Almeida chamado de“Rolando Lero”

0

  O senador Almeida Lima (PMDB) conseguiu os chamados 15 minutos de fama ao ser incluído na comissão encarregada de elaborar o relatório do processo contra o presidente do Senado no Conselho de Ética. Além de Almeida Lima, a comissão que dará o parecer do caso Renan será composta pelos senadores Renato Casagrande (PSB-ES) e Marisa Serrano (PSDB-MS). “Na prática, o grupo reúne um aliado ferrenho de Renan, um senador do PSB tido como “independente” e uma tucana moderada”, é o que informa as matérias dos principais jornais do país.

  No jornal Folha de São Paulo de hoje, 05, tem os perfis dos três senadores. Sobre o senador sergipano está publicado: “Almeida Lima é chamado de “Rolando Lero” por seus colegas devido a seus discursos, considerados longos e prolixos. Lero era personagem do programa “Escolinha do Professor Raimundo”, interpretado pelo falecido ator Rogério Cardoso”.

  O nome de Almeida Lima demorou a ser escolhido. Ele era um dos poucos que se ofereceu, mas enfrentou muitos questionamentos por conta da defesa exagerada que vem fazendo do presidente do Senado, Renan Calheiros, que “sangra” politicamente há mais de um mês. Ontem o senador Joaquim Roriz (PMDB-DF), 70, renunciou ao seu mandato para escapar do processo de cassação. Reclamando do “desapreço dos senadores” pelo seu destino, Roriz apontou o “furor da imprensa” e o “açodamento” de colegas como os responsáveis por ele abandonar 95% do mandato que ainda teria a cumprir -até janeiro de 2015. Ele foi apontado como beneficiário de um cheque de R$ 2,23 milhões.

  O que alguns sergipanos não entendem é a maneira como o senador Almeida Lima vem defendendo o presidente do Senado num caso onde a principal acusação – não é o caso que ele teve fora do casamento com uma jornalista, como Renan tenta passar para a opinião pública – mas todas as despesas que eram pagam por um lobista de uma grande empreiteira.

  Renan Calheiros prometeu a Almeida Lima o comando do PMDB em Sergipe. E depois desta crise se conseguir continuar no cargo de presidente do Senado não há dúvida de que o senador sergipano comandará o partido. O PMDB é um dos pontos importantes para que Almeida Lima consolide sua candidatura a prefeito de Aracaju com o apoio do ex-governador João Alves. Além do tempo de televisão o PMDB é uma das siglas mais consolidadas do país.

  Por outro lado Almeida Lima está jogando toda sua carreira política neste episódio de Renan Calheiros. Se ele perder o cargo de presidente do Senado ficará enfraquecido e não terá como sustentar Almeida Lima no comando do PMDB. De resto Almeida Lima se desgastou perante o eleitorado sergipano. Nunca se viu um parlamentar sergipano fazer uma defesa tão veemente de outro colega envolvido num escândalo de recebimento de recursos de um lobista. Qual o discurso de Almeida Lima para criticar agora seus oposicionistas? Está claro que Almeida joga tudo para garantir a candidatura a prefeito de Aracaju.  Será candidato pelo PMDB ou qualquer outro partido. Ele sabe que em 2010 não terá mais o “padrinho” João Alves Filho que o colocou embaixo do braço e fez senador em 2002. Ou seja, senador nunca mais. A última tentativa de sobrevivência política é a Prefeitura de Aracaju. Resta saber o que o eleitorado aracajuano está pensando de todo este “lero” dele em defesa de Renan Calheiros.

 

Que tal restaurar toda moralidade?

 No Informe JB de ontem, 04, assinado pelo jornalista Tales Faria: “Já que os trabalhos do Conselho de Ética do Senado vão ter que ser reiniciados do zero, os partidos poderiam fechar um acordo de restauração completa da moralidade naquele grupo encarregado da função de julgar a moral e a ética entre seus pares. Nos seguintes termos: quem tiver processos na Justiça em andamento fica de fora do Conselho”.Pode-se operar esse levantamento, por exemplo, com uma simples olhada no site da ONG Transparência Brasil, filiada à Transparência Internacional. Tem lá um link chamado Excelências, no qual são elencados os históricos processuais dos políticos por setor de atuação. No pé dessa página (http://www.excelencias.org.br/casa.php?pr=1), estão os casos do Senado Federal. O trecho que cita uma senadora de Sergipe: “O DEM está em boa situação. Tem citada apenas a senadora Maria do Carmo, num processo “sob segredo de justiça”. Assim como o PT, que só tem na lista a senadora Fátima Cleide, citada por “uso da máquina”.

