Aracaju e a agonia petista

0

A cada semana surge um pré-candidato a prefeito de Aracaju pelo Partido dos Trabalhadores. Primeiro foi o atual vice-prefeito, Silvio Santos, depois o deputado federal Rogério Carvalho, passando pela deputada estadual Ana Lúcia, a surpresa da filiação de Valmor Barbosa (como uma carta nas mangas do governador). O retorno do ex-senador José Eduardo Dutra e agora, caro leitor, anote: nos próximos dias aparecerá o nome da ex-secretaria de Planejamento Lúcia Fálcon, que hoje atua no Ministério do Planejamento.

Em todo esse imbróglio interno do Partido dos Trabalhadores, uma certeza:  nem mesmo a força do partido comandando o governo estadual conseguirá um consenso para juntar os cacos na disputa eleitoral em Aracaju no próximo ano. Nos bastidores as discussões são fortes e já deixaram o campo político-partidário e entraram no campo pessoal. Ou seja, estão sendo abertas feridas que dificilmente serão cicatrizadas não só entre  alguns pré-candidatos, mas entre suas torcidas organizadas.

O PT em Aracaju vive dias de plena agonia, não só por conta do desejo dos pré-candidatos, mas pela fragilidade da liderança maior do partido em Sergipe, Marcelo Déda, diante de um quadro político que deixou “correr solto” e agora, nos bastidores, para tentar o consenso joga com os nomes de Valmor Barbosa e Lúcia Fálcon.

E o pior é que essa agonia petista ainda vai durar, no mínimo três meses, até fevereiro do próximo ano e poderá ser fatal para consolidar uma candidatura petista em Aracaju.

“Cada dia com sua agonia”. A frase popular é o retrato diário de um partido que corre contra o tempo para recuperar parte do eleitorado aracajuano.

Nome de Valmor é referendado por Gilmar Carvalho
Ao destacar ontem, 29, que o nome do secretário Valmor Barbosa é uma das opções do PT para ser candidato em Aracaju, o deputado e radialista Gilmar Carvalho disse que ele é um dos melhores secretários do atual governo e foi mais longe: “Se ele for candidato terei muita dificuldade para não apoiá-lo”. Arrepare, Osmário!

Espanha: Silvio Santos viaja à  convite de Embaixada
O vice-prefeito e secretário municipal da Saúde, Silvio Santos, embarca na próxima sexta-feira, 2 de dezembro, em missão oficial à Espanha. A convite da Embaixada, Silvio Santos vai conhecer o sistema de gestão de saúde pública de Madrid e Sevilha.“A Espanha tem hoje um dos sistemas mais organizados de saúde pública do mundo. Essa visita vai nos possibilitar conhecer e trazer experiências exitosas lá e que possam ter sucesso também aqui em Aracaju”, explica Silvio Santos.

Articulação
A visita é resultado da articulação da embaixada do Brasil em Madrid. O secretário Silvio Santos foi convidado ainda para conhecer o Hospital del Norte, também conhecido como Hospital Infanta Sofia, que presta atenção especializada com ampla prestação de serviços desde os mais tradicionais até as formas mais inovadoras de técnicas diagnóstico-terapêuticas, cirurgia ambulatorial, serviços de hospital de dia e internação em domicílio.

Reunião
Durante a visita, o secretário Silvio Santos tem agendada também uma reunião com o secretário da Saúde da Catalunha, Boi Ruiz, especialista em gestão hospitalar.“Sabemos que o nosso SUS é exemplo para o resto do mundo. Esse intercâmbio de bons exemplos é sempre saudável. Vamos em busca de estratégias que possam agregar ainda mais serviços e melhorias as nossas Unidades”, conclui Silvio Santos.

Audiência com Dilma
O governador Marcelo Déda (PT) tem uma audiência com a presidente da República, Dilma Rousseff a partir das 11hs 30, desta quarta-feira.

Canal de Xingó
Na pauta Déda discutirá com a presidente o projeto Carnalita, Canal de Xingó, aeroporto de Aracaju, campus da universidade de Lagarto e sobre a duplicação da BR-101 no trecho entre Estância e a divisa de Sergipe com a Bahia.

