sede do Sindicato. Na oportunidade, a categoria decidirá pela paralisação ou não por 24 horas, na próxima sexta, dia 28, e se deflagra ou não uma greve por tempo indeterminado, no dia 3 de outubro. A minuta de reivindicação foi entregue aos bancos há quase 50 dias, mas a contraproposta dos patrões foi rejeitada pelos trabalhadores por estar bem aquém do pleito dos bancários.

 

Falta de segurança na feira de Japaratuba

De um leitor: “Estou em passeio com familiares, para descanso.Passando por Japaratuba em 22, sábado,  dia de Feira livre. A feira atrai diversos visitante de cidades circunvizinhas. Andando, deparo-me com uma banca de ferramentas e diversos produtos cortantes e assisto a uma cena macabra: um Sr. aproxima-se da banca quando o proprietário descuida. Esse senhor pega uma faca e  esconde na cintura, talvez um fato rotineiro em uma dessas feiras livres. Foi quando me aproximei do rapaz e disse “Deixe o Utensílio na Banca”. O rapaz automaticamente não olha e devolve rapidamente sem o dono perceber. Procurei um policial e não vi. Momentos depois refleti e disse para mim “salvei uma vida”. No retorno, domingo, encontramos uma multidão pulando ao som de um trio elétrico e gritando os nomes de Conceição Vieira e Hélio Sobral no trecho que vai de Japaratuba/Pirambu. Ou seja, havia segurança (das polícias civil, choque, além de segurança particulares) no domingo, dia de festa, mas não havia no sábado, na feira livre, dia de ganha-pão para os feirantes. Estamos em mundo cão de um lado é carnaval e de outro é insegurança total. o único órgão que pode rever esses costumes de feiras livres vendendo produtos de natureza mortal é o Ministério Público”.

 

Obra da ponte Mosqueiro/Caueira

Perguntar não ofende: saiu na imprensa que a obra foi iniciada. Quando mesmo? Não tem canteiro de obras no local. Nem mesmo qualquer indicio do início da obra.

 

Equivoco em placa de identificação

Da assessoria de imprensa da Emurb: “Informamos que realmente houve um equivoco na colocação da placa de identificação da rua Péricles Vieira de Azevedo. Informamos também que a placa já foi retirada. Em torno de cinco dias uma nova placa será afixada no local com o nome correto (Péricles Vieira de Azevedo). A Emurb, um dos órgãos responsáveis pelo projeto, disponibilizou um serviço de atendimento ao cidadão para recebimento de sugestões e questionamentos. Para resolver quaisquer dúvidas, a população poderá utilizar o número: (79) 3179-1619 ou o e-mail: comunica.emurb@aracaju.se.gov.br

 

Frase do Dia

“Estou num mundo em que fazer o mal é muitas vezes louvado, e praticar o bem é tido às vezes por loucura perigosa”. Shakespeare, em “Macbeth”.

O texto acima se trata da opinião do autor e não representa o pensamento do Portal Infonet.
Comentários