 

 

Legalidade indecente chega ao fim

O governo estadual não vai mais participar como acionista de empreendimentos hoteleiros como era a prática anterior, de vários governos. Segundo entrevista concedida ontem pelo governador Marcelo Déda – ao programa Gilmar Carvalho – as futuras parcerias devem ser feitas através de alguma infra-estrutura, como a doação dos terrenos. Disponibilizar recursos para hotéis não é o melhor caminho. Aliás, hotéis como Celi, Delmar, Quality e outros foram construídos sem incentivos governamentais. E, além do incentivo, tem também os “jeitinhos” que são dados como no caso do governo passado. Essa decisão mostra que o governador não concordou com incentivos dados aos hotéis, mas os recursos já foram repassados. Este jornalista reafirma que no caso do hotel que o ex-secretário Tácito Faro é sócio, ao lado do ex-deputado Marcos Franco e alguns familiares, o incentivo pode ter a formatação legal, porém não foi ético um secretário de então liberar incentivos onde existia também seus interesses particulares.

 

 

Manifesto será entregue ao governador

Cresce o descontentamento das entidades empresariais de Sergipe, com o projeto de lei aprovado pelos 24 deputados estabelecendo feriado nos dias 24 e 29 de junho. Além da CDL, entidades como o Setransp, a Federação das CDL`s, a Federação da Agricultura, a Federação do Comércio, os shopping`s já se engajaram na luta. A idéia agora é que seja elaborado um  manifesto mostrando não só as razões econômicas, com a retração do comércio, mas também as razões de ordem constitucional para que seja entregue ao governador Marcelo Déda, para sensibilizar o mesmo a vetar o projeto.

 

 

OMF e recursos para maternidade

Amanhã a coluna relembra o que foi escrito neste espaço no ano passado sobre a OMF e esta senhora, que chegou em Sergipe “arrotando” seriedade e tudo mais. Ontem, 04, um relatório da Controladoria Geral do Estado atestou que a Organização Mundial da Família (OMF) e o governo anterior não conseguiram comprovar mais de 50% dos recursos destinados à construção da Maternidade Nossa Senhora de Lourdes. O documento foi apresentado na manhã desta quarta-feira, 4, pelo secretário de Estado da Saúde, Rogério Carvalho, durante audiência no Ministério Público Estadual. A maternidade foi construída com recursos estaduais superiores a R$ 11 milhões e com contrapartida da Organização correspondente a 20% do investimento total.

 

 

 Setores da imprensa só lembram de Flávio Conceição

Qual o motivo que grande parte da imprensa de Sergipe só enxerga o envolvimento do conselheiro Flávio Conceição na Operação Navalha? Ontem – em entrevista ao programa Liberdade Sem Censura, apresentado por Fábio Henrique – o deputado federal Jackson Barreto (PMDB) alertou para a necessidade de alguns veículos de comunicação citarem os envolvimentos de João Alves (numa gravação divulgada recentemente conversando com Zuleido) e de João Alves Neto que nas investigações da PF foi citado como principal operador ao lado de Flávio. “É muito interessante estas coisas que coisas do meu Estado”, ironizou.

 

Forçar a barra, pressionar e fazer chantagem

Ainda na entrevista ao programa Liberdade Sem Censura, Jackson Barreto lembrou que pelas conversas de alguns conselheiros do TC – reveladas pelas gravações da PF – o objetivo era “forçar a barra, pressionar e fazer chantagem” junto ao governador para que continuasse o esquema existente há muitos anos. Jackson disse que não assinou a CPI da Navalha, porque não acredita em apuração pela Câmara Federal, onde “muitos  atuam como vedetes para aparecer nas televisões e ainda existe o comprometimento de ordem partidária”. Jackson entende que as investigações da PF e do MPF são exemplos de correção que devem ser seguidas.

 

 

Empresários se reúnem com diretoria do Banese I

Os empresários da construção civil integrantes da Associação Sergipana dos Empresários de Obras Públicas e Privadas – ASEOPP participaram de uma reunião com a Diretoria Executiva do Banese e o presidente João Andrade, no Hotel Quality. O encontro foi marcado pela presença unânime dos associados, no qual a participação efetiva de cada um foi primordial para o debate altamente qualificado. João Andrade fez um relato significativo da situação do banco que acumulou um lucro maior do que o previsto no plano de metas da instituição, nos primeiros quatro meses deste ano, de R$ 6,7 milhões.

 

 

Empresários se reúnem com diretoria do Banese II

A reunião também tratou de crédito imobiliário e possibilidade de adiantamento de faturas referentes aos contratos com o Estado. Segundo o conselheiro da ASEOPP, o engenheiro civil Geraldo Magela, da GP construtora, a associação permitiu as pequenas empresas o acesso à diretoria do banco, onde algumas solicitações foram feitas, entre elas, que o Banese passe a oferecer linhas de crédito imobiliário. “Foi um ótimo momento para conhecer os produtos oferecidos pelo banco. Um trabalho de reciprocidade com as 19 empresas que fazem parte da ASEOPP”, destacou Magela.

