Aniversário sem festa

0

Em um ano de Lei Seca, o número de acidentes nas rodovias federais caiu apenas 5%. No período analisado, o número de acidentes fatais também apresentou baixa, de 5,5%, e o total de feridos foi 8,1% menor. Segundo a pesquisa, muitos condutores que deixaram de beber logo após a introdução da Lei Seca retomaram o mau hábito meses depois. Embora a pequena queda preocupe as autoridades de trânsito, não se conhece qualquer trabalho de fôlego visando conscientizar o motorista sobre o perigo de dirigir após ingerir bebida alcoólica. No começo da chamada Lei Seca foi aquele alvoroço, a imprensa se envolveu, neguinho e branquinho foram presos cheios de “mé” e bafômetros foram comprados aos montes. Hoje, quase ninguém fala mais no assunto e voltamos a contar os mortos e feridos na guerra do trânsito. A citada lei completa um ano amanhã sem muito para comemorar. Lastimável!

Além fronteira

O nosso Forró Caju, que começa na próxima sexta-feira, vai ser transmitido para países da América Latina graças a uma parceria entre a produtora Argentina Zona Comunicación e a Aperipê TV. Argentina, Venezuela, Colômbia, Uruguai, Paraguai, Chile, México e Cuba são alguns dos países que poderão conhecer com mais detalhes o melhor dos festejos juninos de Sergipe através da co-produção internacional. O entendimento prevê que a equipe da Zona Comunicación, composta por quatro profissionais, permaneça no estado de 22 a 29 de junho e a Aperipê TV preste apoio técnico e realize a produção local.

Malandragem bancária

Os bancos estão demitindo trabalhadores mais velhos e qualificados para contratar pessoas mais jovens por salários menores. É o que afirma estudo divulgado pelo Dieese. Segundo a Confederação Nacional dos Trabalhadores do Ramo Financeiro, isso acontece devido à fragilidade da atual legislação trabalhista. Os trabalhadores desligados do setor bancário nos três primeiros meses deste ano tinham  remuneração média de R$ 3.939, 84, enquanto os admitidos de janeiro a março deste ano recebem em média R$ 1.794,46. A diferença entre as faixas de renda é de 54,45%.

Evite ovo cru

As embalagens de ovos terão que trazer, dentro de seis meses, uma advertência sobre o consumo do produto. Exigida por resolução da Anvisa, a mensagem faz um alerta: “O consumo deste alimento cru ou mal cozido pode causar danos à saúde”. Também deve ser incluída a recomendação de que é preciso “manter os ovos preferencialmente refrigerados”, ou seja, em geladeiras. A decisão baseou-se em dados do Ministério da Saúde sobre registro de pessoas vítimas da salmonelose, que é a principal causa de surtos de diarréia. Quem é infectado apresenta sintomas como vômito, calafrio, náusea e dores abdominais.

Ajuda ao campo

Os planos do governo para estimular a nova safra da agricultura empresarial (2009/10) trazem mais crédito para a “classe média” rural. Além disso, o volume de crédito a juros subsidiados pelo Tesouro aumentará, os preços mínimos de garantia terão elevação pontual e a taxa do crédito rural poderá ser reduzida para 6% ao ano. Algumas medidas foram aprovadas ontem em reunião extraordinária do Conselho Monetário Nacional e devem ser anunciadas na segunda-feira.

Novas empresas

O número de empresas constituídas continua crescendo em Sergipe. Dados da Junta Comercial do Estado apontam um crescimento considerável, com 4.127 empresas abertas no ano passado, 365 empresas a mais que no ano de 2007. Somente esse ano, entre os meses de janeiro e maio, foram constituídas 1.804 novas empresas em Sergipe, o que representou um crescimento de 9,3% em comparação ao mesmo período do ano passado, quando foram abertos 1.650 novos empreendimentos. Legal!

Varejo em alta

O comércio varejista de Sergipe registrou em abril passado uma alta de 12,42% para o volume de vendas, em relação ao mesmo mês do ano passado. O levantamento foi feito pelo Dieese, com base em dados da pesquisa mensal do comércio realizada pelo IBGE. No Brasil o comércio varejista teve em abril um crescimento de 6,90% no volume de vendas, sendo que Sergipe está entre os estados nordestinos com maiores altas.

Documentos em debate

“Gestão de documentos” é o tema do próximo “Almoço com Empresários” realizado pela Associação Comercial e Empresarial de Sergipe – Acese. O evento acontecerá na próxima sexta-feira, a partir das 12h30 no Hotel Parque dos Coqueiros. O palestrante convidado para discutir o gerenciamento de documentos empresariais é o administrador de empresas Claifton Bongiovani do Carmo. Segundo ele, gestão de documentos é o processo gerencial que inclui rotinas operacionais e investimentos em estrutura para garantir o patrimônio documental de uma empresa.

Olho aberto

Em tempos de crise, até os consumidores mais abastados estão de olho nos preços. Tanto é que 80% dos consumidores das classes A e B estão prontos a trocar a fidelidade de marcas e lojas por preços mais em conta, desde que a qualidade dos produtos seja similar. A constatação é da Pesquisa Social Odes 2009 – “Consumo em Tempos de crise”, do Observatório de Sinais. Apesar de prestar mais atenção nos preços, 79% dos consumidores ainda relacionam a satisfação pessoal com o consumo.

Bote fé

Hoje tem sorteio da Mega-Sena, que tem prêmio estimado de R$ 23 milhões. Aplicados na poupança, essa dinheirama pode render, a cada 30 dias, cerca de R$ 160 mil. Uma pessoa que ganha salário mínimo teria de trabalhar pouco mais de 22 anos para conseguir juntar os rendimentos de apenas um mês do próximo milionário da Mega-Sena. Também nesta quarta-feira serão sorteados o concurso 941 da Lotomania (R$ 2,8 milhões) e a extração 4355 da Loteria Federal (R$ 250 mil). As apostas podem ser feitas até uma hora antes dos sorteios, marcados para as 20 horas.

O texto acima se trata da opinião do autor e não representa o pensamento do Portal Infonet.
Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais