Almeida: lobista dos cartórios?

0

Com o título “Lobby dos cartórios mostra a cara”, o jornalista Cláudio Humberto, que tem uma coluna publicada em vários jornais do país – inclusive em Sergipe, no jornal Correio de Sergipe – acusou ontem, 04, o senador Almeida Lima de ser lobista do cartórios no Senado Federal.

 

A nota de Cláudio Humberto: “O produto do poderoso lobby dos cartórios agora tem rosto no Senado: Almeida Lima (PMDB-SE). Ele se prestou ao papel de pedir vista de dois projetos a serem aprovados ontem pela Comissão de Fiscalização, que na prática proíbem de uma vez por todas o registro abusivo e ilegal, em cartório, dos contratos de financiamento de veículos. Ao pedir vista, Lima protelou a decisão e prolongou a picaretagem contra o consumidor” Em outra nota Cláudio Humberto lança uma suspeita: “Maior moita – Lobistas dos cartórios (setor que fatura R$ 7 bilhões por ano) sempre se reúnem às escondidas com parlamentares em hotéis de Brasília”.

 

Um dos projetos que Cláudio Humberto se refere é o de autoria do senador Edison Lobão (436/07), que tem o propósito de regularizar a formalização aquisitiva da propriedade fiduciária, em vista de que o Supremo Tribunal Federal (STF), em decisão unânime proferida sobre a ADI nº 2.150-8, considerou constitucional o registro da alienação fiduciária de veículos diretamente nas repartições de trânsito, com a dispensa de intermediação dos cartórios.  O Superior Tribunal de Justiça (STJ), por sua vez, ao examinar a questão legal, também considera suficiente o registro dos contratos de alienação de veículos feito nas repartições de trânsito.

 

Nessa esteira, o Conselho Nacional de Trânsito (Contran) e o Departamento Nacional de Trânsito (Denatran) baixaram atos normativos visando a autorizar os Departamentos de Trânsito (Detrans) a realizarem o registro sem a formulação de exigência do registro em cartório. Por essa razão é que, em São Paulo, o Detran emite o documento, aliena e desaliena o carro, sem custo para o consumidor.   Nada obstante a jurisprudência emanada das mais altas Cortes de Justiça do país e a interpretação do texto legal favorável ao cidadão, o seu direito vem sendo burlado por convênios firmados entre repartições de trânsito e cartórios de registro de títulos e documentos, a um custo médio da ordem de R$ 250,00 por contrato, chegando-se ao paroxismo, em alguns municípios brasileiros, onde se cobram percentual sobre o valor de aquisição do veículo.

 

Ou seja, a proposta que acabar com a exigência do registro dos contratos de financiamento de automóvel nos cartórios. Alega que os  cartórios faturam cerca de R$ 7 bilhões por ano, mas acham pouco. Contrariando decisões do Supremo Tribunal Federal e do Superior Tribunal de Justiça, fazem lobby e “convencem” os Detrans a exigirem ilegalmente o registro, em cartório, dos contratos de financiamento de automóvel. Além dos altos custos da compra de um carro, o consumidor ainda é obrigado a pagar para registrar o financiamento.

 

Desincompatibilização no governo estadual

Hoje, 05, é o prazo final para desincompatibilização dos secretários que desejam ser candidatos nas eleições deste ano. Dois secretários adjuntos deixaram seus cargos: o adjunto da Secretaria da Infra-Estrutura, Dílson de Agripino, candidato a prefeito pelo PT em Tobias Barreto e Ricardo Souza (PDT), adjunto da Secretaria de Esporte e Lazer, candidato a prefeito pelo PDT em Macambira. O secretário do Trabalho, Renato Brandão (PMDB), até ontem estava analisando se deixava ou não a pasta. Renato pode ser candidato a prefeito em Propriá ou apoiar o atual prefeito, Paulo Britto (PT) e receber em troca o apoio para retornar a Assembléia Legislativa.

 

Reunião de Edvaldo com tucanos

Ontem, 04, por mais de três horas, na sede do PSDB, o prefeito Edvaldo Nogueira expôs suas idéias e projetos para Aracaju ao defender que os tucanos venham se somar a candidatura à reeleição dele. Edvaldo foi recebido pelas lideranças, toda direção municipal e os pré-candidatos a vereador. A única exceção foi o pré-candidato Pedro Barreto. A juventude tucana também estava presente sob a coordenação de Geraldo Klauss. “Acho que consegui conversar com a militância do PSDB, avalio que eles saíram impressionados”, disse, afirmando que a reunião deve ajudar na consolidação do PSDB a sua candidatura.