 

Leitor faz sugestões para melhorar trânsito

Do leitor Fernando Góes: “Quero parabenizar o leitor Fábio Farias pela sua opinião sobre a parametrização da velocidade dos veículos automotores em nossa capital. Eu também sou a favor desta velocidade. Gostaria ainda de enviar algumas idéias para melhorar o trânsito: – colocar em todos os semáforos um marcador de tempo indicando quanto falta para o sinal fechar. Para que não ocorra aquela esticadinha para pegar o sinal aberto e não se leve à multa por excesso de velocidade;  neste período de adaptação, colocar faixas lembrando que a velocidade é 60km/h. Tem mais de 20 anos que vou para a atalaia a 80km/h; fiscalizar as saídas das escolas, multando não só os pais que alem de tudo, estão dando péssimo exemplo aos filhos, como também as instituições de ensino. A saída do colégio salvador e do espírito santo é uma loucura; multar mais, não é brincadeira não, é isso mesmo. Nós só aprendemos se pagarmos. Coloquem mais gente para fiscalizar, ensinar, ou melhor reensinar e multar”.

 

Sergipe será divulgado gratuitamente no PAN

A Secretaria de Estado do Turismo recebeu o convite da organização do PAN, para montar um estande em Copacabana, de 12 a 31 de julho, ao lado de outros estados nordestinos. O Estado não arcará com as despesas do estande e, em contrapartida levará duas atrações: a banda Naureia e o cantor Sergival. Seria uma boa oportunidade de levar também uma quadrilha (junina, é claro!) para divulgar os festejos juninos de Sergipe. Bem que a classe empresarial poderia dar essa modesta contribuição, através da locação de um ônibus e as despesas de hospedagem. 

 

 

CUT volta a  pedir CPI da Deso

Ao final da tarde do último dia 2, foi realizada pela Central Única dos Trabalhadores em Sergipe (CUT/SE) uma plenária sobre os encaminhamentos para abertura da CPI da Companhia de Saneamento de Sergipe (Deso) na Assembléia Legislativa. De acordo com o presidente da CUT/SE, Antônio Góis, ficou decidido a realização de atividades durante o mês de julho, com duas grandes manifestações de protesto.Entre outras entidades da sociedade civil que foram convidadas para participar da equipe, estão: Ordem dos Advogados do Brasil, Seccional Sergipe (OAB/SE), Conselho Regional de Contabilidade (CRC), Tribunal de Contas da União (TCU) e Conselho Regional de Engenharia, Arquitetura e Agronomia (Crea/SE). Os convites foram encaminhados no dia 25 de junho.Incentivos financeiros do governo para hotéis.

 

Semarh promove treinamento sobre Programa de Financiamento

 A Secretaria de Estado do Meio Ambiente e dos Recursos Hídricos irá realizar nestas quinta-feira, 5, e sexta-feira, 6, no auditório da Adema, um treinamento sobre o Programa de Financiamento Externo. O treinamento será ministrado pelo consultor do Ministério da Integração Nacional na área de Recursos Hídricos, Marcos Teixeira Andrade. O evento será realizado das 8h às 12h e das 14h às 18h. O treinamento terá como objetivo oportunizar e nivelar o conhecimento sobre processos licitatórios, desenvolvendo a capacidade de interpretação das normas, fortalecendo os órgãos implementadores de projetos nas tomadas de decisões, na seleção de consultores e nas aquisições de bens e obras.

 

 Emancipação política de Sergipe

A Diretoria do Instituto Histórico e Geográfico de Sergipe realiza  solenidade comemorativa do 187º aniversário da Emancipação política de Sergipe, amanhã, 06 de julho, em sua sede, à rua Itabaianinha 41, às 17 horas. Na oportunidade, o prefeito Edvaldo Nogueira e o engenheiro Luiz Eduardo de Magalhães serão homenageados e o professor Dr. Ricardo de Oliveira Lacerda fará uma palestra sobre a As Tendências da Economia Sergipana.

 

Curso de Pratica Docente.

Estão abertas as inscrições para mais uma turma do Curso Pratica Docente: Aprendendo a Ensinar (40h/a). Inicio dia 07/07 e término dia 28/07.Aulas somente aos sábados. Local – Colégio Modulo Inscrições – 8116-6407 ou pelo site: www.jtpromocoes.com.br Investimento – R$ 220,00 (parcelado BaneseCard). Organização Profª. M.Sc. Gisélia Varela.

 

Frase do Dia

“Há pessoas que nos falam e nem as escutamos; há pessoas que nos  ferem e nem cicatrizes deixam, mas há pessoas que simplesmente aparecem em nossa vida e nos marcam para sempre.” Cecília Meireles.

O texto acima se trata da opinião do autor e não representa o pensamento do Portal Infonet.
Comentários