Argúcia e destreza do governo não deixaram “São Fujão” virar lenda

0

“O jornalismo é o exercício diário da inteligência e a prática cotidiana do caráter.” Cláudio Abramo.

E na última sexta-feira o governo de Sergipe foi manchete na imprensa, inclusive nacional (Globo News), pela argúcia e destreza como sua equipe técnica capturou um “gigantesco” jacaré que apareceu nos lagos da Orla de Atalaia. Digno dos enormes crocodilos norte-americanos.

Em pouquíssimas horas, após o aparecimento do jacaré, o governo mostrou toda eficiência que lhe é peculiar capturando o réptil e não deixando que ele se tornasse uma trapalhada, ou até mesmo uma saga marcante na história de Sergipe Del Rey.

Imagine, caro leitor, se fosse outro Estado, onde o governo fosse amorfo e perdido, com certeza o jacaré, mesmo se fosse minúsculo e do papo amarelo, passaria no mínimo 10 dias tirando “sarro” com a cara do governo. E com tanta incompetência não chamariam logo o Corpo de Bombeiros, deixaria algum gestor de plantão dando entrevistas para que a captura de um simples jacaré servisse de trunfo para um governo amorfo e perdido. Sem contar os “memes” pelas redes sociais.

Não, caro leitor, o governo de Sergipe mostrou que está preparado com destreza para enfrentar qualquer fera que venha dos lagos, rios ou marés. O gigantesco jacaré “São Fujão” que mobilizou diversos técnicos não driblou ninguém e nem se mostrou mais astuto do que muita gente que abriga o governo.

Fosse num Estado de gestores incompetentes, “São Fujão” iria virar lenda, atração turística por alguns dias e alvo de piadas para sempre.

Ainda bem que em Sergipe a argúcia e a destreza falaram mais alto.

 

Instituições públicas em Sergipe estão preparadas para algo que saia do trivial? Amanhã, 02, uma análise com base em informações técnicas de dentro da própria SSP.

Cabelo em pé Fonte palaciana municipal confidenciou ao blog tabulações feitas para 2020, onde a situação do alcaide é muito desfavorável e preocupante. Os poucos cabelos do “gestor” estão em pé.

País do Forró? SE fica fora de lista dos destinos mais procurados em junho Nada como uma pesquisa do Ministério do Turismo (MTur) para jogar por terra o discurso do governo do Estado e da Secretaria de Turismo de divulgação dos festejos juninos. O Jornal da Cidade do fim de semana publicou matéria com o título: “SE fica de fora da lista dos destinos mais procurados. País do Forró? Estado não está entre os mais visitados em junho.” Entre os problemas a divulgação tardia dos festejos juninos, citada pelo presidente da Abrasel/SE, Hamilton Santana. Para o blog não é novidade a pesquisa, quem circula por todo o estado semanalmente percebe que tudo está largado, porém a maioria merece o governo que tem.

20% da programação das rádios sediadas em AJU para músicas de artistas da terra. Lei não é cumprida e sindicato dos músicos não aciona justiça Desde 2004 tem uma lei aprovada na Câmara de Aracaju e sancionada pelo prefeito de então, obrigando que as emissoras de rádios – que são concessões públicas – sediadas em Aracaju destinem no mínimo 20% de suas programações para músicas dos artistas sergipanos. Cadê o sindicato dos músicos, comandado por Tônico e os demais integrantes que não acionam a Justiça? Caso a emissora não cumpra a prefeitura de Aracaju está proibida de fazer veiculação de comercial.

E os servidores chamados de “arraia miúda”? E os auditores fiscais do Estado de Sergipe iniciarão uma paralisação esta semana. Alegam que estão com os salários defasados. E os servidores chamados de “arraia miúda”? Aqueles na maioria administrativos que ganham um salário mínimo e até de profissionais de nível superior cujas categorias não fazem mobilizações? Perguntar não ofende.

Lagarto: sem surpresa novo pedido de prisão do prefeito afastado Não foi surpresa para o mundo político de Sergipe o novo medido de prisão por parte do Ministério Público de Sergipe contra o prefeito afastado de Lagarto, Valmir Monteiro, numa investigação que culminou com uma suposta articulação criminosa para desviar recursos da Prefeitura. Toda matéria da Infonet aqui.

Mais prefeitos terão novos pedidos de prisões O que se comenta é que tem mais prefeitos com pedidos de prisões preparados pelo MPE. O blog recebeu uma documentação mostrando um novo caso em um grande município. Está esperando uma decisão judicial para não prejudicar as investigações.

O valor da palavra Para reflexão Paulo Coelho: Jesus dizia: “que o seu sim seja sim, e que o seu não seja não”. Se você assumiu uma responsabilidade, vá até o final. Mantenha sua palavra, porque ela é preciosa. Cada vez que sua palavra é honrada por seus gestos, ela se torna mais forte. Quando você dignifica sua relação com os outros, dignifica também sua relação com você. Os que prometem – e não cumprem – vivem criando problemas para si mesmos. Perdem o respeito próprio, têm vergonha de seus atos. A vida destas pessoas consiste em fugir; elas gastam muito mais energia desonrando a palavra, que os honestos gastam para manter seus compromissos. Se você assumiu uma responsabilidade boba, que resultará em prejuízo de entusiasmo, tempo e dinheiro, não torne a repetir esta atitude. Mas, desta vez, honre sua palavra.                                       

Nova diretoria da Associação Sergipana do MP assume hoje, 01, pela manhã Será realizada hoje, 01, às 10h, no auditório promotor de Justiça Valdir de Freitas Dantas, na sede do MPE/SE, a posse da nova diretoria da Associação Sergipana do Ministério Público, eleita no início de junho, tendo como presidente o promotor Nilzir Vieira, vice-presidente João Rodrigues Neto (leia toda diretoria no print ao lado).

Retorno a presidência O promotor Nilzir Vieira retorna a presidir ASMP depois de dois anos e ressaltou a campanha realizada, numa eleição muito disputada, através de um debate democrático com toda a categoria. “Esperamos contar com o apoio de todos os associados no biênio que irá se iniciar, para que a gente possa levar a termo todos os fins institucionais da ASMP. Representando a classe desejamos ser para eles a última trincheira, o porto seguro em qualquer situação de ataque aos seus direitos e as suas prerrogativas”, afirmou o presidente eleito.                                                                                                                       

Fanese: alunos pedem explicação por conta da demissão de professores em massa através de e-mails E um grupo de alunos da Faculdade de Administração e Negócios de Sergipe – Fanese, enviou e-mail ao blog e relatou que estão preparando uma documentação que será enviada esta semana ao MEC, responsável pela habilitação das faculdades, denunciando a direção da instituição por realizar uma demissão em massa de professores, sem o menor esclarecimento para os docentes e os alunos, através de e-mails enviados pelo diretor financeiro e de pessoal. O blog está a disposição da direção para os devidos esclarecimentos.

4° Seminário de Segurança Contra Incêndio O presidente do Conselho Deliberativo do Sebrae-SE, Marco Pinheiro, o superintendente do Sebrae, Paulo do Eirado, o diretor administrativo-financeiro, Eduardo Prado, e diretor o diretor técnico da entidade, Emanuel Sobral, estão convidando diversas entidades empresariais, através de seus associados, para participarem do 4° Seminário de Segurança Contra Incêndio, será realizado pelo Corpo de Bombeiros de Sergipe, com o apoio do Sebrae-SE.

Prevenção O evento acontecerá na próxima quarta-feira, 03, das 8h às 12h, no Hotel Real Classic, fazendo parte das atividades referentes à Semana Nacional de Prevenção contra Incêndio e Pânico e será fundamental para a melhoria do atual processo de simplificação das licenças das micro e pequenas empresas. As inscrições poderão ser realizadas através do site www.cbm.se.gov.br e são gratuitas, mas limitadas.

PELO ZAP DO BLOG CLÁUDIO NUNES – (79) 99890 2018

“Animais que invadiram os mangues” De um leitor atento: “Já que capturaram o menino (jacaré), porque o chefe da Adema não vai atrás dos animais que invadiram os mangues em Aracaju, agora ele tem tempo, esses são ferozes.”