 

João Fontes convidado por Edvaldo

Ainda ontem, Edvaldo Nogueira conversou com o pré-candidato do PPS, João Fontes, Edvaldo mostrou a ele que são da mesma geração com idéias iguais de mudança e transformação e que uma possível candidatura de Fontes só tiraria voto dele, porque transitam no mesmo espaço. Edvaldo disse que quando o nome de João Fontes é retirado das pesquisas os votos dele migram todos para ele. “Acho que o apelo tocou Fontes, ele viu que a candidatura dele favorece apenas os adversários”, disse Edvaldo que vai conversar também com os dirigentes do PPS.

 

Missa de 7º Sétimo Dia de Chico Mocó

No próximo sábado, 07, será realizada a missa de sétimo dia do histórico petista e engenheiro civil, Chico Mocó. A missa será realizada na Igreja Santa Luzia, no Bairro Luzia, próximo ao Colégio Purificação às 19hs.

 

Telha, Bidolo absolvido

O pré-candidato a vice-prefeito em Telha, o vereador Neudo, conhecido como Bidolo foi absolvido por 4 votos a 2 no Tribunal Regional Eleitoral pela mudança de partido.

 

Lei dos delegados é inconstitucional, diz STF I

Por unanimidade, o Plenário do Supremo Tribunal Federal (STF) declarou ontem, 04, a inconstitucionalidade do artigo 32, inciso I, da Lei 4.122/1999, do estado de Sergipe, que conferiu ao delegado de polícia a prerrogativa de “ser ouvido, como testemunha ou ofendido, em qualquer processo ou inquérito, em dia, hora e local previamente ajustados com o juiz ou autoridade competente”. A decisão foi tomada no julgamento da Ação Direta de Inconstitucionalidade (ADI) 3896, proposta pela Associação dos Magistrados Brasileiros (AMB). Os ministros presentes acompanharam o voto da relatora, ministra Cármen Lúcia Antunes Rocha, sob o fundamento de que o dispositivo impugnado afronta o artigo 22, inciso I, da Constituição Federal (CF), que atribui exclusivamente à União a competência para legislar em matéria de direito processual. Os ministros também acompanharam o argumento de que o dispositivo afronta, igualmente, o artigo 221 do Código de Processo Penal (CPP), que concede a prerrogativa prevista na lei sergipana apenas ao presidente e ao vice-presidente da República, deputados e senadores e outras autoridades, entre os quais os juízes, mas não contempla a categoria dos delegados de polícia.

 

Lei dos delegados é inconstitucional, diz STF II

O ministro Marco Aurélio foi voto vencido, inicialmente, em uma preliminar por ele levantada. No entender dele, a AMB não teria legitimidade para propor a ação, por não ter interesse normativo que lhe dissesse respeito, no dispositivo impugnado. Entretanto, a ministra Cármen Lúcia informou que analisou este aspecto e chegou à conclusão de que a entidade tinha legitimidade, vez que o privilégio dos delegados está previsto na lei impugnada para casos de processos ou inquéritos que contem com a presença de juiz ou autoridade competente. Portanto, os juízes teriam de ajustar-se à norma. Posteriormente, ao acompanhar o voto da relatora, na análise do mérito, o ministro Marco Aurélio disse que somente admitia privilégio como o previsto na lei sergipana quando esteja “em simetria com a Constituição Federal. E não me consta que delegado de polícia tenha esta prerrogativa assegurada constitucionalmente”, afirmou.

 

Lá como cá: reconhecimento de paternidade

De um leitor atento: Como sempre diz o nosso Albano Franco:”Em Sergipe todos se conhecem”, e justamente por todos se conhecerem é que lendo a coluna de Cláudio Humberto, ele vê no caso do vice José de Alencar, que realizando manobras protelatórias para evitar seu desfecho, a semelhança no caso do frentista de posto de gasolina para ter a paternidade de um falecido ex-governador reconhecida!… Vice José Alencar é réu em ação de paternidade – O vice-presidente José Alencar foi intimado a comparecer nesta quarta, às 10h, no laboratório Gene, de Belo Horizonte, para a coleta de material de exame de DNA, em uma ação de reconhecimento de paternidade de uma filha, a professora Rosemary de Morais, 52, nascida antes de seu casamento com d. Marisa. O processo se arrasta desde 2001 e Alencar continua realizando manobras protelatórias para evitar seu desfecho.Da noite para o dia, a alegada filha do vice José Alencar, que é um rico industrial, deve herdar parte de uma fortuna estimada em US$ 2 bilhões.O processo contra o vice José Alencar tramita na comarca de Caratinga (MG), onde ele conheceu e se relacionou com a mãe de Rosemary.Rosemary de Morais soube pela própria mãe idosa e doente, há poucos anos, de um velho segredo: seu pai é o vice-presidente da República.Há um ano, ao defender Renan Calheiros, José Alencar observou: “Isso [relacionamento extraconjugal] pode acontecer com qualquer pessoa”.

 

Esclarecimento sobre ressarcimento

A respeito do e-mail de um leitor publicado em sua coluna ontem, 04, sob o título “Ressarcimento do Desconto Previdenciário”, informamos o seguinte: Todos os Termos de Adesão da Devolução da Contribuição Previdenciária sobre o Adicional de Férias que foram entregues à Secretaria da Administração até meados do mês de maio já foram pagos na folha deste mês. Ou seja, estamos rigorosamente em dia para com o ressarcimento. Para se ter uma idéia, a Secretaria de Administração já processou, até agora, a devolução da Contribuição Previdenciária sobre o Adicional de Férias de 27.985 servidores. Lembramos que, para efetivar a devolução, a Secretaria de Administração depende do envio da documentação dos órgãos, para providenciar a inclusão do pagamento em folha suplementar – uma no dia 15 e outra no dia 30 de cada mês; a responsabilidade do envio da documentação é dos órgãos de origem, como também do servidor, que deve dar entrada e anexar os documentos necessários.  Estamos à disposição para tirar quaisquer dúvidas e analisar problemas pontuais que por ventura venham a ocorre na devolução do servidor em questão. Da assessoria de comunicação da SEAD

 

Servidores que trabalham com afinco

O blog tem a certeza que os servidores que trabalham no setor responsável pelo processamento dos dados para o ressarcimento, através das folhas de pessoal, trabalham com afinco. Aliás, a culpa é de alguns órgãos que estão atrasando o envio dos pedidos de adesão. Alguns porque esperam que os servidores enviem documentos que ficam faltando, outros por pura desorganização mesmo. Na última segunda-feira, por exemplo, a SEAD, recebeu centenas de termos de adesão que foram assinados em março. Os funcionários do setor correm para colocar os servidores na folha de pagamento do ressarcimento. Fazem a parte deles, mas enquanto isso alguns outros órgãos, demoram, demoram e muito. Ao todo cerca de 28 mil servidores já receberam seus ressarcimentos. Além da folha de pagamento normal, o setor da SEAD, está fazendo mais duas folhas mensais para ajudar na rapidez do ressarcimento.

 

PEC dos vereadores não será votada no Senado

PEC dos vereadores ainda não deverá ter efeito nas próximas eleições, diz Garibaldi. Os líderes partidários no Senado decidiram, em reunião nesta quarta-feira (4), que a proposta de emenda à Constituição que aumenta o número de vereadores, mas reduz os gastos com as câmaras municipais do país (PEC 20/08) seguirá tramitação normal, ou seja, não será votada antes que sejam apreciadas as matérias que a antecedem por ordem de chegada. Dessa forma, os senadores acreditam que há poucas chances de a mudança ser colocada em prática já nas próximas eleições municipais. Para que as novas regras fossem implementadas já a partir do pleito de outubro, a PEC teria que ser aprovada até 30 de junho. – Não havendo consenso para votação, dificilmente ela será votada – disse Garibaldi. A proposta, aprovada na Câmara na semana passada em primeiro e segundo turnos, chegou ao Senado sob forte pressão dos Legislativos municipais do país, contrários ao texto. Na avaliação dos vereadores, que participaram da reunião de lideranças, a redução do limite de gastos às vésperas das eleições é inoportuno. Eles também alegam que o corte poderia inviabilizar o funcionamento de muitas câmaras.

 

Manifesto de apoio

Cerca de 100 ex-estudantes da Universidade Federal de Sergipe (UFS) vão entregar um manifesto de apoio à reeleição do reitor Josué Modesto dos Passos Subrinho, nesta sexta-feira, às 18h, na secretaria do Centro de Ciências Exatas e Tecnológicas (CCET). “As ações de Josué ocasionaram uma histórica e generosa ampliação e  descentralização do acesso à educação superior pública sergipana”, defendeu advogado e o ex- presidente do DCE em 1999, Rômulo Donato, em referência ao processo de expansão universitária em curso.