Mão Amiga I
Em três anos de execução do programa de transferência de renda e estímulo à cidadania ‘Mão Amiga’, o Governo do Estado, através da Secretaria de Estado da Inclusão, Assistência e do Desenvolvimento Social (Seides), já beneficiou quase 20 mil trabalhadores rurais. Nesta terça-feira, 29, o Governo iniciou o pagamento da primeira parcela de 2011 aos 4.925 catadores de laranja dos 14 municípios integrantes da iniciativa.

MÃO Amiga II
O investimento no programa Mão Amiga é feito através do Fundo Estadual de Combate e Erradicação da Pobreza (Funcep), gerenciado pela Seides, e chegará nesta edição a R$ 935,.7 mil.

Consenso na duplicação da BR-101
E prevaleceu o bom senso na duplicação da BR-101 no trecho que corta as cidades de Umbaúba e Cristinápolis. Como o blog já tinha alertado o que faltava era diálogo e exposição da obra. E ontem, 29, o governador reuniu técnicos e os prefeitos Anderson Farias (Umbaúba) e padre Raimundo (Cristinápolis) e o consenso foi construído.

Alternativas
Depois de avaliar as alternativas – por dentro e fora das áreas urbanas – foi mostrando que a nova pista ficará ao máximo 1,5 quilometros da atual rodovia e não 7 como se previa anteriormente. O impacto das desapropriações prejudicaria o comércio sensivelmente, porque boa parte teria que sair do local. Com o consenso a faixa entre a nova rodovia e a atual será uma nova Zona de Expansão para os dois municípios.

Consenso
“Se a obra fosse feita por dentro, ‘desmancharia’ quase toda a cidade, já que Cristinápolis está centralizada na BR 101. Depois de todas as discussões saímos convictos da melhor alternativa, que é o contorno, além das contrapartidas oferecidas pelo governador em arrumar a BR que está atualmente na cidade como uma via totalmente estruturada”, afirmou o prefeito de Cristinápolis, padre Raimundo.

Bom senso
Já Anderson Farias, prefeito de Umbaúba, afirmou que prevaleceu o bom senso para a tomada de decisões. “Com as informações foi possível chegar a essa avaliação que aponta o melhor para o município de Umbaúba, melhor para Sergipe e melhor para o país, afinal de contas, estamos tratando de uma obra que liga o Nordeste brasileiro ao Sul do país. A BR 101 é uma artéria estratégica para o desenvolvimento do Brasil”, sentenciou Anderson, dando como exemplo a distância que foi encurtada em muito.

Gilson quer mais agilidade do IML
A demora das equipes do Instituto Médico Legal (IML) para chegar aos locais onde há vítimas fatais está preocupando o deputado estadual Gilson Andrade (PTC). Em pronunciamento ontem, 29, na Assembléia, ele propôs que a Secretaria da Segurança Pública (SSP) recorra às unidades do Corpo de Bombeiros instaladas no interior. “A colocação de viaturas com peritos nestas unidades vai permitir a remoção do corpo mais rapidamente para o IML em Aracaju”, argumenta o parlamentar.

Viaturas no interior
De acordo com o Gilson Andrade, somente no último final de semana foram registradas em Sergipe 13 mortes provocadas por acidentes, homicídios e afogamentos. “Temos informações que muitos corpos ficam expostos nas vias públicas por horas, a espera da equipe do Instituto Médico Legal. Isso faz aumentar ainda mais a dor dos familiares e causa revolta da população”, disse. O deputado entende que, se a SSP colocasse viaturas e peritos em cidades como Estância, Itabaiana, Propriá e Lagarto, agilizaria a remoção dos cadáveres para serem necropsiados em Aracaju.

Merenda escolar
Projeto de Lei do Senado, de autoria do senador Eduardo Amorim (PSC), aprovado na Comissão de Educação, Cultura e Esporte determina que governos estaduais e prefeituras que não garantirem merenda escolar que atenda às necessidades nutricionais dos alunos poderão ser responsabilizados administrativa, civil e criminalmente. "Queremos garantir a oferta de alimentação escolar em conformidade com as necessidades nutricionais dos alunos, durante o período letivo", disse Amorim.