Campanha – E o atleta e professor, consagrado com vários títulos no karatê, Yoacan Jócelis está vendendo camisas para ajudar na viagem dele para a República Tcheca onde participará do 13° Mundial da SKIF -Shotokan Karatê Internacional Federetion neste mês de julho de 15 a 21. O evento terá a participação de 70 países e é uma das maiores escola de karatê do mundo, cujo presidente é a maior autoridade do mundo neste esporte, Irokazu Kanazawa. Quem desejar comprar a camisa (R$ 30,00) pode ligar diretamente para o celular do atleta: (79) 98809 – 0037. Se não tiver tempo pode também depositar (Caixa econômica/ Ag 4471 tipo 013/ Conta 00001951-2/ Yoakan Jócelis) e enviar o comprovante para o zap do celular acima informando também o local que deseja que seja entregue a camisa.

Pedro Cândido e a parceria com Josa –  O vaqueiro do Sertão Pedro Cândido é um sanfoneiro muito conhecido na região de Montes Coelho, em Tobias Barreto. Nesse filme ele fala da parceria com o também sanfoneiro e cantador Josa, o vaqueiro do sertão. Essa história quem conta é o poeta Pedro Meneses no quadro Andanças do programa Nossa Terra Nossa Gente exibido aos sábados, às 9h da manhã, na Aperipê TV de Sergipe pelo canal 6.1.

PELO E-MAIL E FACEBOOK

 

ARTIGO

 Policiais civis de Sergipe despertaram contra indiferença do governador Belivaldo Chagas. Por Adriano Bandeira*

 As forças policiais de Sergipe acenderam nas últimas semanas o alerta diante da indiferença e falta de palavra do governador Belivaldo Chagas. Estamos atentos, unidos e mais fortes do que nunca, o que não acontece há anos. O comportamento do Governo do estado diante de pautas combinadas antecipadamente, em vez de desestimular, apenas nos uniu e serve como estímulo constante e um alerta urgente e grave, visto recentemente em alguns estados do país e na história da relação entre forças de Segurança Pública e o Governo do estado.

 Se voltarmos um pouco no tempo, há cerca de dez anos, vamos lembrar de manifestações ferrenhas e impactantes das polícias, que na época lutavam por melhorias salariais e por estrutura de trabalho. Mais uma vez, naquela época, o Governo esticou a corda até um limite insustentável. Houve reações fortes, desgastantes, prejuízo na atuação das equipes no atendimento à população, até que o Governo finalmente cedeu e decidiu conversar com os representantes das categorias.

 Estamos chegando a sete anos sem nenhuma reposição salarial. A Polícia Civil, especificamente, teve uma defasagem superior a 42% nesses anos sem a correção prevista na Constituição. Vejam que não estamos falando em aumento salarial, apenas manutenção do poder de compra. Estão corroendo o que Marcelo Déda nos deu. E a nossa paciência tem limite e já suplantou a tolerância e boa convivência. Decidimos cobrar, diante da falta de diálogo e indiferença por parte do estado. E a história já provou: o diálogo e tratamento digno é a melhor estratégia a ser adotada por parte do Governo, mas precisa ser ágil e transparente.

O Sindicato dos Policiais Civis do Estado de Sergipe (Sinpol/SE) protagonizou um movimento nos últimos dias de cobrança dura ao que foi acordado com o governador Belivaldo Chagas e essa cobrança despertou a atenção de outras categorias no estado, adormecidas há um bom tempo. E não vamos parar. Esperamos que o Governo nos receba e trate olho no olho, com dignidade e honrando a palavra firmada. Caso contrário, os desdobramentos podem ser graves e danosos para todos.

Não queremos que o ocorrido no Rio Grande do Norte, quando o Governo só acenou com negociação quando o movimento perdeu o controle, aconteça também em nosso estado. O Sinpol prega diálogo, honestidade, bom senso e respeito às Instituições e, sobretudo, à população sergipana. Seguiremos firmes na luta.

*Agente de Polícia Civil, presidente do Sinpol/SE. Bacharel em Direito e em Ciências Contábeis.

 ARTIGO

Prefeitura de Aracaju confiscou os produtos do vendedor ambulante de forma ditatorial Por Hebert Pereira – Integrante do Mova-SE.

Segundo consta no site oficial da Câmara Municipal de Aracaju a Lei 1.500 de 1989, que Regula o Comércio Ambulante na Capital, está vigente na integralidade.

Partindo dessa premissa, está claro que a Ação da Emsurb no dia de Ontem 28/07, ao apreender cerca de 1500 espigas de milho de um vendedor ambulante foi ilegal e confiscatória.

Segundo postagem no perfil do Instagram da própria Emsurb, apreensão foi feita na manhã do dia 28/06 e no mesmo dia todos os produtos foram doados a instituições de caridade, sendo publicada inclusive uma foto do recibo de 500 espigas de milho pelo Asilo Rio Branco.

Ocorre que, de acordo com o art. 9° da Lei 1.500/89, o material apreendido não pode ser imediatamente doado. Tem que ser oportunizada a retomada dos produtos pelo proprietário mediante o pagamento da multa e da taxa de apreensão. Num prazo mínimo de 24 horas quando se tratar de produtos perecíveis.

Não temos notícia sequer se durante a ação da EMSURB foi regularmente Lavrado o Auto de Apreensão dos produtos, especificando a quantidade dos mesmo e sendo fornecida a via para o vendedor ambulante com as informações do local onde os produtos iam ser armazenados, dos prazos para recurso e para retomada dos produtos mediante pagamento da multa e taxa de apreensão.

Mas o que não resta dúvida é que a Prefeitura de Aracaju, através da EMSURB, agiu de forma ditatorial e mediante abuso de poder ao confiscar os bens do trabalhador e doá-los em desrespeito ao previsto na Lei Municipal e na Constituição Federal, que traz como garantias fundamentais a todos os cidadãos o direito ao Devido Processo Legal, o direito de propriedade (art. 5°, XXII) e a vedação ao Confisco de Bens como forma de coagir a pagar tributos (Art. 150).

Portanto, exigimos do Prefeito Edvaldo Nogueira a correção da medida e providências acerca do ato arbitrário praticado pelo Presidente da EMSURB e sua equipe, que publicou as provas da irregularidade cometida no próprio perfil da EMSURB no Instagram.

ARTIGO

Uma Breve História da Epilepsia Por Antônio Samarone.

No cristianismo medieval, epilépticos eram rejeitados e temidos, sob a suspeita de estarem endemoniados. Na Grécia antiga a epilepsia era chamada de morbus sacer (doença sagrada). Na Idade Média virou o morbus demoniacus (doença do demônio). O epiléptico possuí três santos protetores: São Valentino, São Sebastião e São Vito. A leitura do evangelho era recomendada durante as crises da doença. Era vista como uma doença contagiosa.

Hipócrates rejeitava qualquer explicação sobrenatural das doenças. A epilepsia era um transtorno humoral, uma flutuação na produção de fleugma pela pituíta, que se encontra na base do cérebro. A epilepsia era um bloqueio fluídico dos ventrículos. A explicação de Hipócrates foi reforçada por Galeno e permaneceu aceita até o final da Idade Moderna.

Paracelso (1493 – 1541) foi o primeiro a contestar a explicação humoral.

Na Idade Média a epilepsia era vista como uma punição condigna de algum pecado ou falta terrível. O médico suíço Tissot afirmava que a epilepsia era consequência do vicio solitário, da masturbação.

A Bíblia relata a cura de dois epilépticos, vistos como exorcismo de um demônio. “Um espírito apoderou-se dele e ele incontinenti chorou; e foi rasgado pelo espírito que, espumando, abandonou o corpo infantil” (Lucas 9:39) e “Mestre, eu trouxe ante Ti meu filho, que tem um espírito ensandecido e que dele se apossou, o dilacerou e o fez espumar e ranger os dentes e o atormenta” (Marcos 9:14 – 29).

A epilepsia já foi associada a genialidade. Vários heróis foram epilépticos: Alexandre Magno, Petrarca, Maomé, Pedro, o grande, Napoleão Bonaparte e Júlio César. A mitologização dos gênios epilépticos foi intensa: Buffon, Flaubert, Dostoievski, Helmholtz e Van Gogh.