 

Socorro: Solidariedade ao professor Washington I

Nota de solidariedade do professor Renilson Souza ao presidente do PT de Socorro, professor Washington Vasconcelos: “Companheiros e Companheiras  do PT, Compreendemos que todos as lideranças engajadas na luta social  necessitam de solidariedade e apoio quando sofrem um ataque direto aos seus princípios: foi o que aconteceu com o nosso companheiro e presidente do nosso Partido, aqui em Nossa Senhora do Socorro, no ultimo domingo, 01 de junho de 2008. Quando aos nos dirigimos dos nossos lares com destino à Câmara Municipal, com o objetivo de participamos do Encontro de Delegados do PT da nossa cidade, fomos pego de surpresa por uma liminar. Obedecendo a liminar, da qual teve como mentor o ex-filiado do PT, o senhor Jose Alves Barbosa, foi suspenso o Encontro de Delegados, que iria deliberar sobre as questões Majoritárias e Proporcionais nesta eleição municipais. Tendo em vista que com certeza, não estaremos no palanque do atual prefeito, ZÉ Franco – PPS, aqui interrogamos a vocês, verdadeiros petistas: A quem interessa tenta de todas as maneiras inviabilizar que o PT, vá para o palanque das oposições em Nossa Senhora do Socorro/SE?”.

 

Socorro: Solidariedade ao professor Washington II

Continua a nota:Neste contexto, o nosso companheiro e presidente, Professor Washington Vasconcelos, vem há dias, meses e ate mesmo anos, enfrentado uma labuta contra aquele que de forma covarde e inconformado pela sua expulsão do PT, em 2006, tenta de todas as maneiras confronta o nosso presidente. Presidente este que foi eleito em 2005 e reeleito em 2007, avaliamos que  se trata de um ataque político ao Professor Washington Vasconcelos e ao  PT seja nas esferas federais, estaduais e municipais.  Dada às condições acima citadas do ataque político ao nosso líder, tudo leva a crer que se trata de perseguição política ao PT. Se não  tomamos providencias energéticas e salutares, e estamos tomado, esse cidadão nunca se conformara que seu tempo dentro do Partido dos Trabalhadores já foi , e dele ninguém tem saudades. A militância petista de Nossa Senhora do Socorro vem a publico se SOLIDARIZAR com o nosso presidente e companheiro, Professor Washington Vasconcelos  e levá-lo a seguinte mensagem:  Companheiro você não está sozinho, conte com os verdadeiros petistas de Nossa Senhora do Socorro.”Se você também treme diante de uma injustiça, então somos companheiros” Nossas saudações petistas”. Professor Renilson Souza.

 

Aumento dos assaltos

De um leitor: “Os assaltos a agentes representantes dos bancos (casas lotéricas, correios e pontos Banese) são conseqüência imediata da falta de segurança nesses locais. Transformaram “bodegas” em bancos, com depósitos, saques, recebimentos e pagamentos, sem qualquer estrutura de segurança para seus funcionários e clientes. É só procurar saber quantas unidades dos correios sofreram assaltos depois que passaram a ser Bradesco. Da mesma forma quando tornaram as casas lotéricas uma extensão da Caixa Econômica. Idem com as farmácias, armarinhos e tudo mais que foram transformadas no Banese. Tudo ficou mais barato para os bancos e tudo ficou mais arriscado para clientes e trabalhadores”.

 

Sobre a candidatura de Jailton pelo PSC

De um leitor: “E então Gilmar Carvalho vai apoiar uma candidatura a vereador distinta dos quadros do seu partido o PSB? E a tal candidatura pode ser que não fique nem mesmo na mesma coligação? E se o PSC se coligar com João ou com Almeida e o PSB com Edvaldo Nogueira não vai ser engraçado para não dizer ridículo e indecoroso? E como vão se comportar os candidatos a vereador do PSB? Por favor não gastem seus neurônios para entender esse sarapatel de coruja, como bem diz o radialista Antonio Oliveira”.