Consolidação
Segundo o senador, a construção de políticas públicas como garantia dos direitos elementares do cidadão faz parte da agenda de todos que estão comprometidos com a consolidação da democracia e a eliminação das injustiças presentes na sociedade contemporânea. "Na formulação do projeto analisamos as condições desse setor na educação. Vimos à má qualidade nas embalagens, falta de higiene nas cozinhas e péssimos exemplos", disse o senador, completando ainda que, os professores em muitos casos são obrigados a cessar a aula devido aos alunos passarem mal.

Birô Cultural
A segunda fase do Birô Cultural, projeto desenvolvido pelo Governo do Estado, através da Secretaria de Estado da Cultura (Secult), começou a todo vapor. Agentes, gestores e produtores culturais estão participando assiduamente da oficina, que visa estimular os agentes culturais do Estado a garantir uma presença maciça nos editais de cultura do país, através das ferramentas de gestão e planejamento de ação cultural.

2ª Edição
A segunda edição contemplará ainda a cidade de Estância e Aracaju; com uma novidade: a oficina sobre Gestão de projetos culturais, que será estendida para o público que não tenha participado da primeira oficina sobre ‘Elaboração de projetos’. Para mais informações: 3179-1924.

Literatura em pauta
Começa nesta quarta-feira, 30, a 1ª edição do Encontro de Literatura, que ocorrerá no Centro de Convenções de Sergipe (CIC). Trata-se de um projeto executado pelo Governo de Sergipe, através da Secretaria de Estado da Cultura (Secult), em parceria com o Fórum Permanente de Literatura, Livro e Leitura de Sergipe, que visa discutir temas fundamentais para a área da literatura, livro, leitura e bibliotecas. A entrada é gratuita e não haverá a necessidade de inscrição prévia, mas o acesso respeitará a capacidade do local de realização. Para conferir a programação completa, acesse: www.divirta.se.gov.br

Assessor jurídico do Ministério Público não pode exercer advocacia
As atividades exercidas por assessores jurídicos do Ministério Público (MP) são incompatíveis com o exercício da advocacia. Esse é o entendimento da Primeira Turma do Superior Tribunal de Justiça (STJ), que deu provimento a recurso impetrado pelo estado do Rio Grande do Sul contra decisão do tribunal de justiça local.

Ação
Um assessor do MP estadual entrou com ação para manter o direito de advogar, o que foi assegurado em primeiro grau. No julgamento da apelação do estado, o Tribunal de Justiça do Rio Grande do Sul (TJRS) manteve a sentença por considerar que não houve informação alguma no concurso público sobre a proibição do exercício da advocacia, nem foi solicitada a baixa da inscrição do servidor na Ordem dos Advogados do Brasil (OAB).

Incompatibilidade

O tribunal gaúcho também observou que o artigo 28 do Estatuto da Advocacia (Lei 8.906/94), que determina serem incompatíveis as atividades dos bacharéis e os cargos ou funções em qualquer órgão vinculado direta ou indiretamente ao Judiciário, não seria aplicável aos servidores do MP. Por fim, apontou que o estatuto da OAB também não faz restrições a esses servidores.No recurso ao STJ, o estado afirmou haver ofensa ao artigo 28 e 30 do Estatuto da Advocacia, pois a vedação abrangeria não só servidores do Judiciário, mas os que exercem funções vinculadas ao Poder.

Quarto poder
O relator do processo, ministro Benedito Gonçalves, ressaltou inicialmente que a Constituição Federal de 1988 deu elevado status ao MP, quase o designando um "quarto poder", com ampla independência. "Todavia, não se pode olvidar que as nobres atividades desempenhadas pelo MP, à exceção das medidas preparatórias, estão umbilicalmente ligadas às tarefas exercidas pelo Poder Judiciário", alertou.

Informações privilegiadas
Isso é claramente expresso, destacou o ministro Gonçalves, no artigo 127 da Constituição, que coloca o MP como instituição essencial à função jurisdicional. "Sob esse ângulo, os servidores do MP têm acesso a processos judiciais, elaboram pareceres e detêm informações privilegiadas, em condições idênticas aos dos servidores do Judiciário", apontou.

Tratamento
Para o ministro, impor a restrição a uns e não a outros seria dar tratamento desigual àqueles em igualdade de condições. Por fim, o ministro informou que o Conselho Nacional do Ministério Público editou a Resolução 27, que vedou a advocacia para seus servidores efetivos e comissionados.Todos os demais ministros da Primeira Turma acompanharam o voto do relator e deram provimento ao recurso. (STJ).

Geotecnologias na Gestão Territorial
O prefeito de Umbaúba, Anderson Farias, o "Professor Anderson", é um dos poucos gestores no país a fazer a qualificação em "Geotecnologias na Gestão Territorial", curso esse oferecido pelo Ministério das Cidades. A iniciativa tem como pretensão trabalhar diretamente com o corpo administrativo das prefeituras e também das câmaras municipais em todo país, no intuito de criar uma maior aproximação com o órgão federal.

Gestão
Ainda hoje, muitos municípios não têm conhecimento exato das ações do Ministério das Cidades, por isso o curso foi desenvolvido para disponibilizar informações e orientar os participantes sobre contratos e repasses de financiamentos geridos pelo próprio Ministério às gestões municipais, para que as dúvidas mais frequentes sobre os trabalhos efetuados pelo órgão sejam esclarecidas.

Custo zero
Para o Professor Anderson a iniciativa é louvável. "Muita boa essa ação do Ministério. Fiz o curso e pretendo levá-lo a custo zero para que os servidores municipais de Umbaúba tenham conhecimento das ações do ente federal, e com isso, se qualifiquem e agilizem diversos projetos que trarão benefícios para toda a comunidade", espera o gestor.

Federação Bandeirantes recebe apoio da Segrase
A presidente e o coordenador da Federação Bandeirantes do Brasil/SE, Risonete Fonseca e José Francisco Santos estiveram na Empresa Pública de Serviços Gráficos de Sergipe (Segrase) ontem, 29, onde foram recebidos pelo diretor-presidente, Jorge Carvalho.

Produção
Na ocasião eles foram solicitar o apoio do órgão para produção de folders de divulgação da instituição que tem por objetivo propagar na sociedade as atividades que desenvolvem nas escolas e na comunidade civil. “A Federação Bandeirantes do Brasil/SE é uma instituição de educação não formal, sem fins lucrativos, filantrópica e não político partidária, dirigida ao público infanto-juvenil, que, através de um programa co-educativo aborda questões como: ecologia, voluntariado, cidadania, alimentação e nutrição, saúde preventiva e mobilização para com os problemas sociais”, explica a presidente da instituição Risonete Fonseca.

Compromisso
O diretor-presidente da Segrase, Jorge Carvalho salientou que em nome do Governo de Sergipe a Segrase vai colaborar com a instituição. “O Governo do Estado tem o compromisso social, principalmente em questões ligadas aos jovens que tem por objetivo formar cidadãos”.

Conversando Fotografia recebe Adenor Gondim no SESC
A 13ª edição do projeto Conversando Fotografia recebe o fotógrafo baiano Adenor Gondim para mais um belo diálogo em Aracaju. O debate, desta vez, será no auditório do SESC, situado na Rua Dom José Thomaz, nº 235 – São José, no dia 30 de novembro, às 19h. Gondim tem uma trajetória de cerca de 50 anos dedicados à fotografia e é reconhecido como um dos principais documentaristas do país, em especial por sua dedicação ao "jeito de corpo e da alma do povo da Bahia, suas festa profanas e religiosas", como ele costuma dizer.

PELO TWITTER

www.twitter.com/FranciscoPipio O destino se faz pela ousadia de contrariá-lo.

www.twitter.com/AntonioSamarone A Policia Militar insiste em colocar viaturas em canteiros, calcadas e ciclovias, a quem recorrer?

www.twitter.com/krica_menezes Ergasiofobia é o medo irracional e patológico de trabalhar. #interessante"Inventaram um nome chic pra preguica#ehmole?

www.twitter.com/SergipeMax A sociedade precisa ser consultada na nossa dita democracia..vc concorda reformar a catedral de AJU com verbas do Estado?

www.twitter.com/JoaoAlves_FAKE Pq será que as frases que @BlogClaudioNun 'pesca' aqui no twitter são sempre das mesmas pessoas? Acho que ele deve olhar para os demais tbm!

www.twitter.com/Gilbertotv gosto do jornalismo contundente e sério. Precisamos demais de nossa credibilidade sem perder a elegância. Esse jornalismo é o meu ideal.

www.twitter.com/Machu_Veio Só tem bestinha. O mais besta desenha uma vaca na parede e tira leite. Bom dia.