Dostoievski escreveu sobre a sua experiencia com a aura extática, um evento raro em epilépticos do lobo frontal, com momentos de êxtase antes das convulsões e atenção convergindo para temas transcendentais como Deus e a morte. Dostoievski atribuía a sua doença à sentença de prisão e ao exílio na Sibéria.

Cesare Lombroso (1836 – 1909) apontava a conexão da epilepsia com o crime. “Anormalidades atávicas nos crânios dos condenados e degenerados demonstravam a ligação do crime com a epilepsia, considerada uma doença atávica.”

No início do século XIX a epilepsia ainda estava sob os cuidados dos alienistas.”. Dizia Esquirol: “quatro quintos dos meus pacientes epilépticos são afetados por mania, demência, fúria, idiotia e desordem de caráter. A epilepsia quando associada a insanidade nunca melhora.”

Nos manicômios do século XIX os epilépticos eram agrupados com os insanos. Esquirol quis separá-los com receio do contágio.

Morel (1860) acreditava existir uma epilepsia mascarada, sem convulsões, chegou a definir um caráter epiléptico. O individuo seria pegajoso, obsequioso, imprevisível, super religioso, irritável e vingativo.

A obsessão da medicina era encontrar uma lesão anatômica que pudesse explicar as doenças. No final do século XIX, a epilepsia já tinha se tornado uma doença neurológica. A correlação entre lesões cerebrais e convulsões da epilepsia foi estabelecida. Eram alterações no cérebro produzindo descargas elétricas irregulares.

Jean Martin Charcot, em seu “Lês Démoniques dans l’ Art (1887), tentou demonstrar, aqueles que antigamente foram considerados místicos, profetas, possuídos pelo demônio, eram portadores de doenças neurológicas, como epilepsia e histeria.

A epilepsia continua uma doença grave. Entretanto, a medicina já sistematizou os sintomas clínicos, a natureza foi esclarecida, a medicação é efetiva e seus efeitos podem ser controlados. A maioria dos epilépticos participam normalmente da vida social. Os estigmas estão desaparecendo.

Por outro lado, não teremos mais Dostoievskis…

Fonte principal: Berrios & Porter                                                                                                                                         

PELO TWITTER                                                                                                                                                                       

www.twitter.com/Pontifex_pt Todos nós vivemos dias difíceis, mas sempre devemos nos recordar que a vida é uma graça, é o milagre que Deus fez do nada.

www.twitter.com/AntonioSamarone Qual foi a base legal desse confisco?

www.twitter.com/clovis_silveira Você tem que ter a força de um leão e a quietude de um pôr do sol para enfrentar a vida de todos os dias!                                                                     

www.twitter.com/Antonio_Doria  O Jacaré da Orla de Atalaia foi homenageado pela Padaria em poço verde.

www.twitter.com/depfmitidieri Resumo de Goiás: Goiano faz churrasco igual ao gaúcho, fala e faz pão de queijo igual mineiro, gosta de boteco igual a paulista, é festeiro igual a nordestino e curte sofrência como ninguém. Ôh terra boa!!!!

www.twitter.com/Ricamconsult O Brasil não viveu apenas uma década perdida. Há 4 décadas, a economia brasileira patina, com desempenho pior até mesmo que nossos vizinhos latino-americanos. Há duas gerações, somos um país submergente. http://bit.ly/invejadabolivia

 

Siga Blog Cláudio Nunes:

Instragram

 Facebook

 Twitter

 

Frase do Dia
“Quando praticar qualquer falta, procure remediá-la e não desculpá-la.” François de La Rochefoucauld.

São Cristóvão: povoado Cabrita é esquecido pela administração municipal – Estradas de piçarras cheias de buracos e que quando chovem ficam intransitáveis. A dificuldade é grande para chegar ao povoado. O cemitério local tomado pelo mato e sem as mínimas condições, inclusive com risco à saúde pública. São apenas dois problemas de vários do povoado Cabrita no município de São Cristóvão. A comunidade está esperando o próximo ano para ver quem é o candidato “cara de pau” que voltará ao povoado pedindo voto. Estão preparando uma recepção digna dos “deuses” para ele. Essa situação não é mostrada pela imprensa.
Comentários