 

MPF: prazo de dez dias para PMA se manifestar sobre Aruana I

A Prefeitura Municipal de Aracaju tem exatos dez dias para que informe, oficialmente, ao Ministério Público Federal em Sergipe (MPF/SE) se tem ou não interesse de realizar o projeto de revitalização da praia de Aruana.A procuradora da República Eunice Dantas Carvalho já encaminhou ofício ao prefeito Edvaldo Nogueira cobrando uma posição dele sobre aquela área. A depender da resposta do gestor municipal, o MPF/SE poderá ou não solicitar à Justiça Federal o prosseguimento das ações de execução e a autorização para a demolição dos 17 outros bares envolvidos.O MPF/SE entende que se o prefeito responder que tem interesse de realizar o projeto de revitalização na praia de Aruana, deve, na resposta ao ofício do MPF/SE, informar todas as medidas que efetivamente já estão sendo adotadas nesse sentido, apontar o cronograma das obras e indicar ainda a fonte dos recursos que serão utilizados.Desde abril de 2004 que a Prefeitura de Aracaju assinou um Termo de Ajustamento de Conduta com o MPF e com os donos de bares da Aruana, comprometendo-se em apresentar e executar um projeto de urbanização e revitalização da área, o que não aconteceu até hoje. “Decorridos mais de quatro anos e realizadas diversas reuniões na sede da Procuradoria da República com a finalidade de viabilizar a execução do projeto de revitalização, até o momento, o poder público municipal não adotou medidas para solucionar a situação”, informou a procuradora.

 

MPF: prazo de dez dias para PMA se manifestar sobre Aruana II

Quando da assinatura do Termo de Ajuste de Conduta em 2004, apenas 17 dos 24 bares assinaram o documento. Em razão disso, o MPF/SE solicitou, por vária vezes, à Justiça Federal a suspensão das ações de execução para a demolição dos 17 bares porque a Prefeitura de Aracaju tinha se comprometido a apresentar um projeto de urbanização para a área.Os sete bares que não aderiram ao termo, continuaram com suas ações tramitando na Justiça Federal e perderam em todas as instâncias. No último dia 28 de maio, seis bares foram demolidos. O juiz da 3ª Vara, Edmilson Pimenta, concedeu liminar impedindo a derrubada do sétimo bar, de propriedade do senhor Wanderlê Dias Correia, deputado estadual. A Advocacia Geral da União, responsável pela área, já apresentou recurso para que o bar do deputado seja demolido como os demais.”Fiz uma rápido contato pessoal com o prefeito Edvaldo Nogueira no aeroporto de Brasília no dia 17 de abril passado. Fiz a exposição do problema e mostrei a falta de interesse e de ação da prefeitura quanto a questão da Aruana. O prefeito ficou de encaminhar uma solução, mas até agora nada”, informou a procuradora.Através dos meios de comunicação, o prefeito Edvaldo Nogueira já disse que a Prefeitura de Aracaju não possui sequer recursos disponíveis para realizar a obra. “Acredito que essa postura indica a falta de interesse do município, o que vai obrigar ao MPF a requerer à Justiça Federal o prosseguimento das ações de execução e a autorização para demolição dos 17 bares restantes”, informa a procuradora Eunice Dantas. A procuradora disse que a ausência de resposta do prefeito ao ofício encaminhado ontem a ele ou o envio de uma resposta evasiva será considerada ausência de interesse na realização da obra. (Ascom/MPF/SE).

 

Leitor defende ação do MPF na Aruana I

Parte de um e-mail enviado pelo leitor Felipe Melo: “Em que pese a situação delicada da Aruana, inclusive no que se refere aos empregos mantidos pelos bares, é fato incontestável que a área é de Imprescindível preservação ambiental. Observo que não se trata de um simples espaço público ocupado irregularmente, mas de preamar médio, ou seja assunto que diz respeito diretamente ao fluxo das marés. Portanto, insuscetível de ocupação por quem quer seja. É preciso ter em mente que o meio ambiente é de toda a coletividade, logo, trata-se de bem de interesse comum e, principalmente, às gerações futuras. Está mais do que na hora de se conscientizar acerca da sua preservação. Em adição, registro que a área em comento é Espaço público, de toda a coletividade. Imagine o que acontecerá dele se cada um de nós resolver ocupar uma parte do local. Afinal, se todos podem construir bares ali, também é justo que eu e todos os demais cidadãos possamos ocupar uma área também, não? Acho que assim, temos uma dimensão da enorme confusão que as ocupações provocam. Contudo, parece-me que a resposta continua a de sempre: Ninguém pode ocupar os espaços ambientais, que são de todos e significam o nosso futuro. E se houve omissão no passado (não quero julgar sobre o que não sei), ela não justifica novas omissões no presente”.

