Aracaju sem presente

0

Aracaju completa amanhã 160 anos como capital de Sergipe sem ter o que comemorar. Sem obras para inaugurar no dia do aniversário da cidade, o prefeito João Alves Filho (DEM) seguirá fazendo promessas para não serem cumpridas, a exemplo de outras tantas feitas por ele nos últimos dois anos. Da administração do demista os aracajuanos só lembram das maldades concebidas por ele e aprovadas pelos vereadores que lhe dão sustentação. Entre os malefícios promovidos por “João Promessa” destacavam-se a criação da taxa de iluminação pública, o exagerado aumento do IPTU, a terceirização da saúde e o elevado reajuste da passagem de ônibus. Portanto, este será mais um aniversário em que o prefeito não tem um único presente para a capital e sua gente. Uma lástima!

Ato chocho

A Polícia Militar garante que apenas 600 pessoas participaram da manifestação realizada ontem na Orla de Atalaia contra o governo federal. Os organizadores culparam a chuva fina pelo fracasso do ato, mas há quem garanta que a burguesia sergipana não quis se expor. Será?

Tá fora

O Fórum em Defesa da Grande Aracaju não participará amanhã do Passeio de Tó-Tó-Tó, concebido para defender o Rio Sergipe. Segundo a coordenação do Fórum, o principal objetivo do evento vem sendo desvirtuado nos últimos anos: “Antes e depois da festa, o rio é maltratado, poluído e aterrado, sem qualquer reação contrária da maioria dos aracajuanos”.

Corda bamba
O presidente da Assembleia, deputado Luciano Bispo (PMDB), entrou no rol dos deputados estaduais com mandatos ameaçados. Dificilmente o TRE discordará do TSE, que reformou decisão regional que garantiu o registro da candidatura de Bispo. Caso Luciano perca o mandato, será substituído no Legislativo pela suplente Conceição Vieira (PT), enquanto o peemedebista Garinaldi Mendonça assumirá a presidência da Casa.

Desempregado

O presidente estadual do PT, Rogério Carvalho, ainda não foi nomeado pra nada no governo federal. Ele tem como certa a nomeação como assessor especial do Ministério da Saúde, mas até agora não saiu a portaria neste sentido. Rogério também alimenta a esperança de assumir a presidência da Fundação Nacional da Saúde, mas dificilmente o PMDB abrirá mão deste importante cargo.

Cacique Chá

Após anos sendo reformado, o tradicional Cacique Chá será reaberto ao público nesta terça-feira. Reabre não mais como bar e restaurante. Graças a acordo firmado entre o Governo estadual e a Fecomércio, no local funcionará um restaurante-escola administrado pelo Senac. O objetivo é preparar mão de obra para bares, lanchonetes e restaurantes localizados no centro de Aracaju. Legal!

Em alta

O volume de vendas do comércio varejista cresceu 0,8% na passagem de dezembro de 2014 para janeiro deste ano. Segundo o IBGE, o setor que mais cresceu foi o de equipamentos e materiais para escritório, informática e manutenção, com alta de 12,3%. Também registraram alta os setores de móveis e eletrodomésticos (2,4%); artigos farmacêuticos, médicos, ortopédicos e de perfumaria (1,4%); tecidos, vestuário e calçados (1,3%); e super e hipermercados (0,3%).

Crise preocupa

O empresário sergipano está acompanhando com muita cautela as crises econômica e política instaladas no Brasil.”Está faltando uma dose de confiança para os industriais voltarem a investir”, afirma o presidente das Federação das Indústrias de Sergipe, Eduardo Prado de Oliveira. Segundo ele, enquanto a confiança jurídica não for restabelecida, a classe empresarial vai permanecer pisando forte no freio, pois ninguém vai arriscar o patrimônio, nem apostar num futuro incerto.

JB visita

E o governador Jackson Barreto (PMDB) foi a São Paulo no final de semana para visitar o diretor da Petrobras, Zé Eduardo Dutra (PT), que se encontra internado no Hospital Sírio Libanês. O petista está sendo tratado de um câncer e seu estado de saúde é muito delicado. Jackson retorna hoje para participar amanhã das comemorações pelos 160 anos de Aracaju como capital de Sergipe.

Caatinga

A Codevasf adquiriu 85,3 hectares para a ampliação do Monumento Natural Grota do Angico, no sertão sergipano. A área será doada à Secretaria de Estado do Meio Ambiente e dos Recursos Hídricos para ser incorporada à unidade de conservação. O investimento para a aquisição da área contígua à Grota do Angico foi de R$ 181 mil.

Recorte de Jornal

Publicado no jornal Vida Laranjeirense em 23 de setembro de 1934

Resumo dos jornais

O texto acima se trata da opinião do autor e não representa o pensamento do Portal Infonet.
Comentários