DEBATE/BOLSA ATLETA ARACAJU

Bolsa-atleta Aju: Federação de karatê critica discriminação de atletas

Leia ofício recebido pelo blog enviado pelo presidente da Federação de Karatê Interestilos de Sergipe, Fernando Rocha:

Esta entidade lamenta profundamente a forma como foi feita a classificação dos atletas que pleitearam a contemplação no Programa Bolsa Atleta Municipal.

Na verdade, a forma explicitada amplamente divulgada na imprensa, através do Edital, dizia que iriam contemplar atletas de esportes olímpicos e não-olímpicos. Ora, de cara já se percebeu que os atletas não-olímpicos seriam discriminados, como foram. Os esportes não-olímpicos não são olímpicos não é porque não querem e sim porque não foram convidados ou porque não atendem ainda os pré-requisitos, mas não deixam de ser esportes praticados por milhares de pessoas que os utilizam como meio de atividade física e/ou competitivas.

Em assim sendo, os esportes considerados não-olímpicos, possuem nas suas diversas entidades federativas e confederativas os seus circuitos internacionais, que não podem ser desconsiderados, razão pelo qual repudiamos a forma como foi colocada no Edital.

Outrossim, como sugestão a forma que deveria ter sido empregada deveria ser, na nossa modesta opinião, a seguinte:
– Se temos 40 (+ ou -) entidades federativas/ligas que as mesmas apresentassem os seus dois melhores atletas ranqueados, um masculino e outro feminino, comprovadas através de ofício e titulação .
  
Temos certeza que tudo isso não estaria acontecendo. Mas, o que vimos foi realmente uma decepção por parte de vários atletas, que criaram expectativas, haja vista, os seus currículos, como foi o caso de nosso atleta Yoakan que merecia receber a Bolsa-Ouro por tudo que ele já representou e representa, e terminou recebendo a “Bolsa Esmola”, já que a bolsa bronze era para atletas de nível iniciantes.
  
Assim, encerrando, queremos parabenizar o nosso Yoakan Jócelis pela iniciativa de solicitar a exclusão de seu nome no referido programa.

Desejando que V. Sª continue firme e forte na sua missão de informar com lisura o povo sergipano e brasileiro, despeço-me,

Atenciosamente,
Fernando Rocha
Presidente
CREF000183-G/SE

Yoacan pediu exclusão do bolsa atleta-bronze

Como o blog antecipou, sabendo da coerência, capacidade técnica e profissionalismo do karateca Yoacan Jocelis, ontem, 29, através da Federação de karatê, ele enviou oficío a Secretaria Municipal de Esportes e Lazer de Aracaju pedindo a exclusão do bolsa-atleta na categoria bronze, que é, na prática, para iniciantes. O ofício:

REF.: EXCLUSÃO DE ATLETA DO PROGRAMA “BOLSA ATLETA MUNICIPAL”

Prezado Secretário,

Atendendo solicitação do atleta YOAKAN JÓCELIS SOARES BRITO, portador da Cédula de Identidade nº. 1.200.927 -= SSP/SE, CPF nº 661.710.325-49, nascido em 10.01.1978, venho através deste solicitar a sua EXCLUSÃO do programa acima citado, tendo em vista que o mesmo não atendeu às suas expectativas.

Desejando sucesso na sua administração à frente da SEMEL, cordialmente, despeço-me,

Atenciosamente,

Fernando Rocha
Presidente – CREF000183-G/SE

Yoakan Jócelis Soares Brito
Atleta
CREF01.108-G/SE

DO LEITOR
 

Hospital do Câncer – inverdades e ilações !!!
Do leitor José Bastos Cruz: “A absurda disputa pela paternidade do Hospital do Câncer não tem mais limite, a ponto de se confundir projeto com convênio, emenda com programa. O radialista Gilmar Carvalho fez hoje em seu programa de rádio um esforço enorme para confundir ainda mais a cabeça dos ouvintes, forçando a barra de forma explícita e sem nenhum comedimento, na tentativa de desconstruir a tese de que o tal projeto nasceu no governo do estado e não do seu patrão Eduardo Amorim. Fazendo o confronto de datas, o radialista afirmou que somente no mês de setembro deste ano o projeto foi enviado ao Ministério da Saúde, por meio do Sistema SINCONV-Sistema de Convênios do Governo Federal. Realmente isso pode ser verdade. Entretanto, uma coisa não tem nada a ver com outra. Existir o projeto é uma coisa e dar entrada no Sistema SINCONV é outra completamente diferente. Além disso, Gilmar omitiu o mais importante: nenhuma emenda parlamentar, seja individual ou coletiva, pode ser proposta ao orçamento da União sem estar inclusa no PPA – Plano Plurianual do ente solicitante. E pesquisando o PPA de Sergipe, elaborado em 2007, com vigência de 2008 até 2001 (www.seplag.se.gov.br), já consta lá o projeto de construção do citado hospital. Como o PPA é elaborado pelo Poder Executivo, será que a próxima polêmica vai ser pra colocar na cabeça do povo que foi o então deputado Eduardo Amorim quem elaborou o PPA de Sergipe em 2007?Isso é só o começo. Daqui até a eleição a população sergipana vai se deparar com esses factóides e informações desencontradas de quem não tem nenhum compromisso com a informação jornalística, e sim de agradar politicamente o seu grupo.

Aracaju: fatos inusitados e perigosos
Do leitor Paulo Lima: “Aracaju esta deixando de ser aquela cidade pequena, bucólica e tranquila para se tornar uma cidade grande, movimentada e perigosa. Sim! Perigosa porque a reboque do "desenvolvimento" a cidade traz as mazelas típicas das grandes cidades. Hoje (28), ao final da tarde e início da noite – 17:45h, adentra ao ônibus de número de ordem 4213, da linha 504 (Aquarius X Zona Sul), estacionado no terminal de passageiros da Atalaia um cidadão transportando uma garrafa de dois litros de refrigerante cheia de gasolina, provavelmente comprada no posto de combustível ao lado do terminal. A princípio, atônito, eu não acreditei que o aquilo fosse verdade e me fiz três perguntas imediatas:

1 – Como foi que aquele jovem tinha passado pela catraca do terminal, pago sua passagem e nem o cobrador e nem a segurança – que é tão presente quando uma pessoa deixa inadvertidamente de pagar à passagem obrigatória, não tenha barrado essa entrada?
2 – E o cobrador e o motorista do ônibus que estavam dentro do coletivo aguardando o horário de saída, na falta de atenção da segurança do terminal, por que não advertiram o jovem de impossibilidade deste transportar tal produto tão perigoso dentro do coletivo?
3 – E a principal pergunta: Como uma pessoa é tão inconsequente consigo e com as demais pessoas, colocando-as em risco de vida, sem se importar com à sua segurança e com a segurança dos demais passageiros?

Ao que me parece, as empresas de ônibus de Aracaju, e em especial a empresa Tropical Transportes, não exercitam nos seus colaboradores a real importância da sua atividade fim, que é a de obter lucro através da plena e satisfatória prestação de seus serviços à uma população dependente e geradora de milhares de empregos no solo da cidade, e que estes serviços são fruto da concessão pública de transporte urbano de passageiros e não de combustíveis, pois os dois são como óleo e água, não se combinam.

Para se ter uma idéia da situação, a embalagem de transporte do produto não tinha nem tampa, e sim uma rolha preparada com papel que estava manchada, denotando que o líquido vazava no balançar do ônibus. E o cheiro forte da gasolina inebriava o ambiente interno do veículo. Um verdadeiro absurdo! Mais um que vemos no dia a dia da cidade da qualidade de vida.

Embora tenso e olhando de soslaio para o cidadão, já que não sabia o que ele poderia fazer com o tal produto, desci no meu ponto de costume e desejei boa sorte aos demais que continuaram com àquela bomba ambulante no interior do veículo. E olhem que transportar produtos perigosos tipo: combustíveis de qualquer natureza, aparelhos diversos de televisão ou de monitoração; aparelhos sonoros ligados, animais, armas de fogo e armas brancas, etc são proíbidos por lei!

Carece à prefeitura e o Ministério Público requerer uma fiscalização maior dentro destes terminais que são na sua maioria ou todos, administrados pelas empresas de ônibus ou pelo seu sindicato, coibindo essa e outras mazelas que possibilitem danos físicos, materiais e mortes ao passageiro comum, que paga muito caro por uma passagem que nos seus custos deve comportar segurança e conforto aos que usam do serviço concedido pela prefeitura às empresas de ônibus de Aracaju.

Estou mais uma vez triste com a minha cidade, que a cada dia absorve o que de pior possui o ambiente das grandes cidades: POBREZA, DESAMOR, FALTA DE VALOR CRÍTICO, VÍCIOS INCOMPATÍVEIS COM A MORALIDADE SOCIAL E PRINCIPALMENTE VIOLÊNCIA GRATUITA E IRRACIONAL!

Um desabafo de um sergipano que vê à nossa cidade sucumbir a ignorância social, política e humana”.

FSF e um futebol amador
Do leitor Carlos Nascimento: “Enquanto em Pernambuco os principais clubes de futebol brilharam nas competições  nacionais e conseguiram o acesso, aqui em Sergipe temos que nos contentar com um futebol  cada vez mais amador. Ao ver a tabela do campeonato Sergipano de Futebol "Profissional" 2012 vi que somente 4 jogos serão disputados no Batistão, uma vez que tanto o Sergipe, quanto o Confiança resolveram mandar os seus jogos em seus respectivos "estádios". Os jogos a serem disputados no Lourival Batista serão Confiança X Guarani, dia 28 de janeiro, Sergipe X
Confiança, no dia 5 de fevereiro; Confiança X Itabaiana, dia 4 de março, e Sergipe X  Itabaiana, dia 8 de abril. O bom observador já deve ter notado que não aparece o jogo de volta Confiança X Sergipe, é que o Confiança vai utilizar o mando de campo dele e jogar contra o Sergipe no Sabino Ribeiro.  E ainda querem que o Governo do Estado reforme o Batistão o construa um novo estádio, para quê? Para ficar ocioso?”

Denúncia: quebra molas construindo por um PM. Cadê a SMTT?
E-mail de um morador devidamente identificado: “Gostaria de fazer uma reclamação a respeito do transito na nossa capital. Hoje estamos ouvindo muito falar-se em mobilidade urbana, mas infelizmente, existem pessoas que trabalham na contra-mão dos fatos. É o que ta acontecendo em uma rua que passa ao lado do posto de combustíveis Veneza entre a Avenida São Paulo e santa Gleide.Ali naquela localidade existe uma rua paralela a avenida mas que esta servindo de estacionamento para carros e caminhões, sendo um verdadeiro tormento pra quem deseja passar pela via, como se não bastasse o estacionamento irregular, ainda existe na referida rua uma "QUEBRA CARRO" construído por um policial militar que se diz o dono do pedaço. O "quebra carro" não tem nem de longe as dimensões exigidas pela SMTT e tem causado muito prejuízo a quem deseja transitar por aquela via.Alguns moradores já reclamaram, mas o tal policial dono da rua diz que não vai tirar o quebra molas porque quem manda ali é ele, que nem a policia tira.Gostaria de saber se em Aracaju não existem leis, e se existe se esse policial esta acima dela.Por favor divulgue e peca as autoridades para fazer uma visita a referida rua, pois ate pra as ambulâncias e viaturas de policia passarem pelo local esta difícil”

Blog no twitter: www.twitter.com/BlogClaudioNun

Frase do Dia
“Não passamos de minhocas. Mas acredito ser uma minhoca que brilha”. Winston Churchill, que nasceu em 30 de Novembro de 1874.

O texto acima se trata da opinião do autor e não representa o pensamento do Portal Infonet.
Comentários