 

Leitor defende ação do MPF na Aruana II

Continua Felipe:Quanto ao processo em questão, não sei ao certo, mas há notícias de que ação originária, cujo julgamento se deu por volta de 1999, determinou a desocupação de toda a área, e não apenas de algumas.  e o MPF, celebrou termo de ajuste de conduta para que os bares se adequassem às regras de preservação ambiental. Nem todos concordaram com a proposta. Sujeitaram-se a julgamento e às conseqüências do mesmo. Logo, não se pode dizer que os donos dos bares não sabiam dos riscos que corriam. Parece-me que precisamos de mais informações, antes de chegarmos a uma conclusão sobre o caso. Não dá para avaliarmos unicamente com base na informação de um dos lados, mas deixo uma pergunta: alguém já analisou a fossa dos bares e o destino dos dejetos? Assim, reafirmo o meu apoio à atuação do Ministério Público Federal, que procura pautar-se no interesse da coletividade, ainda que a instituição lute sozinha pelo bem coletivo. O meio ambiente é de todos e tem de ser preservado”.

 

Residência em Fisioterapia I

Até 16 de junho, estão abertas as inscrições para a Residência em Fisioterapia oferecida pelo Uni-BH, conceituado centro universitário da capital mineira. O programa é fundamentado em dois pilares: o aprofundamento teórico com enfoque voltado para a área clínica, através do curso de especialização lato sensu (360hs/aula), e o treinamento intensivo em serviço, abordando os diferentes aspectos da atuação fisioterápica em todos os níveis de atenção à saúde, na área de escolha do candidato. As especialidades oferecidas são: Cardiologia e Angiologia; Gerontologia e Reumatologia; Ginecologia, Obstetrícia e Urologia; Neurologia e Neuropediatria; Ortopedia e Traumatologia; Pneumologia e Terapia Intensiva.

 

Residência em Fisioterapia II

Sem dúvida, esta é uma ótima oportunidade para os profissionais da reabilitação aperfeiçoarem seus conhecimentos e sua prática profissional. A Residência do Uni-BH é coordenada pela professora Renata Baracho, mestre em Ciências da Saúde pelo IPSEMG e fisioterapeuta graduada pela Universidade Tiradentes. Mais um exemplo de sucesso nacional que tem como uma das bases a educação sergipana. Mais informações sobre a Residência em Fisioterapia do Uni-BH, no site www.unibh.br.

 

4º Passear Forró

Será realizada no próximo domingo a 4ª Edição do Passear Forró, na orlinha do bairro Industrial, a partir das 14h30. O evento, que é de iniciativa da deputada Conceição Vieira, terá a  apresentação das quadrilhas juninas Século XX (Bairro Industrial), Cangaceiros da Boa (Japaratuba), Massacará (Carmópolis), Luiz Gonzaga (Aracaju), Mexe-Mexe (Cristinápolis) e Unidos de Sertão (Coroa do Meio).  Além das danças juninas os participantes vão curtir o som das bandas de forró Pintura Íntima e Jeanny Elétrico, ex-Forró Maior. Maiores informações no 3044-3510 (Cristiano).

 

Concurso Petrobrás

Do jornalista Abrahão Crispim Filho. “O concurso da Petrobrás será realizado no próximo domingo, dia 08. As provas estão previstas para serem realizadas em dois períodos: manhã para o nível superior e a tarde para o nível médio. O problema é que ao sair o edital do concurso, em nenhum momento foi informado as pessoas o horário das provas. Por coincidência no mesmo dia haverá o concurso da UFS pela manhã, sendo que o tal concurso já foi adiada há dois meses e transferido para o dia 08.Os candidatos que se inscreveram para o da Petrobrás, só ficaram sabendo do horário das provas na última terça–feira, 03. Os que se inscreveram para o concurso de nível superior da Petrobrás ficaram  inconformados, pois muitos deles se inscreveram para o da UFS e terão que optar em quais dos concursos irão fazer a prova. Só as pessoas de níveis médios, que poderão fazer os dois concursos, pois não há choque de horário.  A CESGRANRIO, responsável pelo concurso, deveria ter bom senso, pois quando foi lançado o edital da Caixa Econômica pela mesma instituição no mês passado, constava o dia e horário da realização do concurso, mas se esqueceram de fazer o mesmo com o da Petrobrás”.

 

Frase do Dia

“É fácil quebrar uma única flecha, mas é difícil quebrar um feixe de dez flechas”. Provérbio Japonês.

O texto acima se trata da opinião do autor e não representa o pensamento do Portal Infonet.
Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais